sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Quando Eu Não Sei...







Quando não sei nada sobre uma coisa, sei tudo.
Porque tenho todas as possibilidades diante de mim.
Pelo fato de não saber, todo um leque de novas janelas se abrem ao meu não saber.
Na ignorância, se pode tudo.




41 comentários:

Carla Farinazzi disse...

Sim, Glorinha...

Tem vezes que é melhor não saber. E seguir essa coisa poderosíssima chamada intuição.
Melhor apostar.
Melhor não entender.
Melhor seguir, apenas.

Beijos

Carla

Suziley disse...

Que graçinha de imagem...hehe!! Já dizia o filósofo grego, Sócrates: "Sei que nada sei". Então, já sabia um pouquinho. De que nada sabia. E assim é o nosso saber. Um lindo dia para você, Glorinha. Beijos, :)

Chica disse...

Muito linda reflexão essa e que doce imagem!

beijos,chica

Yasmine Lemos disse...

Saber tudo pra quê??? É isso mesmo. Não quero todas as respostas, elas me deixariam muda e sem razão.
bom dia Glorinha e um ótimo fds! beijos

Astrid Annabelle disse...

Verdade verdadeira!
Glorinha, o não saber permite o acesso ao campo das infinitas possilbilidades!!!
Grande sacada!
Beijo doces para um dia de paz!
Astrid Annabelle

Cris França disse...

Para sermos preenchidos, muitas vezes é preciso ser página em branco. bela reflexão, bjs minha amiga querida e bom final de semana

Lu Souza Brito disse...

Livre de conceitos pré concebidos, temos chances maiores de acertar - sem a tal "trava' na visão que o saber as vezes nos dá.

Beijoooooos

pensandoemfamilia disse...

Sim, quando não temos idéias pré concebidas sobre pessoas, situações e outros , quando não nos armamos de verdades,, premissas, podemos abrir todos os nossos sentidos para o conhecer.
Linda reflexão.
Bjs

Lúcia Soares disse...

Colocou-se "de castigo" porquê?
Que bom que não sabemos tudo e não sabemos nada de muita coisa.
Assim é.
beijo!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Carla, pois é, às vezes eu queria ser assim...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Susiley! Eu, só queria me fazer entender...e é tão difícil...palavras tem um peso enorme! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Não é fofa? Também achei linda essa imagem Chica! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Yasmine, eu queria saber bem menos, talvez fosse mais feliz...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Astrid, tenho uma amiga que diz sempre essa frase: "Na ignorância, vc pode tudo" e é a mais pura verdade! Beijos amore!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Minha linda amiga Cris, tb queria ficar "em branco" às vezes. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Exatamente Lu, vc é uma sábia, menina! Garota de sensibilidade ímpar!Te adoro, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Norma: minha proposta para a blogagem era essa...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKK Não Lúcia, não "estou" de castigo não! Só quis mostrar que o que eu não vejo ou não "conheço" fica mais fácil de enfrentar...a tal da ignorância da falta de medo de fazer o que não conhecemos...Dá pra refletir bastante sobre esse tema não é? beijos,

Cucchiaio pieno disse...

E' a mais pura verdade amiga!
Bjo grande
Léia

Glorinha L de Lion disse...

Não é mesmo Leinha? Acabei de passar por lá pra te deixar um beijo, amore! beijocas!

manuel marques disse...

É melhor ser ignorante de alguma coisa do que aprendê-la mal ...

Beijinho e bom fim de semana.

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK! Com certeza meu amigo, com certeza! Beijinhos e bom fim de semana também.

Paula Pacheco disse...

Olá querida Glorinha, passei para te desejar um otimo fim de semana e também te convidar para participar do sorteio em meu blog,
bjs
Paula

William Garibaldi disse...

Eu certa vez li um livro que não cabe sitá-lo, mas uma das milhões de frases dele que ficaram marcadas para mim...é esta:
"Quando se está no comando, é difícil alguém ter a coragem de segurar-nos pelo braço e dizer: Pare com isto, você está agindo mal! "
Bom está dito!
Beijos de Luz!
William Garibaldi

Glorinha L de Lion disse...

