sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Atendendo a Pedidos...

Minha Sheepdog, Cléo, teve 11 filhotes, mas só 6 sobreviveram... Vou contar a estorinha deles hoje...
Esse era o Serafim...o maior deles todos...era lindo! Esse dia foi a despedida dele, pois a nova dona veio buscá-lo...Era o preferido da minha filha, ela e eu passamos o dia com ele no colo...e eu chorei tanto na hora em que ele foi embora, que a dona queria me devolver, com pena de mim...Buááá....
Esse é o Chicão, e desde o início eu quis ficar com ele...pois ele tem um dos olhos azuis, mas quando bebê era um azul turquesa, tão lindo, que parecia uma conta...agora é azul transparente, clarinho... Não parece um bichinho de pelúcia?

Essa é a Cleópatra ou Piratinha, como minha filha chamava, por causa da mancha em volta do olho...parecia uma pintura egípcia...Meu filho a deu de presente pra namorada, agora ex (snif, adoro ela!) e hoje seu nome é Maggie. O outro, é o Chicão....olhem os narizinhos ainda sem pigmentação...quando nasceram, eram rosas, depois é que foram ficando pretos, aos poucos....Ai meus babys, que saudade!
Olhem só as almofadinhas das patas! Cor de rosa! Quem aguenta tanta lindura?
Tinha também o Tampinha (ficou com esse nome porque um dia, ele ficou com um cocozinho tampando o furingo dele e ele não conseguia fazer popô...tive que colocá-lo debaixo da torneira e levar a bundinha dele...coitado), e a Berruguinha (ela tinha uma falha no pelo) que depois, a nova dona, batizou de Capitu.

Adivinhem? João Francisco, Chicão para os íntimos...quase desmaiado de soninho depois de papar bastante...Viram o olhão azul?
Gente, 2 meses...olhem o tamanho do super extra large baby!
Chiquinha e Chicão ( inseparáveis, até hoje! ), Piratinha e Serafim...coisas mais lindas da mãe! Chegou uma época que essa placa de fórmica já não os impedia de entrar na cozinha...eles pulavam com a maior facilidade! E eles só tinham 2 meses aí nessa foto!
Que cara de tristeza...como quem pede: "me tira daqui...quero ficar aí, com vocês...me pega no colo?"
Não havia quem resistisse...

Cléo, a mãe mais desnaturada que já vi na vida e Chicão...e eu...(caramba, estou com um perucão!)
A Cléo foi péssima mãe...a veterinária diz que ela pensa que é humana...ela não sai de perto de mim, nem um minuto...então, ela não ficava com os filhotes...ficava comigo....resultado, eu tinha que levantar várias vezes à noite e levá-la pra dar de mamar aos pobrezinhos...Ela dava mamá uns 5 minutos, levantava e voltava pro meu quarto...os bichinhos choravam, berravam...e ela, lá, impassível, dormindo. Tive que dar papinha de desmame cedinho pra eles...e eu e minha filha ficávamos de babás dos filhotes pelas madrugadas a fora...

Essa á Chiquinha...a Fêmea-Alfa! Ela é "the boss"... ela é quem manda, ela dá as ordens. Cléo e Chicão tem o maior respeito por ela...ela é quem toma conta da casa, é a que não deixa ninguém entrar...é a mais inteligente e obediente...e a mais brava também.
Ela foi rejeitada, coitada, não por mim, mas meu marido não queria ficar com 3 cachorros desse porte, de jeito e maneira, vocês podem imaginar porque...
Tentamos vender, não conseguimos, e o tempo foi passando...tentamos dar, ninguém queria...um dia, ela já tinha 6 meses, meu marido chegou em casa dizendo que tinha conseguido um dono pra ela...a pobrezinha andava atrás de mim o tempo todo, igualzinha à mãe, e eu, já estava apaixonada por ela...
Meu malvado companheiro havia dado pra um vizinho nosso de condomínio que tinha um filho hiper mimado...O menino tinha um beagle, mas, como pulava muito na criança, e, dizia o pai, mordia o menino, sabem a solução que ele daria ao infeliz do beagle? Daria pra alguém, pra poder ficar com a Chiquinha! Óbvio que o menino devia puxar o rabo do cachorro, bater...e o beagle era um filhote! Filhotes não combinam com crianças pequenas...filhotes pulam, mordem...aliás, essa atitude do dito vizinho é típica de quem não gosta nem está acostumado com cachorros...
Quando eu soube disso, passei a mão no interfone e desfiz a doação...com a maior cara de pau, disse que meu marido havia se enganado...que eu estava vendendo e não dando...Aí, lógico que eles desistiram!
Fiquei de mal com meu marido "bonzinho" por uma semana...que maldade! Na primeira vez que a Chiquinha, com aquele tamanhão, pulasse na criança, íam se desfazer dela também...
E aqui ficou a lindinha, feliz e contente andando atrás de mim, balançando a bundona de ursa, cada vez que me vê...acho que é amor junto com gratidão...
Resultado, hoje tenho meus 3 pimpolhos, lindos, maravilhosos, educados (até os vizinhos elogiam...) e amados pela família toda...até meu marido, hoje, é louco por eles...apesar de reclamar às vezes...

Cleozinha, duende ajudante da mamãe, colaborando na arrumação da árvore de Natal.

