terça-feira, 13 de julho de 2010

Cactus


Há gente que mesmo entre espinhos consegue ter flores para dar.
E há aqueles que mesmo tendo flores, só dão os espinhos.
Do mesmo modo que há alguns que enxergam que o copo está meio cheio e os que só vêem que está meio vazio...
A vida nos dá as duas possibilidades.
Enxergamos como podemos.
Olhamos da mesma maneira que somos.
Amáveis, sinceros e com flores a dar. Ou espinhentos, invejosos e feios na alma.
Eu escolho as flores do cactus. Escolho o belo. Escolho a vida.
Escolho ser feliz e a possibilidade de mudar de rumo se o caminho não for o que esperava.
Escolho o lado luminoso da vida, mesmo quando está tudo escuro à minha volta.
Tiro, lá do fundo de mim, as flores em meio aos espinhos e as ofereço, como quem dá um pedaço de si mesma...

30 comentários:

Beth/Lilás disse...

Lindas palavras e eu posso atestar que você tem feito isso mesmo da vida, ou melhor, reagido e lutado.
Por outro lado, eu também faço o mesmo, pois não podemos viver escolhendo apenas os espinhos ou recebendo-os daqueles que só vêm desgraça em tudo e não acordam um só dia sem reclamar, sem ajudar ao outro, sem enxergar que não se pode viver sozinho nesse mundo, sem entender que o corpo precisa trabalhar, mexer-se senão enferruja.
Mas, a verdade é que só damos aquilo que temos e nós, temos muito, por isso reagimos dessa forma, dando aos outros e a nós mesmos.
beijos grandes cariocas

Mylla Galvão disse...

Ei Glorinha,
Gosto do seu jeito de ser, por ser natural... E descolada...
Não me posiciono neste caso do goleiro do Fla não por ser torcedora do time, mas por saber q tem mta podridão nesse meio...
Qto a viver a vida de modo intenso eu já vivo...
E onde há espinhos, estou lá oferecendo minhas rosas... Pq para mim, que aprendi a duras penas a viver um dia de cada vez, sei que o ser humano é mto relativo, mto cruel, mto mal... Qto pode ser bom e ter o coração do tamanho do mundo, como vc!
Basta enxergarmos a vida de modo diverso...

Boa semana para vc!!!

bjo no core

cantinho she disse...

Queridaaaaaaaaa que lindo!
Sabia que eu AMO cactos????? rs
Beijo, beijo Lindona!
She

Mari disse...

Olá Glorinha,o que vc escreveu é mt importante e acho q todo ser humano deveria pensar e refletir muito sobre essa questão. Que tenhamos sempre força para fazer brotar a florzinha do cactus!

Bombom disse...

Fizeste-me lembrar uma frase de um poeta português que disse:
"Há Homens capazes de uma Flor
onde as Flores não nascem".
Manuel Alegre

Não tem nada a ver com o sítio onde se nasce, nem com riqueza económica, mas sim com a nossa maneira de estar na vida, de SER em vez de TER, com a grandeza de alma de cada um...
Obrigada, Glorinha pelas reflexões que partilhas comnosco. Bem Hajas. Bjs. Bombom

Leila Silvia Almeida disse...

Olá Glorinha,
Passei para ver as novidades e vc sempre cheia de inspiração para escrever coisas bela.Beijocas

Macá disse...

Glorinha
Que lindo, profundo e verdadeiro. E estamos cercadas de gente assim. Pessoas que veem maldade em tudo, que reclamam de tudo, que são "pesadas" porque carregam nas costas as mazelas da vida.
Mas também temos as pessoas de alma leve, coloridas, sempre com um sorriso aberto, e isso é muito bom.
beijos

Vivi disse...

Falou pouco e disse tudo hein Maninha!!!! rs
Não podemos seguir olhando somente para nossos umbigos... quaisquer caminhos que escolhamos encontraremos de tudo... e nesse tudo a minha postura não é influnciar a gostarem do que gosto...a fazerem o q quero... e daí vai...etc...etc...
mas sim respeitar e amar.. e vice-e-versa que é meu intuito !!!
Como diz aquele comercial... o que a gente leva da vida é a vida que se leva e eu acrescento... eu não levarei nadinha daqui, só deixarei!!!!
ui!!! acho q me empolguei rsrsrs
com carinho
bjs

Marliborges disse...

Uau! Glorinha, falou e disse. Eu também escolho as flores!
Bjsssss

Gina disse...

