terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Marca D'Água

A carta estava lacrada
Com as minhas iniciais
Era um envelope discreto
Só o lacre dava sinais
De que o que ali havia
Era coisa preciosa
Requintada
Poderosa
Abri...
Não havia nada dentro...
Ou melhor
Havia sim
Uma palavra embutida
No silencio do momento:
Lacre
Marca D'água
Que foi feita
Em mim
Assim que nasci
Que marcou minha alma
Pra sempre
E que eu nunca percebi
Somos todos feitos assim
Com marcas d'água discretas
Mas profundas
Como em mim
Forjaram e fui forjada
Com tudo o que vi e vivi
Tudo deixou sua marca
Inclusive
O que não vi
Assim, nosso eu mais profundo
Vai seguindo pela estrada
Por caminhos
Descaminhos
Trilhas
Montanhas
Abismos
Mudamos
Nos transformamos
Mas as marcas de nascença
Por mais que mudemos tudo
Continuam
Indeléveis

Num cantinho mudo
Imóvel
Imutável
Núcleo duro
Lacrados
Viemos ao mundo
Carimbados e marcados
Com sinais
Que muitas vezes
Nem sabemos
Mas que estão lá
No fundo
Naquela carta
Que um dia recebemos
Endereçada
À nós mesmos....

33 comentários:

Lu Souza Brito disse...

Há coisas que são somente nossas e parece que vem mesmo de longe - de onde nem bem sabemos. São estas marcas que você cita.

Um beijo
Lu

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Senti uma vontade de tomar café com bolo... como os de confeitaria... vim logo por aqui...

"Viemos ao mundo
Carimbados e marcados"...

Sei que é a sua marca... esse café... bolo e belos poemas...
Bjs de paz.

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Lu são elas...e essas ninguém tira de nós, né? bjks,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Rosélinha, chegou bem na hora do café com bolo e poesia...hora boa de papear com as amigas...obrigada pela visita, bjs,

manuel marques disse...

"Vivemos com o que recebemos, mas marcamos a vida com o que damos ..."

Beijinho.

Glorinha L de Lion disse...

Que lindo Manuel, é mesmo verdade isso...beijinhos pra ti meu amigo,

pensandoemfamilia disse...

Lindo poema Glorinha, Quando nascemos já entramos numa
história que nos imprimem marcas feitas como se fossem com ferro em brasa".
bjs

lolipop disse...

Querida Glorinha,
Achei lindissima essa imagem duma carta endereçada a nós mesmos...um envelope com marca d´água.
Fez-me pensar de repente em António Ramos Rosa..."(...) de notas dissonantes/num grito de loucura/de toda a matéria escura/sufocada e contraída/nasce o grito claro."
Carinhossssssss

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Ai...ai...que lindo...obrigada por estas pérolas minha flor linda.
Beijinhos.

Flores e Luz.

Glorinha L de Lion disse...

É mesmo Norma, e dessas é muito, muito difícil mesmo nos livrar, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Loli, não conheço esse autor...mas a frase é linda...ando numa fase em que as ideias estão em ebulição em mim, fervendo o tempo todo. Obrigada por teu carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Mônica, minha mais linda deusa! Eu quem agradeço a vc por ser tão gentil e delicada comigo...Sua foto está mais linda ainda! beijinhos,

Beatriz - Jubiart disse...

Glorinha, sempre leio seus comentários em vários blogs de amigos...Estava devendo uma visita em sua casa... Hoje vim através da ternura Lolipop. Vou dá umas voltinhas...

Bjs.

Beatriz - Jubiart disse...

Votei do passeio...
Muito gostoso o seu Café Com Bolo. Cheio de carisma, bondade e excelentes textos, ganhaste uma visitante permanente para o Cafézinho básico.

Bjs no coração.

Suziley disse...

Bom dia, Glorinha:
Vieste assim: com a alma cheia de poesias!! Vim, li e gostei. Um grande beijo, bom dia, boa semana :)

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

sua carta tem letras bonitas, e letras difíceis que nem todos podem ler...

vai sempre em frente, acredite sempre em vc, Glorinha. não desanime e busque sempre seus sonhos!
bjs

Élys disse...

Cada um de nós tem essa marca, a nossa pedra preciosa e precisamos fazer que ela brilhe cada vez mais, ajudando a iluminar o nosso caminho, para que as pessoas quando passarem por nós, sintam a vontade de caminharem conosco, de mãos dadas, fraternalmente.

Poesia Linda.

Beijos.

Silvia Masc disse...

Glorinha,

Esse ano tive poucas chances de me servir do seu café com bolo, um dos meus desejos para 2011, é ter mais tempos para "os meus momentos" e vir aqui mais vezes fará parte disso.
Desejo á vc um ótimo Natal e Ano Novo idem.

beijinho

Glorinha L de Lion disse...

Oi Beatriz, seja bem vinda! O café aqui está sempre quente e o bolo recém saído do forno! Será um prazer ter vc comigo, bjkas,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Susiley, pois é, acho que minha marca é essa: amar as palavras, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Alê, pois é não sou basiquinha...talvez por isso seja tão difícil conseguir o que quero...mas, por outro lado, prefiro ser difícil ou não muito simples do que banal. Banalidade e mediocridade pra mim é crime inafiançável! hehehe, beijão!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Élys, vc sempre tão genil e carinhosos em suas palavras. Realmente, a marca que trazemos e deixamos nos outros é que faz a diferença...obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Sílvia, eu tb gostaria de ter ido mais ao seu Longevidade...então está combinado: em 2011 nos reuniremos mais para aquele cafezinho gostoso, encorpado e forte, como deve ser o café com as amigas, grande beijo,

Kelly disse...

Glorinha que coisa linda, essas marcas que carregamos conosco mesmo quando não as vemos ou sentimos, são verdadeiras!
Adorei, beijos

Cantinho She disse...

Glorinhaaaaa! Que barato! Adorei!
Beijo, beijo!
She

Yasmine Lemos disse...

Oi Glorinha, tem marcas que nos desenham , outras trazemos como ensinamentos, desenham nosso carater , nossa conduta.
O nome já é muito forte "MARCAS",como se tudo estivesse DEFINIDO, nada poderá ser mudado.
um grande beijo

Manuela Freitas disse...

Um poema muito interessante, que aborda algo, que eu já tenho discutido com amigos: o que trazemos connosco, o que adquirimos da formação que tivemos, o que filtramos de tudo isso, até que ponto a personalidade que temos foi beber a um e outro lado, aquilo que depois somos, a base do que somos porque considero que dia a dia outras mutações podem surgir!...
Minha querida amiga é complicado!?...
Em princípio acredito nessa marca de água, mas «só sei que nada sei»!
Beijinhos doces,
Manú

Kelly disse...

Concordo com você quando diz que o país pára nessa época do ano. Agora tudo só volta a funcionar depois do ano novo, depois o ano só começa depois do carnaval....e nessa vamos indo...beijos

Glorinha L de Lion disse...

São sim Kelly, são as nossas marcas não é? beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Beijo She, obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Yasmine, acho que muitas dessas marcas, as de que falo, já nascem conosco, outras são impostas a nós. Algumas ficam pra sempre, outras, conseguimos nos livrar, mas a nossa marca registrada, essa é só nossa...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Isso mesmo Manu querida, concordo contigo...e eu tb sei que nada sei! E vamos aprendendo e refletindo sobre essas questões...beijos amiga,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Kelly, o ano só começará mesmo, depois do carnaval...essa é nossa triste realidade! bjs,