quarta-feira, 31 de agosto de 2011

* Num Café Qualquer, Por Aí...

Tela Isaac Maimom - Women in a Coffee Shop

Duas amigas, ambas passadas dos cinquenta, conversavam num café:
- Acho que toda mulher depois dos 50 deveria se tornar lésbica e arranjar uma namorada da mesma idade.
A outra, espantada, perguntou:
- Que isso sua louca, porque? Não entendi...
A primeira explicou:
- Pensa bem. Não precisaríamos arranjar desculpas pela falta de libido. Não precisaria haver penetração...tudo se resolveria com dedo e língua...e o nosso ressecamento vaginal teria enfim, descanso...Nem precisaríamos ficar nos entupindo de hormônios...Tenho horror de pensar que posso ter câncer de mama só para poder transar de vez em quando...
- Que ideia essa sua...Você parece maluca!
A outra continuou...
- Além do mais quem é que aguenta pinto duro, pinto mole, uma vez sim, outra também? E os quarenta minutos no vaivém, esperando que ele se resolva sem conseguir? Ui, ando cansada de estar ativa sexualmente...e ardida...Ando pensando em ir pro estaleiro, aposentar a perseguida!
- Você tá é ficando esclerosada. Eu não sinto nada disso...minha vida sexual anda ótima, meu marido quer sexo todo dia e eu estou com a minha libido em dia, como se tivesse trinta anos.
- Oi? Conta outra, amiga...Não vem com essa não...Ando de saco cheio de ouvir mulher mentindo sobre a menopausa. Dizendo que transa no banheiro, no lustre, no motel e quer dar todo dia. Além do mais, homem com mais de 50 só transa no lustre se for com uma menina de vinte anos...
Você acha que está enganando quem? Isso é papo de inimiga e não de amiga...
- Ué, basta olhar aquela atriz sessentona que casou com um rapaz de vinte e poucos anos...Ela diz que tem muito tesão e que faz sexo todos os dias...
- Há! Eu queria ser uma mosca pra ver isso! Duvido! A não ser que ela se entupa de hormônios masculinos e ele coloque uma fronha na cara dela e só transe no escuro! Se não, ao olhar aquela barriga plastificada, com um umbigo parecendo o Curinga do Batman, aqueles peitos de borracha e aquelas pernas cheinhas de celulites, o coitado brocha na hora!
- Minha filha, hoje tem Viagra...Homem nenhum precisa ficar com o pau mole no meio da transa...
- Aff! Tô fora... Viagra? Aí mesmo é que a minha pobrezinha ia ficar toda esfolada...
Presta atenção na minha teoria...Homem com cinquenta e poucos anos deveria arrumar uma amante jovem, com muito fogo, querendo sexo de manhã à noite e nós, cinquentonas, nos tornaríamos lésbicas. Mulher entende mulher nessa fase da vida...Tudo o que eu quero agora é alguém pra conversar, uma amiga pra jogar conversa fora, que me compreenda e não queira transar uma vez por semana...Bastaria uma vez por mês e olhe lá. Acho que isso seria o ideal. O problema é que mulher mente pras amigas...estão sempre querendo competir  dizendo que são muito fogosas na cama...rsrs
- Você tá é louca! Pirou total! Hospício já!
- Que nada...O único problema seria quando fosse a minha vez de fazer na minha namorada...Eca! Não consigo nem pensar em mim, encarando uma pixirica!
- Tá vendo? Sua teoria está totalmente furada...Quem nasceu mulher não vira lésbica...Do mesmo jeito que não existe ex gay...Aliás, nada contra os gays e as lésbicas...
- É verdade...Eu nunca iria conseguir, aliás não sinto a menor atração por mulheres...Sempre gostei tanto de homens e de sexo...voltemos ao padrão clássico...Mas que a minha teoria é boa, isso é...Vem cá, sabe se já inventaram Viagra pra mulher?
- Tô falando, você é caso perdido...Coitado do seu marido...anda dormindo com uma desvairada ao lado e nem imagina...qualquer dia acorda vestido de mulher...

* entreouvido num café, por aí...


33 comentários:

Toninhobira disse...

