segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Suspeita


Sempre suspeitei 
dos poetas
Fossem eles 
das palavras
das fotografias
dos pincéis
Sempre suspeitei
que dentro
deles
existia
um buraco negro
um universo
caótico
em ebulição
onde estrelas 
nasciam
morriam
transformavam-se
dissolviam-se
Onde planetas 
saíam de órbita
Cometas
implodiam
Asteróides
multiplicavam-se
Sóis
explodiam
Numa luminescência
tamanha
que os cegava
ao mundo
fora deles
Sempre suspeitei
que fosse louca
Um anjo às avessas
meio endemoniada
ilusionista
de ideias próprias
obstinada
impetuosa
imcompatível
Meu abismo
é tão profundo
que não sinto
o chão
não tenho fundo
nem fim
Ao nascer
fui marcada
com uma caneta
cuja tinta
nunca mais
saiu-me
da corrente 
sanguínea
Conversa de louco
essa
Onde começo 
falando
em poetas
passo por planetas 
e asteróides
e termino
em tinta
me afogando nela
assinando 
meu nome
como um 
criminoso
que deseja ser descoberto
após um crime
serial
Sempre suspeitei
dos poetas...


45 comentários:

Lidia Ferreira disse...

Minha nossa eu tb sempre suspeitei rsrsr
Lindo texto
bjs

manuel marques disse...

Todos os poetas são loucos ...

Beijo.

Naty e Carlos disse...

"Há momentos na vida em que nos deveríamos calar... e deixar que o silêncio falasse ao coração; Pois há sentimentos que a linguagem não expressa... e há emoções que as palavras não sabem traduzir..
Bjs com carinho

welze disse...

sempre suspeitei que vc fosse tudo isso e muito, muito, mas muito mais. beijos beijos beijos.

otilia cristina disse...

SE SABE AMIGA NÃO SOU POETA ...MAS QUANDO QUERO ESCREVER ALGO MINHA MENTE MEU CORPO FICAM EM ERUPÇÃO COMO UM VULCÃO...TEM DIAS QUE DEITO PENSANDO EM ALGO A ESCREVER E ACORDO AFOITA DOIDA PRA ENTRAR NO PC E ESCREVER LOGO..AS IDEIAS SE CRUZAM...AS PALAVRAS TROPEÇAM UMAS NAS OUTRAS..E ASSIM DEVEM SER COM OS POETAS E TODOS QUE GOSTAM DE ESCREVER...EU SUPEITAVA E TINHA QUASE QUE CERTEZA QUE NUM CORAÇÃO POETA COMO O SEU VIVE MESMO UM VULCÃO QUIETINHO QUE QUANDO DECIDE SOLTAR AS PALVRAS ELAS VEM ..A TONA NUMA EXPLOSÃO DE CALOR E VERDADE DIGNO DE PESSOAS POETAS QUE SEMTE...QUE VIVEM..QUE CHORAM QUE EXPRESSAM O MAIS PURO AMOR E SENTIMENTO ...

MINHA SUSPEITA QUASE CERTA QUE QUE POETAS TAMBEM SÃO LUZES QUE NOS DIZEM O QUE SOMOS ..NO FUNDO DO NOSSO SER..
BEIJOS QUERIDA POETA ...

AINDA QUERO COMPRAR UM LIVRO SEU JA TE FALEI AUTOGRAFADO....

OTILIA

William Garibaldi disse...

E eu sempre suspeitei de você Glorinha! Ser esta poetiza Nata!

Marcada!
Abençoada pela sina de cantar!

Que imenso universo é esta música que carregas ai no teu peito... que nem tocas o chão não é mesmo!?...

Um beijo de Luz Poeta!

Louca!
Santa!
Uma tempestade que teimou ter corpo de gente!

Cantinho She disse...

hahaha eu adorei!
Bjo, bjo!

Chica disse...

Poetas são um pouco de tudo...Por isso agradam...Lindo! beijos,tudo de bom,chica

Fatima disse...

