sexta-feira, 9 de julho de 2010

Etiquetas da Vida

Estou encafifada com um assunto há dias.
Qual é a etiqueta social que devemos seguir nos relacionamentos com as pessoas? Na vida real e nos blogs?
Respondo aqui? Respondo lá? Mesmo sem tempo, me divido em duzentas?
Se não responder ficarão zangadas?
Se fizer algo que não agrada me abandonarão?
Se ficar sem visitar os amigos, não virão aqui também?
Bem, para algumas dessas questões, já obtive as respostas por conta própria.
O blog representa um microcosmos, um mini mundo. Pessoas se melindram com uma palavra que interpretam erradamente outras vezes porque não se disse o que elas esperavam.
Ficam magoadas por você fazer o que quer com seu blog. Se te dão, por exemplo, um selinho e você coloca, mesmo sem gostar muito, como no meu caso, mas que colocava por educação, porque era uma gentileza, e um belo dia você resolve fazer uma faxina no blog, como fazemos no armário da gente: isso serve, isso eu não quero mais, isso aqui vou deixar por enquanto, disso aqui gosto...
Aí, eis que vem alguém te questionando e dizendo que te deu aqueles presentes e você jogou fora...Peraí, gente!
Muita calma nessa hora!
Quer dizer então que o blog é meu e eu tenho que agradar aos outros?
Será que eu é que sou encrenqueira?
Bem, sou, mas tenho o direito de tirar ou botar no meu blog o que eu quero, ir nos blogs que acho que tem a ver comigo e falar o que penso e o que quero no meu espaço.
Tem gente que vira amiga, outros que viram colega e tem os que não viram nada...como na vida.
Tenho o direito de tirar ou botar os presentes do meu "armário" bloguístico na hora em que eu quiser.
O "armário" é meu, fui eu que fiz, ele me pertence.
Por favor gente, a vida já nos amarra a regras, pode e não pode isso ou aquilo, temos que cumprir horários,  fazer coisas que a gente detesta e apertar a mão e beijar quem a gente odeia.
Será que aqui também somos obrigados a fazer coisas que não gostamos só para agradar?
Sinto muito, mas não sou assim. Já falei aqui várias vezes que sou como sou, do jeito que me mostro, sem papas na língua, sem fingimentos e bajulações. Não sei ser de outro jeito. Peço desculpas, como já pedi várias vezes, mas mesmo dizendo que nos perdoam as pessoas se afastam. Então, pra mim, é fingimento dizer que perdoaram. Perdoaram nada!
Eu, bem que tento, vou lá, faço um comentário, espero a resposta. Não veio? Não vem mais? Que se dane! Eu que não quero ser amiga de gente assim! Da mesma maneira que alguns blogs tem coisas a dizer, a contar, a ensinar, a dividir. E outros não. Alguns blogs são ocos, vazios, se a gente espremer não sai nem água!
Tem quem goste? Claro que tem!
Do mesmo jeito que tem gente que gosta que puxem seu saco, que bajulem, que digam que você é lindinha, queridinha, bacaninha, um amorzinho.
Prefiro que me digam: não concordo, acho isso ou aquilo, mas com sinceridade.
Quem me julga pela religião que não sigo, ou pelo selinho que tirei por que quis e achei que já estava na hora é porque é muito raso! Eu não sou um blog, eu sou eu, a Glorinha, e a Glorinha tem todo o direito de fazer o que gosta e o que quer, aqui, no espaço dela. Que é meu!
Acho que esse é o único lugar do mundo onde posso fazer o que quero sem ficar pensando se vou desagradar a fulano ou sicrana.
Já basta a vida cheia de obrigações e regras. Falsidades e omissões. Apertos de mão moles e beijinhos que mal tocam no rosto.
Se magoei alguém ao longo da vida sem que minha intenção fosse essa, mil perdões.
Agora, quando resolvo ser mazinha e realmente magoar de propósito, aí, como diria Mae West, não sou boa, sou ótima!
Afinal, gostaria que me respondessem e dessem sua opinião: Nossos blogs são ou não nosso espaço de livre pensar?

42 comentários:

Copê Gourmet disse...

O duro é que onde houver pessoas, haverão sempre os mesmos hábitos!
Vc tem direito de fazer o que bem entender do que é seu!
Beijos,
A Copê

Amica Philosophiae disse...

Oi Glorinha....Amo ler o que vc escreve....parece que tudo é tão mais real e preenchido, quando as vezes, a cabeça anda vazia...vazia só ouvindo o cri...cri dos grilos....
Se é que posso falar assim...
amo vc!!!
Cynthia

Manuela Freitas disse...