Que beleza Glorinha, gostei destes ouvidos turbeculosos de cafeteria.Mas haja reflexão e quem sabe seguidoras.Mas dei foi muita gargalhada nesta madrugada.
Um belo dia pra voce com toda paz.
Que o cotidiano esteja sempre lhe alimentado a inspiração.
Meu terno abraço.

Taia Assunção disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...muito bom, todos os problemas resolvidos. Mas mulher, eu não gosto de brincar de velcro não...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Tenho amigas lésbicas e elas têm os mesmos dilemas que as hetero. Vou te contar uma coisa (verdadeira): Um casal de amigas lésbicas minhas estavam com baixa libido. Uma delas pegou um vibrador emprestado com um amigo viado nosso. A outra quase teve um troço quando viu a piroca de borracha. Isso porquê se ela tivesse atrás de pau, iria atrás de um homem. Moral da história: cada qual com seu dilema. Não existe vida sexual perfeita, existe altos e baixos...nos apegamos aos altos para poder sobreviver aos baixos e vamos que vamos. Beijocas!

Beatriz disse...

Oi Glorinha, só você mesmo, he he he!!!! Será que quando chegar aos cinquenta vou ficar desvairada assim? Pelo menos seria bem divertido!
Beijocas!
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

✿ chica disse...

E que conversa ouviste por aí,heim???Tive que rir aqui!!!Legal mesmo!!!


Essas conversas ou pedaços delas "ouvidas" são ótimas!

beijos,chica

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

hahahahahaha ótimo!
vc tem q publicar uns livros de crônicas do cotidiano ahhahaa.

vai falar q tem mentira no q vc escreveu? tem não... xô hipocrisia.

bjs Glorinha!

Glorinha L de Lion disse...

Cada coisa que a gente ouve, né Toninhobira? Só tem mulher louca por aí...e eu, claro, me incluo nesse rol, rsrsrs, beijão, bom dia pra vc tb!

Glorinha L de Lion disse...

Tem toda razão Taia querida...não existe casamento nem vida sexual perfeita, mas eu estou só contando o que ouvi...rsrs beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Bem querida Bia, eu sempre fui desvairada, daqui pra frente ou se vira santa ou se vira porra louca de vez...o meu, claro, é o segundo caso...tem que se tirar um pouco de humor da vida, né? Ou se morre de deprê... beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é amiga Chica...não sei de nada...só ouvi...hehehe beijos,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKK Pois é, né Alê...a mulherada é mentirosa demais...estão ficando iguais aos homens quando falam de suas performances...Todo mundo é F#$%ÃO...no Brasil então, não conheço um que não seja um furacão na cama...até o Erasmo, com seus 70 anos, outro dia falou no jornal que as noites dele com mulheres duram dois dias. Há, então vai morrer do coração de tanto Viagra! Sabe vergonha alheia? É o que sinto quando vejo as pessoas contando esse tipo de vantagem....beijão dear,

ManDrag disse...

hahahaha

Dei boas gargalhadas. Mas o assunto é sério. Continuo acreditando que se pode falar sério a brincar. Ou será brincar falando sério?

Nada a dizer e se mexer estraga.

Bem hajas pelos momentos de boa disposição, amiga.

Abraços pseudo-lésbicos, hahaha

Glorinha L de Lion disse...

Oi Man, se eu te disser que ando deprê vc me acredita? Mas ando...nada como rir um pouco pra espantar a tristeza, né? E é verdade, se fala muita verdade quando se brinca e vice versa...Bem Hajas tb, beijão,

Palavras Vagabundas disse...

kkkkkkkkkkkkk
tenho certeza que a amiga tezuda é siliconada...kkkkkkk
As doidas, como nós, não inventa só constata, mas, em tese, a teoria é boa, pelo menos ambas estariam com um leque se abanando e o sexo ficava prá depois.
bjs
Jussara

Glorinha L de Lion disse...

kkkkkkkkk a teoria é ótima, né Ju? E tome de leque...rsrs beijos

Beth/Lilás disse...