Ótima semana Glorinha!
bjs.

lolipop disse...

Ah, mas eu também...e minhas suspeitas ganham forma, sempre que encontro palavras assombradas como estas, como se fossem escritas com aquele giz branco e luminoso que marca no asfalto um corpo assassinado.
Palavras alimentadas por aquela loucura de que falava Almada Negreiros...

"Já alguém sentiu a loucura
vestir de repente o nosso corpo?
Já.
E tomar a forma dos objectos?
Sim.
E acender relâmpagos no pensamento?
Também.
E às vezes parecer ser o fim?
Exactamente"

Amiga querida...continua fazendo implodir cometas, explodir sóis...e nos maravilhando!
Ternurassssssssssssssssssss
MUITASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Bombom disse...

Gostei da Viagem...
Profundo, o Coração dos Poetas...
Imenso e magoado...
Interplanetário,
cristalino
ou cristalizado?
Com tinta, ou sem tinta,
Se eles escrevem com a Alma
e se envolvem nesse turbilhão!...

Eu estou com os Poetas!
Um abraço da
Bombom

Leila Brasil disse...

Fundadas suspeitas , Glória .
Requerem uma eterna busca pessoal , daquelas que te vasculham a alma
e os olhos

pois o olhar poético vê o nítido
e o caótico
ao mesmo tempo
por que vê o que cisma por dentro,
o que há de cataclisma
o que existe no centro
fora das atenções

Beijos Glória

Obrigada pelo delicioso delito poético

pensandoemfamilia disse...

Olá Glorinha
Que interessante percurso fez neste enconto seu e do poeta que existe em vc.

bjs

Manuela Freitas disse...

Teu poema está magnífico minha querida e em resposta digo, eu também sempre suspeitei dos poetas, mas se não fossem os poetas este mundo era muito chato...
Beijinhos,
Manu

Beth/Lilás disse...

Ô poetinha complicada! hehe
Aliás, qual poeta não o é?
Um exemplo claro disso é Clarice Lispector que às vezes não entendo bulhufas do que ela quer dizer.
bjs cariocas

Suziley disse...

Também suspeitava...hehe!! E, agora, que lhe li, a minha suspeita não mais existia, há uma certeza: como há poetas e escritores talentosos como você, Glorinha! Boa noite, bom descanso, beijos :)

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Louco é quem acha que a vida é só isso, que as "coisas são assim", que tudo "é assim porque Deus quer".
Louco é aquele que só pensa em comer carne na janta, churrasco no sábado, dar uma roubadinha no mercado.
Louco é aquele que forma sua cultura vendo novela, acredita em pps e simpatia, fuça orkut dos outros pra sentir algum tipo de agito na vida.
Louco é aquele que veste roupa grifada de lantejoula e se acha chique, primeiro mundo.

Loucos são os outros, minha filha...vc não sabe é de nada, vai por mim q vc sim é a normal.

Somnia disse...

lindo! lindo!

Zélia Guardiano disse...

Ah, os poetas, quem de entendê-los há...
Lindíssimo poema, querida Glorinha!
Demais!!!
Beijos

Vivian disse...

Olá!Bom dia!

Também suspeito que todo o poeta é um grande mágico, criando realidades,compartilhando emoções...
Linda sua poesia e seu blog!
Parabéns pela delicadeza e excelente conteúdo!
E o nome muito convidativo!
Beijos!
Boa semana!

Luma Rosa disse...

Pois eu sempre confiei! (rs*) Mesmo que alguns dizem que ele seja um fingido!! Mas e daí, se a temperatura dos dias variam, porque não podem os sentimentos e humores serem inconstantes? O poeta é aquele que percebe e sabe expressar as variações dos dias, dos humores e sentimentos, sem que para isso tenha que necessariamente se envolver fisicamente na narrativa. A suspeita é subjetiva, pois sim! Beijus,

Lu Souza Brito disse...

