segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Porque Sou do Contra

Eu passei o Reveillon vestida de preto. Espantei alguns, mas passei assim por três razões:
Não acredito nessas coisas de que se eu passar de branco ou azul ou amarelo (que supostamente traz ouro...) meu ano será de paz e harmonia ou que ficarei rica.
E também porque eu fico muito bem com cores escuras, preto, principalmente. E ainda, porque li num lugar qualquer que, como o preto é a soma de todas as cores, possui todas as cores nele, é portanto, uma boa cor para se passar o Ano Novo. Assim eu estava vestida com todas as cores...
Teve gente que me perguntou espantada: "Você passou o Ano Novo de preto? Como teve coragem?"
E uma pessoa da família, irônica e ao mesmo tempo desdenhando minha descrença: "Engraçado, você diz que não acredita em nada e acreditou no que leu e ainda seguiu?
Eu sinto que ando incomodando muita gente com meu jeito destemperado, ousado e sem amarras.
Gente da minha própria família, gente conhecida, gente amiga...Estou virando aquela pessoa que apontam como "a louca", a "que quer ser diferente", "a que afronta", a "que quer chocar"...
Bem, não é nada disso...só estou vivendo a minha vida da maneira que acredito, sendo fiel ao que sou e ao que penso.
Só porque a maioria acha que não "se deve" usar preto no Reveillon eu também tenho que achar isso?
Só porque todos gostam das obras de Niemeyer eu também tenho que gostar e achar bonito?
Ou porque não fica bem falar certas coisas que penso ou acho, devo ficar calada, engolindo meus pensamentos?
Bem, cheguei a uma fase da minha vida, em que se é tudo ou nada. Cheguei aos 53 no TUDO.
Sou exigente, sou intolerante, muitas vezes, sou verdadeira no que penso e digo, sou o 100 na escala de 0 a 100.
Tem quem me ame, tem quem me odeie. Não sou boazinha. Não faço o que não quero. Não finjo estar bem se não estou. Não sei ficar em cima de nenhum muro. Tomo posições, tomo partidos. Defendo meus amigos. Mas falo para eles o que penso se acho que estão agindo mal ou se não concordo.
Detesto ser carneirinho. Detesto ser obrigada a fazer o que não gosto.
Ao longo da vida fui colecionando antipatias, talvez, mais do que amigos.
Paciência. Sei que não sou fácil. Quem conviver comigo viverá numa constante enxurrada de indagações e questionamentos. Mas, ser meu amigo significa também que sempre terá meu ombro e meu abraço na hora em que precisar de colo, mas que também vai levar bronca na hora em que eu achar que está errado.
Às vezes sou egoísta, às vezes sou magnânima, em outras sou ríspida, noutras carinhosa...Sempre, uma manteiga derretida que não se importa de pedir desculpas...Enfim, uma passional.
Preciso da paixão para sobreviver, seja pela vida, pelas coisas de que gosto, pelos meus amigos, pelo que creio.
Eu não sou do contra apenas para ir contra a maré. Sou do contra porque sou tão inquieta no meu íntimo que não consigo aceitar as coisas que a maioria aceita sem questionar. E, quando questiono e vejo que aquilo não é do meu gosto, ou que não concordo, não sei fingir o contrário.
Por isso incomodo, por isso mexo em coisas que para a maioria deveriam ficar lá, quietinhas, imexíveis, ponto pacífico, sem discussão.
Não é fácil ser assim do jeito que eu sou. Não, não é nada fácil.
Mas também é preciso ter coragem para ser assim. E isso eu tenho: coragem.
E também, transparência e verdade para mostrar quem sou.
Quem gostar de mim, terá uma amiga fiel e leal. Quem não gostar, eu mesma me encarrego de me afastar, talvez como numa espécie de defesa da rejeição. Rejeito eu, antes que me rejeitem. Freud deve explicar.
Por isso, passei o Ano Novo de preto, por isso não gosto de seguir regras, por isso não me faço de boazinha, pois ninguém o é, o tempo todo. Prezo demais minha liberdade de SER.
E exijo respeito a mim, como pessoa. Exijo mesmo.
Argumentos, tenho todos. Pois sei bem as minhas razões, pois penso sobre elas. Porque não gosto disso e sim daquilo, porque creio nisso e não em outra coisa. Quando me decido por uma coisa, hoje em dia, sei, e muito bem, porque. Não fico esperando que decidam por mim ou que digam do que devo gostar ou fazer.
Essa sou eu.
Tenho o bem e o mal. O amor e a raiva. Mas me conheço profundamente.
E sei bem porque fiz minhas escolhas. E sei bem que eu e só eu sou responsável pela minha vida.
Vestindo preto, azul ou branco.

