terça-feira, 9 de novembro de 2010

Mal de Alma.

Sinceramente, eu não sei o que eu tenho...
Ando angustiada, sem saber o que quero.
Vontade de ler e escrever e mais nada.
Não sei explicar o que ando sentindo, pois nem eu mesma sei.
Vontade de nada. De não fazer nada. De não falar nada.
Mas as obrigações me chamam. Os deveres me chamam.
Não ando bem. Ando sem esperança.
Sei que sou de fases e amanhã posso acordar cheia de alegria.
Sou assim.
Num dia bem, noutro péssima.
Ando achando que não sou tão boa assim.
Ando com vontade de desistir.
Ando sem forças pra continuar nessa luta.
Desculpem meu desabafo, mas é que ando me sentindo só no meio da multidão.
Isto é um chavão, eu sei, mas é verdade. Pois a solidão existe aqui, dentro de mim. E parece que não há nada que possa preenchê-la.
As notícias não chegam e a mediocridade bate à minha porta diariamente.
Olho para os lados e a boçalidade grassa.
Serei eu mais uma mediocre?
Farei uma ideia acerca de mim que não corresponde à realidade?
Farei eu parte da indigência mental que vejo às centenas? Serei uma pretensiosa?
Estou como Fernando Pessoa, sem saber qual é meu lugar neste mundo.

41 comentários:

Meru Sâmi disse...

Olá, Glorinha1

Ô amiga, eu a entendo, quando estamos adoentados tudo ao redor perde um pouco o brilho ao nossos olhos.
Mas, você não perdeu o seu para os amigos! Olhe a delicadeza desse selo que você escolheu tanta suavidade tem um brilho que não ofusca e sim encanta.
Às vezes, e ultimamente com mais frequência, faço-me as mesma pergunta que você faz. Me esforço, estudo e me policio feito uma louca, mas parece que "o do contra" é muito forte, então digo a mim mesma: Se existisse abundancia dediamantes como há de britas, eles não seriam tão valiosos. Me auto-consolo, ligo o som e volto a dançar ( nos dois sentidos).
Amanhã estarei postando algo para você no Shapparu, dê um pulinho lá, quando sentir-se bem!
Torcerei para sua melhora, de coração!

Beijos e forças!

Élys disse...

Glorinha,
Permita-me colocar a minha palavra para com muita ternura tentar te dar um pouco de força.
A vida tem fases, tem pedras no caminho, muitas coisas são colocadas em nossa frente para que possamos evoluir. Este é o nosso objetivo neste planeta.
Procure ver na flor que desabrocha, no cantar de um passarinho, no sorriso de uma criança, nas estrelas do céu, uma Presença Maior, que nunca nos desampara.
Deus, mantém em seu coração uma Centelha do Seu Amor e você nunca está sozinha.
Tenha a certeza, somos frutos dos nosso pensamentos. Pense que tudo vai ficar bom que só felicidade e alegria se fixarão em sua vida e tudo se modificará, para melhor.
Paz e Luz,
Élys

Malu Machado disse...

Oi Glorinha,

Acho que tem momentos na vida que ficamos mais reflexivos. Afinal, o que vale a pena? Mas esta amargura, o que posso te dizer? Também é um chavão, mas passa.

Também ando dias desse jeito. Deixando a vida me levar e meu único acalanto é escrever.

Espero que amanhã você esteja melhor.

Um beijo grande,

Beth/Lilás disse...

Maninha,
Eu ia deixar escrito algo por aqui, para lhe dar forças, mas o amigo
novo aí em cima, Élys, falou tudo que eu também penso.
Força, minha amiga!
bjs cariocas

Cucchiaio pieno disse...

Querida Glorinha
Espero que, como voce mesma disse, amanhã acorde cheia de alegria, pois te ver sem esperanças e com vontade de desistir me deixa muito preocupada. Por mais que sei que nao posso ajuda'-la, quero que saiba que voce nao esta' so' - mesmo sentindo-se assim!
Um abraço bem apertado dessa amiga que te adora
Léia

Liliane disse...

