quarta-feira, 16 de março de 2011

Gratidão e Rejeição

Bom dia meus queridos amigos!
Minha gratidão à todos os que me deram a alegria de participar junto comigo e com a Lu do Dia da Poesia.
Foi emocionante. Um dia verdadeiramente lindo e poético. Muitas coisas lindas e emocionantes escritas e postadas.
Mas, gostaria de falar também sobre um assunto que vem me incomodando nos últimos tempos: Rejeição.
Sei que não posso agradar a todos. Ninguém é unanimidade na vida.
Sabe-se lá por que cargas d'água tem gente que não vai com a nossa cara, com o nosso jeito e, claro, nós também temos nossas antipatias. Isso é inerente ao ser humano. Dizem os espiritualistas que isso vem de outras vidas. Já com alguns, a empatia é imediata. Parece que somos amigos há décadas sem nunca termos posto os olhos em cima de tal pessoa.
Mas noto que no mundo dos blogs as pessoas tendem a colocar no ostracismo quem não bate palmas para si ou quem não diz sempre sim ao que escrevem. Quem discorda, mesmo que educadamente, é colocado no limbo do mundo dos blogs. E isso não acontece só comigo. Já vi acontecer com pessoas amigas também.
Outra coisa que tenho notado: inveja de quem escreve bem e  por parte de quem se sente "ameaçado" por essa boa escrita, como se não pudéssemos conviver todos, uns ajudando aos outros, divulgando os trabalhos de outros bons escritores. Noto que quem escreve muito bem não dá muita trela para outros escritores bons. Vejam bem: isso é uma percepção minha. Tenho visto gente que escreve medianamente ou até mesmo não muito bem, com seus blogs lotados de comentários. Das duas uma: ou a maioria de nós, gosta mesmo de mediocridades ou então, fazemos questão de não dar bola para quem é bom no que faz. Eu não me incluo em nenhum dos dois tipos. Procuro visitar e elogiar quem eu acho que escreve bem. Não sinto nenhuma ameaça de outros escritores, até porque, temos que nos unir, já que não há espaço para novos escritores no mundo editorial. A no ser junto às editoras anãs.
Tenho sido parabenizada e elogiada pelo que escrevo. No entanto, muitos que me elogiam tanto não me tem entre seus blogs preferidos. Estranho, não é?
Já outros, mesmo eu já tendo ido visitar seus blogs e deixado comentários uma, duas, três vezes, simplesmente não se dignam nem a vir agradecer, quanto mais a comentar o que quer que eu escreva. Acho que boa educação e gentileza não fazem mal, nunca. Mesmo que seja SÓ por educação e gentileza. Isso bastaria.
Mas, pensando bem, em tempos onde gentileza, educação, simpatia e, principalmente, sinceridade são artigos de luxo, raramente encontrados por aí, não é de se estranhar esse tipo de comportamento.
Perdoem-me a sinceridade, mas isso para mim só pode ser inveja ou sensação de ameaça.
Nenhum ser humano gosta de ser rejeitado. Todos querem ser aceitos, por mais que digam que não, que não façam questão disso, que estão pouco ligando...É mentira!
Continuo admirando e lendo à distância quem não faz questão de ser meu amigo, ou tem medo de mim...Sei lá eu o que represento para essas pessoas. Medo de bate boca? Nunca bati boca ou briguei no blog dos outros. Brigo, faço e aconteço, mas no meu, pois aqui é meu espaço de direito.
Uffa, desabafei! Mas de vez em quando é bom colocar para fora o que nos anda incomodando.
Pra terminar, ofereço um café encorpado e quente aos meus amigos, em  especial à Lu do Lichia Doce, por ter me chamado para essa blogagem coletiva do Dia da Poesia, por sua gentileza e postura sempre tão correta e amiga. E a todos os meus amigos que tanto carinho tem me dado nos momentos difíceis e árduos que venho atravessando.
Beijo, Lu! Beijos aos meus amigos verdadeiros!

45 comentários:

Lu Souza Brito disse...

Glorinha, minha flor,

Esse cafezinho encorpado e quente veio em ótima hora. Obrigada!
E eu quem agradeço pela parceria na blogagem, gostei muito viu!

