domingo, 1 de maio de 2011

Minha...

 Thaís, na minha noite de autógrafos clicada pelas lentes de meu amigo e fotógrafo Paulo Bastos

Deixo aqui para ela a letra de uma das canções que considero entre as mais lindas da MPB.
Para minha filha, que nunca deixará de ser minha, mesmo que nunca o tenha sido...
Para nós, mães, os filhos são nossos e para eles desejamos tudo o que há de melhor e mais lindo dessa vida.
Para ela, que agora que está indo novamente morar longe de mim e começa uma nova etapa em sua vida, que encontre a esperança e a força que sempre procurei dar como exemplo e que ela aprendeu com maestria, guerreira que é, como todas nós somos.


Minha

: Francis Hime / Ruy Guerra

Minha, vai ser minha
Desde a hora que nascestes
Minha, não te encontro
Só sei que estás perto
E tão longe no silêncio
Outro amor.
Como uma estrada que não deixa
Seres minha
Onde estejas
Como sejas
Vou te achar
Vou me entregar
Vou te amar
É tanto, tanto amor
Que até pode asssustar
Não temas essa imensa sede
Que ao teu corpo vou levar
Minhas és e sou só teu
Sai de onde estás pra eu te ver
Pois tudo pode acontecer
Tem de ser, tem
Tem de ser, vem
Para sempre, para sempre, para
sempre.



Não importa quanto o tempo passe, para mim será sempre a criança amada que saiu de mim e mesmo não sendo minha, porque não me pertence, minha será pela eternidade....




PS - No Brasil só no próximo domingo será comemorado o Dia das Mães, mas em Portugal o dia é hoje. Meu abraço e meu carinho a todas as mulheres mães e guerreiras desse planeta chamado Terra e regido pela força mais maternal que existe: A Mãe Natureza.

41 comentários:

Manuela Freitas disse...

Olá querida Glorinha,
Tens uma filha linda...linda...
Já ouvi dizer que os nossos filhos não são nossos, são para a vida...eu penso que serão sempre nossos, podem estar distantes, mas sempre estarão dentro das nossas preocupações e sempre é constante aquela ânsia de os abraçar.
Confesso que senti imenso quandos os meus filhos chegaram aquela idade e começaram a desvincular-se... os amigos, os namoros...quando até aí podiamos dispôr deles para tudo, para todos os programas, nós mesmos faziamos coisas em função deles...depois sentimo-nos um bocado orfãos...sem saber muito o que fazer, tentando acertar-nos a outro estilo...
Enfim assim é a vida e eu desejo as maiores felicidades para a tua filha.
Beijinhos querida e amada amiga,
Manu

Glorinha L de Lion disse...

Oi Manu, já estou chorando de véspera...ela vai morar em outra cidade a partir de amanhã, vai para um novo emprego e já estou com saudades antes que vá...mãe é assim, não é mesmo, em todos os lugares do planeta...Obrigada por vir aqui me abraçar e um feliz dia das Mães pra ti e pra todas as minhas amadas amigas portuguesas, beijos,

Cantinho She disse...

Ahhhhhhh que post lindo! Me emocionei...enfim, lindo post!

Que sua filha seja feliz em qualquer lugar que ela esteja... ;)

Minha Linda, comecei a ler o seu livro e os dois primeiros contos simplesmente AMEI! Parabéns, querida!

Beijo, beijo!

✿ chica disse...

Que lindo,Glorinha...Tão verdadeiro...Pra nós é sempre assim...

Desejo toda sorte e sucesso pra Thaís..Terá, cm certeza! `

beijos s duas ,chica

Tati disse...

Glorinha querida, li chorando. Por que conheço (mesmo que por aqui) a força da relação das duas. Chorando por que, como mãe, entendo o que te ronda. E chorando também por que sinto tão parecido com você que fui entendendo estes sentimentos que te rondam. A vontade de dar asas com o desejo de manter em seus braços. Desejo muita sorte na nova caminhada da Thaís. E que existam muitas e incontáveis oportunidades de encontro, para comemorar sucessos e celebrar o amor.
Beijos. Fique bem!

Glorinha L de Lion disse...

Oi She, obrigada, sei que deve estar gostando sim, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Chica, ser mãe, vou te contar, é um rosário de lágrimas e alegrias sem fim...enfim, que ela seja feliz! Obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Tati , vc é um amor. Sei bem como me entende pela alma sensível e mãe amorosa que é...somos todas iguais na essência...está lá, no meu livro...afinal, somos feitas da mesma matéria: amor incondicional por nossos filhos, Beijos querida, obrigada,

isa disse...

