terça-feira, 19 de julho de 2011

Obstinação


Creio, como muitos já disseram, que escrever é um ato extremamente solitário. E acho mesmo que o escritor precisa da solidão, precisa dela, para que os personagens venham, se incorporem, se encorpem, tomem forma e, como numa visão fantasmagórica, se apoderem dele, da sua alma, anulando-a por meses a fio, para que eles, os personagens, vivam.
É preciso muita obstinação, dedicação e teimosia para ser escritor, para querer contar estórias num país que não dá valor às letras e pouco sabe sobre seu presente, que dirá sobre o seu passado...
Quanto mais eu me dedico a esta tarefa, a árdua e prazerosa tarefa de tentar contar uma estória, mais percebo o quanto é feita de esforço e trabalho. De luta obstinada contra tudo e todos.
De luta interna, de batalha diária pelos meus ideais.
O escritor sofre, ri, chora, se arrepende, junto com seus personagens. Afinal, todos têm um pouco dele, até os que aparentemente nada têm em comum com seu modo de pensar ou de agir.
A palavra que, ontem, me veio à cabeça foi: obstinação. Um somatório de dedicação e teimosia.
Só quem é obstinado, alcança o que deseja. Só quem não tem medo de si mesmo e dos outros pode atingir seus objetivos.
O medo da crítica, o medo, por si só, tem que ser esquecido. Ninguém faz nada com medo. Ninguém cria nada com medo. O medo nos tolhe, nos impede de avançar.
A decepção também faz isso com algumas pessoas. As impede, as puxa para trás. Não a mim. Em mim faz o oposto, me empurra para a frente, me faz querer mais.
Tenho vivido momentos de muita decepção com algumas pessoas próximas e já falei sobre isto aqui, antes.
Pessoas que poderiam ter me estendido a mão e não me deram um único dedo. Gente da minha própria família. Gente que me deu o mais absoluto desprezo. E não me queixo dos que não conheço ou de quem não tenho laços afetivos. Falo de pessoas que são sangue do meu sangue. E me viraram as costas sem um único sorriso ou olhar de apoio. Até o silêncio poderia ter sido eloquente, mas nem o silêncio recebi de volta.
Mais uma vez volto à palavra: OBSTINADA.
É o que sou, o que sempre fui. Uma teimosa. 
Diante da vida, da minha saúde frágil, dos meus quereres e de quem não me estende a mão. 
Sempre fui uma leoa neste sentido, de alcançar o que quero, de defender o que penso ser o certo e o que vai me fazer feliz. Sempre. Apesar dos pesares, das palavras desanimadoras, do abraço que não veio, da palavra que esperei em vão. Já tive muito, já perdi muito, mas sempre consegui o que me propus a ter.
Mais uma vez, começo. Recomeço. Escrevo outro livro. Não posso parar. Preciso disto para que eu viva, mesmo que seja respirando através de personagens fictícios. Sigo. Vou.
E sei que a Vitória não tardará, porque creio nela, mas principalmente, porque creio em mim e na minha capacidade.
Porque nasci escritora e preciso das palavras, como preciso do ar, para que eu viva, através delas, para sempre. Obstinadamente, eu sei que vencerei.


34 comentários:

Beth/Lilás disse...

Eu sei, maninha, tem sido mesmo um trabalho de obstinação e muito carinho, pois sem esses dois itens não poderia gerar tantas idéias que brotam dessa cabecinha pulsante.
Tem que ter este silêncio de fora e até mesmo o de dentro, pois é aí que você começa a ouvir coisas que não ouvia, então nascem estas idéias maravilhosas que, pra dizer a verdade, não precisa de ninguém, principalmente de família, isto é nato, está em você o talento, portanto desenvolva-o com toda força e não espere nada, tudo está em você, brotará deste silêncio e solidão tão necessários.
beijos cariocas

Silenciosamente ouvindo... disse...

Pronto...já tem a sua resposta,
e vá em frente sim, se só assim
se sente viva. Só posso desejar
que na construção deste seu novo
livro não sofra demais, mas
também enquanto o estiver escrevendo
está fundamentalente com as personagens e elas próprias lhe
farão companhia e lhe darão
momentos diversificados.Elas
terão vida e lhe surpreenderão
e você se surpreenderá com a forma
como vai dialogando com as mesmas
e em cada momento pode nascer uma
personagem inesperada que se vá
meter com as outras e inverter
um pouco o rumo à história...
Só posso desejar "que nessa
vivência" o resultado final seja
bom para si. E VAI SER...
Um abraço
Irene

ManDrag disse...

Amen!

Perfeita a tua descrição sobre o solitário e aterrorizador processo criativo. Muita gente pensa que escrever é tão fácil quanto pegar num jornal e copiar as notícias para um caderno.
No trabalho braçal tens o esforço físico e depois o repouso merecido. No trabalho intelectual da escrita criativa tens um esforço angustiante e depois tens de sobreviver ao caos emocional que os personagens e circunstâncias por eles vividos, deixaram em ti.

