sexta-feira, 23 de julho de 2010

Escolhas


Algumas pessoas
Preferem
Se lembrar do ruim
E não do bom
Sentir o gosto do fel
E não do mel
Escolhem
Encolher-se
Na casca
E não sair para a vida
Reclamar dos outros
E não se olharem por dentro
Algumas pessoas cobram
O que nunca deram
E se sentem injustiçadas
Porque lhe dão
Migalhas
Não souberam amar
Não dividiram afetos
Preferiram ficar na sombra
E não sair para o sol.
São as que vivem sós
E não sabem porque
São as que só guardam rancor
E querem receber afagos
São as que atiram pedras
Por toda a vida
E desejam abraços.
São cegas por tanto egoísmo
Seu ego é tão grande
Que acham
Que tudo no mundo
Só tem uma meta:
Atingí-las
Eu fui amada
Amei
Lembro só
Das coisas boas
As ruins
Apaguei.
Se fui feliz
A culpa é só minha.
Dei amor
E recebi
E foi dividindo
Meu riso e afeto
Que hoje sinto
Que mesmo sozinha
Nunca estou só.

21 comentários:

Fátima disse...

Glórinha minha linda, o livre arbítrio não é mesmo!.
Muito lindo seu texto, e embora com algumas dificuldades, procuro também conduzir minha vida de forma a saborear o mel , olhando tudo com os olhos do coração.

Beijo com carinho.

Açuti disse...

Oiiii amigaaaa,

saudades!!!
Nossa que lindooo...sabe de uma coisa, parece que foi escrito para mim...as vezes me sinto como lá no começo...vítima, sabe...depois vejo que sou vítima de mim mesma e paro de ter dó e piedade de mim...mas um dia é lá no alto, outros lá embaixo...
Lindo, lindo, lindo!!!

bjksss e tenha um excelente fim de semana.

Mari disse...

Glorinha, gosto muito do seus poemas. Algumas pessoas infelizmente não sabem mesmo que a beleza da vida está nas superações, nos amigos de fé e entes queridos.

Beijos

Taia Assunção disse...

Nada como procurar ver o mundo com olhos de bondade e boa vontade, facilita e muito as coisas. Tô de volta ao Congo...chegando aos poucos pois estou pondo a casa em ordem, o blog e as visitas em dia. Beijocas e bom final de semana.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Nossa...mais ou menos abordei algo parecido no meu post de hj.
Gente que só reclama. Sem sentimento de gratidão, de companheirismo, de respeito (vide o Stallone e outros da vida).

Mas não ligue. Se te oferecerem o fel, vc não é obrigada a provar. Deixe o fel passar (eu falo, mas sei que é difícil).

Vc tem idéias diferentes. E como vc busca a felicidade neste mundo mesmo talvez pessoas q não tenham a sua coragem te agridem. Eh mais fácil pra elas, agredir do que tentar.

E vamos mesmo em frente. Tem muito mais gente que gosta de vc do que não gosta.

pensandoemfamilia disse...

Olá
Também prefiro escolher o lado melhor das pessoas e da vida. Considero a também importãncia da lei do retorno.
Bjs, Bom final de semana.

Isadora disse...

Oi Glorinha prefiro sempre guardar as boas lembranças, o que me fez bem, que me trouxe um sorriso, alegria. O que não foi tão bom guardei em uma prateleira muito alta da minha alma e nem na ponta dos pés consigo alcançar. Dá muito trabalho chegar até lá. Por isso fico com as coisas que estão nas prateleiras baixas, ao meu alcance.
Um beijo

Glorinha L de Lion disse...

Oi Fatima querida! Já te disse que vc tá lindona nessa foto? Se não disse, tá dito agora.
Esse poema foi um desabafo. Não posso explicar pq escrevi isso, mas é para uma pessoa que passou a vida se fazendo de vítima e jogando a culpa nos outros. E agora eu descobri que ele tem raiva é por eu existir. Complicado né? bjs.

Açuti querida, espero que se policie e não se deixe levar pelos sentimentos ruins. Não se vitimize. Nós somos os comandantes da nossa vida, já diz o poema que Mandela usou a vida toda para guiá-lo. Gente assim só colhe espinhos em vez de flores. Bjs.

Mari, como expliquei lá em cima, se eu pudesse eu explicava o porque desse meu desabafo, mas fica implicíto que foi para alguém que precisa ler isso e se modificar. Bjs.

Oi Taia, voltou? Legal! É, menina, mas é difícil, tem gente que prefere ser o coitado a vida toda...bjs.

Alexandre, vc é psicólogo? hehe...sei que não. Mas no outro coment que pediu pra deletar, vc acertou no olho da mosca. E eu fiz exatamente o que vc falaou. Não entrei no mesmo dial de ódio e amargor não. Me mantive na minha sintonia, sem discussão ou brigas e aí, desarmei o opositor. É isso aí, a postura deve ser sempre essa, pois a positividade é a melhor defesa. Beijão meu Freud japa!