Ihh Glorinha, eu também percebo isso, tem gente que não sabe sequer retribuir uma visita.
Ser educado é bom e todo mundo gosta de ser tratado assim né?
Ninguém gosta de ser rejeitado, mesmo aqui no blog, percebemos quando os outros fazem "pouco caso" da gente. Mas quer saber? Se o "pouco caso" é por pura inveja, melhor que esta pessoa se mantenha mesmo a distancia.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Luzinha! Vc é um doce mesmo. Veio logo provar do meu cafezinho...hehe isso que é amiga das boas! Te agradeço demais, foi ótima essa nossa parceria! Outras virão, não é?
Quanto ao resto, não se pode querer que todos tenham bons modos não é? Educação e berço (não falo de dinheiro no banco) não se encontra muito nos dias de hj. Beijos querida! Obrigada, de coração,

chica disse...

Estou tomando o cafezinho, bem forte pra acordar...

Desabafar faz bem! Não podemos ficar com coisas trancadas na goela.

Eu procuro não me incomodar na blogosfera, pois estou aqui pra brincar e me divertir, senão a coisa fica preta,né?



Também estranho os que nãeo retornam comentários, pois procuro estar sempre presente na minha extensa lista de blogs que sigo. Mas, fazer o que,né? Não vou me escabelar, tenho tantas coisas já me preocupando fora daqui...Todos temos, não?

Um beijo,lindo dia, tudo de bom,chica

Larissa disse...

Glorinha,

Sinto uma saudade imensa quando venho aqui ler você. Se eu nunca demonstrei, falo agora tenho muita gratidão por tudo que você fez por mim. Aliás por todos aí. Vocês foram a família que eu sempre quis. Amo você!

Ah, e me identifiquei tanto com o post...

Calu disse...

Glorinha simpatia,
me diga aonde que assino...logo abaixo de teu nome?
Brincadeiras à parte, sinto o mesmo que vc a esse respeito. Um pouco de gentileza embeleza o dia de quem recebe e o de quem oferta. Dose certa de atenção é bem-vinda aos que aqui se dispõe a espalhar beleza, generosidade,reflexões e outras formas tocantes em palavras, imagens e conteúdo.
Sou meio novata neste Universo. Meu blog fará 1 ano em maio. Me encantei com as possibilidades de ultrapassar fronteiras físicas através de temas que aprecio e poder compartilhá-los com os que me visitam. Assim, cá estou, contente com as amizades conquistadas, mas carente nas ausências de participantes esperados.Tomara que muitos visitantes venham até aqui e leiam teu desabafo.
Tenha uma linda semana.
Bjinhos,
Calu

Fernanda Valente disse...

Oi Glorinha... eu sou uma das que mal visita e nem comenta, e não é por inveja não. rs. Aprecio o trabalho de muitos. E a verdade é que ninguém gosta de ser rejeitado, todo mundo gosta de receber um comentário... vou tentar me corrigir quanto a isso, pois quando eu comecei o meu blog, era pra mim mesmo... aí, comecei a seguir quem me segue. Conquistei grandes amizades e espero conquistar a sua também. Um beijo no seu coração!

Luciana disse...

Glorinha, este assunto parece täo complexo...

Eu não sei qual o critério das pessoas que realmente são muito engajadas no mundo dos blogs e escrevem mesmo de forma quase profissional ou profissional ao visitar outro blog. Vejo uns blogueiros que tem blogs que recebem muitos comentários e nunca vejo esses mesmos comentarem em outros blogs, e acho estranho, será que eles não leem blog nenhum somente escrevem? Não creio.

Eu sou mais leitora do que blogueira, mesmo tendo meu bloguinho que anda de vez em quando abandonado. Como leitora eu tenho uma lista imensa de blogs, no meu blog tem a lista dos que sempre visito, mas nem sempre visito todos porque não dá tempo, vou dizer que nem sempre deixo comentário mesmo visitando sempre. Algumas vezes não deixo comentário porque o post é tão completo que eu penso que se eu somente elogiar dá a impressão que nem li, como muitos fazem. Outras vezes visito um blog e não me sinto a vontade de deixar comentário por não ter tido um contato anterior com o blogueiro, acho que estarei sendo intrusa. Outras vezes o blog já está com mais de 50 comentários e eu passo batida porque nem sei se alguém ainda vai ler comentários depois de tantos.

Bom, esses são alguns critérios meus sobre comentários, contei aqui porque muitas vezes pode ser também de outras pessoas. Outras pessoas podem pensar como eu,ler, gostar, gostar muito mesmo e não dizer nada. Talvez por isso uma galera fez aquela campanha pedindo pra deixarem comentários.

