quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Duas ou Três Coisinhas Sobre a Blogagem - Up Date

Meus amigos e participantes da blogagem:
Ao ter a ideia para a blogagem Minha Ideia É Meu Pincel, queria despertar nos participantes um olhar ingênuo, novo, quase infantil sobre as telas. Fazer com que esquecessem da vida do artista, não pesquisando sobre ele, sem fazer análises sobre sua obra ou sobre suas técnicas. Um primeiro olhar, uma primeira vez, ainda que não fosse, pois sei que temos muitos entendidos de arte entre nós.
Alguns poucos conseguiram, a maioria não. Sinto-me frustrada por talvez não ter sido devidamente clara e explícita ao divulgar a proposta.
Eu queria o olhar da criança, que vê uma coisa pela primeira vez.
Eu não entendo de arte, não sou crítica de arte e nem pretendo ser.
Quis lançar pequenos desafios, até à mim mesma ao escrever sobre uma tela. Entrar nela, sentí-la. Só isso, simples assim...Nas primeiras blogagens quase todos conseguiram "entrar" no clima.
Mas a partir da terceira tela, senti que as postagens iam se desviando da proposta e as pessoas foram caindo na armadilha fácil de procurar na internet coisas sobre aquele artista ou sobre sua vida.
Poucos fecharam os olhos e deslizaram para dentro da tela como foram capazes de fazer com a tela de Monet.
A minha intenção ao fazer essa blogagem era instigar, criar, fazer cócegas nos cérebros dos participantes, inclusive no meu, sempre pelo lado mais, digamos, "difícil" da coisa. Não era para gostar ou desgostar, saber se o artista foi mutilado ou sadio, pobre ou milionário. Isso é só procurar no google ou comprar um livro e se achará facilmente.
Só falta um último post, na próxima quinta feira, mas confesso, que dessa vez não atingi meu objetivo na grande brincadeira que são as minhas blogagens coletivas. Não me senti uma maestrina como das outras vezes. Saio um pouco frustrada dessa vez, me perdoem a franqueza, talvez por minha própria falha ao não ser clara o bastante.
E lembrem-se: faremos uma votação entre todos os posts para escolher o melhor entre os blogs, na próxima e última semana!
O melhor post, eleito pela maioria, será publicado em meu blog.
Espero que semana que vem, mergulhemos todos, como as crianças, de olhos fechados, na nossa imaginação.
Sem medo de olhar para dentro, ao olhar para fora...

Up Date: Meus amigos: espero não ter ferido suscetibilidades, não foi essa a minha intenção. Fiz somente uma análise de como eu vi a blogagem. Talvez tenha sido um pouco severa demais. Sou assim, exigente mesmo. Talvez seja hora de levar as coisas menos à sério. Isso é só uma brincadeira, afinal de contas.
Beijos,

46 comentários:

manuel marques disse...

"fazer cócegas nos cérebros "

gostei.

Abraço.

ManDrag disse...

Amiga,

Entendo bem a razão do teu lamento.
Não será um pedido fácil, a tua proposta, para quem não está treinado a se libertar perante uma obra de Arte. Pessoalmente eu tenho esse treino, pois sempre me desafiei a escrever inspirado por imagens várias (fotos ou quadros; artísticos ou jornalísticos).

Não te sintas frustrada, por não teres alcançado os objectivos que tenhas idealizado; mas a verdade é que a tua ideia permitiu às pessoas uma nova perspectiva no modo de olhar a Arte. Mais ou menos conseguidos os propósitos iniciais, o certo é que agitaste as mentes e as pessoas. Isso é bom!

Ensinaste a todos que a Arte é para ser sentida por dentro e não apenas avaliada em termos de catálogo e preço de mercado.

Bem hajas pela oportunidade que nos deste a todos.

Eu pessoalmente tenho a agradecer-te a exposição que a minha participação na tua blogagem deu ao meu Confessium.

Grande abraço de amizade e solidariedade.

Élys disse...

Glorinha
Quando se vê um auto-retrato, principalmente, quando a pessoa retratada demonstra tamanho sofrimento, há uma tendência natural de se falar sobre ela. É difícil evitar.
Beijos

Beth/Lilás disse...