63 comentários:

Cris França disse...

Glorinha

nem sã , nem louca
a palavra para você é única

Glorinha, a original e única

bjs querida, saudades de vc, de estar aqui.

um ótimo ano, independente de tudo.

Cantinho She disse...

Glorinha é engraçado como algumas pessoas criam estigmas, regrinhas e acham que todos têm que seguir as regras delas, mas as regras são delas, não tem que ser nossas, né?!

Uma vez, se não me engano em 1993, eu também passei o ano de preto e lembro que fui para o Reveillon de Copacabana e quanto mais eu me aproximava das pessoas, elas se espantavam com a minha cor escolhida, pois Copacabana fica um mar de branco e eu lá de preto... kkkk E o mais engraçado era ver as pessoas dizendo:

- Olha lá a menina de preto... Que horror!

- Cruuuuzes de preto!!!!

_ Coitada...

Hahahaha e eu? Me divertia e estava me achando linda!

Beijo, beijo!
She

Lúcia Soares disse...

Glorinha, já lhe dise uma vez (ou mais) que quando leio você, parece que fui eu que escrevi...Só que você é corajosa em admitir e eu prefiro me omitir. Mas não engulo muita coisa. Acho que sou meio intransigente e isso me incomoda.
Às vezes me assusto com o que você escreve e às vezes aplaudo freneticamente, como hoje.
Beijo!

Roy Frenkiel disse...

Todos nos sabemos nesse limite. Tampouco sou pessoa facil. Algumas coisas preciso mudar, ainda acredito, mas outras sou eu e ponto final, as vezes com sacrificios.

bjx

RF

Glorinha L de Lion disse...

Oi Cris, minha querida! Saudades de vc tb! Obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Pois é She, nunca fui de seguir normas ou regras, agora então, nem se fala...hehe
Adoro preto, tenho várias roupas pretas, além de tudo era a única roupa que ainda não tinha usado, embora não acredite nisso de se precisar usar roupa nova no ano novo, mas fiz, pq quis...Gostei de saber da sua estórinha...as pessoas são mesmo bobas, beijo,

Manuela Freitas disse...

OLá querida Glorinha,
Finalmente apareci e já estive a ler tudo que escreveste, já estou em dia! rssssss
Gostei muito do vosso encontro, as meninas todas são muito simpáticas e estavam bem felizes! Que maravilha!...
Ficas muito bem de preto, estás muito charmosa! Para mim o preto em certas ocasiões é a minha cor preferida, só não gosto quando é funeral, porque nessa ocasião a cor convencionada é o preto!rssssss
Também sou anti-regras ou por outra tenho as minhas!
Beijinhos e tudo de bom para a minha querida amiga.
Manú

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lúcia, sabe que às vezes eu mesma me assusto a mim própria? Penso comigo: como posso ser assim? Muitas coisas gostaria de mudar em mim, muitas coisas detesto em mim...tb sou intransigente e detesto ser assim...por isso que é muito difícil e sofrido ser eu mesma, pq dói mudar, dói ver que algumas coisas não consigo mudar e dói pq muitas vezes não sou entendida...Obrigada por seu comentário, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Então, somos bem parecidos Roy...afinal, todos temos defeitos e qualidades não é? Mas vou tentando melhorar, embora nem sempre consiga, beijos,

Nika disse...