Mas acredito que rola muita competicäo e inveja nesse meio também.

Gosto dos seus textos, sempre leio e nem sempre deixo comentário, mas estou sempre aparecendo aqui.

Beijo

Cucla disse...

Olá, sou admiradora assidua de suas escritas..Ainda bem novinha nesse mundo dos blogueiros e com muita dificuldade em conseguir falar com todos que admiro.
Espero fazer parte dos que vc aprecia..
Vc com certeza, pela lingua solta, faz parte dos meus..

Adorei o texto...

Glorinha L de Lion disse...

Oi Chica, sou testemunha, vc está mesmo em todas, sempre! Sua presença constante, sempre alegre e leve dando sempre força e ânimo é uma alegria pra quem priva da sua amizade. Obrigada Chica! Beijo grande!

Malu Machado disse...

Eita que alguém te mordeu, mulher kkk

Olha, me considero relativamente nova na blogosfera. Meu "urmide" bloguinho fez um ano e nem eu percebi kkkk.

Mas ainda não me deparei com as situações que vc descreveu.

Sei que elas existe, pq estamos lidando com seres humanos. Mas isso é tão, pequeno que se tiver acontecido perto de mim, juro que nem percebi.

Tenho por hábito visitar quem eu gosto. Não tenho tempo de visitar a todos, mas não é só os que escrevem bem que eu admiro. Gosto de quem mantém um diálogo agradável na blogosfera, mesmo que o conteúdo não seja originalmente dele.

E dentro do meu possível vou visitando outros blogs e descobrido novos amigos virtuais.

Outro dia escrevi um texto de crise criativa. Mas a crise não era só da escrita, vc percebeu. Era uma crise generalizada. E tb senti necessidade de um desabafo. Bom, resolveu viu rss.

Vou ficando por aqui. Passo depois para outro cafezinho.

Bjs, TE ADORO,

Glorinha L de Lion disse...

Ô Lalá querida, sei bem o quanto gosta da gente e saiba temos um carinho enorme tb por vc. Já te disse isso: nunca iremos te esquecer! Estou aqui na torcida pra que seja muito feliz. Grande beijo minha querida e eterna segunda filha!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Calu, o mundo dos blogs me possibilitou inúmeras, grandes amizades e tb algumas decepções. Mas se o olharmos como um micro cosmos da vida, entenderemos que aqui acontece como lá fora, igualzinho sem tirar nem por: o egoísmo, a inveja, o querer tirar vantagem, o interesse, mas tb a generosidade, a amizade verdadeira, o carinho, a força nas horas difíceis. Tem de tudo, basta selecionar. Foi um grande prazer te encontrar aqui! Pode assinar embaixo do meu nome, sim! hehe beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Fernanda, obrigada pela visita! Comecemos nossa amizade, então, muito prazer! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Luciana, eu não sei se há uma maneira "certa" e outra "errada" de agir. Eu sou assim: se o assunto me interessa, eu leio e escrevo, se não me interessa, começo a ler e nem sigo adiante...se me escrevem, respondo no meu blog. Se tiver tempo, passo no blog da pessoa depois. Como ando assoberbada com meus livros, ando sem muito tempo pra comentar nos blogs de amigos, mas creio que eles me entendem pelo momento que estou passando. Procuro ir em quem vem sempre no meu, mas tb não é regra, só quando o assunto me interessa. Às vezes vou e escrevo em blogs que nem me conhecem pelo simples fato de que gostei da escrita ou do assunto. Aliás, não faço nada que não tenha vontade, mas sigo as regras da boa educação. Me segue, eu procuro seguir, a não ser que seja um blog religioso ou de alguém que faça propaganda de algo com que eu não concorde. No mais, acho que a educação e a gentileza devem imperar. E, pra mim, o mais importante: a sinceridade e transparência. Isso pra mim, é primordial. Detesto falsidade e fingimento e sei direitinho quando me usam ou tentam usar. Obrigada querida pelo seu comentário, gostei muito, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Cucla! Achei que tinha abandonado o mundo dos blogs! Então continua na ativa? Obrigada por gostar da minha "língua solta" rsrs beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Malu querida! Pois é, às vezes é bom colocar os "bichos" pra fora, né não?
Faz um bem danado. Estou falando nesse post especificamnete de quem escreve seus textos. Claro que amo de paixão muitos blogs que colocam textos de escritores ou falam de outros assuntos e até mesmo de culinária tenho grandes amigas com grandes blogs. Mas esse desabafo foi especificamente para "alguns" que talvez se achem melhor que os outros ou que tenham medo ou inveja de quem teoricamente os "ameace" com boa escrita. Todos tem o direito de gostar ou não de uns e outros. Eu mesma tenho minhas antipatias de graça no mundo dos blogs, por mais que me digam que aquele fulano/a é legal, não passa na minha goela...fazer o que? tb eu devo ser assim pra alguns. Faz parte da natureza humana. Só não gosto é de falta de educação e gentileza,um mínimo. Beijos flor, tb te adoro!