Tão linda sua menininha!
Ela será sempre a "sua menina",como
os meus Filhos já crescidos e casados serão sempre os meus menininhos que AMO!
Que ela vá em bem.
O Amor de Mãe é incondicional!
Ai é,é!
Beijo.
isa.

Ghost Writer disse...

Obrigado pelo comentário Glorinha.

Não sabia o que responder sobre o que dissestes sobre os abraços e sei que isto é algo pessoal, e uma seguidora do meu blogue respondeu em suas palavras, o que eu poderia responder:

Quanto a este post, tenho a dizer-lhe que temos algo em comum: afectividade não é comigo. Eu sou precisamente igual para a minha mãe. Não sou o que ela esperava que eu fosse e não me orgulho de ser como sou.

Hugo de Oliveira disse...

Que linda...bonita homenagem.

abraços
de luz e paz

Astrid Annabelle disse...

Glorinha vim aqui para deixar um beijo e contar que estou acompanhando seus passos como escritora...logo logo vou comprar seu livro...já havia dito isso para a Nilce.
Quando os filhos saem de casa é complicado...ficamos sem rumo mesmo....
Desejo sorte para a Thaís e calma para seu coração apertado de mãe.
Mais um beijinho com carinho.
Astrid Annabelle

Lúcia Soares disse...

Glorinha, falo o mesmo que a Manu.

Hoje é aniversário da minha mais velha e não pude abraçá-la, pois mora em Londrina, no Paraná, e eu em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Pude vê-la pela câmera, falar com ela mas não lhe senti o calor do abraço...
Para a Thaís, toda a felicidade possível.
Beijo!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Isa, amor de mãe não há igual! Compartilho contigo desse amor! Grande beijo pelo dia de hj! Obrigada pelo carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Olá Ghost, sei que é algo pessoal e cada um é de um jeito, mas a vida nos ensina com o passar do tempo que devemos viver nossos sentimentos com intensidade, pois ela se vai muito rápido...quando nos damos conta, passou, perdemos quem amamos e já não há o que fazer. Obrigada , abraços,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Hugo, obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Astrid, sei disso...Não se preocupe, sei tb de sua viagem agora este mês. Fique bem, vá em paz....sei que em breve lerá, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lúcia, mãe sofre demais, não é mesmo? Mas é uma alegria sabê-los bem e felizes, mesmo longe da gente. Que assim seja, obrigada pelo seu carinho, beijos,

Beth/Lilás disse...

É dona Glorinha, filhos são nossas metades, mesmo quando vão para longe.
Só desejo que Thaís seja feliz e dê tudo certo para ela nesta nova empreitada, ela bem merece!
E você pare de choramingar, porque agora, quem sabe, sai da casca do ovo e vai dar uns rolés na cidade em que ela vai trabalhar. Eu vou junto, posso? kkkkkkk
bitocas cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Tomara que tudo dê certo pra ela, né Betita? Olha quem está falando em choramingar! hehehe E por causa de filho? hehehe Faz-me rir! hehehe Só rindo mesmo....beijos,

Nina disse...

Oi Glorinha, valeu o comentário lá comigo, fiquei tbm chocada com o que vc disse, é impressionante a cara de pau desse povo,né?

Seu blog tá lindo! E que filha lindíssima é essa?? uau!

Glorinha, tava sempre querendo vir te parabenizar pelo livro que sempre via as pessoas comentando em seus blogs, mas sempre esquecia de vir, apesar do atraso, parabéns! colocar um livro no mercado deve ser bem difícil, nao?

Um bj grande e mt sorte com o livro!

Iram M. disse...

Nossa Glorinha
São tantas mães que cedo meu ombro pra chorar quando os filhos vão para a universidade fora de Viena.
Ainda bem que as minhas fazem por aqui e tão cedo não vão sair de casa.
A sua vai se dar muito bem. Como ela é linda, amiga!

Beijos

Ângela disse...

Glorinha, sei muito bem o que esta sentindo, estou passando por um momento igualzinho ao seu, minha filha Vanessa também se mudou, foi morar sózinha em outra cidade por conta de um novo trabalho. E nós só desejamos que sejam felizes, onde quer que estejam, não é mesmo???.
Mas esse sentimento de posse (RSRS) eu também sinto, digo que ela é minha e ponto, e ela acha graça.
Desejo que sua filhota seja feliz, nessa e em todas as etapas da vida. E a você meu carinho, eu estou precisando e tenho certeza que você também.
Um enorme beijo.
ps. alguns pedacinhos de Roma já esta por lá, apareça quando puder.
tenha uma ótima semana.

manuel marques disse...