Coragem, amiga.

Abraço solidário!

Socorro Melo disse...

Olá, Glorinha!

Admiro pessoas como você, obstinadas. Se os obstinados não vencerem, quem mais vencerá? Penso que o sucesso e a vitória não são fáceis. Quem realmente deseja realizar sonhos e projetos do porte dos seus, enfrenta dificuldades e obstáculos inimagináveis. Mas, ainda bem que os vencedores vão à luta. E a beleza da vitória consiste no resultado desta teimosia.
Avante! Sucesso é o seu destino.

Beijos
Socorro Melo

Profº Bauru disse...

Glorinha, seu texto é muito profundo. Este tipo de reflexão, creio, todo escritor deve ter feito. Mas diante de questão tão profunda, as respostas estão todas aí prontas para você... essa voz que grita "segue, segue, Glorinha" é o que deve servir de mote para você todos os dias. Nunca será fácil neste ofício. Importante é aprendermos, cada um de nós, a desviarmos de tudo que nos atravanca e aprendermos quais os nosso limites, quais as nossas potencialidades. Sigamos em frente, amiga, sigamos!

Glorinha L de Lion disse...

É vero Betita! Obrigada pela força e amizade, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Irene, abraço,

Glorinha L de Lion disse...

Man Drag meu amigo, tua descrição foi fidelíssima ao tal dito que escrever é: 90% suor e 10% inspiração...como cansa..e tem gente que se acha escritor com 10% de esforço e 0,1% de inspiração...não dá né?
Adorei, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Espero que essa obstinação me leve aonde quero chegar, Socorro! A teimosia pode ser um defeito e às vezes uma qualidade, não é mesmo? Vou teimando por aí...rsrs beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Prof Bauru, pois como dizia o Quintana..."os que estão por aí, atravancando o meu caminho...eles passarão, eu, passarinho" Passarinho teimoso e obstinado que eu sou! Segue, Glorinha, vai que é tua! rsrs Obrigada pelas palavras! Abração,

Eduardo disse...

Desistir nao eh a atitude dos vencedores e medo eh mais um desafio a ser vencido. Se voce tem um ideal nao desista, se tem um sonho, procure realiza-lo, se as coisas nao dao certo busque uma alternativa. O caminho mais perto para o sucesso eh uma linha sinuosa. O importante nao eh chegar la depressa mas chegar.
Pensamento: a familia a gente nao escolhe e quando existe amizade eh um bonus. Os amigos que escolhemos, dentro ou fora da familia, sao os que realmente contam. Nao vale a pena ter muitas expectativas alem dos limites de certas pessoas, so vai resultar em frustracao e nao vai alterar os fatos.
Um abraco
Shrek

Glorinha L de Lion disse...

Tá certíssimo Eduardo! Seu comentário veio ao encontro do que venho tentando mudar em mim. obrigada pelo carinho, beijos,

Celina Dutra disse...

Oba! Já começa a melhorar! Só tenha certeza do sucesso! Quem faz com sangue colhe vitória. E vc só sabe fazer assim!

Girassóis nos seus dias.
Beijos

Cucchiaio pieno disse...

Ainda bem que você é obstinada, dedicada e teimosa!
Queria ser forte assim, admiro muito essa tua obstinação.
Esse post foi um exemplo de força, que eu estou precisando. E o meu maior problema é justo o medo da crítica!
Ser desprezada pela família com certeza é a maior dor. Mas la' na frente, quando verem o teu trabalho fazendo sucesso, serão os primeiros a dizerem que "sempre acreditaram no teu trabalho" - afe!! Que duro viver com pessoas assim, mas família a gente não escolhe... em compensação os amigos sim!!!
Tenho certeza que ira' vencer.
Bjo grande
Léia

isa disse...

Alguns poderão pensar que é "ridículo" comemorar o Dia do Amigo"... Paciência! Tb há quem ache as Cartas de Amor "ridículas" e todos as escrevem... Feliz Dia!!!
Glorinha,
Beijo.
isa.

Glorinha L de Lion disse...

OI Celina, girassóis pra vc tb! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Ainda bem Leinha, que meus amigos não me falham nunca...e nem me cobram nada....dou imenso valor aos amigos que tenho e fiz aqui. Beijo grande, força, vai com fé, como dizem aqui!

Glorinha L de Lion disse...

OI Isa, obrigada por se lembrar de mim! feliz dia do amigo pra vc tb! Beijos,

Simples Assim disse...

Oi Glorinha,
Admiro muito seu texto e sua obstinação.Eu também queria ser assim. Gosto muito de escrever,mas ainda não consegui me organizar pra conseguir ser o que sei que é meu destino: escrever.
Parabéns pela sua força e determinação.
Aproveito pra desejar Feliz Dia do Amigo para vc.
Lylia

* Maria Edméia * disse...

*Glorinha, ESCREVER deve ser um

PRAZER e não, um instrumento de

sobrevivência financeira e /ou

emocional !

*Escreva e não espere aplausos,

reconhecimento !!!