orvalho do ceu disse...

Olá, Glorinha querida
Mesmo não estando muito bem (creio ser uma virose) não podia deixar de comentar esse assunto tão significativo para nós, amantes da escrita, da leitura e dos Blogs...
Como meu teor é religioso vc está fazendo o que falou aqui: nunca comenta o meu (e talvez nem passe por ele)...
Quando dei a opção de ter um só para poesia... vc passa lá de vez em quando... em suas iniciativas... Legal!!! Acho bom demais essa liberdade da gente escolher o que se quer quando se está a caminho dos 60 e não prejudicamos a ninguém...
Tem tanta coisa embutida nessa questão que vc aborda hoje...
Eu me coloco no rol da Chica... vou colocar comentário e já tem o dela... sigo 1000 e sou seguida por 500... quero alegrar o meu coração... única e simplesmente... me enriquecer... aprender... alegrar os demais (sempre tento fazê-lo)... fertilizar... regar... cuidar... (é dando que se recebe)...
Fazer a minha parte e deixar como "resto" (segundo plano) o muito que me é acrescentado por VCS a cada comentário que me vem...
Nem fico contabilizando quem vem ou não porque não valeria a pena blogar... Tem igual valor quem vem uma ou mais (fico imaginando como tem gente que não tem o nosso tempo... a nossa fluência... a nossa disponibilidade na net e outros tantos mais)...
Minha vida ficou muito mais feliz com esse mundo de amigos que o Blog nos possibilita mas, creia que é sincero, muito melhor fico em ter a quem me dirigir e poder contribuir de alguma forma para o seu bem estar e "prazer"...
Vou seguir comentando mesmo sem ser comentada... se é vocação pra Francisco de Assis... paciência, peço ao Criador que não me tire esse Dom...
Não ligue pras pequenas coisas, minha querida... seja feliz e abençoada que foi pra isso que vc veio ao mundo... e é o que lhe desejo sempre também!!!
Sabemos que nos entendemos apesar de tantas diferenças... a educação nos envolve a ambas e isso é muito bom aqui e fora daqui!!!
Volto a lhe dizer o que já disse, creio eu: com vc, por exemplo, é fácil de me dar porque sei onde piso... o que fica difícil é com a falsidade... vc fala o que é e como é... fica fácil... precisa ser respeitada por esse grande valor tão perdido atualmente em todos os ambientes (sem excluir nenhum)...
Mas não estou querendo dizer que: abaixo a gentileza!!!
Muito pelo contrário... se não somos gentis com os "estranhos" que dirá com os íntimos???
Sei que aqui posso falar e que vc me entende, graças a Deus!!!
Ah! Com vc aprendo a escrever também... com o nosso Blog temos dois lados da moeda...(talvez seja isso o mais importante que quis dizer).
Foi excelente vc abordar esse Tema... é uma oportunidade da gente repensar e seguir adiante... sem esperar trocas e favores... a isso se chama Vocação para o que se faz... amor ágape puro!!!
P.S.Desculpe-me, querida, estou extensa e um pouco com mal estar/febril.
Bjs de paz e o meu carinho de sempre.

Glorinha L de Lion disse...

Rosélia, foi "transmimento de pensação" pois acabei de comentar no seu blog e quando volto, ei-la aqui. Pois é amiga, ainda bem que me entende. Quando o assunto é religião, não dá pra comentar mesmo e como vc tem um blog só disso, sinto muito, mas sei que me entende. Não tenho tido muito tempo de comentar nos blogs dos amigos, já deve ter percebido. Como respondo no meu próprio blog, procuro ser gentil dessa forma, visto que ultimamente minha vida anda de pernas para o ar e só eu sei o que tenho passado. Mas não falo isso pra me justificar, meu livro tem me consumido muito investimento de tempo, pois está quase na reta final para publicação. Tb tive virose no carnaval e fiquei com febre quase os cinco dias, dores no corpo igual á vc. Melhoras Roselinha. Apesar das diferenças, nos respeitamos sim, e isso é o que importa, beijo grande. Sua coletiva foi um sucesso. Parabéns!

manuel marques disse...