Chicão, o descabelado mais lindo do mundo! E o mais bagunceiro dos 3...distraído, desobediente, bebezão, bobão....e adorável!
Esse é o happy end da estorinha dos meus 3 amores...a Cléo está doentinha, há quase 2 anos, mas vou tratando e espero que ela ainda dure muito...
Bicho prende? Prende sim, deixo de fazer muita coisa por causa deles. Dá trabalho? Muito... mas em compensação, quem, entre todos os seres, dá mais amor à gente, mais dedicação, carinho e lealdade que nossos bichos de estimação?
Minha vida não seria completa sem eles...eles me divertem, me distraem, me amam, andam atrás de mim o dia inteiro, às vezes até tropeço neles e já caí várias vezes com os encontrões que eles me dão...estou sempre cheia de manchas roxas nas pernas e braços...mas, são iguais à mordida de amor, não dói... Não troco esses sentimentos todos que eles me dedicam por nada nesse mundo.
Esse amor não tem preço!
Não posso nem imaginar o dia em que eles se forem...
Mas gosto de pensar que a alegria e o amor que eles me dão, me tornaram, com toda a certeza, um ser humano melhor...
Todo mundo deveria ter um bicho de estimação e aprender as lições que eles nos dão diariamente. Aliás, cada vez mais, tenho certeza, que os animais são muito melhores que as gentes.





















9 comentários:

Cris França disse...

que delicia de momentos Glorinha, carinho é uma cois boa mesmo não é, e os animais , melhor que muitos humanos sabem nos tratar tão bem. adorei ver estes momentos. bjs

Verena disse...

Nossa Glorinha fico uma semana sem visitar os blogs e acontece um monte de coisas com você, espero que esteja bem, mas pelos ultimos post deve estar.

AHAIHAUHAUHAUUA muito comédia seus dogs, e eles são imensos, devem te arrastar na hora de passeio. A Okami e a Hachiko tem que ir 4 puxando e as duas nem são tão grandes.

T____T Deu saudades delas agora, faz tempo que não vou visitar, acho que mas férias vou passar alguns deias com elas, por hora a Sakaki, minha gatinha vai dando conta do recado.

Abraços para você e se não conseguir passar por aqui ótimo natal (afinal é niver do Papai Noel. XD)

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha adorei o post sobre os seus cachorros da raça da Priscila. Lindo esse amor pelos animais. Tenho dois cachorros, uma weimaraner e um poodle. Tenho também um gato. Qualquer dia posto a foto deles também. Bjs pra vcs

Gina disse...

Glorinha, esse seu post rendeu muitos sorrisos e expressões do tipo, "ai que lindo, que fofo, que graça!"
Que dó a Cléo não ter cuidado dos filhotes!
Gostamos tanto dos nossos bichinhos, que os 2 cachorros tiveram posts especiais, O Yuki e a Branquinha. Se ainda não falei deles pra você, seguem os posts:
http://nacozinhabrasil-gina.blogspot.com/2009/05/bom-pra-cachorro.html
http://nacozinhabrasil-gina.blogspot.com/2009/10/dia-mundial-dos-animais-4-de-outubro.html
Amei seu post e seus amores de quatro patas!
Bjs.

Noiva em Fúria disse...

Hum que vontade de ter um desses.. Mas já tenho uma loira louca que me dá um trabalhão.
É a Mel, uma labradora de quase 40 quilos que pensa que é um podle e adora ficar no nosso colo.
Ela tem uma historinha de vida meio complicada, mas nós como bons pais já demos um jeito.´
Ela é simplesmente maravilhosa

Ricardo Calmon disse...

Glorinha amada miga nossa,repleto de saudade resolvo em oráculo eletronico seu visitar,e uma linda matilha de shepdogs encontro huhu não só amo,mas tenho um mestiço dessa raça incrível,o Flock,vou postar algo com uma foto dele!

Bzu em cardíaco seu ,amada amiga!

Viva Vida!

Silvana disse...

Glorinha, muito obrigada por essas fotos lindas, pela história de amor e lição de vida que nos passou!

Fiquei encantada com a história dos seus bebês... e como são lindos! Minha nossa, umas fofuras! E pensar que ainda tem gente no mundo que faz maldades com essas criaturas tão doces!

Eu sei do seu amor por eles, pois é como o que eu tenho pelos meus peludinhos daqui.... Chega a doer pensar que poderemos perdê-los, pensar que algué pode lhes fazer algum mal...

Vc fez bem em não doar a Chiquinha, já pensou no que aquele cara faria com o tempo? Ele a entregaria a qqr um um assim que a criança enjoasse...

Adorei todos eles, mas o chicão tem uma cara encantadora!!! Um fofo! e a Cléo é uma lady, bem dengosinha.... Uma cara de boazinha né?

Os cães dessa raça são arrebatadores! Um dia quero ter um desses!

Obrigada pelas fotos!

Beijoooo

Cibele disse...

Glorinha que lindos adorei, não tenho animais em casa devido a falta de tempo....
e qdo vi os seus fiquei com tanta vontade aiaiaia....
Papai Noel traz um desse pra mim kkkkkk

beijos

G I L B E R T O disse...

Glorinha

As crianças aqui em casa tem uma gatinha chamada Mél... sinceramente, não gosto de gatos, são individualistas e egoistas, prefiro os cachorros. Gatoso só veem o que é melhor para eles, os cachorros não, pensam na gente primeiro.

Mas, enfim, a gatinha veio, foi ficando, e a gente acabba se acostumando...


Parabens pelos seus bichinhos (com grandes aspas) eles são lindos!

Fiquem bem neste final de semana e em todos os demais, minha amiga!