QUACK!!!!
Agora mudou de coelho pra ursinho, isso dói maninha!
Mas, você está certíssima, pois até eu desta vez não fiz o que a 'fessora' mandou, ou seja, não consegui me ligar ao quadro e falar o que achava, apenas o que a autora influenciava sobre mim.
Vamos melhorar na próxima, senão ...
coelhadas vão ser dadas. haha
beijocas cariocas

ANDREA FRANZONI disse...

GLORINHA DESCULPA POR SEMANA PASSADA NÃO POSTAR, MAIS ESTAVA EM SAO PAULO, E NÃO TINHA COMO, MAIS HOJE EU DEMOREI UM POUQUINHO MAIS NAO DEIXEI DE PASSAR E FAZER MINHA PARTE QUE TANTO ADORO....BJOS

António Rosa disse...

Glorinha,

Fiquei surpreendido com este post!

Compreendo o seu desabafo, mas não estou de acordo.

Se eu tivesse tido a brilhante ideia que você teve, em lançar esta blogagem dos quadros, em vez de me sentir frustrado (palavra sua), eu estaria muito grato, pois a minha visão desta blogagem é outra, bem diferente da sua.

Nada de catarses. Nada de auto-análises.

Mas sim, alegria.

Você, melhor que ninguém, sabe a enorme adesão que teve. Muitos blogues, muitos posts, muitos poemas (nunca li tantos em um só dia, como nas últimas quintas-feiras), muita criatividade, muita sinceridade, muita emoção à flor da pele, muito desnudar de alma. Foi lindo!

Enfim, você conseguiu colocar seres humanos lindos a colaborarem consigo, a se conhecerem uns aos outros, a terem um outro olhar, a se surpreenderem, a amarem, a detestarem, a gostarem e a não gostarem.

Não percebo a sua frustração.

Sabe, Glorinha, talvez você entre em estado de choque com a minha opinião sobre as suas blogagens coletivas.

Assim:

O importante nunca foram os quadros, as cores, etc. Esse é o lado visível e imediatista da coisa. É aquilo que trabalhamos e mostramos.

O verdadeiro 'nó górdio' das suas blogagens, não está nos temas, mas na interação que consegue entre as pessoas. E essa, foi conseguida. Se foi!

Não se valoriza por isso? Fico impressionado.

A partir do momento em que você lança uma blogagem e as pessoas aderem, a 'bola' deixa de lhe pertencer e passa a ser um bem coletivo, sem donos, com o mínimo de regras de educação e essas, creio que foram seguidas.

O resto é a emoção de cada um. É o ser humano que cada um de nós é.

Por seu intermédio (leia-se: blogagem) conheci os poemas da Socorro, a sensibilidade da Suziley de Porto Alegre, as palavras alcatroadas do Onan, a incrível suavidade da Malu, a inteligência culta da Marli, a narrativa da Manuela, etc., etc., etc. (seria uma lista enorme).

Estou-lhe muito grato por isso, forever.

Glorinha, quer uma palavra amiga?

Felicite-se muito, por ter conseguido tudo isto. Porque valeu muito a pena, mesmo que você sinta o contrário.

Pergunte às pessoas e elas lhe dirão. Talvez, talvez, talvez, com um bocadinho do politicamente correcto, para não desafinarem consigo. E porque gostam muito de si.

Grande abraço,

António

Glorinha L de Lion disse...

Gostou amigo Manuel, mas não é isso mesmo que fazemos ao criar? Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Amigo Man Drag, agradeço-te a solidariedade e a compreensão exata do meu intento ao fazer essa blogagem sobre arte. Também faço esse tipo de exercício pra treinar os neurônios e exercitar a escrita. Tu, com certeza, não estás entre os que não captaram minha ideia. Grande beijo e obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Oi amigo Elys, não era bem disso que eu falava mas sim do bloqueio ou da saída mais fácil e até uma certa preguiça de pensar, refletir. Quis dar a mim e a todos uma oportunidade para pensarmos juntos sobre uma mesma imagem. Mas acho que se quiseram entrar na brincadeira, deveriam entrar inteiras, seguindo as propostas apresentadas. Mas tb não é para levarmos tão à sério, não é mesmo? Beijos e obrigada,

Glorinha L de Lion disse...