Eu gosto deste seu jeito me ame ou me odeie, acho que temos que ser sinceros acima de tudo conosco, não gosto do tipo que cala para não escandalizar ou incomodar o outro, te admiro muito pelo seu jeito unico de ser.
bjs

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
Abraços de verdade e, fique com DEUS

Cucchiaio pieno disse...

Oi querida
Eu também nao acredito nessas coisas! Da' azar é pessoa invejosa e preconceituosa com pessoas autêntica (como você)!
Amiga ninguém é fácil, eu também nao sou e também nao consigo enxergar nada dessas coisas negativas em você - te acho uma pessoa muito doce e amiga!
O importante é ser feliz com o que é e tem para oferecer, o resto... é resto!
Bjo grande
Léia

Glorinha L de Lion disse...

Manu querida, nosso encontro foi mesmo ótimo! Quanto às regras, tb eu tenho as minhas, afinal, algumas, há que as ter! hehe beijinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Nika, sou mesmo do tipo ame ou odeie. Não sou de me esconder ou não opinar quando pedem minha opinião. Mas isso, quem me conhece há mais tempo, já sabe bem...beijinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada pela visita José Maria. Irei visitar seu blog sim, abraços,

Glorinha L de Lion disse...

Minha amiga Leinha. Isso sim é ser amiga! Amar apesar de...E vc me ama assim, desse jeito, apesar de...Porque não sou mole não! Meu sangue luso misturado ao calabrês, vou te contar, sai faísca às vezes...noutras sou uma pamonha de tão boba...hehe. Sangue quente e coração mole...coisas típicas de quem tem a mistura quente dos portugueses e italianos no sangue, não é? beijos minha amada, fico feliz de ter uma amiga como vc! Obrigada!

manuel marques disse...

Liberdade não é poder escolher entre preto e branco mas sim abominar este tipo de propostas de escolha .

Beijinho.

ANDREA FRANZONI disse...

glorinha to contigo e não abro mão do que vc escreveu, ja passei a virada sim de preto e quer saber, mudou e não mudou, e todo mundo tem dentro de si um lobo e um cordeiro, ainda bem nééé...rs...passei pra dizer um oi...bjos

Regina Rozenbaum disse...

Nem vou entrar no mérito da questão de crenças (cada um com a sua), mas vou meter minha colher de pau: vc conhece alguém que goste de comida destemperada???rsrs Aquela coisa insossa??? Amada, prestenção: você é destemperadamente no ponto e "decifra-te ou deguste-a" quem tenha paladar apurado.
Beijuuss, salivantes, n.c.

Thaíza disse...

Oi, passando para desejar um feliz ano novo. bjsss

Violeta Nascimento disse...

Oi amiga Glorinha,
Passando pra te desejar um ano novo especial e te dizer que estarei aqui..mais este ano pois é assim que gosto de você, autêntica
bj
vi

Mais Equilibrio disse...

Olá Glorinha,
Dizem que os iguais se atraem... pois é eu tenho total segurança em dizer que somos completamente parecidas... verdadeiras. Depois de 40...rrsrsrsrsrsss tudo fica mais claro e mais fácil de assumir e dizer!
É isto aí amiga... temos personalidade!!
Bjs
.....não mude em nada!!!

LyyBombom disse...

Oláá... tudo bem??!
Estava viajando pela net e encontrei o seu site.. li e aprovei!! =D

segue o meu...

www.makeupdebombom.blogspot.com

Com 50 seguidores farei um sorteio de uma sombra azul neon da Contém 1g...


bjinhoss...

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Taí. Vc já deu as respostas para os que criticam: tenho 53 anos, então está mais que na hora de eu viver a vida do jeito que quero, vc vá se fufu e enfie sua chatice no seu koo rs. E aproveite para treinar seu "ouvido surdo" - não ouça nada, deixem falar (pq falarão mal de vc mesmo que vc fosse uma santa. as pessoas adoram inventar motivos pra falar mal). Só não exagere: seja o que vc é, naturalmente, sem precisar mostrar nem esfregar nada na cara de ninguém, porque ai já é o outro lado da moeda, o outro ainda é o foco da sua atenção e ação.