*Simplesmente escreva !!!

*Um dia, você se verá totalmente

recompensada por tanto ! (*Mesmo

sabendo que a verdadeira recompensa

foi o PRAZER DE ESCREVER !!!).

*Ótima 4ª feira,

*Menina_Linda !!!

*Um abraço.

P.S. - *Explicando sobre o teu

comentário no meu querido

*Caderninho a respeito da minha

postagem sobre a PARADA GAY na

cidade de São Paulo : sou

heterossexual ! Apenas

possuo ÓTIMOS amigos que são

GAYS !!!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Edméia, vc conhece alguém que escreva num jornal, num blog ou tenha escrito um livro e não queira reconhecimento e aplauso? Eu não. Não conheço nem unzinho que não o queira! Todos querem ser admirados, amados, aplaudidos...E quem diz que não, é mentiroso...não posso concordar com uma linha do que escreveu, de jeito nenhum. É fácil falar da boca pra fora...mas e vc? Se ninguém fosse no seu blog e vc ficasse falando com as moscas, aposto que fecharia o blog sem demora ou ficaria, no mínimo triste e deprimida. A vida não é bonitinha assim, com o muitos tentam parecer que seja, nem tem manual ou receita...Nós, seres humanos, todos, sem exceção, somos vaidosos, orgulhosos e gostamos de ser amados. Eu perguntei se vc era gay? Que eu me lembre não fiz isso, aliás não é do meu feitio...e nem me interessa se vc é gay ou não...aliás sou super a favor dos gays...acho que vc é que não leu meu post sobre a parada gay. Aliás Edméia, sinto muito, mas seu comentário não foi dos mais felizes, Abraço,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Lylia, realmente escrever exige disciplina e muito, muito esforço, mas acho que se vc crê que nasceu para a escrita deve se dedicar a ela...arrume um tempinho pra que vcs duas voltem a se encontrar! Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Só um adendo à Edméia: Não estou chateada com vc não, viu? É só minha maneira de me expressar...como vc já deve saber, sou muito verdadeira no que falo aqui. Prefiro dizer o que penso para a pessoa aqui, nos meus comentários, do ficar falando por trás, como muitos por aí...não me leve à mal, não foi nada pessoal, continuo gostando de vc do mesmo jeito...só acho que não foi feliz na argumentação e nem na satisfação que me deu, sem eu sequer ter tocado nisso, sobre a sua sexualidade. Abraços,

angela disse...

minha querida writer, seus textos são especias, seu comentario lá no pitangas me encheu de alegria, bjs amiga

Leila Brasil disse...

Confia que se vem para você a vontade e a capacidade virá o resultado
Quando assistir a propaganda da Nextel com o Carlos Saldanha lembra de mim, tá? Sabe por que? por que eu vi um sonho em ação desenhadinho no coração daquele moço...lembrei da busca da noz e lembrei de Você ...
Beijos

Terê. disse...

" A glória da amizade não é a mão estendida, nem o sorriso carinhoso, nem mesmo a delícia da companhia. É a inspiração espiritual que vem quando você descobre que alguém acredita e confia em você."

feliz dia do amigo, para você tere.

Vivi disse...

Te admiro...pois lutas !!!!!
Vc é assim...uma lutadora...uma guerreira...e principalmente uma vencedora!!!!!
Td q já passou????...mas passou!!!
claro que é Vencedora!!!!e estou aqui te aplaudindo de pé !!!! Sempre!!!
Maninha Querida!!!
bjs

Glorinha L de Lion disse...

Oi querida Angela, sou eu quem agradeço por ter te conhecido, beijos amiga querida,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Leila querida, ainda não vi esse anúncio...mas pode deixar que quando eu vir vou me lembrar imediatamente de vc! obrigada pelo apoio e carinho, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Bonito Terê! Obrigada pela linda mensagem! bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Maninha querida, vc é uma coisa fofa! Obrigada pelo carinho, beijos,

Calu disse...

Conquistas realizadas e muitas outras por realizar, afinal os vencedores não dormem nas glórias conseguidas, antes reinventam suas ações e partem para outras pelejas.
Assim é a vida das obstinadas e criativas vencedoras, como vc, amiga.
Hoje ,receba meu abraço especial, pois é data marcada como dia do Amigo.Sei bem que vc não liga p/ datas, ms como essa tá acontecendo, aproveito, te abraço e te confirmo: Vc é um grato acontecimento na minha vida.Obrigada por tua amizade.
Bjks,
Calu

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada amiga Calu! Tem razão, não ligo pra datas, mas é sempre maravilhosos saber o quanto nossa amizade é importante e o quanto algumas pessoas são tb importantes para nós, como vc tb o e é, amiga! Beijos querida, obrigada pelo seu carinho!

Fernanda - Trilhas Culturais disse...

Super admiro os escritores, os que criam historias fascinantes. Por isso que meu blog é sobre esse mundo..das historias, dos livros. Parabéns a todos os escritos que colorem nossa vida de emoção.