Escevendo bem ou mal ,mas só escrevendo é que chegamos aos outros.

Beijo.

pensandoemfamilia disse...

Oi Glorinho, adoro café e já estou me colocando na fila para tomá-lo.
Acho que sentimento e pensamento cada um tem o seu e vc está expondo como se sente. Eu visito com frequência algumas pessoas e não me sinto rejetida quando não sou visitada. Penso que são muitos os ítens que atraem uma pessoa para cada espaço, desde os temas abordados até a maneira de escrever e, portanto, uns atraem mais do que outros de acordo com as preferência individuais.
Adoro ser visitada e ter comentários sobre o que escrevo, pois esta a forma que temos aqui para interagir e aprender com as diferenças. Quando há uma boa recepção fico felicíssima, quando não , deixo por conta das preferências e não sofro.Eu visito mesmo sem ser visitada se gosto do espaço.
Bom vc desabafar e estamos aqui para acolhê-la.
bjs

Lúcia Soares disse...

Glorinha, assino, também, embaixo do que escreveu. Já algumas vezes fiz posts mais ou menos falando disso.
Incomoda-me muito a pessoa chegar no blog, colocar a foto como seguidora e não deixar uma mensagem sequer! Procuro pelo blog dela e não encontro. Então fica lá, um número nos Seguidores, mas sem nunca aparecer...Não entendo gente que faz isso.
Bom, aproveitando a visibilidade do seu blog, quero falar do blog da Renata, que vive na Tailândia, é uma graça de pessoa, escreve bem, participou da blogagem coletiva que está rolando, "Fases da minha vida" e não recebeu uma visita sequer!
Achei de uma indelicadeza total, de todos os outros participantes. Foi através da sua blogagem coletiva das cores que encontrei grandes amigos e um número significativo de Seguidores.
Então o blog que participa de uma blogagem tem que ter um pouquinho que seja de visitas, não?
O blog é: umaesposaexpatriada.blogspot.com
(desculpa, se não quiser deixar aqui meu comentário, não o aceite, ok?)
Acho que todos os blogueiros querem ter uma rede de amigos, então o melhor meio é visitar outros blogs, né?
Daí a simpatizar e querer ficar acompanhar é outro caso, mas não custa tentar...
Beijo!

Suzanna disse...

OIEEEEEEEE
BEM GLORINHA NÃO ANDO FALANDO MUITO POR AQUI(COMENTANDO),MAS VOCÊ SABE QUE SEM DUVIDA ALGUMA ESTE É O MEU LUGAR PREFERIDO PARA TOMAR CAFÉ BOLO(AS VEZES PIZZA), LER BONS TEXTOS,CONTOS, POESIAS E PRINCIPALMENTE VER COMO FUNCIONA UMA MULHER CORAJOSA QUE FALA O QUE SENTEE ESCREVE O QUE PENSA E VICE VERSA .
BEIJOKAS E BOAS ESCRITAS PARA VOCÊ E PARA NÓS LEITORES (MESMO QUE MUDA, FÃ DO SEU BLOG)
SU

Beth/Lilás disse...

Humm, este cafezinho parece-me estimulante e forte, por isso também vou acrescentar ao que você disse algumas palavrinhas.
Nestes 4 anos de blogosfera já vi de tudo, gente pedindo pra ser visitada, gente correndo atrás de números para crescer seus amigos, gente que gosta de se mostrar muito, mas não visita ninguém ou quando visita só deixa uma linha, meio que menosprezando, gente biruta que faz propaganda o tempo inteiro do seu próprio blog, gente oportunista, gente que escreve mal e não se preocupa em assassinar a língua mãe, gente que não quer fazer comentário para não aumentar o número de comentaristas, gente invejosa, gente, gente, gente.
Oras, onde tem gente tem confusão, lógico!
A blogosfera aumentou muito de 1 ano pra cá e, talvez algumas pessoas tenham dificuldade em comentar em tantos, embora eu priorize quase sempre em visitar todos do meu blogroll, só não faço comentários em coisas muito pessoais que não me dizem respeito, sobre religião ou assuntos que considero uma baboseira, como por exemplo BBB ou esmaltes. Fala sério! rsss
Quanto às blogagens coletivas, procuro sempre visitar aqueles que estão envolvidos nela, principalmente quem encabeçou, pois acho uma desconsideração total não visitar aquele que criou a idéia, mas, infelizmente, nem todos pensam assim, né mesmo?
beijocas cariocas

Andréia souto disse...

