domingo, 29 de maio de 2011

Have You Ever Really Loved A Woman?

Ontem revi um filme lindo, romântico, daqueles que a gente termina de ver com a alma leve: Don Juan De Marco, de 1995. Com Johnny Depp, no auge da beleza e sensualidade e para arrasar corações, com um irresistível sotaque espanhol...E ainda tem Faye Dunaway, como a esposa balzaquiana de  Marlon Brando no papel do psiquiatra que cuida do jovem suicida que pensa ser (ou é?)  Don Juan.
A música é linda, conhecidíssima, com uma letra inspirada, daquelas que a gente fica cantarolando durante dias: Have You Ever Really Loved A Woman?
O filme conta a estória de um jovem que tenta se matar jogando-se de um prédio e de sua relação com um psiquiatra que é chamado para demovê-lo da ideia.
As estórias que o rapaz vai contando ao longo da terapia são de tal maneira sensuais, românticas e convincentes, que o psiquiatra de meia idade, prestes a se aposentar, acaba por ser envolvido pelos relatos tão eloquentes e passa a enxergar a vida com os olhos do rapaz, passando, ele próprio, a precisar das sessões de terapia, mais do que o próprio jovem. Ouví-lo e às suas conquistas vai acendendo novamente o fogo da juventude, o amor à vida, o amor e a paixão pela mulher, também ela madura. Eu comprei o dvd nas Lojas Americanas por R$ 12,00....é daqueles filmes para rever de quando em quando e lembrar que estamos vivos...
Deixo a conclusão final para vocês e recomendo a todos...E prestem atenção, no final do filme, à tradução da letra da música...muitos homens deveriam lê-la com muita, muita atenção mesmo. É uma verdadeira aula de como se deve amar uma mulher. E vocês, mulheres, mais atenção ainda: vejam como devem ser amadas e não deixem por menos!

9 comentários:

Camille disse...

Adoro esse filme. Ja vi mais de uma vez( um milagre no meu caso, nao gosto de ver nem ler novamente o que ja li e assisti). Tinha o CD, maravilhoso. Essa letra é tao poetica mesmo. Eternizou-se.
"Quando voce ama uma mulher, vê nos seus olhos os filhos que ainda quer ter"... me lembro de uma frase assim. Bonito ne? A musica é uma seduçao, como todo o filme.
Beijos e boa semana,
Cam

Lu Souza Brito disse...

Oi Glorinha,

Já assisti este filme umas tres vezes e é lindoooooo demais mesmo. Amo. E Johnny Depp nem parece o atual pirata do caribe, ahahahah (se bem que sou fã dele de qualquer maneira).

Mulher quer ser amada, valorizada, cativada, seduzida. Esse filme nos deixa suspirando mesmo.
Beijooos

Vivian disse...

Bom dia,Glorinha!!!

Adoro este filme!!É envolvente e muito romântico!!!!
Lindo seu texto...deu vontade de rever o filme!!
Beijos!
Bom início de semana!

Lívia Azzi disse...

Que delícia esse post, Glorinha!!

Senti uma nostalgia doce!! Vi esse filme no cinema quando tinha 11 anos, lembro de algumas cenas, da música, mas não lembro em nada do roteiro, risos...

Outra coisa que achei interessante é essa questão da transferência que você relatou entre o rapaz e o psiquiatra. Lembrei de um livro do Nasio que estou lendo que diz assim: "a genialidade de Freud está em ele haver compreendido que, para aprender as causas secretas que movem um ser, é preciso, primeiro, descobrir as causas em si mesmo... a genialidade não existe no desejo de desvendar um enigma, mas em emprestrar o próprio eu para esse desejo; em fazer do nosso eu o instrumento capaz de se aproximar da origem velada do sofrimento daquele que fala".


Fiquei com muita vontade de assistir...

carinhos e beijos!!

pensandoemfamilia disse...

Oi Glorinha
Já revi este filme algumas vezes e sempre descubro um ângulo novo para admirá-lo.
bjs

Glorinha L de Lion disse...

Oi Camille, é lindo né? e o que é o Johnny Depp nesse filme? Uau...que sexy! Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Luzinha, eu tb adoro ele, até nos piratas...ele é o máximo, excelente ator e é um charme...very, very hot...hehehe beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Vivian, dá vontade de rever mesmo...e vale à pena! beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Exatamente Livia. O filme trata disso...e é delicioso ver como a gente tb se envolve com a suposta "ficção " do falso Don Juan, torcendo pra que seja "real"...e é, depende do ponto de vista....muito bom o filme e seu comentário, muito pertinente, como sempre. Vc dá um toque cult aos meus posts....Obrigada querida, beijão