O bom da gente passar dos cinquenta é isso, falar, escrever, perceber coisas e dizer tudo que não falava antes, sem vergonha de ser feliz, né mesmo maninha?!
E eu tô ficando sem vergonha também de tanto papear contigo. kkkkk
beijocas cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Sabe, Betita, aprendi uma coisa com a idade: escritor não pode ter censura ou corre o risco de virar um boçal que fica esperando aplausos o tempo todo, escrevendo o que os outros querem ler e não o que ele quer escrever...Já cheguei à conclusão que não devo satisfações da minha vida à ninguém, a não ser à mim mesma. Nem à marido, nem à filhos...só eu e eu mesma. Hoje sei dizer não, sei dizer na cara das pessoas o que penso, ajo como minha consciência manda. Sou enfim, uma adulta que sabe arcar com as consequências dos seus atos e não estou nem aí pra quem não gostar do que escrevo ou quem achar vulgar ou que me excedi. Só eu sei de mim. Só nós sabemos o nosso limite...e o meu...creio ser o infinito...Que bom que vc anda mais soltinha...sinto isso em vc tb! Tá na hora da liberdade total, minha amiga, ou pelo menos da satisfação pessoal sobrepujar a satisfação à sociedade hipócrita e falsa em que vivemos. Viva a Liberdade Criativa! Beijos maninha!

Beth/Lilás disse...

Tá certa!
Mas tu tá é me levando pro mal caminho. kkkkkk
ô mulher doida só! kkkkkkk
bjs

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKK Betita, Tô te levando pro caminho da liberdade! De ligar menos pro que os outros pensam...tá aprendendo, sim! bjs,

Macá disse...

Glorinha
Estou precisando MUITO ficar mais com você. Assim como a Beth.
Eu hoje até que me solto mais em gestos e palavras, mas não tanto como deveria.
Por exemplo, não sei se eu conseguiria fazer um post como este que achei...............simplesmente o máximo.
Além de ter rido muito também.
Eu acho que você deveria abrir os seus encontros do livro com esse post; mulheres falando da menopausa, porque foi isso que elas estavam fazendo não?
Já começava com um quebra-gelo (embora você não precise) muito bom. Bem escrito, verdadeiro e engraçado.
beijos

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKK Ai Macá, eu me diverti muito escrevendo esse texto...mas acho que a maioria das pessoas ficou envergonhada de comentar...pois é, amiga, sou assim, livre, leve e solta...escritor não pode ter amarras, nem papas na língua (ou nos dedos), muito menos na cabeça...escritor que se auto censura é fadado ao fracasso...e o que seria da vida se não a levássemos com bom humor, vez em quando? Vou te dar umas aulas de como ficar soltinha...hehehe. A Beth tá aprendendo...beijão, obrigada pelo comentário,

Calu disse...

Papinho animado esse e cheio de razão, kkkkkkk...mas concordo com tua amiga Taia,não existe vida sexual perfeita.A gente se esforça algumas vezes, noutras se esforçam por nós.Ajusta-se daqui, enrola-se dali e "vamo que vamo."O que não pode é deixar a peteca cair.
Adorei!
Bjos,
Calu

Glorinha L de Lion disse...

kkkk não deixar a peteca cair é ótimo Calu! rsrs, pois é, foi o que ouvi por aí....beijão,

Lúcia Soares disse...

Concordo e assino embaixo!
Bj

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

hahahahahaha...só vc mesmo!
Ah minha flor, eu adorei as idéias inovadoras e os argumentos todos rsrsrs, mas qdo se é, já nasce assim meu bem, ninguém vira não! rsrsrs Sorte delas então né? rs Eu quero só ver, aiai, será que a vontade acaba mesmoooo rsrsrs afff, é ruim hein? rs Ah como eu sou bandida kkkk (nunca gostei do zorra total, mas devido aos comentários a respeito da tal Valéria, outro dia parei pra ver e ri muito c/ ela kkkk, é uma bandida mesmo rsrsrsrs).
Beijinhos lindeza de mulher.

Flores e Luz.

Profº Bauru disse...

Nossa, tanto tempo que não passava por aqui e também que não te vejo lá pelos meus espaços. Pelo que entendi você está perambulando animadamente por aí...rs.