sei lá, acho super cafona chegar numa festa, todo mundo de branco, parece que vai ter sessão de macumba (pq tem "frango" na mesa, vela acesa, tanto "pai de santo" de branco).

eu passo sempre com a roupa que mais gosto, começo o ano me sentindo bem. a minha blusa este ano foi preta, teve ano que foi marrom, ano que foi azul, etc. faz sentido virar o ano (que no fundo é só mais um dia que nasce, como qualquer outro) se sentindo bem, não é?

sofre muito a pessoa que fica presa na vaidade do "o que estão falando de mim". fora que falatório não paga conta, não serve pra nada, então...descartável é.

bjs

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

ah lembrei uma resposta q dei para uma tia chata, que tb cismou qdo passei a virada de calça preta. Eu disse pra ela: pior vc, que vai passar a virada de alma preta, no meu caso é só ir lá e trocar a calça, no seu caso não há solução aparente.
Nunca mais ela me encheu o saco... e até aderiu a moda do "passo o ano com a roupa que quero".

Lu Souza Brito disse...

Glorinha,

Você é a voz de muitos que não sabem se expressar. Não acho que tenha tanta gente que aceite tudo o tempo todo, acho que tem pessoas que não sabem expressar suas opiniões assim escrito como você ou não gostam de se expor. Porque voce sabe que a palavra escrita tem um peso grande, e as pessoas nem sempre sabem interpretar o que queremos dizer, ou melhor, interpretam de acordo com suas vivencias, pontos de vista, etc.

Concordo com a Lúcia, as vezes me assusto com o que escreve, mas na maioria das vezes aplaudo.

Sobre as cores, não tenho nada contra usar preto (tenho uma amiga que sempre passa com uma peça preta), mas eu gosto mesmo de cores claras, que me traz tranquilidade, harmonia. Sério, não que dependerá disso meu ano seguinte, mas eu mentalizo as coisas boas em conjunto com a roupa que visto, e acredito sim que ali já estou vibrando por um ano melhor. Mas quem disse que não se pode fazer isso com o preto. Já li sobre o preto reunir todas as cores e também ser uma barreira contra as coisas ruins.

Eita que você é danada de polêmica e eu gosto!
Beijooooooos

Vicentina disse...

Ah! Glorinha só vc mesmo, querida, vc é autêntica. Gostei de ver vc de prêto, eu tbm não acredito que a cor vai mudar nosso destino.
Me vejo muito em vc, as vezes acontece coisas comigo então eu falo pro marido, não chamo Vice se não for lá e falar com a pessoa, não deixo nada pra tráz, ponho sempre em "pratos limpos" como dizia minha avó, senão fica aquele nó na garganta que faz mal pra gente.
Bjs e seja Feliz

lolipop disse...

"Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens.
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!(...)
Se ao que busco saber nenhum de vós responde,
Porque me repetis "vem por aqui"?
(...)
A minha vida é um vendaval que se soltou
É uma onda que se alevantou
Não sei por onde vou
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí."

Nunca me apeteceu tanto dedicar José Régio, como a essa mulher linda, de negro vestida num fim de ano branco, coragem na alma, talento na escrita, coração doce, alma inquieta...traçando na areia passos apenas seus...minha amiga Glorinha!
Ternurasssssssss

orvalho do ceu disse...

Oi, Glorinha
Minha querida, depois que eu fiz um Curso (Eneagrama) convivo muito bem com o diferente de mim e NÃO critico mais ninguém...
A gente tem a amania de achar que o nosso modo é o correto... pena!!! Desperdiçamos a bondade do "distinto" de nós!!!
Seja vc e pronto!!!
A transparência é um bom começo de felicidade... mas dê o direito aos demais de ser como são (vc já deve fazê-lo em suas relações pessoais) e o mar abarca a TODOS (sem exceção)...
Gosto de poder dizer o que sinto e penso por aqui em seu espaço... Sei que posso... bacana!!!
Fique na paz!!!
Feliz Novo Olhar em 2011 e o resto virá por acréscimo,menina!!!
Bjm de paz

Glorinha L de Lion disse...

