quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Ok, Eu Me Rendo!


Entreguei os pontos...não consegui resistir a meu amor atávico pelo Natal...
E, por incrível que possa parecer, Eu pintei meu presépio!
É, isso mesmo, vocês não leram errado, pintei meu presépio, quando ainda era católica...
E, para horror de meus amigos crentes, pintaria de novo, quantas vezes fossem necessárias, pois acho lindo o simbolismo do presépio e tudo o que ele representa...
Alguém aí deve estar pensando: "uma herética pintando presépios...quanta hipocrisia..."
Não me considero nem um pouco hipócrita...vários pintores, músicos, escultores, em todos os tempos, construíram igrejas, templos, pintaram telas e tetos, esculpiram santos e deuses por encomenda, não porque fossem religiosos, mas por acreditarem que a beleza transcende as crenças humanas...E também, claro, por uma boa recompensa ou para agradar a seus mecenas...
Eu, não tenho mecenas, nem tampouco engordei minha conta bancária, pelo meu presépio e por todos os outros que pintei à época...ao contrário de tantos estrupícios metidos a dar lições de moral nos outros, que a cada vez que pronunciam a palavra deus, jesus ou senhor, ouvem o tilintar das moedas dos pobres e crédulos, caindo em suas caixas-fortes....

Natal pra mim, simboliza a possibilidade de renascimento...a esperança de que sempre é tempo de ser melhor, de aceitar o outro, de que podemos transformar o mundo, transformando primeiro nossas vidas...simboliza o amor que devemos ter ao nosso irmão, ao nosso próximo, independente de religião ou crença... Significa perdão...aos outros e também a mim mesma.. me perdoar pelas minhas falhas, pelos meus erros, pelos meus tropeços...
Natal deveria significar ética, honestidade, respeito...mas isso, não se aprende com qualquer um, nem em qualquer lugar...isso vem de dentro, carregamos conosco a semente e podemos melhorar através do exemplo que viermos a receber em casa, na cidade, no país...
Religiões e países sem ética, sem escrúpulos, não podem dar exemplos bons aos futuros cidadãos e cidadãs...aos seus seguidores e seguidoras, a seus fiéis...
Semana passada li a crônica semanal que o Arthur Dapieve escreve no jornal O Globo, na qual ele falava sobre a tolerância religiosa...tolerância essa, que ele, como ateu, não recebe. Ele conta que quando se diz ateu, há duas reações, ambas desagradáveis: ou se afastam, como se ele fosse um endemoniado, ou o tratam como um pobre coitado que ainda não teve a revelação.
E, como eu mesma já falei aqui antes, ele diz que se considera uma pessoa do bem, e que não aje assim por temor ou castigo divino, mas por ser a coisa certa a se fazer.
E, denuncia que, ser ateu no nosso país, pode ser tão difícil quanto se revelar homossexual. Muita gente, continua dentro do armário, com receio de ser discriminado, tamanho é o preconceito...
Cadê a religião numa hora dessas? Cadê o respeito à diferença tão propagandeado pelas igrejas da vida?
Hipocrisia...é essa a palavra, quando as coisas são muito bonitas pra se falar, mas não pra usar...
Bem, mas voltemos ao Natal...minha Cléo, minha duende ajudante desse ano, igual pinto no lixo, no meio dos enfeites...adora ficar deitada no meu tapete felpudo...
Meu DNA natalino falou mais forte, enfeitei a casa toda e, estamos conversados...
Quem quiser que se ofenda, quem não quiser, ótimo...
Quem me entendeu pode se tornar meu amigo...e quem não me entendeu, quem não quer ter amigo assim, sou eu...
Um Natal feliz pra todo mundo e, por favor, tolerância e respeito...mas quem sou eu pra ensinar isso a quem não teve a chance ou a vontade de aprender?