Glorinha, andei meio "fora do ar" uns dias por conta de uma labirintite.Quatro longos dias de molho, sem ao menos chegar perto da tela do computador.Hoje,a grata surpresa do seu comentário, com toda gentileza e verdade de sempre.Sabe o que mais? É isto que conta minha amiga, essa empatia, essa amizade, a alegria de estar "presente".
"Mas a vida é esta e apesar de tudo, gosto de você e que se dane o mundo..."
Abraço

lolipop disse...

Muito querida Glorinha,
Hoje, estava num daqueles dias em que me apetecia apenas ler o meu correio, abrir o blogue e deslizar pela blogosfera sem ser pressentida...antes de deslizar pra baixo de lençóis e cobertores com um bom livro.
Mas não consegui resistir!
É impossível, querida amiga, agradar a Gregos e a Troianos. Por isso, quem nos ama que nos siga e...ponto final.
Mas delicadeza e boas maneiras deveriam fazer parte dum procolo da blogosfera, já que no mundo real escasseiam.
Procuro sempre, agradecer visitas e comentários, se nem sempre visito todos com a frequência que gostaria, é porque o meu tempo não estica...
Se há coisa que me dá prazer é ler textos de qualidade nos blogues que visito, sigo blogues de temáticas diversas, e nunca tive a menor sombra de inveja, ou a presunção de quem acha que faz melhor...mas, como se diz em Portugal..."presunção e água benta, cada um toma a que quer..."

Vai em frente Glorinha! Vc é talentosa, culta e inteligente...esquece quem não te entende e sacode com força essas invejas mesquinhas e rudes.
Como diria o Alé se aqui estivesse...vc sim, é uma grande dama!

Ternuras e beijos enormes...os lençóis esperam-me...

Regina disse...

Oi Glorinha! Adoro ler o seu blog... acredito que seja por essa sua sinceridade, traço de personalidade que hoje em dia é quase raro de se encontrar!
O problema da sinceridade e da sensibilidade é que sofremos muito por muitas vezes ver e sentirmos coisas que outros fazem!
O importante e o mais difícil é ignorar todos os comentários ou até a própria falta deles!
um grande abraço

welze disse...

recebi meu beijo com gosto de café fresquinho. adorei o desabafo, eu ando cheia de alguns blogs ou melhor donas deles que pedem visitas, tornam-se seguidoras(mas não são)do meu bloguinho e depois desaparecem. percebo que fazem comentários nos mais aplaudidos, nos mais famosos, e não se dignam nem a aparecer nomeu para um agredecimento pelo comentário nos seus blogs , por mim deixados. Vou adotar o sistema de só retribuir visitas dos que me visitarem e continuar visitando, mesmo sem receber comentários de volta daqueles que realmente me interessam, e quando as postagem me disserem algo. bobagem gastar cortesia com pessoas que não sabem sequer usar de educação. beijos minha linda e parabéns por mais essa blogagem coletiva que sem dúvida foi um sucesso. Agradeço tb o comentário lá na cucla. QUEM MEUS FILHOS BEIJA, MINHA BOCA ADOÇA, já dizia minha mãe. te amo.

Suziley disse...

Oi, Glorinha:
O café veio com muita sinceridade e transparência. Ninguém gosta mesmo de ser deixado de lado. De minha parte saiba que aprecio muito o seu cantinho. Aprecio o que escreve. Aliás, é sempre uma alegria partilhar conhecimentos e sentimentos. Saiba, também, que lhe quero muito bem. Um grande beijo no seu coração, "guria"...hehe!! Boa semana, boa noite :)

Terê. disse...

passei pra deixar um bju, tem selinho de niver pegue o seu terê.

claudete disse...

