sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Insegurança e Certezas


Tenho andado ansiosa, como todos os que lêem meus posts têm percebido.
Quem me conhece pessoalmente e priva da minha amizade tem constatado isso ao vivo ou através de meus emails.
Sinto que está se aproximando a hora em que meus livros serão publicados. Sinto mesmo, embora às vezes, sinta também uma tremenda insegurança.
Às vezes me pego pensando: Será que eu não deveria ter escrito de outro jeito? Ou ainda: Será que vão gostar? Será que a estória está interessante? Será que é bom? E se não for? E se não for como eu esperava?
Acho que todo escritor novato deve sentir isso, essa insegurança, apesar da certeza.Porque, no íntimo sei que as estórias são boas, que escrevo razoavelmente bem.
Há uns meses atrás, assisti a uma entrevista da escritora Isabel Allende em que ela dizia que procurava não dar ouvidos nem aos críticos nem aos elogios dos fãs, porque se os ouvisse, a ambos, não conseguiria mais escrever nada...
Pensei que esse seria meu lema quando meus livros fossem publicados.
Porque, pensando bem, elogios em excesso podem subir à cabeça, levar a vaidade a um patamar tão alto, que não se consegue criar nada que não se ache espetacular, beirando à arrogância, andando de olhos tapados, pronta para cair de uma grande altura, na armadilha do narcisismo exacerbado....Ou então, deixar-se abater pelas críticas, criando um mecanismo de defesa tão forte que impediria a invenção, inibindo a veia criativa.
Para quem, como eu, não tem com quem contar para dar uma olhada nos escritos, ninguém do meio editorial para ler os originais fazendo uma análise pertinente, apontando os erros e as qualidades dos livros, fica difícil saber se o que escrevi está bom ou não.

Família e amigos muito chegados não valem. São pessoas envolvidas conosco emocionalmente. Sua opinião tem uma carga forte de emoção e uma tendência ao elogio isento de críticas.
Queria que meus originais fossem lidos por alguém que entendesse do mercado editorial, que apontasse onde errei, onde acertei.
Mas, no meio desse monte de sentimentos antagônicos, no meio dessa insegurança toda, tenho várias certezas.
Só sei que é preciso coragem. E muita. Porque sei que críticas virão e as acho importantes também, desde que sejam construtivas. Como diz meu amigo Alexandre, não sou nenhum Tiririca, sei que tenho meu valor, mas daí a ser uma grande escritora, também não sei...só o tempo dirá.
Mas ando com uns pressentimentos...Ou será somente a enorme vontade de ver meus livros publicados que faz com que sinta assim?

Há dias de esperança absoluta, outros de tristeza total. Às vezes acordo animadíssima, noutros dias, à beira da depressão...
Mas sinto isso e todos à minha volta também sentem:  2011 será o ano da decisão. Da publicação. De ver meus livros circulando de mão em mão...
Portanto, aguardem. Mais dia menos dia, eles estarão por aí, sendo alvo de críticas e talvez de elogios.
Acredito que quem está na chuva é pra se molhar...e, pra falar a verdade, eu nunca tive e nem tenho guarda chuvas!




38 comentários:

Chica disse...

Isso mesmo! Deixa rolar e vai pra chuva...Vamos torcer que possas andar nela logo, pois tenho certeza, serão lindos os livros. Acredita e vai! beijos,lindo fds,chica

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

isso é verdade. um olhar técnico, de quem entende do assunto, pode dizer muita coisa (se bem que os livros da JK Rowling foram recusados diversas vezes hahaha)

só quem entende do metier pode dizer o que está bom ou ruim...

claro que, mesmo com todo o carinho, se eu não gostasse dos seus escritos eu diria (vc sabe disso)... mas é um parecer de quem apenas consome livros ou textos...e pra mim agrada bastante. Se eu pudesse publicava seus livros e comprava uma rádio pra Beth locutar, rs, uma voz muito bonita né.

eu acredito que esse ano a história vai mudar. o que é bom precisa ser divulgado e publicado. não desanima, uma hora a coisa acontece porque tem que acontecer!

e vamos que vamos, Glorinha!
bom dia

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

completando: uma coisa que me irrita muito é gente que não entende do assunto e fica dando palpite. pior que tem uns nego que me torra os pacote na vida real... não escreve nem 1kg de feijão na lista de compra mas vem dar palpite de blog.
vc deve sentir tb esse stress de vez em quando não é?
rs
bjs

Beatriz disse...