Pois assim sou eu amigo Manuel! Abomino que tentem tolhir minha liberdade. bjinhos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Andrea, somos sim, uma mistura do bom e do ruim, somos humanos, né? beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Rê, às vezes erro a mão na pimenta malagueta...rsrs...mas, garanto que quem gosta de comida apimentada, me adora...já os que têm estômago fraco ou hemorróidas, eses não sei não....beijos, obrigada pelo carinho,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Thayza, obrigada, o mesmo pra vc! bjs,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Mais Equilíbrio, mais uma MALAGUETONA? hehehe...vamos juntas amiga, levar paulada da vida! rsrs...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Violeta, é um prazer saber que vc estará aqui mais um ano. Que 2011 seja gentil com a gente, né querida? feliz 2011 pra vc tb! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lyy, obrigada pela vista, seja bem vinda! beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Não, não amigo Alê, não ligo tanto se estão falando mal de mim não...claro que todos queremos ser amados, aprovados, salve, salve. Mas o motivo de eu ter escrito isso, foi para contar pq faço certas escolhas e não outras, e foi sobre uma conversa que surgiu no encontro de blogueiras...e foi especificamente para uma pessoa da minha família que vive me cutucando e me confrontando pq virei atéia, pq faço isso e não aquilo. Ela acha que faço as coisas pq sou do contra,para aparecer e ser diferente, simples assim...E aliás, ela nem me lê, então quis colocar para fora dizendo que sou do contra, pq não penso como todo mundo, e tenho minhas razões. Quanto ao que pensam e falam de mim na blogosfera...tô me lixando. Só ligo se for alguém de que gosto ou alguém que tenho em alta conta. Aí sim, viro bicho, saio do sério e rodo minha baiana calabresa com roupa de fadista...rsrsrs. Não estou dando satisfação à quem não gosta de mim... esses, nem sei que existem. No final, a gente quer ser amada e feliz, só isso né? Realmente tem gente que veste a alma de negro e esses sim, são os perigosos...Beijos querido, obrigada pelo seu depoimento,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lu, não sou de levantar bandeiras que não sejam as que acredito. Sou autêntica e mostro o que sou, logo de cara. Se ajudo pessoas com esse meu jeito desmesurado, ótimo, mas ajudo, principalmente a mim mesma, pois como já disse aqui várias vezes, meu blog é minha terapia. Solto meus cachorros, brigo, me emociono, choro, rio...aqui eu sou eu no sentido mais amplo. Por isso não consigo deixar de escrever aqui. Obrigada por seu carinho, entendo quando diz que às vezes assusto, mas assim sou eu. Assusto até a mim mesma, às vezes. rsrs Beijão,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Vice, pratos limpos é comigo mesma! hehe Adoro limpar os pratos e não deixar mal entendidos. Às vezes isso incomoda quem prefere deixar tudo sujo ou empurrar pra debaixo do tapete...Mas a gente leva cada bordoada né meu doce de leite? Eu levo...hehe mas ainda não aprendi a ser diferente, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Que lindo Loli! Amei esse poema! Sou eu mesma! Não te falo que me "lês", num sentido muito mais amplo?
Vou copiar e guardá-lo comigo, quando me confrontarem ou eu a mim mesma e eu desanimar...pois é muito difícil ser eu, minha amiga, te digo que é.
Beijo grande, obrigada por teu carinho,

Camille disse...

Voce esta certissima. Depois que parei de usar a caçcinha da cor X por que queria determinada coisa, e tb de comer lentilha por que trazia prosperidade, cheguei a mesma conclusao que voce, tudo isso é uma besteirada. Embora ainda ache branco uma convençao que deixa todo mundo na mesma cor, um uniforme de passagem de ano, um unnificador, vamos dizer. Ano retrazado estava de laranja.
Uma pequena correçao: branco é a soma de todas as cores e preto é a ausencia de cor, de luz. Por isso tem gente que usa preto para espantar inveja, mau olhado. Olha so as roupas dos supostos "bruxos". Paulo Coelho por exemplo, sera que usou branco no ano novo? Coisa nenhuma, deve ter ido de preto. E preto hoje é cor de festa. E em outras civilizaões ainda mais No Japao é preto para mulher e vermelho para o homem nao é? Enfim, cada um inventa o seu. E que voce tenha um otimo ano, cheio de cores, incluindo branco e preto, hehehe.
Cam

Nilce disse...