Olá querida Glorinha,
Tocas aqui em muitas coisas que já me passaram pela cabeça, de facto isto de blogues tb tem o seu esquema, esse esquema que referes, se quiseres manter a tua coerência e liberdade, não podes estar muito presa aos comentários!
O principal é que o teu espaço te agrade, que te revejas nele e depois se captar atenções, tudo bem!
Outro dia ouvi e concordei, uma pessoa para ter um verdadeiro amigo não é fácil, como é possível ter por aqui 100, 200 ou mais amigos! Gostar das pessoas de uma maneira geral tudo bem, mas fazer cedências para entrar em sintonia e ter comentários?
Tem que se fazer uma selecção, filtrar as pessoas que realmente estão connosco, porque o tempo também precisa de ser gerido.
Eu penso assim minha querida e compreendo bem os teus dilemas.
Relativamente a responder ao comentário ou ir fazer comentário, devia estar inerente ao interesse de comentar um comentário ou a ao interesse que nos suscita um post.
Muitos beijinhos e um bom fim-de-semana,
Manú

Isadora disse...

Você acredita que não está aparecendo para mim as suas atualizações. Com a Lu do Lichia a mesma coisa. A sorte que lembrei do aniversário dela.
Bom vou dar a minha opinião: o espaço é nosso e temos o direito de fazermos o que quisermos, claro, que como a maioria tem bom senso, não acontecem tantas coisas loucas.
Eu parto do seguinte princípio se tem uma pessoa/blog que eu gosto para mim independe se a pessoa me visita ou deixa comentário. Eu visito e deixo comentários, pois gosto.
Você por exemplo responde muitos comentários por aqui mesmo e já sei disso. Passo por aqui e vejo o que você escreveu e caso não tenha escrito nada, ok. Vou voltar do mesmo jeito - rs!
Um beijo grande

Glorinha L de Lion disse...

Oi Copê, é isso mesmo, onde há gente envolvida, há egos, educação e maneiras de ver as coisas diferentes né? Convivamos, mas sem nos desrespeitar a nós mesmos. beijos.

Oi Cynthia querida, puxa, obrigada, eu ando ouvindo um bocado de cri, cris...se é que me entende....hehe Beijão!

Pois é isso Manu querida, não consigo mais visitar todos e isso acaba desagradando alguns. A gente acaba ficando com quem mais se aproxima de nossa maneira de pensar, ou quem tem mais em comum conosco. Gosto de tanta gente que me visita, mas não tenho mais tempo de ir em todos...fico me sentindo culpada e com pena, mas, no final, quem gosta da gente e do blog, acaba ficando assim mesmo e entende que são fases mais ocupadas que passamos. Beijos amore!

Glorinha L de Lion disse...

Eu também faço isso. Tenho inclusive na minha blog roll um monte de gente que nem sabe que eu existo. Outros que sabem e não me tem nos favoritos. E daí? Ninguém tem obrigação de colocar a gente só porque colocamos o blog daquela pessoa. Sou como vc. Quando gosto de um blog, vou lá. De vez em quando, agora nessa fase sem tempo, mas vou. Beijos querida, bom findi!

Tati Pastorello disse...

Caraca, isso ainda não aconteceu comigo, mas espero que nem aconteça, por que meu território é meu, nada de democracia. Sou uma ditadora! Adoro quando me indicam para selinhos, por que me sinto lembrada, mas vivo esquecendo de postar. Esqueço principalmente qual era a regra... aí passa o tempo e já era. Ainda não reclamaram.
Engraçado que tem uma pessoa que entra no meu blog, faz comentários, tenta ser simpática, mas meu santo não cruza. Eu fico na minha, às vezes entro no blog, tento ler com boa vontade, comentar alguma coisa, mas não concordo com quase nada do que diz, então não comento, saio de fininho, aguardo a próxima oportunidade... hehehe Se não gosto, não comento. Se gosto e sinto vontade comento. Se me interesso, sigo. Enfim, temos que ser livres em algum lugar deste mundo, né?
Segue como você é, que é bom demais!!!! Beijos.

Açuti disse...

Oiii amiga linda...

Obrigada pelo carinho, eu imagino que esteja corrido mesmo, com o projeto do livro, né!!!

Parabéns, viu!!!