Querida Glorinha, ansiedade é até normal nessas horas, eu ficaria acordada por horas na expectativa, he he...Pelo jeito que escreve,acho que seus livros vão fazer o maior sucesso e vou querer ler!!!
Beijinhos,
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

LILIANE disse...

Lindinha...
a alma do artista é cheia de contrastes né...
não sei se conhece um seriado muito antigo os "Waltons", trata-se da estória de uma familia de camponeses na época da depressão.
tinha o John Boy, que sonhava ser escritor...
um dia ele encontrou um escritor que o aconselhou a escrever com o coração e escrever o que sentia, as coisas simples e que um dia a Soma de tudo isso faria dele um grande escritor.
Tatiana Belinky uma famosa escritora infantil disse que escrevia pelo prazer de escrever, se os outros iriam gostar, isso era secundário.
Compreendo muiiiiiiiiito você.
já teve dias no blog Sonhareser que o dedinho coçou no delete.
tive muitos medos, certezas e esperanças.
o que eu sei é que tudo chega até nós no momento certo, o que eu preciso saber chega pra mim no momento oportuno.
e está chegando esta pessoa que vai lhe orientar...
está chegando o seu grande dia de escritora.
acolha estes momentos de duvida, de certeza e esperança, viva intensamente cada um deles e você terá muita historia pra contar.
um beijinho afetuoso.
NAMASTÊ.

Taia Assunção disse...

Guarda chuva pra quê...não é mesmo mulher?! Tens talento e tens força de vontade...o restante virá com o tempo. Figas! Figas! Vai dar tudo certo. Beijocas!

pensandoemfamilia disse...

Como vc disse "quem está na chuva é para se molhar". Má qualidade no que escrever, acho quase impossível, sua criatividade, fluência, emoção são aqui percebidas por nós. Não se pode agradar a todos, críticas virão. Realize o seu sonho.
bjs

Anônimo disse...

ahhh.... essa ansiedade é das boas!!!
Enquanto estão no prelo é como um trabalho de parto e ainda não viste a carinha dos bacuri, portanto seria de estranhar se não tivesse ansiosa.
Que 2011 fabuloso este hein!
Desejo-te muito êxito nesta empreitada.
Isa, do Rosmarino

Mila Viegas disse...

Guxa,
Estou em falta com você, mas ando meio assim também. Ando sem vontade algumas vezes e estou bloqueada até para escrever no blog (ahhh uma blogagem coletiva criativa sua!!! rs). Bom, também sinto os mesmos anseios e agora tem sido pior por causa da adaptação a um novo lugar. Mas creio que tudo isso seja fase e depois que acontecer será possível olhar a coisa de outras formas.

Saudades de tu! Vamos marcar de nos encontrar?

Beijos

Regina Rozenbaum disse...

Glorinha amaaaada!
Acho que minha postagem de hoje pode "responder" um cadiquim essa agonia... Tô daqui aguardando seus livros...Tudo tem, realmente, seu tempo e pressentimentos à parte, é seu tempo- GLORIOSAMENTE - de colher. Vamo qui vamo muié!
Beijuuss n.c.

Beth/Lilás disse...

kkkkk
Esse Alexandre é uma figura, muito queridinho mesmo!
Olha menina, já te falei e refalei, manda brasa, tá mais que na hora desse livro ir para as lojas, você tá matando todo mundo de curiosidade. haha
Teu livro nasceu bom e não é porque sou amiga achegada que falo isto, veja que por aqui todos concordam que deve ser coisa boa e depois, eu lá sou mulher de indicar coisa ruim pros meus amigos, oras!
Só sei que estou na fila e quero ser a número 1 para os autógrafos.
bjs cariocas

Manuela Freitas disse...