Quack...o coelho vai cantar no lombo da próxima vez, ein? Vai ficar ajoelhada no milho depois da aula! Tia Glorinha gosta de obediência às regras...KKKKKK. Ando levando as coisas à sério demais ultimamente...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Andrea, já passei por lá, obrigada por postar...escreveu lindamente...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Amigo Antonio, vamos por partes, como diria Jack, o Estripador:

1. Minha intenção ao fazer as blogagens não é a interação. Isso, o blog por si só já o faz. Claro que as blogagens propiciam novos encontros, COMO CONSEQUÊNCIA, mas não é o "nó górdio" pelo menos, não para mim.

2. Minhas blogagens fazem sucesso, primeiro pq faço as pessoas refletirem, se auto analisarem e fazerem verdadeiras catarses. Acho que meu principal objetivo é esse. E também pq faço questão de deixar uma palavra amiga, de gratidão e carinho a cada um.

3. Fico feliz de proporcionar tantos encontros entre as pessoas, mas meu objetivo é exercitar os pensamento, levar os participantes a refletirem sobre os temas abordados e, claro, seguir minhas regras, já que eu sou a "maestrina" da coisa toda. Então, a "bola" continua sendo minha durante todo o jogo.

4. Claro que fico feliz com as adesões! Não sou falsa modesta de dizer que não me envaideço com isso, com os elogios que fazem às minhas blogagens. Sinto um imenso orgulho de proporcionar momentos de interação entre as pessoas e trocas e novos amigos se fazerem através delas.

5. Acho que não entendeu bem minha "reclamação". O amigo Man Drag captou exatamente meu sentimento com relação a tudo o que falei.

6. Sei o quanto meus amigos e participantes gostam das blogagens que invento e sinceramente acho que esperam de mim essa análise final, como sempre faço ao fim das coletivas.

Agora dá cá aquele abraço e vamos continuar brincando de "entrar nas telas".
Beijo grande!

orvalho do ceu disse...

Glorinha querida
Desculpe-me mas vou ser muito sincera.Posso???
Bem,foi a melhor das 3 blogagens coletivas que vc já nos conduziu... sabe por que???
No meu ponto de ver e sentir as coisas,todos foram sublimes,inteligentes,emocionantes,criativos,se empenharam para não fazer "qualquer" post...
Eu,às quintas feiras,vivi intensamente,durante essas 5 postagens: aula de pintura pela manhã,no intervalo: ler Telas,BRILHANTEMENTE escritas pelos amigos que participaram... aula de canto (Coral) e novamente noite adentro me deliciando com riquíssimos posts...
Fui tão surpreendida por essa Blogagem que me animei a fazer outra por ocasião do Natal...
Vejo que os partipantes são originais e gostamos muito de vc como pessoa, como idealizadora... Ontem aprendi sobre o Curador de Arte num Blog e vc é uma... de alguma forma... Tem muito valor...
Vc põe um Tema e a gente lê, sente e vive...
Isso não está bom???
Talvez seja o seu momento fragilizado pela sua condição de poetisa... ou poeta (por ser muito moderna na linguagem dos versos)...
Amiga,parabéns!!!
Amigos:Parabéns,igualmente!!!
Glorinha,seja ricamente abençoada!!!
No próximo ano, deixe-nos criar!!! Como neste que se finda...
Graças a Deus temos ainda mais um post para revelar talentos(tesouros) que ficam sem serem expressos por não termos,muitas vezes,esse Curador de Arte... que vc é...
Bjm cheios de compreensão, paz e carinho.

Glorinha L de Lion disse...

Sabe o que é Rosélia? Sou muito exigente...Ainda acho que a melhor blogagem de todas foi a das cores. Talvez por ser novidade. Agora, anda pipocando blogagem pra todo lado e isso cansa um pouco.Naquela sim, me realizei em todos os sentidos. Te confesso, que esperava bem mais dessa. Estou sendo tb bem sincera, como aliás, sempre sou e gosto que tb o sejam comigo. Gosto de saber de outras opiniões, mesmo as dissonantes das minhas. Isso me ajuda a melhorar, a talvez exigir menos de mim e dos outros. Obrigada por seu carinho, realmente ando muito fragilizada e talvez meu olhar tenha refletido isso. De qq forma, obrigada pelos elogios a mim e a todos os participantes. Todos os que me conhecem há tempos já sabem do meu jeito "apimentado" de ser...desculpem qq coisa...beijos,

Macá disse...

Glorinha
Eu bem que tentei seguir as regras, mas sou sincera, dessa vez não consegui. Eu olhava, olhava e nada saia.
Mas não fique "tão" chateada, um pouco já sei que você ainda está.
Você propôs, as pessoas seguiram e agora você fez uma análise. Ótimo. Vamos esperar a próxima, tá?
beijos

pensandoemfamilia disse...

