segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

A Tolerância, O Carnaval E Os Brasileiros...

Ronaldo e Robinho, os famosos do futebol, no camarote da Cerveja Brahma.



Para quem está preocupado com meu ligeiro sumiço: Não se preocupem, mas estou poupando um pouco minha lombar, que não está nada bem...
Mas, não podia deixar passar essa oportunidade para falar um pouco sobre uma coisa que tem me chamado a atenção nesses últimos tempos no caráter dos brasileiros: A tolerância.
No Carnaval, minha teoria mais uma vez vem se comprovar: nós, brasileiros, somos tolerantes e até, em certo nível, coniventes com a corrupção, desonestidade dos políticos e com a criminalidade, senão, vejamos:
O Desfile das Escolas de Samba, não só no Rio de Janeiro, mas pelo Brasil todo, é um show, nisso todos estamos de acordo, certo?
Todos os anos, vemos, famosos, astros de cinema, Tv, futebol, políticos sendo cortejados pelos "camarotes" patrocinados pelos mais diferentes tipos de cerveja, revistas, prefeituras etc...
E, todos nós sabemos que as Escolas de Samba sempre foram e serão apadrinhadas e patrocinadas por "bicheiros", certo? Para quem não sabe, os bicheiros, são os "mafiosos" brasileiros, pois o jogo do bicho, do qual são "donos" é ilegal, ilícito, e, nos dias atuais, esconde todo tipo de crime e atividades ilegais.
Aí é que vemos, como tudo aqui se mistura...no Carnaval, traficantes e "gente de bem" saem nas Escolas de Samba, sambando lado a lado...Prefeitos, governadores e até candidatas a presidente são vistos desfilando ou assistindo aos desfiles, mandando beijinhos falsos como "a arrogante" vestida de "boazinha" tem sido vista nesses dias...o povo está lá? Então ela vai também, com aquela sua caraça de falsa democrata...distribuindo seus beijos nojentos para os "votos ambulantes"...morrendo de medo que algum daqueles "pobres sujos e suarentos" se aproximem dela...mas enfim, pra se ganhar eleição, vale tudo, até abraçar mendigo...e ela tem que fingir que gosta do povão...

Beldades daqui e do mundo: Paris Hilton, Luisa Brunet, Madonna e Sabrina Sato.



Mas, voltando a minha teoria...semana passada, no salão de cabeleireiro que frequento, quase todas as clientes comentavam que saem em alguma escola de samba, ou porque são amigas do "presidente" ou porque seus maridos são da "diretoria", ou porque, simplesmente gostam de desfilar em escolas...afinal os 15 minutos de fama, podem estar lá, em alguma câmera de Tv.
Conheço médicas, profissionais liberais, advogadas...todas saem em alguma Escola de Samba...algumas, gastam fortunas com suas fantasias, outras, são bancadas pela escola, pois tem pistolão...ou costas quentes...
Vem gente do mundo todo para desfilar, ver as beldades, as musas, as mulatas "calientes" do Brasil, que fazem a "fama" do país lá fora, infelizmente, má fama, nos ligando à prostituição e à mulher fácil.
Carnaval no Brasil é isso, uma tolerância total com o ilegal, com o que a lei coibe durante o ano inteiro e que, por 4 dias é esquecido em prol da "imagem" mundo afora, do turismo, do divertimento, do descompromisso...ou da propaganda política, ilegal também, por ser fora de hora.



Ilegal aqui, tem hora, lugar, gênero e grau...e não é no Carnaval que a "justiça cega" vai voltar a enxergar, não é mesmo?
Fico pensando se essa tolerância, essa conivência não nos conspurca em todos os outros âmbitos de nossa vida...e chego a uma triste conclusão: Claro que sim! O brasileiro é tolerante com falcatruas, roubalheiras, aceita e dá propinas, fica quieto diante de barbaridades feitas à sua frente, não grita, não reclama, simplesmente aceita...Porque é um bobo, uma marionete?
Não! Mas porque também participa, seja omitindo o que vê, seja ocultando o que não lhe convém mostrar, seja participando ativamente de uma festa como o Carnaval...
Somos todos farinhas do mesmo saco...vai daí, fica todo mundo quietinho, caladinho, se acovarda e sai brincando e pulando e bebendo tudo o que é possível nos 4 dias de folia...
O bem e o mal sambando lado a lado na avenida...
Aliás, qual é o mal e qual é o bem mesmo?

17 comentários:

Beth/Lilás disse...

Oi,web-mana!
Ainda não melhorou, não!
Essa dor é terrível e tem que relaxar muito e mandar remédio pra dentro.
Que saco!

Sobre o tema, ontem mesmo falava a minha mãezinha que, na sua ignorância sublime, nem imagina o que rola por trás de tudo isso e ainda me perguntou porque aquela gente pára em frene a uma ou outra tribuna e agradece, tira o chapéu e reverencia. Expliquei-lhe tudo isso, toda essa nojeira que há por trás dessa grandiosa festa, que as mulheres pagam fortunas para sairem como destaque nestas agremiações e que a maioria é patrocinada por bicheiros, gente da pior espécie, gente que passa o ano matando gente, detonando jovens com drogas e outras coisas mais e aí no carnaval são reverenciados, não só por artistas, como políticos e o povão ignorante que só quer sambar e beber sua Brhama. Tudo verdade, mas infelizmente o nosso povo não quer saber disso, não quer ouvir isso, não quer estar ciente disso, senão a brincadeira não rola, ou se rola, fica sem graça. É a verdadeira utopia das massas, ainda bem que não compactuo com isto, nunca quis, nunca vou querer e nem vejo graça em sair numa Esc.Samba, mas também conheço gente que enquanto não saiu uma vez na vida, não sossegou, depois te conto quem foi, você vai cair dura. hehe
Bizarro tudo isso, tenho aversão hoje ao carnaval por constatar e saber de tudo isso. Prefiro a paz da minha montanha, veja lá o que eu tenho encontrado por aqui.

