segunda-feira, 25 de abril de 2011

Expressionismo Idiomático

Não nego que algumas vezes
perdi o fio da meada
Ou que já fiquei de bode
Armei também
alguns barracos
E já pisei na bola
sem conta
Mas tive
que pisar em ovos
pra não ferir ninguém
Com isso
acabei entrando pelo cano
e engoli muito sapo
Noutras vezes
optei por lavar as mãos
mas aí
em vez de colocar as cartas na mesa
fingi ter ouvidos de mouco
e botei as barbas de molho
Foi melhor assim...
Já enchi linguiça
pro tempo passar depressa
Mas vou bater na mesma tecla:
o tempo não para
Entrei pelo cano
Rodei a baiana
E antes que batesse as botas
Achei por bem
chutar o balde
Enfiei com vontade
o pé na jaca
Depois tive
que fazer boca de siri
e pra quebrar um galho
acabei me dando mal
Mas não há de ser nada
Deus ajuda
a quem cedo madruga
Como só acordo às 10
Meu fim
vai ser a boca do inferno
Ou será o céu da boca?
Por mim
tanto faz
E tenho dito.

35 comentários:

JasonJr. disse...

:D

Silvia Masc disse...

Querida, "welcome in Sao Paulo", fiquei aqui pensando e imaginando um encontro aqui, seria divertidíssimo.
beijinho
Ótima a composição do poema.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Jason! D?!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Sílvia, ia ser o máximo um encontro aí...eu iria, com certeza! Obrigada, beijos,

Beth/Lilás disse...

Maninha!
Muito legal esta sacada sua!
Fico aqui pensando como você consegue bolar estas coisas, articular as palavras, transformando-as em poesia.
Só mesmo o talento nato, parabéns!
bjs cariocas

Cucchiaio pieno disse...

Hehehe, adorei amiga!!!!
Mil bjos
Léia

isa disse...

Imperdível este seu delicioso texto!
Beijo.
isa.

Meu aconchego Zen disse...

Tem uma amiga que tem a seguinte frase em seu nick a anos...
Dou risada todas as vezes que releio.
" Deus ajuda quem tem força de vontade, os que não tem ele empurra."
Rsrsrs

Poderiam fazer um aqui no Japão :) Eu ia amar!
Bjus Glória!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

uma maneira muito criativa de expressar uma situação chata! montou um texto com frases chavões, achei muito criativo.

como a gente faz? taca pimenta, em todos os pratos, mesmo qdo estamos (ou estão) com o estômago fufuferrado? foge, pra fugir do bicho que pega a gente... ou fica e deixa o bicho comer? eita...

tem horas q não é fácil rs.

bom dia Glorinha

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha adorei!! Vc como sempre com a criatividade a mil por hora. Penso que vócê é uma pessoa tão talentosa que sua cabeça via criando e inventando ao longo do dia e um dia é pouco pra você. Bjs amiga Estou esperando Nilce me mandar o livro pra começar a ler. E não esqueci o da Elisa Luicinda não. Logo logo chega aí na sua casa. Bjs

lolipop disse...

Querida Glorinha...

Tudo certo menos "a boca do inferno"...nem pensar!
Inferno é coisa de quadro do Jerónimo Bosch...levante tarde ou cedo o mais certo é haver do outro lado um nada eterno...

Melhor o céu, azul ou estrelado, mas aqui e agora.

MIL TERNURASSSSSSSSSSSSSSS

Socorro Melo disse...

Oi, Glorinha!

Que barato! Você é criativa, hein? Ficou muito legal.

Beijos :o)
Socorro Melo

Zélia Guardiano disse...

Simplesmente delicioso ...
Uma graça de poema...
Como você é versátil, minha querida Glorinha!
Enorme abraço!

Palavras Vagabundas disse...

"Deus ajuda
quem cedo madruga
Como acordo às 10",
sem culpa ficarei, rs
Quando fiz meu blog, entre tantas intenções, uma delas foi cutucar as memórias das pessoas. Fico imensamente feliz quando me fazem comentários como o seu, lembrar da antiga casa, dos livros do pai...quem sabe reler!
bjs e boa semana.
Jussara

Rô... disse...

oi Glorinha...

adorei,
inspirador ler você,
sua criatividade é visível é empolgante,
uma delicia de ler...

beijinhos
linda terça

Calu disse...

