quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Blogagem Coletiva - Minha Ideia é Meu Pincel

The Waterfall - Georgia O'Keefe


Início, Meio e Fim.
( Ilha Terceira )

Eis minha Ilha
Ela
A que originou-me
Em minha
Metade
Lusa
Ela
De onde vieram
Meus ancestrais
Do alto
Vejo
Suas cascatas
Hortências
Brumas
Fumarolas
Águas tépidas
Azuis

Eis minha Ilha
Aquela
Que vejo do alto
Esquecida
Sob as nuvens
Escondida
No nevoeiro
De um tempo
Muito antigo
Em seus
Mistérios
Revolvidos

Seus montes
Vulcões
Extintos
Adormecidos
Fumegam
Em minhas
Entranhas
Crateras
Ela
A que guarda
Meus segredos
E revela-me
Seu coração

Transforma-me
Redime-me
Renasce
Em mim
No meu
Mais profundo
Eu
A descobridora
A desbravadora
De minha estória
A Ilha
Remota
Origem
Trajeto
Que refiz
Ao passado
Trilhado
De minha
Memória
E de outras
Que não
Minhas
Mas que
Passaram
A ser
Completando
A outra
Metade
Que me
Faltava
Preencher

Cachoeira
Penedo
Penhasco
De onde
Avisto
Sem nunca
Ter lá
Pisado
Sobrevôo
Minha Vida
Meu início
Meio
Fim.


74 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Que lindo poema Glorinha!
Eu gostei.
"Sobrevôo
Minha Vida
Meu início
Meio
Fim."
Isso é forte!
Acho que agora você voltou ao normal!!!rsss
Parabéns!
Um beijo gostoso.
Astrid Annabelle

Beth/Lilás disse...

Pois é, maninha, você nunca foi nesta terra, mas visualiza tão bem como deve ser esta linda ilha de seus antepassados. Com certeza terá tudo isto, tantas trilhas e brumas guardando a sua memória que está lá, esperando-a no resgate que em breve chegará.
beijos cariocas

António Rosa disse...

Glorinha

Foi interessante que tivesse associado o quadro à ilha Terceira, um dos locais mias incríveis que a natureza fez. É uma das ilhas onde gosto de estar.

Tudo de bom.

António

Majju disse...

Perfeito!!! Simples assim!!!
Tenha um lindo dia!!
Beijos doces e perfumados!

Cucchiaio pieno disse...

Querida amiga
Esse quadro me reportou ao meu matrimônio, pois aqui é uma tradição dar um vaso de copo-de-leite aos noivos. Conheci uma senhora com mais de 80 anos que ainda tinha a sua planta no seu jardim. Infelizmente a que ganhei minha sogra deixou morrer nas minhas férias ao Brasil no ano passado, fiquei super triste por isso.
Bjo grande
Léia

Cucchiaio pieno disse...

Amiga nao quero que pense que sou doida, mas esse quadro para mim é uma espécie de teste de Rorschach. Tem ali a montanha, com neblina, mas acho que parece mais com o copo-de-leite - hehehe, coisas de psicóloga! Por isso desabafei minha amargura sobre minha pobre plantinha.
Bjo grande
Léia

pensandoemfamilia disse...

Bom dia
Começo por aqui esta viagem das percepções.
Uau, amei:
Que belo voo, presente passado futuro, visto através da metáfora contida no seu próprio eu (ilha).
Bjs,

Mylla Galvão disse...

Glorinha!

Vc se superou heim?
Vou postar e venho já colocar o link para vc!

Meu link com a postagem quentinha é:

http://vidaslinha.blogspot.com/2010/11/bc-minha-ideia-e-um-pincel.htm

bjão

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Lindo!
Ver no quadro a origem, o caminho, a ancestralidade.
A ilha segura, que lá guarda nossa essência, o que somos. E que lá voltamos para buscar mais de nós mesmos, para lá voltaremos ao fim de tudo.

lindo mesmo, Glorinha.
bom dia

Maria Izabel Viégas disse...

DIVINO!!!!
MARAVILHOSO!!!
TRANSCENDENTAL!!