Também to sumida, e também falta de tempo...filhos em férias...afffff....alguém me socorre!!! auhauhauhauhauhau

Sabe, penso igual...o blog é meu faço dele o que quiser...massssss, ganhei alguns selinhos esses últimos tempos, não postei, e umas pessoas me abandonaram...omg...fiquei triste, mas depois pensei, pensei...(esses dias de reflexão foram ótimos pra isso), cheguei a conclusão que, se não gostaram, PACIÊNCIA, né!!!

bjksss, tenha um excelente fim de semana!!!!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

No meu blog eu tb não tenho selinhos à mostra. Não sei se vc viu rs...
Eu entendo o seu sentimento. Senão o seu blog fica com cara de patchwork, de tanta imagem colada.

claro que o carinho do selinho é gostoso, é bom. Mas o problema é o exagero: todo mundo manda pra todo mundo, que repassa pra mais vinte contatos. E todo mundo começa a receber 2, 3, 100 por dia.
E são selinhos que acabam sendo propagandas de blog e nada mais que isso, muitas vezes. Retribuo o carinho de quem me enviou o selinho com alguma coisa em algum post. E sem novo selinho, pra combater a praga.

Uma amiga minha, espanhola, foi sincera comigo e disse odiar a blogosfera brasileira. Eu perguntei o motivo. Ela me disse: vocês transformam tudo o que tocam na internet em algo parecido com o orkut que vcs tanto adoram. É postagem sempre de mensagem copiada e colada, gifs brilhantes, selinho, selinho, beijinho, selinho,mensagem copiada. Poucos blogs falam de si mesmo ou apresentam alguma coisa.

Parei pra pensar e é verdade. Mta gente trabalha com o blog como se fosse um scrapbook gigante. Em vez de contar coisas da própria vida, que é muito mais interessante! Afinal de contas, por mais que cada um viva uma rotina, há coisas interessantes para se contar. E infantiliza-se o convívio virtual no "eu dou, mas cobro e quero de volta".

Eu acho bacana vc falar o que sente, pq quem estiver no mesmo pensamento segue seu blog e continua. E quem quer outra proposta, mais "orkutizada" (e com o direito de querê-la) encontrará os seus afins, não é?

Eh isso ai. O mundo já tem regras demais, se até blog virar compromisso obrigatório restrito fica chaaaaato demais.

bom fds

Macá disse...

Glorinha
São sim; nosso espaço de livre pensar. Eu fiz um blog para postar coisas do meu trabalho e comecei a colocar lá também, outros assuntos diversos. Não deu certo, então resolvi fazer um só pra mostrar lugares que fui ou que gostaria de ir, pensamentos e idéias que gostaria de compartilhar e guardar, músicas que gosto e tantas outras coisas. É claro que é muito gostoso quando você escreve e pessoas deixam comentários e isso vai virando uma bola enorme, pois você começa até a caprichar mais, mas quando comecei nem sabia "essas regras" que existem no mundo bloguístico. Depois você vai aprendendo e até por bom senso acaba fazendo coisas que a maioria faz. Visita um blog, deixa um comentário. Mas olha, eu não tenho visitas ao meu blog assim como você, e assim mesmo fica difícil responder a todos. Imagino como essas pessoas que recebem um monte de comentários pode responder a todos. Precisaria de 48 hs num dia só. Não dá. Bom, o que eu acho é que é gostoso a gente entrar nos blogs que a gente gosta porque vai gostar de ler o que essa pessoa escreveu e fazer um comentário porque gostou. Mas obrigação? Me disseram uma vez que depois dos 40 anos a gente já pode passar a fazer só aquilo que nos agrada. Sem ferir ou magoar. Não é melhor assim?
beijos

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi Glorinha!
Vc está coberta de razão! Eu tbm odeio regras, saio correndo! Imagina isso agora, ter que deixar coisas que não quero no blog...ahhhh só por Deus viu! Continua no seu ritmo flor, escreva, faça o que quiser, quem gosta de ti fica e pronto! Não somos perfeitos, não dá para agradar todo o mundo, então se agrade e por acréscimo atrairá pessoas que pensam como vc.
Eu no seu lugar arrancava td o que não queria mais e ficava na minha, nem me daria o trabalho sabe, não compensa...é muito desgastante lidar com melindres, affff...
Beijinhos flor.

Flores e Luz.

disse...

Perfeito seu post Glorinha. É claro que o lugar é nosso, mas também somos responsáveis pelos lacos(estou sem cedilha) que criamos com a nossa forma de pensar, é o movimento principal dessa corrente e administrá-los é o desafio, mas que seja voluntário e sem obrigatoriedade, vindo do coracão, senão perde muito o sentido da nossa liberdade por aqui. Bjosss

Mari disse...

Acho que o blog é a nossa mini mídia. Não como uma tv e jornais de grande porte, mas funciona como tal. Alguns blogs são tão famosos e bons que eu considero como veículos de comunicação tão importantes quanto um jornal online.

