quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Desânimo e Solidão

Confesso a vocês que estou meio desanimada essa semana...
Minha proposta ao escrever o blog era, fazer novos amigos sim, mas, principalmente, instigar as pessoas, pensar junto, discutir temas relevantes.
Falar de abobrinhas sim, mas também de assuntos importantes, de temas incovenientes, de interagir com as pessoas...
Não está sendo suficiente pra mim, escrever sobre determinados temas e ver o silêncio absoluto, a falta de resposta, da discussão, do envolvimento...acabo me sentindo sozinha numa multidão...gostaria de falar sobre assuntos muitas vezes controvertidos, temas espinhosos, mas não sinto retorno, então fico procurando assuntos que possam interessar às pessoas que me lêem, e acabo não falando tudo o que gostaria...
É, estou me sentindo sozinha hoje, acho que as coisas que me importam, não interessam às outras pessoas...
Estou convencida que mentiras sinceras, como disse Cazuza, interessam...
Os assuntos mais banais, como moda, maquiagem, comidas, dicas de bem vestir, de decorar a casa são comentados, lidos, trocados...não que eu não me interesse por isso, gosto de tudo, mas gostaria que as pessoas parassem um pouco pra pensar sobre as coisas que estão acontecendo ou que aconteceram e nos atingem até hoje.
Quando falo de um assunto que daria muito pano pra manga, o que ouço é um silêncio avassalador.
Acho que às vezes escrevo pra mim mesma, pois, por mais que queira ter respostas, o que sinto do outro lado é a ausência absoluta.
Estou amarga hoje. Amargurada...Minha proposta não está sendo entendida e talvez nunca seja...
Gostaria de um pouco mais de profundidade...Não sou mais sábia que ninguém, não me sinto superior a quem quer que seja, acho aliás, que, cada vez mais, nada sei...mas quero aprender, tenho ânsia por saber, mas o que me aflige, no momento, o que desejo, são as coisas e dores da alma e não do corpo. Não são as coisas que todo mundo gosta o que mais me atrai, mas o que me faz pensar, o que me instiga, o que me move pra frente.
Talvez esteja no lugar errado ou na contramão do tempo em que vivo....
Por enquanto, olharei pela janela, como a moça do quadro, procurando a saída, procurando a resposta que sei bem onde está...
Quem sabe esse seja meu último post?

Moça à Janela - Salvador Dali

10 comentários:

Cris disse...

GlORINHA POR FAVROOOOOR :/ NADA DISSO mulher, ânimo poxa!
todo mundo adora ler oque vc escreve, eu também gosto muuuuito, as suas ódeias são importantes, o seu ponto de vista é um dos mais interessantes que já vi.

O universo das blogueiras é sem fiim, e não é só moda, maquiagem, cabelo que nos interessa, acredite!
não desista de soltar o verbo, de discutir temas agradáveis e dolorosos. Pensa no tanto de gente que NÃO TEM blog, mas que passa aqui diariamente procurando resposta para as situações da vida, pensou? então...não pare de escrever, pq suas palavras tem um poder absoluto.
E eu sempre estarei aqui, lendo e comentado no seu blog :)
MINHA LINDA♥

Ah, deixa eu te falar, eu organizeio um sorteio no meu blog, participa tá :D


CHêRINHO ;*

Vagamundos disse...

Esperemos que não seja o ultimo post! Longe disso! Gostamos de ler os teus pensamentos e a forma como lês a vida.
Beijinhos

Bordados e Retalhos disse...

Ai Glorinha fica assim não. Eu tb quando pensei em criar um blo não imaginava que postaria catapora de filho. Pensei primenramente em publicar meus textos, mas o blog é um diário e a gente acaba partilhando a vida. Acho vc tão inteligente, viajada, espirituosa. vai ser difícil pra mim não participar, todos os dias, do seu "Café com Bolo". Bjs

Edna Fadinha disse...