Oi Glorinha

Você é você e pronto.
Sabe que sempre me enchiam o saco por não vestir branco na passagem de ano.
Resolvi colocar. Foi o pior ano da minha vida.
Voltei à minha. Eu hein? Só tenho tido anos maravilhosos, pelo menos com problemas mais suportáveis.

Você passou de preto e eu de pijama, kkkkkk, na sacada da minha mãe filmando os fogos na praia.
Tomei um belo banho, pus meu pijama mais fresco para me trocar depois. Não deu tempo, o povo festando e nem notaram que eu não troquei de roupa.
Foram ver lá pelas 3 da manhã.

Eu considero que é apenas mais uma noite apenas com fogos lindos, porque no outro dia estava tudo igual, nada mudou. Ninguém pagou minhas contas, nem amanheci nas Ilhas Gregas. Marido com o mesmo sorriso, ainda bem.

Bjs no coração!

Nilce

Mila Viegas disse...

Guxa,
Já passei muitos reveillons de preto também e de calcinha velha ainda por cima... kkkkk... Não me ligo nessas coisas. A única coisa que se faz importante para mim na virada do ano, por exemplo, é manter meus pensamentos no foco do que eu quero ou estou prestes a alcançar. Simples assim.

Aliás, como boa "bruxa" que me prezo, eu gosto muito de preto.. hihihihihihi.

Me vejo em muito do que escreveu porque eu também sou assim de certo modo. Faço o que eu quero, do jeito que eu quero, embora nem sempre pareça que estou fazendo isso.. rs.

E por ter mantido meus pensamentos no foco que desejo, ouso dizer que este início de ano muitas decisões importantes estão sendo tomadas por mim e pela minha pequena família e será uma fase de grandes mudanças.

Uma cor é simplesmente uma cor e quem se importa apenas com essas superstições perde tempo em vez de olhar para coisas mais relevantes e produtivas da vida. Bobagem.

Beijo grande!

OBS: Queria tanto ter ido ao encontro.. humpf.. até tentei na última hora, mas não foi possível mesmo. Nos vemos em breve, em outros.

Glorinha L de Lion disse...

Puxa Roselinha! Gostei demais do seu comentário! Ainda falta muuuuito pra eu ser assim. Mas vou tentando, vou aprendendo com todos vcs. Muito bacana seu depoimento. |E, com certeza, aqui, pode falar o que pensa sim! Obrigada beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi Camille, pelo que pesquisei,para alguns o preto, assim como o branco, significam ausência de cor, ou a soma de todas as cores, tanto uma com a outra, são os extremos do espectro. A soma das cores primárias dá o branco. A soma das terciárias dá o preto. Se eu estiver errada por favor, me corrija.
Mas isso é só um detalhe perceptível ao olho humano...o imperceptível é o que nos interessa não é? E para isso, batam os olhos da alma, dos sentimentos. Gostei muito do seu depoimento...obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

kkkkk Ri muito de saber que vc passou de pijama...hehe eu tb não ligo a mínima para essas coisas. Já passei no quarto, já passei na praia, já passei comendo, já passei chorando...O que importa é estar bem, feliz, o resto é só uma convenção que o homem inventou. Como vc disse muito bem, no outro dia continua tudo igual, só a esperança é que melhora! Beijos, adorei!

Glorinha L de Lion disse...

OI guxa! Tb adoro um pretinho básico! Acho que tenho uma bruxinha enrustida em mim! Que venham as mudanças mi! Elas sempre são para nosso aprendizado, e que sejam as melhores pra vc! Beijo grande,

palavrasesilencios disse...