É Norma, mas nem todo mundo escolhe o lado da Luz. Infelizmente. Bjs.

Oi Isadora, isso se chama saber viver. Não que eu smpre consiga, mas venho tentando e tendo êxito em minhas tentativas. A vida é isso, busca por upgrade , tb nos sentimentos e emoções, né? bjs

manuel marques disse...

Todos são livres com as nossas escolhas, mas escravos das suas conseqüências.

Beijo e bom fds.

Kelly disse...

Pois é Glorinha é essencial assumir as responsabiidades pelo que fazemos ou deixamos de fazer.
Um ecelente fim de semana para você bjs

Beth/Lilás disse...

Well, amiga, o problema é que tem gente muito mal amada, mal resolvida, mal querida, mal compreendida por si própria, que nunca soube o mel de um afago, de um carinho em suas noites mal dormidas, mas que por se fechar ao mundo e não permitir que entre o sol em sua vida para aquecer e iluminar seu corpo e mente, só sabem destilar fel e palavras ferinas.
São os verdadeiros zumbis em vida e quando se aproximam da gente é para roubar-nos a luz própria que temos, precisam dela para iluminar suas existências sombrias e inúteis.
Dignas de pena, só isso!
Espero que seu fim de semana seja brilhante e com o carinho de sempre dos seus mais próximos.
beijinhos cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Meu caro Manuel, somos livres para escolher como devemos seguir pela vida e que não culpemos ninguém pelas escolhas certas ou erradas que fizermos. Bjs e um maravilhoso fim de semana pra vc tb!

Pois é, Kelly, é isso aí. bjs e bom findi pra vc tb!

Oi web mana! Nunca estou só amiga, e é o que digo sempre, tenho sempre uma ótima companhia: a MINHA!
Beijos e bom fim de semana na serra!

Bombom disse...

Nesta vida que tantos contratempos e tristezas nos traz, é muito importante não se deixar sossobrar ao seu peso. A técnica é essa: apagar da mente e do coração tudo o que nos magoou. A aprendizagem não é fácil, nem se consegue de um dia para o outro, mas é assim como um exercício que se faz todos os dias, até se saber de cor. Só se chega lá quando se atinge a maturidade (a velhice, he,he) mas aí sabe bem ver que já sabemos dominar as emoções e sentimentos, de tal maneira que já nada nem ninguém consegue magoar-nos! Lindo poema para uma Canção! Bjs. Bombom

Glorinha L de Lion disse...

Bombom, querida, é sábio quem escolhe a luz da vida, não é? Pena que alguns passem a vida inteira na escuridão de si mesmos. Quem sabe um compositor não quer musicar meu poema? bj grande.

Glorinha L de Lion disse...

Bombom, querida, é sábio quem escolhe a luz da vida, não é? Pena que alguns passem a vida inteira na escuridão de si mesmos. Quem sabe um compositor não quer musicar meu poema? bj grande.

Mila Viegas disse...

Bravooooooo!!!

Cris França disse...

ma-ra-vi-lho-so!

que lindo retrato de alma querida, também sou desse tipo, por mais que me rale na aspereza da vida, prefiro continuar, a gente nunca sabe o que tem de bom nos esperando na proxima esquina. bjs no coração

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada miguxa! bjs

Cris querida, Tem razão e às vezes é melhor fechar os ouvidos e se afastar de quem só vê o lado ruim da vida, pois acabam contagiando quem está por perto.Bjs.

Bombom disse...

Mandaram-me hoje um Fww e retirei de lá esta frase que ilustra bem este teu tema:
"Ninguém se ocupa,
de quem não se ocupa
de ninguém."
Autor desconhecido

Bjs. Bombom (em contagem decrescente!)

Dani dutch disse...

OI Glorinha, tudo bem?
Eu sempre faço de tudo pra enxergar o lado positivo de todas e em qualquer situação, um exemplo disso, foi logo que cheguei aqui e ainda não falava nada de holandês, então minha chefa me proibiu de falar inglês com as pessoas do meu trabalho, pode ser que na cabeça dela, eu iria pedir demissão na mesma hora, ou iria ficar revoltada com ela... mas parei, respirei, acalmei o desespero, e pensei com a sabedoria que peço a Deus todos os dias, e vi que ela estava certa, se eu continuasse falando inglês com as pessoas nunca iria aprender a língua do país onde eu vivo, e na verdade ela me fez um favor enorme e abriu meus olhos.
bjusss

Glorinha L de Lion disse...

Bombom, frase pra lá de certa! e esses aí são justamente os que mais cobram dos outros. bjs.

É Dani, às vezes só crescemos com um bom sacolejo. Tem quem prefira seguir vivendo sem imprevistos e sacolejadas. Mas aí qual a graça da vida? Bjs.