Querida Glorinha - San:
Uma viagem na Linha do Tempo, parece-me uma vivência em regressão em TVP.
Glorinha, tenhamos ou não uma religião, as nossas lembranças "ancestrais" chegam a nossa atual vida.
Isto nota-se em estudos de mapas astrais... a hereditariedade que chega através de nossa família original. è comum numa família alguns com mesmos signos.
E cada lembrança está armazenada em código nas nossas células.
Imagina , a beleza de experiências comprovadas com macacos: quando um de determinada espécie aprende algo, imediatamente todos os seus iguais, estejam eles em lugares distantes do planeta, passam a assumir o mesmo comportamento!
Uma semente de uma conífera nasce perto de sua mãe, sabendo o como deve crescer!Meu cunhado, professor de Agronomia na Univ Federal Rural diz nunca terem conseguido fazer mudas de ipê-roxo com sementes lá levadas.
E ficou surpreso, com a quantidade de mudas que fazemos aqui na minha casa, no meu jerdim pequeno. Caem sementes do meu ipê na minha calçada. E elas brotam, ficam lindas mudas, muitas já doei a amigos.
Claro, estão ao lado da árvore- mãe, recebem os comandos.
É um esplendor!

Acredito, bem tenho "certeza" que cada um de nós pertence a um grupo de iguais, pessoas com o mesmo teor vibratório. E que quando um de nós, por exemplo, "aprende realmente a perdoar", todos parecem dar o mesmo salto.
Já notou que, assim do nada, sem motivo aparente, visível aos olhos e à razão, mudamos o teor de nosso senimento. mudamos nosso pensar e atitude?
é assim... a ciência já explica!

Beijos no teu coração, amadamiga!
Lindíssimo poema.
Transcendental vivência!

Manuela Freitas disse...

OLá querida Glorinha,
Adorei mais um dos seus excelentes poemas, sempre feitos com tanta sensualidade e garra!..
Aqui associado à procura das tuas raízes, quem tem sido uma motivação há uns tempos!
Que posso dizer mais? Tu és brilhante!...
Desejo que te encontres melhor.
Beijinhos webmana do meu coração,
Manú

Lu Souza Brito disse...

Olá Glorinha,

Uma bela viagem ao passado - a essencia.
Seus poemas são sempre envolventes.

Eu brinquei um pouco com a minha tela - ela nao me trouxe o mesmo tipo de sentimento que as anteriores.
Bjos

Isadora disse...

Eita que a poetisa tá que tá. Glorinha, a cada nova passagem por aqui, nos deparamos com poesia pura que nos faz caminhar junto e sentir a emoção advinda das palavras.
Gostei muito e gostei muito do que me passou essa imagem.
Um beijo

Chica disse...

Que lindo voo sobre as águas da cachoeira,Glorinha!

Adorei!

beijos,tudo de bom,chica

Marli Borges disse...

Glorinha, que lindo esse poema, que sensibilidade e que vôo pelos caminhos da vida hein!!!! Parabéns.

Élys disse...

Glorinha
Início, meio e fim, desenvolvido com tanta beleza e com muito sentimento.
Tive a impressão que você quando escrevia estava lá,
realmente,sobrvoando a Ilha Terceira.
Parabéns, Lindo!...

Angélica Roz disse...

Lindo Glorinha!! Adorei! :) Bjss

Taia Assunção disse...

Gostei Glorinha, imagem e poesia. Penhasco
De onde
Avisto
Sem nunca
Ter lá
Pisado
Sobrevôo
Minha Vida
Meu início
Meio
Fim
Seus textos são ótimos! Um convite a reflexão. Beijocas!

Glorinha L de Lion disse...

Astrid querida, estou voltando, ainda não 100% mas estou voltando...obrigada por suas palavras. Estou de tal forma mergulhada nesta Ilha que vc nem imagina! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é web mana, vc bem sabe que sim, em breve, minha Ilha será realmente minha. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Olá Antonio, pois então, ando mergulhada nas águas dessa Ilha, à procura de mim mesma. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Majju, um lindo dia pra vc tb! Bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Léinha, amore, vc visualizou tudo o que eu tb vi e creio a autora quis transmitir. Que pena que teus copos de leite morreram...mas tb pediu pra sogra cuidar? Imagina o vodu...hehe beijos linda,

Glorinha L de Lion disse...