17 comentários:

welze disse...

alo, minha amiga querida. Bemvinda ao maravilhoso mundo dos enfeites de Natal. Que alegria em vê-la por aqui. É tudo por amor a nós mesmas, às nossas crianças, á nossa casa, á nossa família. Nós todos merecemos um lugar alegre, festivo, brilhante. Desejo que em cada cantinho de sua casa, enfeitado ou não, esteja um anjo da guarda espreitando por vocês. Bons dias lindona.

manuel marques disse...

Completamente de acordo querida amiga.Natal é sempre que nós quiser-mos.

Abraço.

António Rosa disse...

Glorinha

Gostei muito do seu post, sobretudo daquele parágrafo que começa assim: «Natal pra mim, simboliza...».

Quem fala em assim não é:

- herético nem ateu.

O seu texto fala em amor e em perdão. Gostei disso.

Ao longo do seu texto percebe-se que a Glorinha está distanciada da Igreja Católica. Também eu e, no entanto, sem praticar nenhuma religião formal, sei que amo a Deus, mas não aquele Deus que está nas sacristias poeirentas. Mas sim, aquele Deus vivo que está representado por todos nós, representado em si, também. :))

Nem acho que a religião (qualquer delas) tenha o monopólio da espiritualidade e... muito menos do processo de 'amar e perdoar'.

Também não têm nenhum monopólio naquela 'ideia' que chamamos Deus. Ele tem tantos nomes!

Acredito mesmo que nós existimos (nós, no sentido de eu, a Glorinha e todos os seres humanos (mesmo o mais cruel dos assassinos), existimos para ele, Deus, aprender connosco. Para aprender o lado imperfeito da Vida, da qual Ele faz parte.

Grande abraço.

António Rosa disse...

Ah! Esqueci-me de lhe dizer que fiz um linqe do seu blogue na minha «Comunidade». Grato pelo seu.

Paulo Tamburro disse...

GLORINHA É NATAL, UM EXCELENTE PARA VOCÊ E FAMÍLIA.

NA OPORTUNIDADE CONVIDO QUE VOCÊ CONHEÇA MEU BLOG DE HUMOR:" HUMOR EM TEXTO".

É DE GRAÇA!!!

UM ABRAÇÃO CARIOCA!

Cucchiaio pieno disse...

Amiga, o importante é ser voce mesma e seguir o teu coraçao, com certeza voce é muuuuito melhor que tantas pessoas que se dizem Cristas por ai'. Concordo com o jornalista, o importante é fazer o certo, por ser o certo e nao por temor a Deus, pois para mim Deus é amor e jamais meteria medo em seus filhos. Abaixo a hipocrisia!
Bjos
Léia

Vagamundos disse...

Tanto o Presepio como a àrvore ficaram lindos!!!
Beijinhos

Cibele disse...

Amiga vc esta certa faça sempre o que o seu coração mandar sua arvoré esta linda adoro presepios ainda não tenho, mas vou providenciar.
Obrigada pelas palavras de carinho no dia em que eu estava muito triste, me confortou muito tá, vc é uma ótima pessoa mesmo de longe gosto muito de vc, estava vendo seus posts abaixo como vc é linda Parabéns parece ser irmã da sua filha e não mãe.

beijo e obrigada mais uma vez.

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Pense numa mulher de atitude!!!
Parabéns por se expressar sem receio de discriminações, mas como você mesmo disse se assumir requer atitude e muitos não são o que realmente são, mergulham profundamente na hipocrisia.
Acredito em Deus, Aquele que me dar forças para ser melhor a cada dia e principalmente verdadeira.
Glorinha, você é 10 mesmo.
xeros!

Silvana disse...

Oi Glorinha!

Lembra-se qdo lhe disse que vc deveria conhecer melhor Joseph Campbell? Pois vc pensa o mesmo que ele. Ele fala de simbolismos e não de religião, de comunhão não pela fé, mas pelos símbolos e o que eles fazem conosco - para o bem e para o mal. Leia mais a respeito dele e vc vai amar e encontrar muitas respostas e entender muitos conflitos dos outros.