Enfim, Glorinha, vim deixar um beijo e dizer que ri bastante com esse seu texto... Isso me lembrou a história que uma amiga escreveu sobre essas conversas em cafés... Mandei, inclusive, seu texto pra ela. Histórias como essas justificam as saídas mais frequetes do pc... alimentar um blog se faz também com a vida off line e seu post é uma prova disso.
Que sua semana seja muito abençoada e que muitas conquistas venham. Grande abraço, querida.

Luma Rosa disse...

Sabe o que foi mais legal? Um amigo me mandar o link deste texto para que eu lesse, sem saber que somos ligadas. Enfim, ele vai ler o meu comentário e tanto melhor! Homens deveriam ler mais as mulheres e, vice-versa, pois o que não se fala, se aprende lendo.
Viagra é tabu para algumas mulheres e para os homens é pura diversão ou não. Com ele, eles não precisam se preocupar com a "falha" - como assim? Na própria bula do remédio está escrito que o homem precisa sentir desejo para a pílula funcionar, portanto, se o homem quer ser o "super-homem", melhor uma prótese de silicone.
O ideal seria que os casais amadurecessem juntos a vida sexual, mas antes disso, a maioria estará se separando. Entender as fases de cada um e garantir o sucesso emocional é difícil para aqueles que não amam. Amor se constrói e sei lá, fico imaginando "meu velho", de pinto duro. Não rola! Vou achar fora de contexto. A sociedade quer os velhinhos meigos de mãozinhas dadas e o que rola entre quatro paredes? Imagino um amor mais calmo, quase infantil.
Retorno aqui a pergunta que fiz em um post: Por que alguns casais mais velhos conseguem ser companheiros? Respondendo: Porque não têm o sexo para escravizá-los.
O homem passa por um dilema grande na Andropausa e se sua vida foi permeada de sexo, será morte em vida! Veja bem, Glorinha, a mulher mesmo com a libido baixa, pode colocar a culpa em um monte de coisas, mas qual a grande desculpa masculina? Ele procura primeiro colocar a culpa no excesso de trabalho ou excesso de despesas, entre outras coisas menores, para tarde demais procurar um médico e mais tarde ainda, procurar ser honesto com sua companheira.
O casal acima, se conversassem mais sobre a vida sexual em comum - fora da cama - não estariam passando por tanto desgaste! É fácil falar de sexo, difícil é falar das nossas vontades e privações.
O texto é super leve, apesar da seriedade do assunto. Tive que tomar fôlego em algumas partes por causa das gargalhadas que dei e enfim, finalizando, que este comentário está ficando enorme; a Dercy Gonçalves quando questionada se ainda fazia sexo, repondeu: "Sexo pode ser bom, mas dá muito trabalho"
Boa semana! Beijus,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Lúcia, devidamente assinado, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Moniquinha do meu coração: cada mulher é uma, cada caso é um caso...eu sempre adorei sexo, mas a menopausa chega e....todo o nosso mundo tal como o conhecemos vira de pernas pro ar! rsrsrs Espero que vc continue assim, do jeito que é...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Prof Bauru, pois é, anida bem que me entende...sem tempo total! Que bom que gostou dessa "conversa" que ouvi por aí...rsrs beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Será que foi o Prof Bauru, Luma? Acho que sim! kkkk Engraçado isso! Pois é, a menopausa chega e faz igual na música Roda Viva: "carrega tudo pra lá...roda mundo, roda gigante, roda moinho, roda pião, o tempo rodou num instante nas rodas do meu coração." Então é isso, quando ela vem, é tsunami total. Que bom que te fiz rir um pouco! Beijinhos,

Luma Rosa disse...

Sim, o Profº Bauru é uma pessoa muito estimada por muitos blogueiros e sempre que podemos estamos tête-à-tête ;)

Bauru disse...

Vejam só... o maior bate-papo acontecendo aqui e eu de fora... e eu sendo assunto. MUITO OBRIGADO, Luma, pelas palavras. Muito obrigado, Glorinha, pelo espaço leve e prazeroso em que os amigos podem se encontrar para rir um pouquinho. Beijos pras duas!

Glorinha L de Lion disse...

É sempre um prazer Prof Bauru! e veja só, era amigo das duas e não sabia...rsrs beijos, obrigada por curtir o meu espaço,