quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Bienal do Livro - Eu Não Vou!

Como é que alguém que ama tanto os livros pode detestar tanto a Bienal do Livro?
Resposta simples: Já fui, e jurei a mim mesma nunca mais ir....
É tanta gente andando pelos corredores e dentro dos stands que não se consegue ver nada direito. Tem fila para comprar e fila para pagar!
Sem falar dos ônibus de excursões que abrem suas portas e despejam milhares de velhinhas ávidas para ver os "artistas das novelas", hordas de crianças e adolescentes em excursões guiadas pelas "tias" da escola, correndo, esbarrando na gente e por pouco, não nos derrubando, fazendo uma algazarra louca. Isso sem falar nos gritos e na bagunça dignos de uma verdadeira feira livre....Só falta mesmo o verdureiro gritando: "olha aqui, freguesa, xuxu fresquinho e banana prata madurinha"!
E as praças de alimentação? Estou sendo boazinha, pois são uma meia dúzia de barzinhos, onde a pouca opção do que comer é inversamente proporcional aos preços... Resumindo, come-se muito mal e paga-se muito bem!
Se você quer ficar louco mais rápido, vá à Bienal.
O ato de comprar um livro requer tempo, requer saboreá-lo, folheá-lo, cheirá-lo...
Ir a uma livraria e ficar tomando um expresso, em silêncio, lendo um livro, ou simplesmente, olhando TODOS aqueles livros em volta e pensando..."um dia, eles todos vão ser meus"....quer coisa mais deliciosa?
Na Bienal não: tem que correr pra ver quem pega o livro primeiro...
Hoje em dia, com as livrarias virtuais, das quais sou cliente assídua, se pode ver o livro, até folheá-lo e os preços são, geralmente, mais baixos.
Só não dá pra sentir o cheirinho gostoso de livro novo....
Bem, se depois disso tudo, alguém aí ainda se sentir disposto a visitar a Bienal, ela vai até o dia 20 de setembro...mas preparem-se, e, por via das dúvidas, é melhor ir vestido com uma armadura, caso esbarre em algum "anjinho" por lá...



2 comentários:

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha e eu aqui verde de inveja de quem está pertinho da Bienal e nem se interessa em passar na frente. Rsrsrs. Sou uma bibliotecária que nunca fui numa Bienal do Livro. Achava que devia ser o programa mais interessante do mundo. Mas depois do que vc postou aqui no Blog vou repensar meu desejo. Você já leu livros da Isabel Allende? É uma escritora Chilena, sobrinha do Salvador Allende (ex presidente do Chile). Amo os livros dessa autora. Sugiro pra começar "Paula" um relato emocionante de uma mãe para a filha que está em coma com uma rara doença. Lindo demais. Depois tem outros como "A Casa dos Espíritos", "Eva Luna"...
Bjs

Cucchiaio pieno disse...

Cara Glorinha, amei teu modo divertido de escrever - ri muito e penso que qualquer pessoa depois de ler teu post passara' bem longe da Bienal (hehehe)!
Que prazer em conhecer teu trabalho. Virei mais vezes tomar "café com bolo", embora, por motivo de trabalho e curso, so' posso visitar os blogs amigos nas terças - hoje é uma exceção pois tive alguns contratempos em casa!
Abraços fraternais
Léia