Glorinha
querida
que bom que eu pude vir aqui.
vou te dar uma boa notícia.
Me lembrei de você no domingo, porque fui fazer o enem, e na prova fala de Monet e o Impressionismo.
adivinha de quem me lembrei e suspirei aliviada porque pude fazer a questão tranquilamente.
rsrs
você tem contribuido com muitas pessoas.
isso de certa forma, gera um desgaste energético.
é preciso se cuidar, se respeitar e se amar também nestes momentos.
fácil?
de jeito nenhum...
é mais fácil cuidar dos outros, sem dúvida.
pelo menos, comigo é assim.
então, acolha com a mesma humildade e largueza (não sei se escreve assim) este momento.
ele é tão seu como os outros momentos que vive.
de viver bem este momento, virão outros diferentes.
calma, vai passar.
que bom que você tem essa facilidade e esse despojamento pra se mostrar.
isso ajuda muito a nossa alma a recarregar as forças
um beijo carinhoso e abraço de gratidão.
tchau.
Liliane

Suzanna disse...

OLA GLORINHA
SE EU NÃOESTUVER SENDO INDISCRETA DEMAIS, VC PODERIA ME DIZER QUAL SEU MAIOR PROBLEMA HJ? OU EM QUE AREA vc esta maia afetada?
PORQUE QUERO TE FALAR UMA COISINHA E NÃO SEI SE VOU ATIRAR MUITO LONGE RSRSRS
BJOKAS
SAÚDE E PAZ

Eliane disse...

Sei como é isso as vezes tambem fico assim. Vai passar menina, quando vc menos esperar a vida da um estalo e vc melhora. Não adianta dizer muito o pessoal ai em cima ja falou o que tinha que ser dito. Deixo pra vc um abraço bem apertado e um beijo de amizade tá.

♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Menina, engraçado como tenho lido postagens nesse mesmo sentido, inclusive as minhas. Quero sugerir que leia uma postagem no meu blog "Nem que eu bebesse o mar...". Tem a ver com eisso que vc escreveu. Alias, todas as ultimas postagens... rsrsr.
Acho que é um mal geral!
Peguei seu blog no blog de uma amiga, gostei da descrição e de tudo por aki. Posso seguir??

Espero sua visita, que goste do meu e me siga tb. Passarei aqui sempre!

BeijO*-*
http://evesimplesassim.blogspot.com/

Beth/Lilás disse...

Olha só, percebi que a imagem que você colocou tem tudo a ver com este momento que você está passando e com o que diz o meu querido Rubem Alves:

“Balançar é o melhor remédio para depressão. Quem balança vira criança de novo. Razão por que eu acho um crime que, nas praças públicas, só haja balancinhos para crianças pequenas. Há de haver balanços grandes para os grandes! Já imaginaram o pai e a mãe, o avô e a avó, balançando?”

bjks

Maria Amélia disse...

seu lugar é no MEU CORAÇÃO!
TE AMO!
se animaê e vai conhecer seu sobrinho neto lindão que nasceu
fotinho dele no site da São José (in box)

Manuela Freitas disse...

OLá querida Glorinha,
Lamento que estejas assim abatida, são as flutuações do nosso espírito, umas vezes afundamos mesmo, mas depois nos levantamos com mais energia. Não vais ficar assim, não te vais deixar afundar, não é? Penso sempre quando me sinto mal, que tenho que ser eu a ter a energia para dar a volta!
Hoje também não foi um dia agradável para mim, mas amanhã vou fazer tudo para que seja melhor!
Muitos beijos minha querida e as tuas melhoras.
Manú

Meru Sâmi disse...

Oi, amiguinha!