Querida amiga

Esta blogagem no meu pensar foi surpreendente, não concordo que as pessoas não entraram no "clima" deixarem-se levar pela tela. Cada um deixou se levar como consegue....
O belo foi vc proporcionar esta diversidade de forma de perceber. SINTA-SE FELIZ, ORGULHOSA PELA BRILHANTE IDÉIA.
Eu amei, voei por tantos lugares fora e dentro de mim, meu cérebro e coração lhe agardeçem.
Sou virginiana como vc, e entendo um pouco o seu sentimento, mas ele não condiz com a realidade- esta coletiva esta sendo o máximo.
bjs, com carinho

Sandra disse...

Super linda a postagem. Infelizmente, estou sem tempo para participar. Isto já está me dando saudades. Meu blog Interação foi criado para isso. Mas quando não dá, temos que entender. Mas amei as belezas que estam sendo postado aqui. Lindo. Parabéns.
sandra

Teresa Cristina disse...

Oi Glorinha, eu já tinha visto um filme sobre a vida da Frida Khalo, mas procurei focar no sentimento que a tela me passava. Acho que ficou legal. Nessa tela em específico algumas pessoas optaram por contar a história dela e tals, expor os sentimentos não é moleza não e talvez as pessoas se bloqueiam e vão pelo caminho do google. Cada um, cada um, como diz a minha sábia mamãe.
Bjus

Nika disse...

Então né...Glorinha não sei se consegui seguir a proposta ao pé da risca, afirmo que amei esta blogagem mesmo não conseguindo ler todos , não apenas conheci muito talento e muitas pessoas maravilhosas através dela,cá pra nós foi mega difícil falar de obras de arte eu como curiosa nata sempre fui dar uma lidinha sobre os autores mas tentei não me deixar levar por isso mas não deu mto certo neste último quadro, vou me esforçar o máximo nessa última para seguir a porpósta ao pé da risca..
bjs

Manuela Freitas disse...

Olá querida Glorinha,
Não estou muito de acordo, embora concorde que realmente a tua ideia seria viajar pelo quadro e não por quem o pintou, mas certos quadros indicados são tão marcantes para mim! Como é possível não viajar ao ver um quadro da Frida, pela sua própria vida se ela a pintou, se a mesma foi tema exclusivo da sua obra? Tantas vezes já vi o filme dela que não consegui!!
Na minha opinião e para ser sincera considero que este quadro foi mal escolhido, o próximo é muito melhor, nem conheço o pintor, assim á priori o primeiro pensamento, é que me parece ser de um pintor näif e mais nada para já!
De qualquer forma, não considero que a blogagem tem sido frustrante, porque de uma maneira ou de outra todos fazem narrações pessoais mesmo com consulta no Google e ir ao Google e interessar-se pelo assunto tb considero algo útil, embora não seja esse o objectivo!
As frases da Frida que coloquei no meu blogue considero-as tão fortes que achei pertinente postá-las! É como te digo querida amiga perante um quadro da Frida é impossível não viajar pela sua própria vida.
Beijinhos,
Manú

Sulamita disse...

Glórinha minha linda penso que você alcançou seu objetivo sim; digo por mim ao participar hà tempo da 3ª e da 4ª acredito que o olhar foi a própria interpretação do que senti ao olhar a tela sem a preocupação com as questões pessoais/histórica que envolve o autor e a obra - penso que entendi sua proposta. Porém, hoje especialmente nós aqui do Rio estamos vivendo sobre uma tensão - particularmente meu post foi pedido de clamor - acompanhei sua proposta de hoje (conheço a obra e a história admirável de Frida), mas como lhe falei minha sensibilidade se volta para a nossa cidade do RJ. Portanto, linda aos que compreenderam te fizeram feliz por fazerem alcançar seu objetivo não se sinta frustrada... pode não ter sido 100% mas considero 99%. Um grande bjo vitoriosa, e lembre-se nos ajude em oração pelo RJ. abç/bjo.

Glorinha L de Lion disse...