...rsrsrs...enquanto os cães ladram, a caravana passa,
deixando o perfume do sândalo que o machado feriu,
mas como tanto faz dar na moleira como na moleira dar,
madeira de dar em doido não cria cupim, por isso,
melhor é por as barbas de molho e fazer das tripas coração pra não gritar!!!
Adorei brincar contigo, minha amiga criativa.
Até amanhã,
Bjo grande,
Calu

Nane Cabral disse...

Adorei, e essa foto que fofura! Já está participando do sorteio no meu blog? Uma ótima semana! Beijinhos, Nane www.vovoqueensinou.blogspot.com.br

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Betita, é como eu digo se nasce assim ou não. Eu nasci, gracias a la vida! hehehe beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Leinha amore mio, bacci!

Glorinha L de Lion disse...

Olá Isa, que bom que gostou, me deixa feliz! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Zen, como não creio em nada, acho que a gente tem mais é que acordar na hora em que puder ou der na telha...rssrs Já pensou, eu no Japão? Ia ser o máximo mesmo! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Tasca pimenta Alê! Sou daquelas que come pimenta com tudo...solto fogo pelas ventas...hehehe beijão amigo querido!

Glorinha L de Lion disse...

Tem dias que 24 hs é muito pouco pra mim, Gi. Já noutros, queria que o dia passasse correndo, bem rápido! Sou uma metamorfose ambulante minha amiga! Louca de pedra! hehehe beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Loli, querida, boca do inferno me lembra aquela gruta onde o mar bate lá no Guincho...é no Guincho, não é? Pena que no dia em que fui, o mar estava plácido como um tapete...queria ouvir como é a voz da boca do inferno...Dizem que é de dar medo rsrsrs Beijos,

Manuela Freitas disse...

Olá querida Glorinha,
Ando desaparecida no espaço...por aí voando de nuvem em nuvem...vou aterrando, aqui e ali... devagar...
Adorei este poema, as palavras cheias de simbolismos com essas cores fascinantes brasileiras... a exploração da língua exige criatividade e tu estás cheia dela!...
Estou à espera que chegue...
Beijinhos amada amiga,
Manu

Glorinha L de Lion disse...

Oi Socorro..."eu nasci assim, eu cresci assim e sou mesmo assim...Gabrieeela"....hehehe beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Zélia. Eu versátil? Vindo de vc isso é um elogio e tanto, minha escritora querida! Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Jussara, legal mesmo relembrar as coisas boas que um livro nos traz...lembranças de quando o lemos há tantos anos atrás...Seu blog proporciona isso, obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Rô, obrigada querida...é bom despertar coisas boas, bom não, ótimo! beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Nane, não vi o sorteio não...vou lá ver, obrigada, beijos flor!

Glorinha L de Lion disse...

Oi querida amiga Manu. Andas mesmo sumidinha...o teu já deve estar chegando lá pela semana que vem, imagino. Por causa da semana santa talvez atrase um pouco...estou ansiosa pra que me digas o que achou...beijão amada!

Bombom disse...

Glorinha, enquanto não chega o meu, (o prato forte) vou-me deliciando com estas tuas "sobremesas" deliciosas! Tantas ideias bem explicitadas num só Poema! E tantos sentimentos controversos nos invadem...e nos irmanam.Mas só alguns têm esse dom de brincar com as palavras para falar de coisas sérias...Parabéns, Glorinha! Bjs. Bombom

Lu Souza Brito disse...

Glorinha,

Sempre bom estar aqui. Seu texto me lembrou um outro que li no Blog da Renata (eternos prazeres) mas só com chavões relacionados a alimentação. Muito legal!
Beijos

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Bombom querida, acho que é mesmo um dom de que fui dotada ao nascer....rsrs beijos querida amiga, sempre tão gentil,

Glorinha L de Lion disse...

OI Lu, não li esse texto da Renata...senão poderiam até dizer que foi plágio...hehehe do jeito que neguinho anda plagiando todo mundo....só faltava essa! A net tá cheia de caras de pau! Beijos,