Gloria, às vezes eu acho que também incomodo algumas pessoas com minha personalidade forte pra alguns, difícil. Fico um pouco de saco cheio quando uma coisa que deveria ser prazerosa, vira uma obrigação social, simplesmente porque os outros acham que você deveria agir desta ou de outra forma. Quando saio do senso comum também não espero chocar ou ser do contra, quero ser feliz e fazer o que me deixa bem, e não agradar os outros em detrimento da minha felicidade.O outro te chama de egoista facilmente quando você faz algo que lhe agrada mas que não o deixa feliz, mas ele já parou pra pensar que fazer algo que não lhe agrada para o deixar feliz, nessa ótica, também poderia ser uma atitude para satisfazer o egoísmo...dele?! Também não sou boazinha e nem quero ser, não quero ser o que os outros esperam de mim, mas o que eu quero ser de verdade. Tenho poucos e bons amigos e sou leal a eles e isso realmente é importante na minha vida, as pessoas que eu escolhi estar junto e não aquelas que me foram impostas. Existem pessoas na família que poderiam ser escolha, já outras, imposição total. E essas pessoas que criticam, no fundo, queriam ter um pouquinho mais de coragem de ser elas mesmas e não o que os outros esperam que elas sejam.

Deixei um pouco de lado o "Clarice," e pela sua indicação voltei ao "Sombra do Vento", quando terminar te digo o que achei.

Beijos e obrigada pela ótimo papo no fim de semana! Bjs, Juliana

otilia cristina disse...

EU COMECEI A SEGUIR VOCE ATE PELO QUE LI AQUI E PELO QUE VOCE PASSA E É TUDO ISSO QUE LI AGORA..GLORINHA LI UMA FRASE ESSES DIAS QUE AMEI!"""A OPINIÃO DAS PESSOAS SOBRE MIM NÃO É DA MINHA CONTA E SIM DA CONTA DELAS"!!COMO DIZ A MUSICA TO NEM AI ...SOU ASSIM TAMBEM E QUER SABER ESSES DIAS OUVI ALGUEM DIZER..AI ME DECEPCIONEI COM ESSA ATITUDE SUA..EU DISSE QUE OTIMO TEM QUE SER ASSIM MESMO SOU HUMANA NÃO SOU PERFEITA E QUERO ERRAR DEUS ME LIVRE SER PERFEITA ..TUDO QUE É PERFEITO DEVE SER DE PLASTICO SRSR SRSR AMEI SABER MAS SOBRE VOCE E EU TAMBEM NEM LIGO PA PSAAR DE PRETO DE BRANCO DE ROXO..SEI QUE O DESTINO NÃO DEPENDE DAS CORES E SIM DAS MINHAS ATITUDES...
BEIJOS
OTILIA

welze disse...

Dá-lhe lindona! Eu me acostumei com preto por andar muito de moto. Ma gosto de muitas outras cores. As vezes me sinto bem com uma e melhor com outra. Confio no meu SENTIR. Mas uma coisa que gosto, é sempre estar em azul, vestindo e cercada de azul, por ser essa uma cor que PARA MIM, chama saúde. Me faz sentir com mais saúde. Agora, o que eu gosto mesmo, é de me sentir BONITA, se estou me sentindo linda pelada, é com essa COR que fico, em casa, com o bonitão é claro.beijos beijos beijos

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Oi linda mulher de negro!
Como o povo cuida da vida alheia não!? rsrsrs Deus do céu!!! rs Nada como sermos quem somos né querida.Vc sabe que me vendo pessoalmente, ou até mesmo pelas palavras acho que dá pra sentir, tenho um jeito mais delicado, só que sou cheia de personalidade rs, odeio regras, defendo meus pontos de vista, tenho uma boa dose de paciência sim é verdade but...basta uma palavrinha e a galera pára! hahaha Como sabem que tenho essa paciência, a hora que o caldo entorna ninguém ousa falar mais nada, tipo pingo no i é letra hahaha é engraçado. Agora se tem coisa que eu detesto é gente que diz ter personalidade mas na verdade é um grosso(a) e tbm aqueles tipinhos que se fazem de anjinhos e são uns demozinhos blah credo!
Flor, vc é linda, cheia de luz, com esse sorrisão, vai com tudo, seja sempre quem vc é com orgulho! Ói nóis aqui te seguindo frôr rsrsrs te amamos né?! rsrsrs
Beijinhos.