Não estou chateada não Macá. Só não foi como eu esperava....só isso. Mas semana que vem tem mais. Já viu a tela aí ao lado? Um verdadeiro naif brasileiro! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Que bom que gostou Norma. Sou exigente demais mesmo, até meio chata...quando organizo uma coisa, não gosto de falhas ou que não me entendam...Acho que sou meio controladora, tenho que ser mais maleável não é? Fala terapeuta! hehe beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Sandrta, pena que está sem tempo, quem sabe numa outra (se é que ainda faço mais alguma...)? beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Isso mesmo Teresa, era isso o que eu tinha pensado para essa blogagem. A sua foi ótima, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Nika querida, vc conseguiu sim! Fez o que eu pedi que fizessem, entrou na tela e a interpretou. Olhou e sentiu, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Manu minha amiga querida, embora tu não tenhas feito "exatamente" o que pedi, também não foi lá no "santo google" catar nada. Era tudo informação que já sabias e foram até bem ilustrativas. Eu gostei bastante da tua postagem. Vamos deixar isso pra lá e todos nos ponhamos a "coçar os neurônios" com a arte naif de Antonio Poteiro, pra mim, um dos maiores. Beijos minha querida, te adoro, viu?

Glorinha L de Lion disse...

OI Sulamita, questçao de ponto de vista, mas ando muito exigente mesmo...vou tentar ficar mais light. Minha querida moro no Rio, só não é na cidade maravilhosa, mas é ao lado...tb estamos com medo e só não posso fazer o que me pede porque sou atéia, acho que como chegou agora não sabe disso. O Rio não precisa de deus,precisa é que os homens públicos façam o seu trabalho com honestidade e vontade política. Beijos, boa noite.

William Garibaldi disse...

Olha Glorinha, com muito amor e paz tenho que te dizer que você não pode impedir que uma pessoa fale se gostou ou não de uma obra de arte!
Sinto muito mas você se equivocou... um bocadito!
E já que vou lavar roupa suja vamus lá... vc também tem se demonstrado digamos, cansada nas respostas para os leitores que perguntam sobre as regras... quando se lança algo que tem REGRAS... nem todos vão vê-las ou lê-las da mesma forma... são modos de compreender...
Bonito vc pedir desculpas... no final...
mas quero dizer que não me ofendi não, mas tinha que te dizer isto tudo...
é natural o dizer "gostei ou desgostei"...
E acho que o António Rosa do Blog Cova do Urso foi muito sábio nas palavras dele,( não li todos os comentários...)
Você é uma mulher genial
que aproximou muita gente e ainda unirá corações infinitamente!
Olha o poder de seu Blog! E seu poder de unir e clarear e embelezar!
Eu mesmo mudei todoo o quadro do meu Blog pra receber a tua Blogagem Coletiva!
Tudo isto é belo!
Seja mais grata a vc!
Mais bondosa com vc mesma!
Glorinha L D Lion você é a Tela mais linda de todas estas que vi nestes dias de Blogagem coletiva sabia???!
Não me leve a mal...
Um Beijo de Luz!
E me perdoe se não usei as palavras corretas...?

Glorinha L de Lion disse...

Então tá, William, obrigada pelos elogios, não levei a mal não. Sabe pq dessa vez perdi a paciência pra explicar? Pq é a terceira blogagem coletiva e tenho q ficar explicando trocentas vezes a mesma coisa. Dessa vez expliquei uma vez só e avisei que não explicaria mais, capicce?
Beijos, amigo, boa noite.

Beth/Lilás disse...

Apenas mais uma palavrinha.
Eu acho, Glorinha, que o povo não entendeu bem o que você quis dizer, ou seja, você não está querendo influenciar no gosto de cada pessoa, porque cada um vê e sente a tela a seu modo, isso é pessoal mesmo e nem é isso que você propôs. Porém, não podemos sair fora dos preceitos que você colocou no início desta brincadeira, porque afinal de contas, toda brincadeira tem regras e quem entra, presumidamente, deve aceitar as condições estabelecidas.
E agora, vou ficar aqui aguardando pra ver a próxima que, tenho certeza, as pessoas irão se direcionar inteiramente a falar como você está solicitando.
beijos pra ti e todos.

Maria Izabel Viégas disse...