Território das livres ideias e do livre pensar...é o que abriu as portas do seu Blog para mim. aprendendo a conhecer aos poucos aqueles que frequento. Glorinha desabafar é muito bom...E como é, você deve ter tido suas razões, afinal são tantos os seguidores mão é? Se te serve o conselho que recebi passo adiante,humildemente pois tenho pouco tempo de blogosfera , não tenho seus talentos e conheço meus limites, mas entendo como ninguém de uma coisa que se chama traquejo social nas relações. Concordo com você quando fala de reciprocidade,mas nem sempre se cumpre para com todos. Que fatores determinam esta postura ? Creio que o mais importante é que se leia o que se posta e se faça um comentário inteligente e que some algo mais.Implicar com a mediocridade nada vai acrescentar e a obrigatoriedade gera desconforto .
Amigos queridos presume-se que sejam "todos" e minha querida com a vida atribulada que se leva é impossível cumprir esta meta, minimize o fato e sendo você quem é consciente do seu valor deixe-se levar por suas empatias. Abraços e fica em paz!

Glorinha L de Lion disse...

Isso mesmo Manuel, escrevamos pois! beijos meu querido,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Norma, tb leio alguns blogs que sigo e nunca me deram trela. Não ligo...Mas quando é alguém que simplesmente me ignora sem eu saber o motivo, seja não me respondendo ou mesmo dando um alô e tchau, quando frequentam meus amigos, como se fazendo questão de mostrar que de mim não gostam, fico triste sim. Apesar de que não deveria ficar. é assim mesmo o mundo dos blogs. Foi mais um desabafo e só. Obrigada por me compreender,beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Não era bem de seguidores que eu falava Lúcia, mas sim de quem se comenta, uma, duas, três vezes e nunca. nunquinha veio retribuir ou agradecer, nem que seja em seu próprio blog. por educação sabe? seguidores tem aos montes que só querem ser seguidos e isso é notório na blogosfera...e tem os ridículos que entram no blog da gente deixam um recado e um link para o blog deles sem ter lido uma linha sequer do que escrevemos do tipo: "caguei pra vc, só me interessa divulgar meu blog!" Esses, são uns burros coitados, dignos de pena, mas não sabem um mínimo de convivência da blogosfera. Há os arrogantes, os que acham que por que tem 5000seguidores são os reis da cocada preta, os imbecis, que vem no blog dagente fazer propaganda de um sorteio que tem no deles e por aí vai...é uma feira de vaidades, deseducações e modos de ver a vida, totalmente dferentes do meu. Mas, fazer o que, se a vida aqui fora é exatamente igual. Fiquei com pena da pobre moça que postou na coletiva. Ainda bem que não foi na minha, pois bem sabe que faço questão, desde sempre, de visitar a todos os participantes e se acaso esqueço de alguém ou já me esqueci algum dia, peço desculpas. Obrigada por seu comentário, beijos,

Leila Brasil disse...

Glorinha, um café cai bem . Vim tomar com você . Não tenho muitos comentários , sequer muitos seguidores( são poucos , mas são queridos) . Meu blog é um cantinho bem quieto como se estivesse em um bairro pequeno ou uma província afastada. Assim não sei direito como é o movimento de atração e rejeição .Sei pouco. Quer dizer não tenho uma opinião formada ainda. Tem blogs que eu sempre comento e nunca comentaram nadica para mim , eu estranhei um pouco mas não pensei muito no assunto .Tirei algumas poucas conclusões : Eu gosto de que a resposta venha no proprio blog como você faz , por exemplo, pois incrementa a postagem e a complementa . Não gosto que seja por email . Além de ler o que você escreve ainda leio cada comentário e assim vou navegando e curtindo o sabor da leitura.