Uau Norma, fez uma análise realmente freudiana: eu=ilha, realmente, todo homem é uma ilha...e eu ando passeando por esta ultimamente na minha imaginação. beijos, obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Mylla, seu link já está no blogroll, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Alê, meu querido, obrigada por suas palavras, é isso mesmo...ando a percorrer essa Ilha ultimamente e por um bom motivo ela está na minha imaginação, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Izabel San, sua gafanhota agradece sensibilizada a linda análise transcendental que fez de seu poema! Gafanhota anda às voltas com memórias que não são dela, Izabel San sabe não é?
Pois então, vi na tela o que ando "vendo" na imaginação...coisas de gafanhota escritora. Obrigada mestra, beijos mil por entre as brumas de minha memória atávica,

Glorinha L de Lion disse...

Manu, minha querida amiga, estou melhor sim! Essas blogagens tem mexido comigo, com meu eu interior...sabes bem o quanto! Obrigada por apreciares meu poema, ainda mais tu que sabes de toda a estória por trás dele...obrigada amiga amada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Lu querida, obrigada, foi realmente uma "viagem" à minha ancestralidade e ando mergulhada nela em busca dos meus tesouros da alma. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Isa querida, obrigada, as blogagens são boas por isso...posso me exercitar à vontade e ver outros olhares tb, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

OI Chica, obrigada amiga, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Marli, obrigada, vcs todos tem me ajudado a pecorrer minhas trilhas interiores me mostrando outras visões, outros olhares. Isso é muito bom! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Élys e eu estava, aliás ando sobrevoando muito esta maravilhosa Ilha ultimamente! Obrigada pela sua sensibilidade, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Angélica, obrigada querida, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Taia querida amiga, refletir e pensar sobre as coisas da vida, sobre telas, imagens, poemas é tudo de bom né? Que bom que tenho despertado isso em tanta gente. E que maravilha que as pessoas sensíveis como vc tem se deixado despertar! Grande beijo,

Bombom disse...

Glorinha, adorei passear contigo pela ILHA! Ninguém acreditaria que nunca a visitaste, pois descreveste-a magistralmente com os olhos do coração e da mente. Assim, um retrato fiel!...
Em boa hora lançaste este desafio, que tantas e tão boas participações tem provocado! Estão todos de parabéns.Bjs. Bombom

Glorinha L de Lion disse...

Bombom querida! Claro que já a visitei em sonhos, tenho estado lá em meus devaneios, bem sabes...esta blogagem está maravilhosa não é mesmo? Com têm escrito maravilhas os que dela participam e os que vem aqui comentar. Deixo-te meu beijo, cheio de hortênsias azuis...

welze disse...

oi minha amada. estou cansada, mas é fisicamente. sem muito tempo para quase nada. Mas não pedirei desculpas por não ter vindo muito à miúde por aqui, pois espero que entenda. as coisas estão clareando por aqui. lentamente, um dia após o outro, mas estão. Tenho a impressão que você é uma lua, minha lua. Uma lua com mistérios, faces e fases ainda ocultas, ainda por serem descobertas. Algumas que nem você mesma conhece. Quando fala que quer desistir, aí então sei o quanto não se conhece. Desistir? Você? Nunca, jamais. Você briga, apanha, mas desistir nem pensar. Agarre-se em mim, minha deusa. Vamos juntas sair desse marasmo. Você não viu que agora estou motorizada? Pois é. Meu BLUEBERRY pode nos levar para qq lugar. Até para o fim do mundo. Vamos dar uma chegadinha por lá, tomamos uma gelada e depois voltamos com mais ânimo. Quero lhe sentir bem. beijos beijos beijos.

LILIANE disse...

Querida Glorinha
é gentil o universo que nos dispõe de lugares onde podemos conservar os nossos segredos.
Foi de muita intensidade mesmo o que escreveu.
que bom que está nos proporcionando tanto encontro, tanta profundidade.
um beijo carinhoso

Glorinha L de Lion disse...

Welze queridona Fico tão feliz com as boas novas! Azulão, sobrinha se recuperando...agora só falta vc pegar a estrada num findi e vir aqui me ver! Quem sabe? Grande beijo amada, obrigada por seu carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Liliane, obrigada, refletir é sempre bom né? Que possamos refletir muito juntas nessa blogosfera com todos os amigos, né? beijos,

Socorro Melo disse...

Oi, Glorinha!