Ih, Glorinha minha leoa!!!
Amiga, amiga... penso que vc exagerou, sabia?
Reflete melhor, apaixonada mulher. Vc faz um trabalho de sugerir uma blogagem. Lindo.
Mas não podes controlar o que os outros blogueiros pensam. Estás a dizer que uma grande maioria não fez o trabalho de casa como mandaste?
Amiga, reflete sobre o que disse... Creio que todos que aderem a vc são donos de seus cérebros, e como pedagoga te afirmo, ninguém pode mandar na redação do outro. Respeito às idéias é a base da liberdade de pensamento.Ia publicar hoje meu post, nem vou!!!
Vixe, a leoa tá braba!
Beijinhos, minha amadamiga!

Thayla disse...

Oi Glorinha,
quero dizer que entendo bem sua frustração. Você deixou regras claras, tudo bem que cada um entende de maneira diferente, mas sinceramente não acho que você tenha falhado ao expressar o que queria nessa blogagem coletiva.
Eu venho tentado fazer o que você pediu mas eu sinto que falta sabe, não escrevo mais que 10 linhas e isso me decepciona um pouco pois vejo o quanto eu perdi da minha habilidade de me expressar. E também venho me atrasando nos posts.
Mas eu quero te agradecer, pois essa blogagem coletiva tem sido um grande exercício para mim. Obrigada por fazer cócegas em meu cérebro rs
Fiquei triste ao constatar que faltam apenas 2 semanas para acabar =O
Bjos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

É...quem entrou no jogo tem que aceitar as regras, não é?
Mas não tem jeito, regra é igual protocolo, nasceu para ser quebrado.

Acho que talvez muitos (eu inclusive) se perderam nesta blogagem, ficamos meio sem rumo, com resquício e o jeitão da blogagem anterior.
Olhávamos o quadro como crianças, ou respeitávamos o que o autor queria dizer?

Num ponto foi bom, vamos ver pelo lado positivo: acho que muita gente aumentou sua cultura, conheceu mais sobre cada pintor e sua vida, a obra em questão.
Por este lado foi válido.

O quadro da Frida Kahlo foi o primeiro que não deixei o post pronto com antecedência. Por ser um quadro que não me passou uma emoção.
Me perdi no título: auto-retrato e a imagem em si.
Dai eu não sabia se era pra escrever sobre mim (por ser auto retrato), sobre o quadro (que eu não gosto, apesar de admirar a Frida Kahlo) e ao mesmo tempo me veio a biografia da Kahlo na cabeça, aquela desgraceira toda, ou eu me achar naquele quadro que em nada identifiquei comigo.

Deixei pra última hora e tive um problema inesperado, nem consegui fazer rs.

Aqui acho que todo mundo tá certo. Vc ao explicar as regras quebradas, o pessoal explicando o jeito que entendeu a blogagem.

Mas não a veja como uma blogagem que foi pior: os temas agora foram bem mais difíceis, portanto passíveis de maiores falhas. Ao contrário, eu achei esta vez superior pois destrinchamos obras veneradas e consagradas do nosso jeitão.

bjs

Chica disse...

Foste aut~entica e isso é o bom. E eu, sem querer, acertei na minha colocação sobre a Frida...
Olhei e como criança, quase botei a língua pra ela, de tanto que detestei,srsrsr beijos,chica e como tu, sou transparente e SINCERA!!! e vamos que vamos pra próxima...

Lu Souza Brito disse...

Bom dia Glorinha!

Eu entendi perfeitamente o que quis dizer com este post - esclarecimento / reclamação / puxão de orelha. Tá no seu direito como maestrina da blogagem. Mas vc sabe né? Cada um interpreta as coisas como lhe é mais conveniente. Eu estou tranquila, nao acho que falou nada demais.

Olha, não sei se aos seus olhos foi assim. Mas eu fiz exatamente o que´pediu. Primeiro porque eu nao entendo "lhufas" de arte, então, eu fazia exatamente isso, abria a tela em modo zoom e ficava ali observando. As palavras fluiam normalmente e eu só ia escrevendo. nem mesmo correções eu fiz. Achei a experiencia bárbara. Daí, nos posts de outras pessoas acabava sabendo mais sobre a parte histórica - sobre a vida e arte do pintor.