Li o comentário da Beth e não aguentei, tive de dar meu apoio. Concordo com ela, deveria ter balanço para as crianças grandes também! Quando vou ao parque com minha filhota , enquanto ela balança, se o balanço do lado estiver vazio eu ocupo-o, rsrs, ainda bem que sou um mignon(zinha)kkkkkkkk...Só de pensar o bumbum dói,kkkkk!

Vai, dê um oi para nós e diz que está melhorando, porque está! Ou começarei fazer-lhe cócegas à distância...! Tã-rã, tã- rã...kkkkkkkk, o super poder da intensão kkkkkkk...!

Super beijos.

orvalho do ceu disse...

Olá, minha flor
Todo mundo passa por essa fase... acalme seu coração!!!
Saiba que virá um vento muito bom... vai outro chavão:
"Depois da tempestade"... vc já sabe o resto...
Pois bem, querida, essa inquietação é presságio de algo diferente que lhe é reservado e que causa angústia porque é esperado há muito pelo seu coração... por todo o seu ser...
Vc será surpreendida por algo inesperadamente e a sua vida tomará um rumo surpreendente!!!
Sempre foi assim comigo quando fiquei ou fico nesse estado...
Recebemos essa expectativa para dar adrenalina ao que está aparentemente insosso...
Fique bem... depois da desolação vem a consolação... São ciclos que todos temos... é da vida e da vida bem vivida...
Tenha paz e alegria pelo que há de vir!!!
Bjs

Teresa Cristina disse...

Olá Glorinha, talvez você só precise de um pouco de descanso e da certeza desse carinho que as pessoas nutrem por você. Beijos

"Mas é claro que o sol vai voltar amanhã..."
Mais uma vez do Legião Urbana

lolipop disse...

Glorinha,
A história da arte, da música e da literatura está cheia de momentos de angústia e desencanto que deram lugar a obras de arte com que deleitamos os sentidos.
A sensiblidade aguçada, o pensamento e a reflexão...a própria dor...trazem a muitos a vontade necessária á criação.
Errei?
Carinhos

Leila Brasil disse...

Então, Sra Glória vamos de Pessoa que o assunto é sério: "Para ser grande, sê inteiro: nada
Teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa. Põe quanto és
No mínimo que fazes.
Assim em cada lago a lua toda
Brilha, porque alta vive".

Você não está só!

Lúcia Soares disse...

Glorinha, deixo-lhe o meu abraço e endosso todas as palavras escritas acima. Tudo há de passar, pois passa, sim.
Poderia lhe dar a mão e sairíamos por aí, tentando ver com os olhos do coração, pois há horas em que não conseguimos ver com nossos olhos.
Estou agoniada, também, mas sei que vai passar. Sei que vai..Sei que vai...
Meu mantra.
Repete comigo: Vai passar...Vai passar..
Beijo!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

vc tá é revoltada com a banalização.
com a câmera digital baratinha todo mundo virou fotógrafo.
se faz um bolo é mestre cuca
se tem blog, é escritor, nem é blogueiro mais...
e o mercado se inunda de lixo
que soterra os que são bons

vc tá é revoltada com os tempos de hj.
antes música era do Chico Buarque, agora é Luan Santana e música de padre.
se vc está revoltada, está bom, não está na mediocridade.

mas tá pagando o preço de ter que encontrar espaço no meio do lixo.

vc já desistiu antes, em nome de um monte de coisa...
e isso não te fez bem, não te completou.
não desista dessa vez
e deixe como seu legado de vida a história de quem tentou, batalhou
e que no fim, venceu!

cansa subir a montanha, mas uma hora você atinge o topo.

NÃO DESISTA! Pare, tome um copo d'água, descanse um pouco. Mas logo volte a escalar a montanha!

ManDrag disse...

Salve! Amiga,

Hoje ao regressar a casa só, pela rua deserta, já noite, depois de ter acompanhado toda a tarde uma amiga que saiu a fazer compras, dizia para comigo: Confesso que não sei viver neste mundo!
Sei o que sentes, pois também me acho ocupando espaços ocasionalmente vazios, por não encontrar um espaço para mim, à minha medida.