Todo dia eu ofereço uma flor a quem se interessar. Uns a recebem de bom grado, outros não. Lembra da glória-da-manhã? Aquela foi pra você.
Bjs.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Escolher os espinhos é mais fácil, Glorinha.
O pessoal escolhe os espinhos não por pessimismo e sim por comodismo.
Pq já que "ta tudo ruim, não há nada para se fazer mesmo"... e assim levam a vida. Não se indignam com mais nada, não tentam mudar nada...

Quem olha para as flores, presta atenção nelas, é gente que costuma se incomodar com os espinhos e quer apará-los. Olhar as flores dá mais trabalho. Mas a recompensa é enorme.
bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ah... tem a ver com os posts anteriores. (falando nisso eu respondi o post com o comentário da Nilce na outra postagem hahaha, perdoe minhas sandices)...

Hoje eu tive a visita de uma dessas analfabetas internéticas que criticou uma opinião que dei em um blog DE UM AMIGO rs.

Só pq eu falei que as novelas atuais são chatas, sem grandes histórias ou valores... e que apoio a produção local de telenovelas (cada país com seus valores refletidos na tela).
Pronto, já veio uma noveleira indignada de paraquedas me torrar.

Mas é bom, a gente aproveita essas pessoas e solta todo os cachorros em cima, né? o stress vai embora q eh uma beleza!
bjs

Silenciosamente ouvindo... disse...

Apenas: é verdade o que escreveu
Saudações/Irene

Cucchiaio pieno disse...

Oi querida
Desculpe-me nao ter vindo por aqui antes. Segunda-feira, depois do almoço, viajei e cheguei ontem a noite!

Eu também escolho as flores, que infelizmente os pessimistas nao conseguem ver!
Bjo no coração
Léia

disse...

Espinhos, flores, acho que possuimos os dois dependendo da situacão que estamos vivenciamos. Linda forma de reflexão! Bjos

ELA disse...

Essa de oferecer flores também me pegou de jeito outro dia... Até escrevi no blogue. É uma boa alternativa, muito boa. Tô contigo nessa.

Bjs,

Michelle

Lu Souza Brito disse...

Glorinha,

Dizem que cada um dá apenas o que tem. Se tem amor, alegria, paixão pela vida, respeito pelo proximo, o oferece. Se não, como agir assim?
Pior são as pessoas que nao apenas nao oferecem nada como nos tira algo, através da inveja, das palavras maledicentes.
Eu procuro também ver sempre além dos espinhos e viver assim, mas nao consigo sempre não viu. As vezes bate a melancolia, a sindrome do coitadinha de mim...nada que dure muito tempo!
Saudade de vc!
beijos

Glorinha L de Lion disse...

Beth, minha amiga, às vezes os espinhos querem se sobrepujar às flores, acontece às vezes, de machucarmos alguém com uma espetada, mas o importante é o conjunto da obra e eu e vc sabemos que no final, oferecemos as flores né? beijão.

Oi Mylla, bondade sua, sou cheia de defeitos e nem tenho o coração tão grande assim, mas procuro melhorar a cd dia...e no final, sabemos que não sobra nada mesmo, nem flores, nem espinhos...bjs.

Oi She querida, tb amo cactus, tenho vários...acho lindos! bjs.

É Mari, que tenhamos força sim, mesmo quando só queremos dar espinhos...hehe...bjs

Bombom, que linda a frase desse poeta português! É a mais pura verdade. Tem gente que dá o que nem tem e outros que por mais que tenham , nada dão...assim são os homens minha cara amiga, infelizmente...beijo enorme!

Oi Leila, obrigada, um beijo pra vc tb.

Olha Macá, fui criada cercada por gente assim, da minha própria família...ainda estou no lucro por ser ou pelo menos tentar ser assim, pois aprendi justo o contrário, a dar os espinhos...beijos querida.

Vivi, maninha amada! Não se leva nada e nem se vai a lugar algum, portanto sejamos felizes ou procuremos ser, na medida do possível, oferecendo flores e sorrisos, pois tudo acaba aqui. Beijo enorme!

É Marli, vc é uma que só oferece flores, com seu bom humor, simpatia e amabilidade! Flores pra vc! Bjs

Gina, gosto muito disso no final de suas postagens e vc me ofereceu a gloria da manhã, numa delicadeza sem fim. Pequenas coisas que valem por um abraço apertado. Obrigada por ser assim, bjs.