Beijooooooo! E vc pra mim é mais que especial!
Lu

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Betita, sei que vc entendeu meu ponto de vista, independente de sermos amigas. Não quis "mandar" no que as pessoas pensam. Fui muito mal interpretada, obrigada pela solidariedade. Realmente, às vezes as palavras tem um peso maior do que o que está embutido nelas. beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Não, amiga querida, Maria Izabel, não estou braba, fiquei triste por me interpretarem tão mal. Não quis de jeito nenhum "mandar" no que as pessoas escreveriam ou falariam. Só que as pessoas não conseguiram entender a minha proposta, daí talvez, a grita geral. Porque no "não entender" está implícito "não fui capaz". Mas, deixemos isso para lá, pq assunto que muito se remexe acaba dando mau cheiro...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Thayla queridinha, falhei sim minha querida e a cada comentário que venho lendo, vejo como falhei! As pessoas não entenderam minha proposta nem minhas explicações. Mas, faz parte! Quem dá a cara pra bater tem que aguentar não é? Vc fez o que propus sim, fica tranquila. beijinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Alê, é, talvez tenha sido a minha proposta mais "difícil" e eu não soube passar o que eu desejava. Longe de mim mandar ou censurar alguém, mas como vc disse, regras forma feitas pra serem cumpridas. Acho que acaba aqui minha "carreira" de maestrina de blogagens coletivas. Já deu! Enchi! Beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Chica, aí é que estava o grande barato dessa blogagem: espicaçar, revolver paradigmas, cutucar, tirar de dentro da gente, mesmo sem gostar...mas, infelizmente nem todo mundo entendeu ou gostou disso. Esta será minha última blogagem coletiva, cansei! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Lu, obrigada minha linda! Ainda bem que alguns poucos entenderam! Uma luz na multidão. Algumas me compreenderam, graças à Vida! Não sou tão incompetente assim pra passar uma ideia e um desafio, então! Sabe que isso tudo me cansou? Uffa, acho que mexi com o brio das pessoas ao falar que não me entenderam...nunca quis censurar ninguém, aceito que discordem, mas nesse caso, please? Tá difícil me fazer entender...beijos querida, obrigada, vc fez exatamente e descreveu exatamente a minha intenção ao fazer a blogagem.

Filomena Nunes disse...

Boa tarde Glorinha.

Começo por me apresentar, não como participante activa desta blogagem colectiva, mas como leitora e seguidora atenta, como poderá confirmar através dos comentários que fui deixando nos blogs que sigo.

Entendo que, desta forma, também faço parte desta blogagem colectiva que muito admiro, que muito me emocionou, muito me ensinou, e quero agradecer-lhe por isto, da mesma forma que fui deixando o meu agradecimento individualmente.

Como tal, quero deixar aqui expressa a minha reprovação em relação à forma como está a tratar este assunto que, ´por se ter tornado tão íntimo, tão visceral, poderá, eventualmente, ter saído da linha que traçou.

Entendo que, ainda assim, os participantes deveriam ser tratados com todo o respeito que merecem pelo empenho autêntico que demonstraram e, sobretudo, porque são pessoas mental e emocionalmente maduras..

Para finalizar, minha querida, reporto-me à margem direita deste seu blog onde a minha amiga exibe uma divisa que diz: "toda a censura é burra, cega e surda!"

Um abraço,

Filomena

Glorinha L de Lion disse...

Olá Filomena, tudo o que eu tinha a dizer já foi dito, sinto muito se não me compreendeu. Um abraço,

William Garibaldi disse...

Oi Glorinha, meu bem acho que dois bicudos não se beijam! risos
Olha eu tenho que te dizer que : Para quem não quer ser feliz tudo é respaldo e motivo para a infelicidade!...
E que até Jesus é importado...!
Até nós somos importados, ou este seu cabelitcho loiro é natural de Pindorama!
Não existia Brasil, e sim algo como "Pindorama"...! Tudo isto é fruto de uma linda miscigenação
Eu como sou um cidadão do mundo não me incomodo com isto! Assimilo tudo o que gosto!
Sou da Terra em primeiro e total lugar!
Tente vc também!!
E este Blog nunca teve pretenção de ser simpático, o título diz que ele e eu somos fogo!...
Beijos de Fogo.

Glorinha L de Lion disse...

William. Pq vc veio falar neste post? Pq não me respondeu lá, no último? Não entendi nadica de nada...hehehe acho que vc tá brigando com a sombra, darling...fui lá te agradecer e te dizer o que acho sobre o Natal e vc ficou ofendido? Ou será que entendi mal? Sei lá...não sou bélica a esse ponto não meu amigo...sou Pindorama total, mas posso não gostar mais de Natal, né? Posso, vc deixa? Então tá. E olha, dois bicudos não precisam se beijar, bastam respeitar-se, como eu tenho feito...bjs,