Querida Glorinha,
Essa é sempre a angústia do artista, faça o que faça...e quando se inicia pior ainda, pode mesmo sofrer muito, pode mesmo ser arrasado!...
Tem que haver uma auto-estima e ir em frente!
Quero é ver isso depressa publicado! rsssss
Beijinhos,
Manu

Glorinha L de Lion disse...

Chica amiga! Pois é, quem vai pra chuva...que venha, me molhe inteira! Quero mais é me molhar Chica! Está quase...beijos,

www.comtextosdavida.com disse...

Sempre passo aqui para dar uma olhada mas não posto comentários. Hoje fique com vontade de te dizer que existe um filme lindo, que talvez vc já tenha até assistido, eu não sei. Mas mesmo assim fica a sugestão, se chama "De encontro com o amor", título besta, mas o conteúdo é muito bom.Para quem gosta de escrever ou é escritor ele dá umas dicas maravilhosas. Se não assistiu, assista vai ajudá-la como escritora. Eu gostei tanto que acabei fazendo um post no meu blog.Boa sorte com os livros.Siga em frente..
bjs Lais

Glorinha L de Lion disse...

Oi Alê! Como sempre, vc me animando! Acho que o que mais tem por aí é Tiririca, que não sabe nem escrever o nome...isso é mesmo. Mas dá uma p de uma insegurança...mas pode deixar, esse ano sai sim! Acho que a Betita podia ler meu livro em voz alta, o que acha? hehehe beijos, obrigada pela força que tem me dado,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Bia, puxa, obrigada...a ansiedade me consome mesmo...é duro viu? Mas esse será meu ano, tenho certeza! beijinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lili, lembro dos Waltons sim, mas nem lembrava que o J. Boy era escritor...vc me fez recordar uma coisa muito legal da minha juventude...Claro que as críticas devem incomodar, mas tenho tanta gente ao meu lado, me dando força, me ajudando a não desistir, que com certeza, tudo o que sonho está bem próximo, sinto isso. Obrigada pelo lindo comentário, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi taia, realmente determinação e coragem não me faltam...falta é oportunidade e dindin pra me bancar...rsrs mas acho que estou próxima de ver meu sonho se realizar! Beijos, obrigada pela força!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Norma, pois é...sei disso. Estou preparada pra isso. Acho que tenho cabedal, estofo pra isso....vamos ver o que o futuro dirá, beijos e obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Isa, o problema é justamente esse: ainda não estão no prelo! E como eu gostaria que estivessem! Mas, de um jeito ou de outro, esse ano eles saem sim. Obrigada pelos votos, a empreitada é dura, mas serei recompensada,Beijinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Guxa, engraçado é que hj estava pensando em vc...transmimento de pensação? Também ando assim...meio sei lá o que...uma estranha sensação...sabe que nem consigo reler meus originais? Uma angústia danada! mas estou quase lá, tenho certeza! beijos mi, saudades tb! Vamos combinar de a gente se ver...

Glorinha L de Lion disse...

Rê, mulher de fibra! Vou lá te ler! Que o universo diga amém! Que esse seja meu ano! beijos, obrigada pela força!

Glorinha L de Lion disse...

Ah Betita, quanto a isso, sem dúvida nenhuma: vc será a primeira da fila, como foi a primeira a saber sobre o que o livro era...vc sabe de tudo em primeiríssimo lugar! Pode arrumar uma roupa bem bonita pra minha noite de autógrafos...shiii....vai ter briga entre as amigas pra ser a primeira da fila...hehehe quero só ver como é que eu vou fazer....beijos amiga do coração!

Lívia Azzi disse...

Glorinha,

Suas confusões lembraram-me uma entrevista que eu li de Lobo Antunes que ele dizia coisas que eu achei fantásticas... Contou das publicações de Almeida Faria que ele lia na juventude e pensava “bolas, são todos melhores que eu. Demorei muito tempo para encontrar uma voz”.... “Ainda não é isto, ainda não é isto” ... “nunca releio meus livros e se leio começo logo com vontade de corrigir aquela porcaria toda”.