O blog é sim um espaço nosso, a gente escreve o que quer, mas eu acho que já que estamos deixando tudo aberto para quem quer que seja entre na nossa mídia, temos que estar preparadas para as críticas. Se um jornalista escreve algo polêmico no jornal, os leitores tem todo o direito de criticar por carta/email.

Agora sobre as mínimas coisas, de selinho, de seguidores, etc, isso pra mim tem que ser respeitado como decisão pessoal. Vc coloca os seguidores se vc quiser, vc coloca o selinho se vc quiser... Como tb vc tem a liberdade de visitar e comentar em outros blogs quando quiser.

Eu não entendo pq algumas pessoas se preocupam com isso. Talvez elas olhem para o blog como uma rede social em primeiro lugar, mais do que um espaço para compartilhar idéias.

O blog como rede social, pelo menos pra mim, tem função secundária. Eu não desdenho os selinhos, seguidores,e outras coisas, acho bacana! A gente pode até fazer amigos na blogosfera. Mas eu fiz o blog, em primeiro lugar, para compartilhar de assuntos específicos com meus conhecidos e o visitante que entra no meu blog com interesse naquele assunto.

Concluindo, eu acho que esses conflitinhos existem pq a função primária do blog pra cada um é diferente. Tem gente que faz blog pra ganhar incentivo e emagrecer, tem gente que faz blog para mostrar as viagens, tem gente que faz blog pra compartilhar opiniões sobre a sociedade e o mundo, e tem as pessoas que só fazem pra aparecer mesmo...

Enfim, essa é minha opinião.

Beijos, Glorinha!

Respondendo seu comentário:Quem sabe um dia, vc e a Beth aqui em Istambul? :)

Nilce disse...

Muito bem, Glorinha

O blog é teu e vc é livre para fazer o que quizer nele. Se não gostarem o problema não é seu.
Imagina só, vc guardando até hj aquela florzinha que ganhou do primeiro paquera?
Haja lixo!
Eu estou sempre por aqui. Já levei bronca, rsrs, mas é porque gosto do que vc escreve. Ontem ainda falei para o Hamilton, se não gostam do que escrevo, tchau e 'bença'.
Fica "nem aí", menina. Esquenta não.
Escreve aí que a gente gosta e muito.

Bjs no coração!

Nilce

Misturação - Ana Karla disse...

Bom dia Glorinha!

Acho que não há exatamente etiquetas para o blog.
Oras, se o blog é meu, então por que não falar e me expressar do meu jeito?!!!
Vale o bom senso de cada um.

Quanto as respostas, eu acho que elas devem ser dadas no próprio blog onde foi comentado, mas uma gentileza no outro blog não custa nada, não é? Ainda mais quando a pessoa foi tão gentil.

Quando gosto de um blog, vou lá de vez em quando, as vezes comento, as vezes não. Nesse ponto concordo com você.
Mas vamos combinar que quando acho alguém indelicado, normalmente eu me desligo.

Xeros!

Cris França disse...

ah querida é isso mesmo...rs

um tempo lá atrás já escrevi , que ria um um blog e não um bode....rs

essa coisa de muita cobrança não tem nada haver a gente tem que ser a gente e quem não gostar que passe adiante.

eu gosto daqui

beijos

ELA disse...

Kkkkk! Nunca tinha lido nada tão exaltado na blogosfera!

Calma Glorinha, essas suas questões (dúvidas) sobre "etiqueta blogal" acometem muitas pessoas. Acho que desde que ninguém seja grosseiro com ninguém, o resto é compreensível. Não é justo esperar respostas, muito menos cobrar elas. Porque desconhecemos o ritmo de vida das pessoas. Acho que você ficou assim angustiada porque você é uma mulher muito sociável, que trata todos com carinho. Sente-se cobrada por causa disso. Relaxa, quem te "ama" não vai te "abandonar" por uma bobagem dessas (selos e comentários não respondidos).

Eu me sinto uma privilagiada! Desde quando te conheci, li aí em cima que você não tem tempo para visitar todos os blogues e responde comentários aqui mesmo. Então, nem esperava sua visita. Mas, pelo contrário, você sempre aparece com algum comentário carinhoso. Penso que, na verdade, se você pudesse visitaria realmente todos. E acho que muitas vezes você tenta mesmo fazer isso. Esbanjando simpatia!

Quando bater essas angústias sobre a "etiqueta blogal", não esquenta a cabeça não... Vai trabalhar no seu livro, com certeza deve ser um projeto apaixonante e que realmente precisa de dedicação.

Bom fim de semana!

Bjs,

Michelle

Ângela disse...