Está lindo, poético, e com uma nostalgia simplesmente adorável.
A conlusão mexe com a gente, nos leva a uma viagem através do tempo, de um tempo que não vivemos , mas, que nos deixaram algum legado.

Obrigada pelo seus comentários lá no Blog, pra mim é uma honra.

Beijos
Socorro Melo

disse...

Encantadores como sempre seus poemas. Lindo esse sobrevôo, e intensa percepção de vida, do ser, do estar!!! Bjos

Glorinha L de Lion disse...

Socorro, amei mesmo o que escreveu! Vc escreve muito bem, é verdade! E eu é que me sinto honrada por poder contar com tanta gente maravilhosa brincando comigo de sonhar através das telas. Bom demais! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Rê, obrigada querida! É fechar os olhos e se deixar levar...deixar a tela nos levar...eu fui! Beijos,

Mila Viegas disse...

Guxa,
Você me arrepiou! Lindo e como disse a Bethita, você visualiza tão bem esse lugar a ponto de nos fazer visualizar também.

Hoje estou emotiva... rs.

beijos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Miguxa, obrigada, mas falar que hj vc está emotiva é redundância ne´? Quando é que não estamos? hehe beijos,

Lianara **Lia** disse...

Glorinha, querida!

Linda peosia!

Renasce
Em mim
No meu
Mais profundo
Eu
A descobridora
A desbravadora
De minha estória

Maravilhoso! Amei!

Beijos
Lia

manuel marques disse...

Conheço bem a Ilha Terceira,é linda como você,resistente como você um amor como você.

Excelente participação,adorei.

Beijo.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lia, obrigada, escrevi com a alma e o coração, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Manuel querido, esse é meu mais novo sonho: conhecer a Terceira! Estou louca por ela! Obrigada pela gentileza, és um gentleman! Beijo grande!

orvalho do ceu disse...

Olá,minha flor
Chego finalmente ao seu post, que deixei propositalmente por último...
Hoje vc não calcula como está meu coração...
Tão assentado dentro de mim!!!
Como há tempo...
Vc também, como eu... pediu algumas coisas:
"Transforma-me
Redime-me
Renasce
Em mim"...
Me vi em vc... numa irmandade na essência de ser mulher... sem distinção!!!
Estou emudecida e com o coração encharcado de água como disse em eu post... mas com água de pranto encubado... querendo descer como uma abundante cachoeira...
Talvez à noite ela vai rolar e lhe dizer, ternamente,querida amiga:
Chuá!!! Chuá!!!
Bjm em seu nobre coração...
Mas, vc merece no dia de hoje:
Alegrar-se, minha irmã!!!
Com O'keef encantamos... "seduzimos"... embelezamos o mundo...
Muita paz e alegria pra VC!!!

Glorinha L de Lion disse...

Com certeza Rosélia, embelezamos todos um pouco mais a blogosfera com tão diferentes e encantadoras visões de uma mesma tela. Foi lindo...deixa as águas rolarem...emoção boa é bom de sentir! Beijos,

lolipop disse...

Querida amiga,
Chego tarde quando já tudo foi dito...desconhecia essa sua metade Lusa. A descrição poética da Terceira está...belíssima. Digna do santuário da natureza que ainda são os Açores.
Abraços nas suas duas metades...
Ternuras

Sulamita disse...

Olá,Glorinha foi através do Blog Acolher com Amor acabei parando por aqui aproveitando para tomar um "Café com bolo", rs... Amei a idéia e resolvi participar;

Permita compartilha desse fragmento tão inspirador... tem tudo haver com a filosofia do meu blog.

"Transforma-me
Redime-me
Renasce
Em mim
No meu
Mais profundo
Eu
A descobridora
A desbravadora
De minha estória"

Amanhã mesmo meu post será "Minha Ideia é Meu Pincel Blogagem coletiva".

Te sigo; aguardo sua visita para compartilharmos das idéias que geram metamorfose. http://sulamacedo.blogspot.com/

abç/bjo.Sula

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Me permita voltar... agora sim acabo de ler e comentar a todos os amigos...
Já aterrisei... com outros textos que li mas estou já vibrando e sabe por que???
Vc já nos deu outro presentaço... Oba!!!
Azul da cor do céu... do mar...
Já estou feliz como menina sapeca... e a dançar como vc está nos sugerindo...
Ótima noite,minha amiga!!!
Um descanso restaurador pra vc,tá???