William, não entendi seu comentário...beijos de luz pra vc tb!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu entendi o texto, realmente no "vazio" há espaço para o "todo", já que nada o preenche.

a única coisa ruim da ignorância (que não é crime não saber) é bater no peito com orgulho dela e espalhá-la, assim eu acho.

bom dia Glorinha e bom fds

Beth/Lilás disse...

Maninha,
Vou tentar interpretar aqui o que você está querendo dizer e responda-me se estou certa ou errada:

Quando não sabemos nada sobre o autor de uma determinada tela, no caso Frida Kahlo e sua triste história, podemos imaginar que aquela figura ali retratada é qualquer coisa, como linda, triste, feia, enfeitada, ridícula, colorida, brasileira, mexicana, tropical, ou seja, o que quisermos e nossa imaginação nos levar a criar.
E 'criar' era o que você mais queria, competente organizadora de blogagens de sucesso que arrebanhou dezenas de pessoas, creio eu, interessadas em interagirem através do conhecimento de si mesmos e da belezas das coisas.
um beijo grande, carioca.

Glorinha L de Lion disse...

Paulinha querida, saudade de vc minha amada amiga! Bom fim de semana pra vc tb, vou lá sim, pra participar! Beijo grande!

Glorinha L de Lion disse...

Alê meu querido amigo, eu nem tinha a menor dúvida de que vc me entenderia. Amo vc! Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Certíssima Betita querida! Dez, nota dez pra vc! Hehehehe, isso mesmo, gente inteligente! Adoro isso! Te adoro também, beijos , boa noite!

Carla Farinazzi disse...

Glorinha,

Retorno pra lhe deixar um agradecimento enorme por suas palavras. Por sua sinceridade e por ser exatamente assim como você é.

Um beijo enorme

Carla

Glorinha L de Lion disse...

Carla, sou eu quem te agradeço! Obrigada por essse afago, bom final de semana, grande, enorme beijo!

António Rosa disse...

Olá Glorinha,

Sem dúvida que «na ignorância, se pode tudo». É o que somos.

Aproveito para lhe deixar aqui um convite:

Olá, bom dia de sábado,

Este é um convite para participar na entrevista colectiva que estou a preparar para a Astrid Annabelle, do «Navegante do Infinito». Publiquei hoje um post com esse convite.

Seria um prazer contar consigo nesta entrevista coletiva à amiga e bloguista Astrid.

Por favor, clicar aqui para aceder ao post onde peço que deixem as perguntas.

Abraço,

António
«Cova do Urso»

Zélia Guardiano disse...

Magnífico, Glorinha!
Verdade mais do que absoluta, esta que você nos passa: o saber que não se sabe abre um janela para o infinito!
Grande abraço, amiga!

Uni ver sos disse...

Oi Glorinha, tudo bom com vc?!

Estou passando para lhe fazer um convite muito especial,

Gostaria de convidar vc para participar do nosso 2º Amigo Oculto de Natal, as inscrições estão abertas para quem quiser participar, será uma linda festa de confraternização virtual. Para saber mais detalhes e se inscrever passe no meu blog.

Abraços e obrigada!!

Ξ ѕ t є я

Blog da Anabela Jardim disse...

Realmente os mais esclarecidos acabam sofrendo um maior impacto das consequências na vida ...

Glorinha L de Lion disse...

Antônio, agradeço o convite, mas não poderei participar, já expliquei à Astrid, abraço,

Glorinha L de Lion disse...

Com certeza Zelia! Verdade verdadeira! beijos querida, bom fim de semana,

Glorinha L de Lion disse...

Ester, obrigada pelo convite, bjs,

Regina Rozenbaum disse...

Depois do que li lá embaixo (desde Frida)ficou perfeita essa reflexão! Não é fácil, como acreditamos, escancarar as janelas para esse "admirável mundo novo"...mais fácil estarmos com elas adequadamente lubrificadas, comodamente fechadas ao abismamento causado pelo diferente, e entreabertas para o habitual...seja para o conhecimento, para as relações, para a VIDA!
Beijuuss n.c.

LILIANE disse...

Glorinha
por isso eu acho que as crianças aproveitam mais a vida.
não tem respostas para tudo.
são bem receptivas.
sao criativas.
não tem barreiras.
eu bem que queria ter este encanto.
ser inocente
beijo