Glorinha, autenticidade por tudo é uma lema ótimo a ser seguido, concordo totalmente com você, penso que temos de estar em lugares e com pessoas que nos dêem prazer chega de cobranças baratas e de coisas pequenas, nosso dia a dia e a vida é muito maior que tudo isso, vamos viver grande, pensar grande e dar valor ao que nos interessa.
Parabéns por ser você, a Glorinha, e não o que os outros queiram que seja!
bom sábado.
uma grande beijoka

Astrid Annabelle disse...

Olá Glorinha!
Como te compreendo...
Ando também super atarefada e não tenho conseguido estar em todos os blogs como a um tempo atrás.
Você sabe que sou da paz mas, a única vez que estressei com uma leitora foi no dia em que resolveu ditar regras para o meu blog!!!Ah! Virei fera...
É uma questão de respeito mesmo...ninguém pode obrigar as pessoas a fazer o que não quer.
Estou com você e não abro!!!
beijo doce.
Astrid Annabelle

Maria Izabel Viégas disse...

Minha Glorinha querida!!!

Ih..Glorinha, eu hoje tô chata por demais da conta. Num guento mais este"espartilho-colete"Arghhh, quem mandou eu amasssar uma formiguinha em outra encarnação?;))
Amiga, estou aqui rindo de vc, sorry!!!
Não do teu post, vc está certíssima. Mas , amada, não há ocmo agradarmos todos a toda hora ao mesmo tempo?
Senão seremos "cópias sem valor" de NADA!
Nosso Blog é nosso mesmo. Nossa Voz, nosso prazer... e realmente , embora, gostemos de muitos, como visitar todos??
Além das nossas atividades do cotidiano?
Eu a acho, querida, muito gentil, saiba disto.E uma pessoa genial!!!MUITO!
Agora, quanto a vc estar virando crente... kkkk, vc está é recordando o seu lado" bruxa", uma bruxa... Chique e linda, claro!!!
Hahaha queimando os problemas junto com as salamandras mágicas!!!???
REVELOU-SE!!!
estava pensando no seu signo: Vc é Virginiana. Virgem é regido pelo planeta Mercúrio, Hermes da mitologia grega.
mas, Virgem,tem conotação com Hermes Trimegisto, o alquimíco. procura ler sobre TOTH- e seu poder de cura.
Beijos, muitos muitos no seu coração!
Obrigada pelos comentários no meu Blog.
Obrigada messsssmoooo!

Magia na Cozinha disse...

Eu acho que o blog é uma extensão da minha pessoa. Tudo nele é verdadeiro e honesto.
Eu gosto muito de saber que as pessoas apreciam e gostam de visitar, mas os comentários que realmente aprecio são os verdadeiros, os que vêm do coração.
A gente nota de cara um comentário falso, mas como gosto muito de ser bem educado com todos, sempre respondo com simpatia.
Gosto de visitar os blogs alheios e comentar, quando tenho tempo e quando o faço é com honestidade tb.
Não me agrada muito dizer que achei maravilhoso, que adorei se não é verdade. Me incomoda por dentro.
Não espero que as pessoas se sintam obrigadas a comentar no meu espaço só pq fui no delas. Cada um é livre para comentar onde preferir.
Eu gostaria de estar mais presente, mas nem sempre é possível e talvez as pessoas interpretem como descaso, mas não é. A gente não tem muito tempo as vezes.
Outra coisa que não faço é pedir às pessoas que me visitem. Parece pressão. Gosto de deixar tudo correr livremente.
Como indivíduo tb tenho minhas preferências e meus gostos e no meu blog tudo fala de mim. Não tenho medo de dizer o que penso, mas procuro fazer com jeitinho para não magoar os animos de quem possa ter opinião diferente.
Todos são bem-vindos a visitar e comentar ou não se desejarem. Eu tento respeitar da melhor maneira a opção das pessoas. Ninguém é obrigado a gostar do nosso blog.
De mais a mais, o que conta são os que gostam.
Eu não gosto de receber selinhos, mas sempre publiquei por consideração às pessoas. Faz parte do negócio. Espero que um dia esta história de selinhos acabe, pois faz a gente perder muito tempo.
Tempo, tempo, tempo, As vezes me sinto como aquele coelho da Alice, que vive correndo atrás do tempo!
Bjs e bom findi! :)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Concordo em absoluto com o su texto
acerca do seu blogue e do seu direito de o usar como entender.
Quando iniciei o meu primeiro blogue estava "longe de imaginar"
o mundo dos bloguistas...realmente
hoje concordo "que sendo o meu espaço" é-me indiferente o número
de seguidores e fundamentalemte serve para inserir no mesmo coisas
"que me motivem" ou aruivo de imagens ou músicas.Sobre os comentários também às tantas seria
"uma rotina...uma obrigação..."e
como diz e bem, já temos muitas
na vida real...que se pudéssemos
também dispensaríamos, para quê
trasferir isso para o blogue...
Para concluir: concordo consigo
e sendo uma pessoa inteligente, sei
que fará sempre o que considerar
melhor para si.
Eu quando posso passo por aqui,
não deixo comentário(deixei de
o fazer antes de você inserir o
texto que estou a comentar)porque
eu própria entendi, que teria pouco
tempo para essas coisas.Gosto do
seu blogue, quando me é possível
venho cá e isso me basta.
Um abraço.Irene