Sulamita disse...

Retificação: hoje mesmo estarei postando "Blogagem Coletiva - Minha Ideia é Meu Pincel". abç.

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Ai que coisa mais linda e inspiradora acabei de ler...isso porque a bela escritora está sonhando e de bode rsrsrsrs imagina se não estivesse assim!? rsrsrs Vc arrasa Glorinha, sempre!
Beijinhos florzinha linda.

Flores e Luz.

Suziley disse...

Sensibilidade e beleza nos seus versos, Glorinha! Parabéns!! Um grande beijo, boa noite :)

Glorinha L de Lion disse...

Oi Loli, pois essa metade lusa anda a fazer maravilhas em mim, nem te conto! Quanto à Terceira, um dia ainda vou lá, com certeza! beijos e obrigada por teu carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Sulamita, bem vinda, esteja à vontade pra tomar café com bolo comigo e participar da blogagem, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Rosélia, então gostou? Vamos dançar minha amiga, em azul! Boa noite pra vc tb! Até amanhã! bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Monica, minha fada linda! Obrigada, sempre gentil comigo. Um anjo é o que vc é. Obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Susiley, obrigada, foi bonito hoje não foi? Agora vou descansar estou exausta! Beijos,

Luma Rosa disse...

Glorinha!! Passei o dia submersa em água geladas (rs*) e não pude participar em tempo da blogagem, mas publiquei agora, atrasadíssima! Desculpe! Beijus,

Susana Vitorino disse...

Querida Glorinha! Amei esse seu poema! Ía jurar que você é portuguesa! rsrsrsrsr

Tem muito de Alma Lusitana, sim.

Gostaria de deixar neste comentário todo o meu apreço por estas suas iniciativas.

O meu coração transborda de tanto carinho que vocês me têm dado.

Tenho tanta pena de não ter 100 olhos e 100 mãos para poder lêr tudo e absorver e saborear e comentar...UFF!!! Estou "em falta" com tantas leituras vossas.

Mas venho aqui, no seu comentário, porque sei que você é lida por muita gente deixar o meu MUITO OBRIGADA A TODOS que têm passado no meu blog deixando tanto Amor, Energia, Ternura. Para isso sim, fico sem palavras. Só um som gostoso no coração*

Me desculpem não ter tempo para lêr e comentar todos vocês*

Já vi o próximo quadro! Você é tramada hein, Glorinha! rsrsrsrsrs


Mas você me inspirou tanto, que quem vai lançar um próximo desafio, sou eu! ME AGUARDEM, todos vocês*

COM MUITO AMOR E CARINHO AQUI DESTE LADO DO ATLÂNTICO, UM ABRAÇO GIGANTE CHEIO DE LUZ*********

Vossa

Susana - como me chamou hoje Astrid Annabele - uma cidadã do mundo* ;)

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lumita, vou lá te ler! Agora nas madrugas...rsrs...bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Susana, cheguei a ficar emocionada com teu recado! Que alegria sinto em proporcionar isto às pessoas. Fico imensamente feliz. E ao chamar-me de "portuguesa" fiquei cheia de orgulho, pois hj para mim foi um dia de uma realização pessoal incrível, por um motivo que por ora, ainda não posso contar aqui. Obrigada Susana, de coração. beijo grande,

Elaine disse...

Glorinha, lindo sua postagem, suas palavras são sempre doces.
Obrigada por suas palavras, espero estar correspondendo, bjos!!

Camille disse...

Entendi agora. É o da Georgia O Keefe, claro. Por isso a Luma escreveu sobre isso. Fica para a proxima! Ola amigos da Glorinha, nao visitem meu blog no sentido de ver a minha participaçao, pois nao estou participando da blogagem. Adorei a idéia. Mas so tinha o dia de ontem para participar e fiz tudo errado. Gostei do meu post, mas nao faz parte dessa blogagem.
Bjos a todos. E a Glorinha, aussi!!!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Elaine, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Camille, fique à vontade. Se quiser fazer só um pode também, é só me avisar, tá?
bjs,

Cantinho She disse...

Uau! Calp, clap, clap! (muitas palmas) Beijo, beijo!
She

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada querida She, bjs,