Abraços solidários

Salutas!

Glorinha L de Lion disse...

Meru, amiguinha, obrigada, de coração por seu comentário e seu post. Vou melhorar sim, já estou melhorando...pronto! Melhorei! Grande beijo,

Glorinha L de Lion disse...

Elys, meu novo amigo, muito obrigada por suas palavras tão carinhosas. Senti mesmo o amor fluir delas.
Sei bem que sentimentos e positividade podem alçar-nos a altos voos. Estou tentando, meu amigo, juro que estou, mas há dias em que é tão difícil...obrigada por sua força e carinho. Grande beijo,

Glorinha L de Lion disse...

Malu, acho que muitos de nós andando assim...é uma fase, vai passar. Obrigada,beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Betita, pois é, o Elys disse tudo...obrigada de qq forma pela força que tem me dado. bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Leinha,minha querida. Já estou um pouco melhor. Acho que estou com alergia muito forte, talvez uma virose, sei lá...um desânimo enorme. Mas vai passar. Obrigada minha querida e amada amiga. Grande beijo,

Glorinha L de Lion disse...

Liliane, fiquei feliz com seu comentário. Que bom que de alguma forma, te ajudei. Vou ficar bem sim, isso é passageiro. Obrigada, adorei seu coment. bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Como assim, Suzanna??? Quer que eu te conte AQUI???? Não dá amiga...é muita coisa junta, mas se quiser arriscar eu te digo se é ou não...rsrs, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Eliane, é fase sim, vai passar. bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Olá Evelyn, muito prazer! Acho que essa proximidade do Natal deixa todo mundo meio zureta, né? Sei lá...aqui tb tá um calor infernal, e propicia as viroses...sei lá o que é, mas vou te visitar sim, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Já procurei minhas redes Betita e não achei...pra me balançar um pouquinho...tomara que não dê labirintite..ô velhice chata! hehe bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Melinha, vou sim, ele é lindão! Tão ruivinho...que fofo. Beijos, te amo!

Glorinha L de Lion disse...

Amada Manu, pois é, não tem jeito, somos nós mesmas quem temos que nos ajudar, né? pq nada cai do céu sem que nossa força de vontade ajude, mas estou meio dodói mesmo, de saúde...acho que peguei foi uma virose ou então é minha alergia braba...mas já estou melhorzinha hj. Obrigada amiga, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Ai Meru, tive que rir...viu? Senti as cócegas, mesmo daqui, obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Rosélia, já está passando, obrigada por seu carinho, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Teresa, estou sim, precisando de umas boas férias...já não saio daqui há bastante tempo..preciso viajar, arejar as ideias, mas não está dando, então, o jeito é ir levado como dá. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Leila, sabe que eu tinha esse poema na lateral do meu blog? Adoro! Obrigada pela força, bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Então vamos juntas Lúcia: VAI PASSAR, VAI PASSAR...hehe Vai PassaR sim! Obrigada por suas palavras, beijos.

Glorinha L de Lion disse...

ALÊ! Vc tem a Força!!!!!! Amigo de Greyskull, vc me dá uma força danada com suas palavras sabia?
Não, não vou desistir, vou continuar tentando por todos os meios de que disponho...os lícitos claro! hehe beijos amigo amado!

Glorinha L de Lion disse...

Loli, pulei seu nome...ai, me perdoe! É verdade eu crio muito e melhor quando sofro...mas acho que amanhã já estarei bem novamente. Obrigada pela força e carinho, beijo grande!

Glorinha L de Lion disse...

Man Drag, meu amigo, ando assim, sem o saber...acho que às vezes a excessão e a errada sou eu. Mas isso logo passa. Obrigada meu amigo, espero que tb se sinta melhor. bjs,

Bombom disse...

Cadê, meu Café quentinho com Bolo de Mel e Creme de Chocolate?
Vem já aí, não é , Glorinha?
Um abraço com muita ternura, da Bombom