Alexandre, não acho nem mais fácil dar os espinhos não, dói em quem dá tb...pessoas assim são maltratadas por elas mesmas, não são amadas por ninguém. Enfim, cada um escolhe que caminho tomar e tem que arcar com suas escolhas.
Quanto à bruaca que "te espetou", nem vale a pena perder tempo com gente medíocre, cheguei a essa conclusão. Mas que a gente pode fazer uma boa de uma catarse, isso pode mesmo! hehe...beijão amigo!

Saudações Irene.

Léinha amore mio! Infelizmente o mundo tá cheio de gente assim, né? Mas como eu disse antes, cada um que aguente as opções que fez...beijão querida!

Oi Rê, concordo, nem sempre podemos dar flores, somos duais em tudo. Há tb nosso lado espinhento. bjs.

Oi Michelle, embora às vezes eu não resista e solte uns espimhozinhos aqui e ali, mas minha opção geralmente é pelas flores que fazem a vida pelo menos, ficar mais bonita e mais leve. Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Lu querida, saudades tb, mas estou escrevendo aqui e nem podia...tenho que focar lá no meu book....mas como ia dizendo, nem sempre consigo dar flores. Não o tempo todo, ali´s, ninguém, eu acho...mas eu tento, como vc disse tb. Beijão querida!

Barbie Girl disse...

Tudo depende de como olhamos e das nossas escolhas!!

Belas palavras, Glorinha!

Bom, mas o principal motivo da minha visita, é que vim convidá-la a participar do 1º sorteio do meu cantinho!!

Espero você!

beijos

welze disse...

não sei se é pretenção minha, mas acabo de receber uma flor do seu cactus. mereço pelo respeito e amor que tenho por você. beijos beijos beijos

Glorinha L de Lion disse...

É isso mesmo Cíntia, nossas escolhas somos nós! Bjs.

Welze, não é pretensão não! vc merece todas as flores do meu cactus amada amiga! Todas eu não digo, pq quem ter uma pra cada amiga querida, se não as outras vão ficar com ciúmes.hehe Beijão.

Luma Rosa disse...

Menina, como tem gente negativa neste mundo, né? E que além de serem negativos querem te levar para o chão!!
Tenho um vizinho que anda com uma nuvenzinha negra acima de sua cabeça e não enxerga quando coisas boas lhe acontecem. Tudo de ruim que lhe acontece, se malfazeja e diz "Tinha que ser comigo! Sou um azarado". Ah! Tente contradizê-lo pra ver!! Virou piada, já!! (rs*) Beijus,

Glorinha L de Lion disse...

Eita Luma, de gente assim é melhor sair de perto, como se não nos bastassem nossos próprios problemas...eu ein? Vade retro! lembra da hiena do desenho Lippi the lion? Ó vida, ó azar? Pois é, tem um montão de gente assim...tudo bem que de vez em quando a gente fique down, afinal todo mundo tem direito, mas todos os dias, não dá pra aturar né? bjs.

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha algumas pessoas oferecem aquilo que tem de sobra, aquilo que transborda no coração. Algumas então, oferecem espinhos, outras carinho. Obrigada pela flor do cactus que ignora os espinhos e enfeita o deserto e a seca. Bjs amiga

Glorinha L de Lion disse...

Oi Giovanna querida, espero poder ter sempre flores a dar aos meus amigos, nunca espinhos. Beijão

Vicentina disse...

Quero uma flor querida...
Bjs

Socorro Melo disse...

É linda a flor do cactus. E que reflexão bonita que você fez.
Realmente sempre habitarão juntos, espinhos e flores. Mas, apesar dos ferimentos que os espinhos possam causar, busquemos sempre a beleza das flores.

Beijos
Socorro Melo

Maria Amélia disse...

Tia Groximes, eu também escolho as flores!!!!!!!!!!!!!
E no meu jardim você é uma das mais belas e exuberantes em beleza, amizade, carinho e amor.
Te amo do fundo do meu coração!
Sempre!
Memé

Nilce disse...

Oi, Glorinha

Por aqui, tá muito frrio! UI, ui.

Esses seus textos... Realmente é preferível escolher as flores, nem que sejam dos cactos.
Mas, que é difícil é. Por vezes oferecemos rosas e nos devolvem os espinhos. Por outras precisamos espetar mesmo e sem dó. rsrs
Mas que em nosso caminho haja somente flores e possamos descartar os espinhos ou fazer uma bela plantação. E que os cactos floresçam.

Bjs no coração!

Nilce