Eu também não curto reler meus textos, hahahaha, sempre parece que faltou e faltou...

Beijos e carinhos!!

Glorinha L de Lion disse...

Oi querida Manu...sei disso, tenho que manter minha auto estima lá em cima...e vc será que vem pra minha noite de autógrafos? Melhor é eu fazer uma noite em Portugal, o que achas? hehe Ia ser bom demais...beijos,

Andréia souto disse...

Glorinha, admiro muito você e acredito que em breve, vou ter um dos seus exemplares na minha mão.

Abraços

orvalho do ceu disse...

Olá, minha amiga
Que maravilha poder ver-me retratada em seus escritos!!!
Um mundo de gente (creio que não sejamos só vc e eu)... deve sentir-se assim...
"essa insegurança, apesar da certeza"...
Tem um misto de temperamento e de "hora D" (independe do temperamento)...
Vc terá uma alternância de sentimentos (tanto criticas construtivs como não)... é típico de todo e qualquer escritor, querida... mas já é forte o suficiente quando seu livro "estourar" por aí...
Nada nos acontece sem que estejamos preparados em todos os níveis do nosso ser... isso é certo(ainda que pensemos que não)!!!
Um grande amigo me disse algo que talvez conforte vc como fez comigo(apesar de sermos muuito íntimos ele falava a verdade do que sentia e com competência, pois também escreve):nenhum bom escritor "se acha"... Que tal meditar nisso???
Estou torcendo também para que diga SIM à proposta que lhe fiz para enriquecer a nossa Coletiva...
Pense direitinho em como vc colabora para o nosso crescimento na blogosfera...
Bjs de paz e excelente fim de semana.

manuel marques disse...

beijo e bom fim de semana...

Glorinha L de Lion disse...

Oi Laís, obrigada pela dica, vou assistir sim, obrigada por ter comentado hj, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKK Lívia! É bem assim mesmo...a gente sempre acha que bons escritores escrevem muito melhor que nós! E que o que a gente escreveu é uma porcaria....dá aquela insegurança básica. Isso é típico. Acho que só quem já tem um público cativo não liga pra críticas....vou ter que aprender a lidar com elas e a combater essa insegurança básica de quem escreve, beijos, adoro seus comentários!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Andréia, vcs me dão uma força enorme, nem imagina quanto! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

OI Rosélia, pois é, como dizem por aí, faz parte do pacote...hehe Vou ter que me acostumar com isso. É normal sentir essa insegurança, né? Quanto à coletiva, ainda vou ver se dá, ok? beijos e um lindo fim de semana pra vc tb!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada meu amigo Manuel, pra ti tb, um lindo fim de semana! bjs,

Carla Farinazzi disse...

Oi Glorinha!

Acredito que você tem muita qualidade, por tudo o que já vi por aqui. Você tem o dom da escrita, tem ideias excelentes e sabe colocá-las no papel. Não é fácil lançar-se a novas aventuras (publicar um livro, por exemplo). Isso é para poucos. É para os que tem ousadia, coragem e sabem sair na chuva. Você é uma dessas pessoas, e eu, cá do meu lado, estou torcendo para que isso ocorra logo. Quero ser uma das primeiras a ter um livro seu, e tenho certeza de que isso acontecerá em breve. Glorinha, gente como você, nasceu para brilhar. Isso eu já percebi.

Beijos

Carla

Glorinha L de Lion disse...

Eita lelê! Um elogio desses vindo de vc, Carla, é pra sentir um orgulho danado de bom, viu? Puxa vida, assim, vou ficar "me achando" rsrsrs.
Acho que tá chegando a hora amiga, estou sentindo os deuses da escrita bafejando no meu cangote e me sussurrando: chegou sua hora, vai! Nossa, esse dia vai ser bom demais! ver todos os meus amigos com meus livro nas mãos! Coisa inenerrável e inesquecível....beijos, obrigada por seu incentivo e carinho, sempre!

Bombom disse...