ONG ALERTA disse...

Com respeito tudo pode, paz.
Beijo Lisette

Flor Baez disse...

Acho que o blog é nosso podemos fazer o que quiser. Visitar quem queremos, quando puder!
Nem sempre dá para abraçar o mundo! Tenho algumas amigas que não ligo há meses, mas mesmo assim são amigas que amo. Deixe as criticas para lá, coloque debaixo do colchão quando não valer a pena!

Flor Baez disse...

Acho que o blog é nosso podemos fazer o que quiser. Visitar quem queremos, quando puder!
Nem sempre dá para abraçar o mundo! Tenho algumas amigas que não ligo há meses, mas mesmo assim são amigas que amo. Deixe as criticas para lá, coloque debaixo do colchão quando não valer a pena!

Lucia Cintra disse...

Olha Glorinha, eu acho super falta de educacao e muito arrogante da parte de qualquer pessoa de tentar ditar o que devemos ou nao devemos escrever no nosso proprio blog.

Na minha opiniao, se ela nao gostou do que leu, que nao volte mais ali, nao precisa comentar nem nada, pois se nao gostou, provavelmente nao tera nada bom a dizer, entao que parta pra outra.

Ja vi mt briga e baixaria nos comentarios de blogs que frequento e fiquei muito triste disso estar acontecendo com a autora - e olha que era entre as pessoas que comentavam mesmo! Muito feio e muita falta de respeito.

Eu nao peco desculpas por ser quem eu sou. Se nao gostam, paciencia, que nao voltem la ou entao saem da minha vida. Eu acho que voce nunca deve mudar seu jeito de ser somente pra agradar os outros, pois se isso acaba acontecendo voce deixa de ser quem eh.

Claro que nessa vida, voce cresce, amadurece, aprende com as coisas e as pessoas ao seu redor, mas sua essencia de ser eh sempre a mesma e nao devemos mudar isso nunca pra ninguem.

bjos

Isadora disse...

São sim Glorinha.
Meu blog é diferente do seu porque minha intenção é trocar ideias sobre artesanato, portanto evito tocar em assuntos mais polêmicos. Mas é impossível ser neutra, e em alguns posts já fiz colocações arriscando-me a "ouvir o que não quer", que é o que inevitavelmente acontece com quem fala o que quer rsrs. O mais curioso é que estes meus posts são os que tem menos comentários, umas poucas pessoas apoiaram o que eu disse, nenhuma foi contra ou quis criar polêmica, mas reparo que os posts exclusivamente sobre artesanato são os mais comentados. Acho que isso de repente tem a ver com o meu público, não sei. De qualquer modo, em todas as vezes que me posicionei diante de algum assunto, o fiz assumindo os riscos de desagradar mas ao mesmo tempo sabendo que, embora esse não seja o meu jeito, de vez em quando dá uma comichão de falar alguma coisa... Eu acho que cada um acha o seu jeito de "blogar" e tem que ser na base do "love it or leave it", assim é na vida.
Agora quanto a responder comentários minha opinião pessoal é ir responder no blog da pessoa ou então por email, senão eu tenho que assinar o feed de vários blogs para saber se meu comentário foi respondido, pois é impossível me lembrar de todos os blogs onde deixei comentários.
Mudando de assunto, depois vou mandar um email em pvt para vc e sua filha Thaís, tudo bem?
Bjs
Dora

Vanessa disse...

Glorinha eu vejo a coisa assim. Seu blog é a sua casa, ou uma revista que você edita sozinha. Como dona da casa ou editora da revista, é você que escolhe onde colocar o arranjo de flores que ganhou e , se quiser , jogar fora. Há muito tempo eu não posto mais os selos que recebo ou sequer agradeço em forma de post. Como eu escrevo muito, aconteceu uma vez de ficar seis meses sem conseguir um tempo para um post de agradecimento de selinhos . Resolvi escrever um post especial dizendo que os selinhos seriam agradecidos diretamente . Assim sendo, arrume sua casa como bem entender.

beijo

Elaine Gaspareto disse...