Glorinha,

Não suspeito de nada, tenho certeza que é uma grande poetisa.
Está condenada ... a nos presentear com estas poesias assim que começam de um jeito, vai nos envolvendo e sempre traz um final surpreendente.
Que a criatividade e a impetuosidade sejam suas companheiras constantes.
Beijooooos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lídia, eu tb...até pq sou a suspeita número 1! hehe beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Também acho Manuel...aliás, quem não é louco nesse mundo? beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Naty e Carlos, às vezes é preciso falar, mesmo que as palavras não bastem...beijos

Glorinha L de Lion disse...

Oi queridona...sou mesmo, louca, insana, maluca, serial killer...minha arma é minha caneta...beijos

Glorinha L de Lion disse...

Acertou Otília, minha alma é um vulcão...acho que a de todos os poetas o é...Que bonito isso que disse...que os poetas são luzes, iluminando a escuridão...acho que é exatamente isso, a vontade de enxergar para além de nós e dentro de nós, nos leva a iluminar o mundo...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi William, me definiu bem: louca, santa, bruxa, fada...tudo, tudo mesmo cabe em mim...acho que nós mulheres, independentes de sermos poetas ou não, temos esse rico universo interno.
Obrigada por suas lindas palavras e compreensão, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

hahaha She, obrigada,bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Isso mesmo Chica...embora nem sempre se agrade a todos...o importante, no momento da minha vida, é agradar à mim mesma...Beijão!

Glorinha L de Lion disse...

Pra vc tb Fatinha! bj,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Loli querida, que lindas palavras...que lindo poema...tu tb tens alma de poeta, vive a poetar por aqui e por onde andas, és poesia em forma de margarida...beijo enorme, querida!

Glorinha L de Lion disse...

Bombom, tu tb és poeta, tanto das palavras, como na arte dos pratos maravilhosos que nos ensina a fazer.
Poetas, somos todos os que amam viver...Lindas palavras minha amiga, beijo grande!

Glorinha L de Lion disse...

Leila querida, mais uma amiga, exímia na arte de poetar...como é bom ter vcs ao meu lado, me entendendo, me "lendo" mesmo onde não há como ler sem olhos de ver...beijo grande minha querida,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Norma...esse percurso muitas vezes é dolorido...mas vale muito a pena ser percorrido. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

E como Manu! A vida vista pelos olhos dos poetas, como eu disse, sejam eles da arte de fotografar, pintar, escrever, se torna muito mais interessante...Obrigada, minha amada amiga, pela tua presença constante, ao meu lado...Enorme beijo e um xi coração...

Glorinha L de Lion disse...

Ah Betita, depois que li em voz alta pra vc e te disse que és uma poeta da fotografia, vc entendeu...Era só questão de ler com os olhos de dentro...aí, bastou isso para enxergar, não foi? hehehe
Como sempre digo, é preciso ler nas entrelinhas....beijão amiga, poeta das fotos!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Susiley! Preciso que meus "crimes" sejam descobertos pelas grandes editoras...senão fico parecendo esses serial killers de livros de quinta categoria...hehe
beijos,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK Adoro vc Alê!
Seus comentários tem sempre a sua verve, sua marca registrada! Loucos somos todos, meu amigo! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Borboletinha...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Zélia, outra poeta da vida! beijo grande,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Vivian, seja muito benvinda ao meu Café! Grata pela gentileza, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lumita, sim, mas que há sempre uma pitada do poeta no que escreve, ah, isso é inegável...agora, que ele é um fingidor, até mesmo quando não finge, isso é...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lu, essa é condenação com que sonho todos os dias! que eu seja condenada a escrever para sempre, a arder nesse inferno de letras e palavras que saem incandescentes de dentro de mim...Prazer, sadismo, masoquismo?
Que fique só o prazer, no final...beijos, minha linda, obrigada pelas belas palavras...

Bordados e Retalhos disse...

Credo!!deicei um comentário aqui e sumiu. Socorro tenho certeza que enviei. Mas ontem também meu post sumiu do meu blog. ô coisa nojenta esse blogspot. Agora não lembromais o que escrevi pra vc Glorinha. Sni, snif. Bjs