quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Basta Ouvir...


Ontem fiquei pensando em como, apenas falar e ouvir podem fazer toda a diferença para alguém.
Recebi a ligação de uma amiga que precisava conversar, desabafar...Todos tem problemas...uns financeiros, outros com os filhos, outros emocionais, mas não há quem não os tenha .
Na véspera, eu é quem tinha ligado para ela para desabafar...
Nessas horas, tudo o que queremos e precisamos é um ombro amigo, uma companhia para aliviar o que sentimos e que essa pessoa amiga nos ouça...
No final da ligação, tanto ela como eu, já estávamos dando boas risadas e constatando como só isso, falar com alguém, já dá conforto e alívio.
Somos todos diferentes e, no entanto, tão iguais...Nossas fraquezas, dificuldades, sofrimentos, solidões são iguais em sua essência...
Todos nós precisamos de atenção, carinho...
E a amizade, também é isso. Não basta ser amigo nas horas felizes, nos encontros e festas...é preciso que nossa presença se faça na hora da dor e do desassossego...
Pode ser que eu esteja falando sobre o óbvio, mas é que não tenho visto muita gente disposta a ouvir o que o outro tem a dizer, nem gente procurando saber se o amigo precisa de sua ajuda ou simplesmente de um abraço, mesmo que virtual.
Eu não posso me queixar, pois tenho tido tudo isso, embora, muito mais virtualmente do que na vida real.
Mas, no mundo real, não tenho visto gente disposta a ouvir...as pessoas andam sem tempo, paciência e disponibilidade.
Mas, como sempre digo, ninguém sabe o dia de amanhã...pode ser que hoje eu não tenha tempo para ouvir um amigo e, no entanto, amanhã, precise desesperadamente que esse amigo me ouça, ou me ajude.
Ouvi, dia desses uma frase que me tocou muito e que resume muito bem o que é a vida:
" A grande diferença entre a vida real e a ficção é que a ficção tem que fazer sentido".
Que hoje, todos nós nos lembremos de saber se algum amigo precisa de nós...
É assim, através do amor, que a vida faz sentido.
P.S. Continuo não podendo ficar muito tempo sentada, e hoje ainda tem colação de grau do meu filho querido!
Vou ter que me poupar para logo mais à noite...prometo que visitarei todos os meus amigos queridos, assim que melhorar.
Beijos!

8 comentários:

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Bom dia Glorinha!
A discussão ontem a noita na minha faculdade foi sobre "bom ouvinte".
As pessoas mais tem para falar do que para ouvir.
Achar alguém que realmente queira ouvir no mundo real, não é tão fácil.
A maioria das pessoas mais tem necessidade em falar/mostrar o que tem do que realmente se mostrarem receptivas no ser.

Meu post de hoje lá no blog, dedico a você e outro colega.

Xeros misturados! rs

Violeta Nascimento disse...

Que coia...ainda está com dores?isso mesmo..se poupe bastante pois colação de grau agora é super legal..adoro, sempre mais animadas.
Quanto a sua postagem de hoje, meu querido pai jpa falava que Temos duas orelhas e apenas uma boca, para ouvirmos mais do que falamos..apesar que gosto muito de ouvir mais também falo muito.
Quanto as pessoas estarem sem tempo tenho algumas conhecidas que até fogem quando precisam ouvir..principalmente se é ouvir problemas, coisas tristes..outras no entanto, geralmente as grandes amigas estão sempre dispostas a isso.
Parabens pelo seu filho e fique boa prá aproveitar bastante a noite.
beijos
violeta

manuel marques disse...

Ter amigos é um segundo ser ...

Beijos.

Cucchiaio pieno disse...

Querida Glorinha
Empatia é tudo! Creio que conversar com pessoas que consideramos amigas é um grande remédio e sem efeitos colaterais - hehehe!

Espero que tenha sido bela a colação de grau de teu filhão!
Um grande abraço
Léia

Beth/Lilás disse...

Glorinha querida!
Esta amiga que vc está falando só tem a agradecer sua capacidade de ouvi-la e dividir com ela suas amarguras.
É verdade, no final acabamos rindo, afinal somos pessoas pra cima e não é qualquer coisa que nos derruba, temos auto estima elevada, cheguei a esta brilhante conclusão.
Obrigada pelas palavras, conte sempre comigo também.
beijos grandes cariocas

cantinho she disse...

Muito bom Glorinha, amizade é isso, um compartilhar de momentos com cumplicidade, sejam eles bons ou ruins, o que importa é estarmos lá na vida deles e eles na nossa.
Beijooooo

G I L B E R T O disse...

Glorinha

a maior ilustração deste teu post maravilhoso vem de Deus, nosso Pai e Criador: Ele nos deus dois ouvidos e uma boca...

Precisa falar mais...

... Estais coberta de razão... Precisamos ouvir mais, nosso coração, nossa razão, nossos amigos, quem precisa da gente.

Ouvir é um ato de humanidade, é um ato de solidariedade, é um gesto de generosidade!

Abraços, estou muito feliz por voltar a vir tomar café com bolo contigo, estava com saudades de ler voce em seu blog, minha amiga.

Tive 15 dias terriveis e, pelo que vejo, passaram... passaram...

Lucia Cintra disse...

Esse cachorrinho da foto parece com a Sophia, rs.

Voce esta certa! Toda vez que estou meio down, eh so recorrer a minha amiga que ja me sinto melhor. Depois de desabafar e trocar ideias, o assunto comeca a ficar mais leve e divertido. Nao ha nada melhor do que ter uma pessoa ali que te conhece bem e que esta sempre ao seu lado pro que der e vier. bjos