Glorinha,
Sempre penso nisso. E vejo que assim como na vida no blog eu não tenho muita tolerância com pessoas extremamente carentes. Porque tem gente que quer atençaõ o tempo todo, mas isso não dá. Não gosto quando recebo comentários reclamando que não visito, que não comento, que não isso, que não aquilo... reclamando do selo que não postei, do meme que não fiz.
Concordo com seu texto e acrescento algo que inclusive já postei no blog: o blog é meu e ao menos lá eu faço o que eu quiser.
Né não?
Beijo, e bom fim de semana.

Yoyo Pizy disse...

Como você mesma diz, Glorinha, "o blog é o nosso território do livre pensar", é um espaço nosso, é como se fosse a nossa casa, onde temos todo direito de fazer o que bem entendermos mas, infelizmente, muitas pessoas não possuem maturidade suficiente para aceitar esse fato, muitas precisam de massagens no ego e nem sempre estamos disposta a isso então,mesmo sem querer, acabamos nos vendo envolvidas em polêmicas desse tipo.
Eu também, um dia desses fiz uma faxinha geral em meu blog e deletei um monte de coisas que achei desnecessárias, que achei que estava poluindo o visual do meu espaço, mas nem por isso deixo de gostar das pessoas que me presentearam.Lamentavelmente, nem todos entendem.
Fica tranquila.Estou certa que a maioria seus fãs, amigos e seguidores(como eu mesma) estão aqui porque admiram você do jeitinho que você é, porque se identificam com seu modo de pensar e de se expressar, mesmo você tendo tempo para nos vistar, ou não.
Beijos

Luci Cardinelli disse...

Concordo em tudo com você. Tem coisas que são extremanete chatas.

beijos e um ótimo final de semana

Gina disse...

Glorinha, no meu primeiro ano de blog recebi inúmeros selinhos e publicava todos, às vezes até coletivamente. Claro que tem o carinho e cheguei a repassar alguns, até como forma de homenagear pessoas com quem a gente tem mais afinidade. Com o passar do tempo, percebi que foi ficando uma bola de neve. Agradeço, mas não publico mais há muito tempo.
Quanto aos comentários, se gosto realmente de um blog, não deixo de visitá-lo, ainda que a pessoa não deixe comentários no meu.
Tenho buscado alternativas para não ficar tanto tempo no micro, por questões de saúde até.
Tenho por hábito responder a cada comentário (você deve ter percebido)no meu próprio blog, mas comecei desde ontem a rever esse procedimento por conta do tempo...
Quanto às brigas, as picuinhas, os melindres, as baixarias, as vaidades exacerbadas, acho tudo isso lamentável, mas reflete um pouco da vida.
Bjs.

Kamyla disse...

Glorinha, um absurdo te cobrarem visitas ou comentários...ai,ai...não entendo como álguém escreve com o objetivo de ibope...encaro o blog como uma terapia...adoro escrever e, quando estou disposta, passeio pelos blogs que sigo...tenho certeza q vc tb é assim...
E tb amo uma faxinaa!!!!Joga fora mesmo o que não te tem mais valor ou vc acha q já está na hora... a poluição visual pode afastar os leitores!!!!
Não se preocupa... esse espaço é seu!!!!!
Bjosssssssssssssssssssss

Beth/Lilás disse...

Maninha,
Nem preciso dizer o que penso, pois somos muito parecidas neste sentido, gostamos de ter e conviver em liberdade de expressão e respeito mútuo.
Blogues são feitos por gente de carne e osso e sentimentos, portanto muito natural existir esses percalços humanos.
A vaidade de muitos está contida nos interesses em ampliar sua rede de amigos em número e não em comentários e interação verdadeiros, como vemos aqui em seu pedaço, aliás alguns quando isso veem na verdade o que sentem é inveja, muita inveja.
Enquanto isso, 'os cães ladram e a caravana passa'. Liga não!
beijoquinhas cariocas da serra

Fátima disse...

É isso amiga, vamos eleger você nossa porta voz, combinado!
Concordo plenamente com você,e quer saber, continue sendo como se sente bem, pois nunca vamos conseguir agradar a todos.

Beijinho

Renata disse...

Minha Querida Menina Leoa,

Né só bolo quente que dá dor de barriga não viu? Gente chata e Inveja também!!! Cuidado viu?
KKKKKK!!! Eu me divirto nesse mundo dos blogs...já disse uma vez e repito: tô nem aí pra isso, pra não dizer coisa mais feia, afinal sou uma moça educada!