Glorinha, já venho no fim da fila e parece que tudo já foi dito.Por mim, assino por baixo! Já sabes a minha opinião e como aguardo ansiosa a "boa nova"! Podes crer que se as pessoas não gostassem do que escreves, não terias tanta gente a seguir-te e a visitar-te. Tu tens o dom de saber falar e dizer tudo o que te vai na alma de uma forma linda, com a qual nós nos identificamos mas não sabemos explicitar. Por isso estou certa de que quando os teus livros "saírem", vão ser muito procurados.
Em relação às críticas, não se deve ligar muito para isso. Hoje em dia as boas, são pagas a peso de ouro. As más são fruto de muita dor de cotovelo. São raros os críticos entendidos e conhecedores dos segredos da Literatura, embora também os haja, claro.Eu é que não conheço nenhum!
Lembra-te que a ansiedade não é muito boa companhia. Ela envenena-nos sem darmos por isso. Faz uns exercícios de relax. Descontrai! Vais ver que quando menos esperares, verás o teu sonho realizado.Bjs. Bombom

otilia cristina disse...

ESSA AGONIA..FRIO NA BARRIGA,TUDO QUE DESCREVE ATE A DEPRESSÃO ANGUSTIA..E NORMAL DE QUALQUER PROJETO A SER EXECUTADO LÓGICO..VOCE ESTARA ABERTA A VER SEUS LIVROS QUE PARA O ESCRITOR SÃO COMO FILHOS SEREM VISTOS E LIDOS POR MUITA GENTE....GENTE COMO VOCE MESMO DIZ SEM VINCULOS COM VOCE QUE VÃO COM CERTEZA GOSTAR MENOS MAIS ..MAS UMA COISA É CERTA..VOCE JA TEM MUITA GENTE QUE GOSTA DE VOCE PELO QUE ESCREVE E QU7ANDO DIGO ESCREVE QUERO DIZER SENTE..POR QUE COMO ALGUNS BLOGS QUE SIGO TODOS OS DIAS E NÃO SÃO TANTOS AQUI EU TAMBEM SINTO AS PALAVRAS AS ANGUSTIAS OS DESABAFOS..E VOCE PASSA PRA GENTE A GENTE SE APEGA NA LEITURA DOS SEUS POSTS QUE AS VEZES LEIO DUAS VEZES MESMO DEPOIS DE COMENTAR COM MEUS JORNAIS SRSRS SRSR QUE ATE ME DÃO VERGONHA RSRSR MAS GOSTO DE FALAR PRA QUEM EU GOSTO..GLORINHA DE LION..VOCE É UMA ESCRITORA ...UMA MARAVILHOSA ESCRITORA QUE VAI FAZER SUCESSO COM CERTEZA E SE TIVER QUEM NÃO GOSTE DO SEU LIVRO PACIENCIA NÉ AI NÃO VAI SER MAIS PROBLEMA SEU..O SEU É ESCREVER E ENCANTAR QUEM GOSTA DE VOCE DE VERDADE NÉ??


E PELO AMOR DE DEUS MORO LONGE MAIS O CORREIO PASSA AQUI..MANDO A ORDEM PELO BANCO E VOCE ME MANDA PELO CORREIO AUTOGRAFADO ...NOSSA VAI SER BOM DEMAIS
AGUARDO ANSIOSA TAMBEM..
BJS
OTILIA

Dani dutch disse...

OI Glorinha, tudo bem?
Estou meio sumida, primeiro foi em dezembro deixar todas as lições adiantadas e tudo mais pra viajar ao Brasil em janeiro, depois viajei e agora que estou colocando as coisas em dia, inclusive meu blog também.
Primeiramente gostaria de te parabenizar pelos livros, e a insegurança inicial é normal mesmo pra todos nós, sempre que tem um acontecimento (no seu caso um grande acontecimento) em nossas vidas.
Bom e pelo que eu leio do seu blog, você tem "o dom da palavra", sabe se expressar e prende a nossa atenção, um exemplo é que no post anterior, enquanto você relatava o acontecimento, eu estava lá viajando com suas palavras.
bjuss