Deixo um poema de :José Jorge Letria

Os filhos são figuras estremecidas
e, quando dormem, a felicidade
cerra-lhes as pálpebras, toca-lhes
os lábios, ama-os sobre as camas.
É por mim que chamam quando temem
o eclipse e o temporal. Trazem nos cabelos
o aroma do leite e da festa das rosas.
Voam-me por entre os dedos, por entre
as malhas da rede de espuma
que lanço a seus pés. Reinam
num sítio de penumbra onde não
me atrevo sequer a dizer quem sou.

Beijo.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Nina, pois é menina, cara de pau sem tamanho! O pior é que são tão medíocres que nem desconfiam que sejam elas...É sim, minha filha é linda! Obrigada pelo carinho, beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Iram, pois é, mãe quer sempre estar ao lado dos filhos, mesmo adultos continuam sendo crianças indefesas pra nós. Obrigada pelo carinho, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Gê, obrigada, então me entende tb....está passando pela mesma situação, né? Vou lá ver Roma correndo....ai ai, que saudade! Beijos querida,

Valéria disse...

Oi Glorinha!
Que bela filha!
Linda homenagem, de muito sentimento! Filhos são nossos, mas não nos ertencem, é verdade! Que ela tenha muita sorte nessa nova empreitada!
Não esqueci do seu livro que você já mandou o e-mail, estou me preparando para viajar, quando voltar providencio. Beijão e uma ótima semana!

nacasadorau disse...

Olá Glorinha!

Filhota linda! Parabéns.

Quem não sente, para sempre, "nosso" o filho da nossa carne, da nossa alma?
Mesmo depois de eles tomarem o seu rumo e voarem se afastarem ...
Mesmo assim, cuidamos sempre que eles não machuquem demasiado as asas nesses voos que só a eles pertencem.

Obrigada pela homenagem à mãe portuguesa, para Domingo retribuiremos :)

Beijinho doce,

Graça Pereira disse...

Há tanto que não passava por aqui...e descubro a Glorinha-Mãe,numa homenagem tão sentida à sua menina!É, os filhos não são nossos mas ele sabem que, quando bate um vento frio, têm sempre lugar no ninho!
Que tudo corra bem à tua filhota linda e vai correr porque é filha de uma mãe-coragem!
Diz-me como posso adquirir o teu livro?
Mil beijocas
Graça

angela disse...

minha querida writer, que sua linda e talentosa Thais, seja feliz, bjs

Glorinha L de Lion disse...

Que lindo, amigo Manuel e que sensibilidade a tua ao me mandar tão delicados versos! Amei, de verdade! Obrigada, filhos são nossas eternas crianças por mais que cresçam, sempre serão, beijos meu querido, obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Valéria, sem problemas, viaja à vontade e divirta-se. Filhos são nossos e no entanto não são...aí está todo o nosso sofrer, não é? beijos, obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Ná, as asas de nossos filhos os levam pra longe de nós, nisso está toda a dor de ser mãe, sejam as humanas, sejam as passarinhas...obrigada pela delicadeza, beijo grande,

Glorinha L de Lion disse...

Olá Graça querida, fico sempre feliz quando tu vens me visitar. Filhos são preocupação pra vida toda, não é? Estou tentando achar um modo de vender meus livros para outros países. Assim que souber te conto, tá?
beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Ângela querida, muito obrigada, espero que seja feliz e que os caminhos se abram pra ela, que a vida lhe dê o que merece, beijos,

Vicentina disse...

Linda Thaís, felicidades e muito sucesso, pra ela nesta nova etapa da vida.
Meu beijo hoje vai pra ela.
Bjs Thaís

Glorinha L de Lion disse...

Oi Vice, meu doce de leite! Pois é amiga, filhos criam asas...só desejo que seja feliz e se realize profissionalmente, sempre estarei ao lado dela, mesmo longe....beijos querida, obrigada pelo carinho,

Lu Souza Brito disse...

Oi Glorinha,

A Thaís é linda, parece uma boneca.
Morar longe de mãe é doloroso, eu sei disso, mas é muito necessário para 'sabermos quem somos e se realmente aprendemos tantas lições ensinadas ao longo da vida'.
Mas posso te dizer uma coisa? Após esta experiencia, ela será ainda mais SUA que antes. Eu penso assim, hoje sou muito mais da minha mae, e a quero muito mais que antes!
Um beijo! Muitas vitórias na vida da sua filhota!

Glorinha L de Lion disse...

Acho que sim Lu. Apesar dela já ter morado fora antes, mas a gente nunca se acostuma a ficar longe dos filhos.
Beijinhos flor, obrigada pelo seu carinho,

♕Miss Cíntia Arruda Leite ღ disse...

Emocionante!! Boa sorte para sua linda filha! beijos