Os blogs estão aí como forma de expressão, e graças ao bom deus, cada um tem a sua...e aqueles que se identificam, que nos deêm as mãos, pro resto...azar! De chata já basta a vida, por favor não me invente mais nada!!!

Tô contigo e não abro!!!

Bom domingo aí, se tiver dica de filme bom me conta! Ontem assisti a Jovem Rainha Vitória, recomendo!

orvalho do ceu disse...

Oi, Glorinha
Vc foi muito franca comigo sempre e eu continuo a segui-la pois aprendo com o diferente e pronto!
É opção!
Não me preocupo quando não me seguem,não me comentam... faço o que gosto também e, com gosto, que pode ser muito difeente do que a mídia blogal "exige".
É o "meu" espaço que passa a ser "nosso" a medida que o outro queira...
Obrigada por ser transparente, fica mais fácil de se conviver com o que se conhece do que ter surpresas desagradáveis... pisar em ovos constantemente...
Aceitação... acolhida não significa ser cego(a)...
Neste processo de crescimento estamos todos os blogueios que desejamos nos fortalecer na integração... amizade e respeito aos escritos e ao coração do outro, como parceira feita para o bem comum.
Fique na paz sempre!
Serenidade acima de tudo.
Bjs,menina.

Clau Finotti disse...

Sabe de uma coisa? Achei que só eu não tinha paciência com selinhos...rs... mas lendo aqui descobri outras pessoas tbém iguais a mim. Eu acho lindinhos mas nem entendo direito como funciona. Eu não gosto muito de regras, tipo, pega o selo, responde três perguntas, planta uma bananeira, dá uma voltinha...rs... Por coincidência eu posto algumas coisas com formato de selos, como a figura das Fadas Madrinhas, que AMEI vc ter adicionado aqui sem mesmo que eu pedisse ou mencionasse isso. Da mesma forma entenderei qdo vc não quiser mais mantê-lo na sua página. Aqui não gosto muito de regras, já me basta tê-las longe do computador. Eu prefiro ser eu mesma, com educação, cordialidade, e procurando me aproximar das pessoas por afinidade, pelo seu bom humor, sei lá... por diversos motivos.

Adoro seu espaço e suas idéias!

Bjos e tenha um ótimo domingo!

Clau

Ah, teve gente que já correu do meu blog por conter algumas idéias e posts sobre espiristismo...rs...rs...

Teresinha Ferreira disse...

Olá Glorinha,
Fique aqui rindo e pensando em como é difícil o relacionamento com as pessoas.
Meus Deus!!! Até aqui tem conflitos...Ai ai ai...
Temos que ser autênticos e concordar ou discordar, aceitar ou não e direcionarmos nosso blog da forma que nos agrada. Se não comentam...Paciência...Acho que o mais importante é sermos felizes aqui no mundo virtual e fora dele. Não acha?
Fique bem.
Bjs mil

cantinho she disse...

Queridonaaaaaaaaaaa voltei! E voltei justamente nesse seu post, ah sim porque quando fico um tempinho sem visitar os meus blogs do coração gosto de ir em todos os posts que atrasei a leitura e calmamente leio um a um, mesmo que demore e seja necessário algumas visitas, mas só faço isso com os que eu gosto, e tb só sigo quando o blog me diz algo mais... eu simplesmente amei o seu post.
Sabe o que eu acho? Que na vida já existem os problemas e aborrecimentos normais do dia-a-dia e que não dependem da gente para acontecer então pra que ficar procurando problema... é coisa de maluco, né? Eu quando percebo que alguém não me visita mais com a mesma frequência de antes eu sei que ela tem N motivos para isso e então nem passa pela minha cabeça cobrar visitas porque eu quero que todos que me visitam tenham total liberdade de ir e vir.
E quanto ao blog ser seu..... claaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaro que vc tem todo o direito do mundo de fazer do seu espaço o que vc quiser... eu heim!!!!!! Gente, mas como assim? Você faz o que vc quiser, isso aqui é seu! Que povo doido!!!!
Beijo, beijo minha Querida!
She

Mila Viegas disse...

São! Mas tem gente que acha que conhece a gente só por ler nosso blog... rsrs... eu to "blogando" e andando pra isso... rsrs

beijocas miguxaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

A torre Eiffel está brilhando pra nós!!!

Dani dutch disse...

São sim viu Glorinha, e por exemplo no meu caso, por causo do tempo as vezes fico semanas sem aparecer até no meu blog, e faço de tudo também para poder ler e comentar nos das outras pessoas. bjuss