Tem pessoas ultra carinhosas que demonstram sua atenção de diversas formas, seja em comentário, visita ou ensinando coisas generosamente na rede e você sente isso em cada post . Tem gente que pesca a gente com esse cuidado. Esses não precisam comentar, visitar ou falar nada, estão perdoadinhos da silva, rsss
Tanta coisa para falar sobre esse assunto né? Beijinhos amiga, vou pensar mais no assunto para ter melhores conclusões
Beijos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Su, vc é mesmo uma das mais antigas e vez em quando está aqui...já eu não ando muito assídua por falta de tempo mesmo, envolvida com meus escritos. Mas, por gentileza respondo aqui, todo mundo sabe disso, né? Grande beijo e obrigada pelo apoio, tb gosto muito de vc, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Mandou bem Betita e assino embaixo, com todas as letras sem tirar nem pôr. Eu só tenho meu blog há um ano e oito meses e já vi cada coisa por aqui, de arrepiar os cabelos. Mas tb já vi se formarem amizades verdadeiras (como a nossa) e tb entre tantos outros amigos que fiz aqui, já vi solidariedade, já vi afeto, já vi carinho e desinteresse. Já vi quem pensa diferente e respeita, já vi quem me desrespeitou falando mal de mim pelas costas em seu blog e em blogs dos outros. Já vi muito tb. Mas prefiro ficar com a melhor parte. Acho que essa suplanta às outras, não é mesmo? Beijo grande querida amiga, irmã no coração,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Andreia, por essas e outras a blogosfera vale a pena, não é? Beijos e melhoras!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada queridíssima Loli. Sou uma grande dama? Eu? Não sei não....Estou mais pra My Fair Lady...rsrs Meu sangue parece azul quando olho minha pele tão branquinha, com suas veias azuladas...diz um amigo que fui nobre em outras vidas, nessa só quero ser uma grande dama da escrita, nobre de sentimentos, aprendendo a cada dia com os outros a como não ser. Essa é minha meta: melhorar a cada dia. Não ando progredindo muito, mas um passo de cada vez como os AA, já está de bom tamanho....Sabe minha amiga, as amizades tão leais e legítimas que fiz aqui valem por todo o resto, que no final é resto e não vale meu aborrecimento ou tristeza. Já devo tb feito das minhas por aí, embora sem querer. Grande beijo amada amiga, obrigada por teu apoio e carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Regina, obrigada nem sabia que me lia sempre. Taí uma boa surpresa! Mas é verdade, poetas e escritores muitas vezes com esse jeito meio destemperado, louco de ser, assustam aos "normais". Só quem tem essa veia, sabe do que falo. Obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Queridona, Acho que faz muito bem, pois é o que venho fazendo tb! Quem quiser me usar que vá procurar alguém que queira ser usado. Euzinha, non, merci!
Ah e sua Cucla linda veio me dar seu apoio e eu tinha que ir lá deixar meu beijo. Tb te amo, minha amigona e queridona! bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Susiley, vc é mesmo muito gentil, sempre, obrigada de coração, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Tere, obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

É verdade, tem razão Claudete, mas vida atribulada não exclui a gentileza, nem que seja uma resposta curta e um beijo no próprio blog da pessoa. Eu mesma passo por uma fase assim. Muitos blogs aonde desejo ir, mas não tenho tempo, outros que gostaria de ir mais e não posso. A vida anda mesmo uma loucura. O que eu não entendo é como alguém que vem ao meu blog, diz que ama o que eu escrevo, que é minha/meu fã, coisa tal e não me tem no seu blogroll. Tem algo errado aí, não tem? Ou é falso ou é invejoso e não quer divulgar meu blog pros seguidores dele/a. Outros simplesmente me ignoraram nem se dignando a um olá e bye. É o que vc citou: um mínimo de traquejo. Agora ninguém é obrigado a seguir ninguém nem a deixar comentários em quem não deseja. Sou mesmo a favor de se fazer o que se quer desde que com educação mínima. Beijos, adorei seu comentário, obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Leila. Sabe, quando meu blog ultrapassou os 200 seguidores começou a ficar difícil pra mim. Acho que a gente fica nervoso pq quer ir em todos, responder a todos e isso é humanamente impossível, pq a vida da gente não é só blogar, né?
Sinto se nesse meu caminhar magoei alguém, deixei alguém de lado, esqueci de alguém que veio gentilmente me visitar. Sou humana, não um robô. Cometo falhas, sou fraca, omissa, pimenta, implicante. Sou si, e reconheço. Mas sei tb que me esforço, procuro melhorar. Se feri alguém, machuquei, peço perdão. E assim vai-se aprendendo, caindo e levantando. Quando chegar aos mil seguidores, nem sei como vou administrar isso...acho que vou arrumar uma secretária...rsrs beijos querida, obrigada, vai pensando aí e depois me fala,

Tati disse...

Oiiii, uma amiga sem vergonha, que só viu na dispersão a banda da poesia passar, também pode desfrutar deste cafezinho entre amigas? Eu vi a Lu agradecendo as participações. Não sabia que era iniciativa das duas... Perdi... Mas acho que agora estou começando a me equilibrar de novo, acho que agora vai! kkkk
Tem umas fases que são chatas, não é? Que a gente se acha tão insuportável que não quer oferecer isso aos outros... rsrs
Beijos.