Mas nosso país, de colonização católica, tem essa arraigada intolerância com céticos e ateus. Isso já não ocorre em países de colonização protestante, onde o respeito é imenso à individualidade - seja ela qual for, de natureza política, sexual ou religiosa. Lá o respeito impera e ponto final. Isso que o Dapieve citou seria inconcebíbel em países nórdicos, por ex. Estive lá várias vezes e me surpreendi com esse imenso respeito. Mas a origem desse respeito só resgatamos qdo estudamos a história de lá e a limitação católica daquele povo. Essa foi a gde diferença.

Eu acho que essa simbologia, seja do presépio, da árvore, dos presentes, só nos enriquece. O que não deveria ocorrer é esquecermos a razão disso e ficarmos pensando somente em compras e gastos, como os americanos. O legal é como vc disse, entenrmos como renascimento, mesmo que pessoal.

Agora me diga: que folga é essa da Cléo??? Que coisa mais linda que ela é né? Toda grandalhona, patona, cabeção e mesmo assim delicadinha, com lacinho na cabeçona e tudo.... Tenho meu vira-latas misturado com a raça da Cléo que é um fofo, delicado até pra comer, todo meigo, me derreto por ele...

Adorei suas alamofadas Glorinha! E esse tapete fofo então? Um dia terei uma casa linda assim...rs

Beijoooo

Beth/Lilás disse...

Glorinha tô contigo e não abro!
Penso exatamente da mesma forma que você, apesar de que ainda acredito em Deus, mas o resto vejo também com estes mesmos olhos e sentimentos.
Como estamos na mesma sintonia, enfeitei a casa em Petrópolis toda este final de semana, mas confesso, faço-o pela minha mãe que já me proporcionou lindos natais na vida, portanto é para ela e por ela que fiz e fico contente.
No mais, a alegria de ver a família reunida e em paz neste dia.
um sper beijo carioca

Vivi disse...

Que lindooooooooooooooooo !!!!
Aí garota!!!!!!!!!!!!
gostei de ver...muito animada!!!!!
tá tudo muito lindo mas o mais lindo é seu cachorrinho só admirando né!!!!!
bjs

Renata disse...

Religião é um assunto que prefiro não comentar, tampouco discutir...Mas falando de Natal, acho que Natal são as ações de cada de nós, cada pessoa deve viver o seu Natal particular, exsercitando aquilo que acredita pra poder assim colocar em prática boas ações para com seu próximo!
Ainda não desejo a você um Feliz Natal, pois acho que teremos ainda muitas oportunidades, mas te mando Luz,já que independe de ocasião!

SUELY PERES disse...

ADORO PRESÉPIOS , E O SEU FICOU LINDO E QTO AO TEXTO, SEM COMENTÁRIOS. AMEI. BEIJINHOS

Amara e Rozani Pereira disse...

Oi Glorinha!
Sua árvore está linda!
Eu acho que cada um tem a religião que quiser!Se ñ quiser ter, melhor ainda!Chatos são aqueles malas que acham que a religião deles que é certa!Detesto gente mala que quer converter agente.Vai catar coquinho em ladeira!Pior é aquela cambada que prega aqui e rouba ali!!!
Eu acredito em várias coisas, como: astrologia,tarô,budismo e etc...
Mais tenho o pé muito atrás na religião católica e ñ acredito nada na evangélica.
Amei sua árvore!
Bjs, Rozani

Vicentina disse...

Glorinha, amiga querida vc falou e disse e pronto.
Seu presepio tá lindo.
A Cléo muito fofa só no soninho tudo muito bom.
Bjs

G I L B E R T O disse...

Glorinha

O importante mesmo é a gente estar feliz o resto... é resto!

A opinião dos outros é massificada, e quem disse que a opinião da maioria é a verdade?

Eu prefiro a verdade do meu coração, aquela que me diz que estou certo e que acalma minha consciência... Esta ainda é para mim o mais terrivel de todos os juízes!

Sejas feliz neste natal, minha amiga, e em todos os outros natais e, por favor, com muito presépio, muita alegria, muitos comes e bebes e diversão para amigos e familia.

Ser feliz é o que importa nesta vida!