Flores e Luz.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Juliana, que bom tem várias pessoas parecidas comigo! Uffa! deu até alívio! Pelo menos tem gente que vê igual a mim. legal seu depoimento, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Legal essa frase Otília. É realemnte uma grande verdade. Seria bom se cada um cuidasse de si e de seus próprios problemas que não são poucos...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Queridona, vc é demais! Assim, parecidinha com meu way of life...obrigada por sempre me dar seu colinho...beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Moniquinha, minha fada! vc arretada? Não consigo crer com essa carinha meiga e angelical...hehehe Mas a gente precisa se impor na vida, ou é esmagada pelos que pensam que sabem tudo, não é?...beijos, querida,

Taia Assunção disse...

Sabe que essa foi a primeira virada em que passamos de branco?! Talvez por estar na praia...sei lá. Nada haver com crendices, sempre passo com a roupa que estou afim de passar. Mas lendo ao comentário do Ale, realmente tenho que concordar: apesar do marido ter ficado lindo, ficou uma coisa assim meio pai de Santo...nada contra, nem nada a favor, já que não tenho conhecimento de causa. Li também o comentário da Regina Rozenbaum e entendi beijos salientes...rsrsrsrs. Beijocas minha querida, saudades daqui.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Taia, saudades de vc tb minha querida! Sou daquele tipo "hay gobierno? Soy contra"...heheh gosto de fazer ao contrário do que manda a tradição, claro que não com tudo, senão ía diretinho pro hospício...mas quando posso escolher, escolho o que gosto e não o que é lugar comum...Teu marido de pai de santo? hehe beijocas

Eduardo disse...

Glorinha, com essa revelacao do seu eu so posso concluir que voce eh um ser humano normal! A diferenca em relacao aos outros eh que voce diz o que pensa.
A proposito, como o preto nao reflete nenhuma cor pois absorve todas voce de preto esta absorvendo tudo o que vier no ano novo e como a soma das coisas positivas supera em muito as negativas voce vai estar muito bem.
Shrek

Anônimo disse...

kkk
Glorinha, fiz como vc..ROMPI DE PRETO...KKKKKKKK
QUER VER A VIDA VAI MELHORAR ÁS PAMPAS,..

AH, O MELHOR ANO DA MINHA VIDA FOI AQUELE EMQ UE EU ROMPI BRIGANDO....KKKKK
COM O MARIDO, CLARO....

FELIZ 2011, GLORINHA
GRACE OLSSON
graceolsson.com/blog

ManDrag disse...

Estou contigo, amiga, se o preto é mesmo a reunião de todas as cores então só tem mesmo que vestir de preto quando é para usar uma selecção de cores. Além disso não é o preto uma cor ideal para ocasiões cerimoniais? O preto é neutro, além de ser muito chique!
Então eu acho que estavas muito bem vestida para a ocasião. hehehe

Eu também abomino essas convenções sem outro sentido que não uma estúpida superstição.

O melhor traje para se iniciar um novo ano é mesmo o conhecimento lúcido de si mesmo e do seu percurso pessoal.

Abraços

Glorinha L de Lion disse...

Oi Eduardo, espero que todas as coisas boas confluam pra mim esse ano...chega de baixo astral! Obrigada, beijo,

Glorinha L de Lion disse...

KKKKKKKK oi Grace, o negócio não tem receita né? Se usando determinada cor ou sendo de um certo jeito a vida da gente desse uma guinada de 180 graus a vida seria bem mais fácil! Felicidade não tem receita, nem dogmas, nem padrões. Legal seu comentário, obrigada, beijos,

Glorinha L de Lion disse...

Oi amigo Man Drag. Eu acho o preto chiquérrimo, além disso, emagrece! Deveria ser a cor preferida das mulheres e acho até que já é, sem que percebam. Se felicidade tivesse receita já teriam inventado uma fórmula pra ser vendida nas farmácias, não é mesmo?...heheh beijos,