Melhoras, minha queridinha!
beijos cariocas

Graça Pereira disse...

Adorei, mas adorei mesmo a tua crónica pondo os pontos nos "iis", falando como um livro aberto...
Qual é o mal, mas tambem qual é o bem??? A dita conivência!
Nota 20 para este texto!!
Beijocas
Graça

Violeta Nascimento disse...

Glorinha,
Como sempre super oportuno o que você falou..Temos realmente que pensar muito e muito nesse ano eleitoral.
Tenho 1 filho que faz 16 anos no próximo dia 22 e pela primeira vez ele me pediu para levá-lo ao baile de carnaval. Fomos ao Clube Estoril, o melhor daqui, que somos sócios, no baile de sábado à noite. Fiquei apavorada de cara com a quantidade de seguranças. Dava a impressão que estavam esperando uma guerra. Todos de preto...uma loucura, depois me assustei com a quantidade de crianças no baile. Entravam a partir de 14 anos desde que acompanhados dos pais. Mais quem controla filhos naquela loucura. Tanta bebida, tanto suor, tantos beijos, tantas inconsequencias. me assustei muito e fiz meu filho ver o que estava me assustando. Que medo desse mundo doido.
Complementando sua postagem li agora um blog de uma grande amiga que se puder vale a pena você dá uma olhadinha.
http://anjoazulpoesiasecia.blogspot.com/
a postagem dela de hoje, na qual ela fala do lixo do carnaval no Rio.
beijos e melhoras.
Violeta

Lucia Cintra disse...

Eu sempre falei isso: que as pessoas ai so reclamam, mas nao fazem nada pra mudar a situacao. Estao acostumadas com tudo isso e algumas acham ate normal... Se continuarem nessa, com certeza nunca havera mudancas pro melhor. Bjos

manuel marques disse...

Há um limite em que a tolerância deixa de ser virtude .

Beijos.

Maria Lúcia disse...

Glorinha, comentei no post errado; queria comentar neste e comentei no outro...
Beijos.

Silvia Masc disse...

Esses dias, recebei vários e-mails, solicitando a minha assinatura em um manifesto anti corrupção, agradeci à quem mandou, mas tb. disse que já havia assinado 3 ou 4 no passado e nada aconteceu... depois, fiquei pensando... e assinei novamente. Mas confesso que é desanimador.

jmariakennedy disse...

Glorinha, seu post está perfeito, como todos q vc escreve e infelizmente é uma realidade do país essa tolerância ilimitada.
Espero q vc sare logo viu?
bjsss........judy

Maria Lúcia disse...

Oi Glorinha!
Vim comentar no post que queria. Muito pertinente sua análise; é preciso ver além das aparências.
Beijos.

Anônimo disse...

O quadro é esse mesmo, apoio total ao que você escreveu. Brasileiro gosta de parecer adolescente transgressor e esse estado de coisas vai persistir enquanto perdurarem o jeitinho,as vantagens, a dita esperteza e o apadrinhamento sem critérios.Quando esses fatores atingirem desfavoravelmente os que aparentemente se beneficiam dos esquemas, talvez caia a venda dos olhos e apareça o constrangimento.
Magica

Vagamundos disse...

Glorinha, para quem está longe e vê tão de fora o Carnaval no Brasil como nós que estamos aqui na europa, realmente não se apercebe do que se passa nos bastidores. Este post é um verdadeiro abre-olhos!
Beijinhos

PS: Quando formos ao Brasil vamos pegar na sua oferta de cicerone :) E as melhoras para essa dor que não quer abandoná-la!

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde.
Essa mala da madona só vem para o Brasil para pegar dinheiro. Tomara que não volte mais.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa terça-feira gorda para você.

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Glorinha você sempre se supera. Suas palavras explica tudo que ninguém quer ver, o que é real.
Me dá asco de tanta nojeira!!!

Se cuide!

xeros.

welze disse...

lindona da minha vida. conosco não há enrosco. não se aveche se não entrar no gostosuras sempre. sei que ama mesmo assim. espero que melhore muito, que sare de uma vez por todas. até qq hora.

Violeta Nascimento disse...

Oi Glorinha,
Tem sorteio lá no blog..passa lá
beijos
Vi

Cucchiaio pieno disse...

Querida Glorinha
O incrível é que o "amor" aos pobres acaba logo apos as eleições!

Amiga, carnaval e futebol é igual a amnésia, no Brasil!
Bjos
Léia

Paula Pacheco disse...

Glorinha, gosto de carnaval light, como os de criança, isso eu suporto bem, quando tenho tempo até levo os pimpo na matine, ese ano não deu certo...foi-se o tempo que eu me esbaldava nas folias (coisa que fiz muito pouco na adolescência), e esse outro lado que vc postou é real, sem contar que muitos estrangeiros veem Brasil como futebol, carnaval e mulher bonita, precisa dizer mais alguma coisa? Não sei se vc lembra que alguém do RJ fez cartões postais com mulheres semi nuas, e mandaram sair de venda? Imagina que absurdo...cada sem vergonha por ai vendendo a imagem do nosso país desse jeito, ainda bem que não deu certo, amigaespero que vc sare 100% dessa dor lombar, te cuida querida.
bjs
Paula