Poxa Glorinha não fique assim.Alguns temas realmente não chamam tanto a atenção das pessoas mas nem por isso vc deve desistir.Acho que deve ser esse tempo que está te deixando assim,aí ni Rio tbm está chuvoso?Todas nós temos momentos de desânimo mas força querida.
Se quiser conversar um pouco mais me adicione no msn(alves_edna@hotmail.com) apesar de que entro raramente.
Bjs

welze disse...

oi Glorinha. Aquiete seu coração querida. É assim mesmo. É difícil você ter um papo enriquecedor com muita gente por pouco tempo, imagine então, com muita gente, por muito tempo. Por anos, anos e anos, escrevi para mim mesma, e depois de tê-lo feito, lia, amassava e jogava fora. Sabia que não ouviria um retorno se lesse para alguém ou mesmo se falasse com alguém sobre muitas coisas. Talvez até tivesse um retorno, minha filha e marido, são chegados numa polemica e num bom papo. Mas o que eu queria as vezes era chegar a novos horizontes. Daí o desânimo vinha logo. Entrei nesse mundo de blogs, por conta do entusiasmo da minha filha, que dizia que muita gente gostaria de ler o que escrevo e saber de minhas coisinhas, como receitas, chás, dicas, e afins. A gente, se quiser atingir outras pessoas, tem que se juntar a elas. Não fique triste ou desanimada. Amanhã é um outro dia, e quem sabe estará mais animadinha. Desculpa-me por tomar tanto do seu espaço. Mas gosto demais de ler o que voce escreve, e gostaria de continuar a fazê-o. Beijo grande.

Vicentina disse...

Glorinha
Vamos parar com este desânimo, todos gostam de ler seus posts, o que acontece é que as pessoas estão todas correndo de um lado pro outro
Vejo pelo meu caso, tenho muito pouco tempo para o computador, a vida das pessoas anda muito cheia de ocupações
Não pare, quero continuar vindo no seu blog e lendo o que vc escreve
Bjs

Friends Forever disse...

Caramba,ñ fica assim!
Tudo que vc escreve é maravilhoso!
Vc tem é que escrever um livro.
Eu sei que tem dias que amanhece cinza,cinza dentro de nós.Eu sempre leio seu blog. Ñ é tudo que comento pq tem coisas que nem sei como me expressar ou até mesmo ñ sei muito a respeito.
Olha, foi por sua causa que eu me animei a melhorar meu blog que estava abandonado à 2 anos!
Vc é muito animada,alto astral e pra cima pra ficar assim. Ñ permita que volte a acontecer, é só um desânimo. Tudo que vc escreve é lindo demais e causa um impacto muito profundo e animador nas pessoas.
Então, levanta , sacode a poeira e da volta por cima!AMIGA, EU ADORO E ADMIRO MUITO VC!
Muitos bjs, Rozani

Daniele Larri disse...

Glorinha,
eu entendo o que vc diz, as vezes tmb me sinto assim...sozinha na multidao, tentando fazer a diferença, tentando ser ouvida, querendo deixar munha marca no mundo....e muitas vezes (muitas mesmo!)me sinto perdida, pequena num mundo de gigantes...
Moda, beleza, bordados....estou iniciando no mundo dos blog´s, mas sei que ainda nao sou ouvida da maneira que gostaria e que muita gente só vai no meu blog para ver o passo-a-passo do bordado....e depois? depois que todos já tiverem o ¨segredo¨do bordado? será que vai ficar alguma coisa? Uma visita, um comentário?
entendo a sua preocupaçao, mas repito: ¨adoro café com bolo¨
bjo
Daniele

Paula Pacheco disse...

Querida Glorinha...não gostei deste post...imagina...parar...seu blog é tão enriquecedor, contestador...adoro isso, dar opiniões sobre o que acontece no mundo, por isso gosto de estar aqui, realmente diferente de comida, moda, beleza, o seu é de opinar, viajar, pensar em questões sociais como eu já vi muito por aqui...que tal você divulgar mais seu blog? Posso te dar umas idéias...e quanto ao encontro em Ctba das blogueiras foi uma comilancia só hahahhaha quase passei mal...que tal vc organizar com as meninas ai? Tem várias blogueiras do RJ, no nosso encontro tinha blog de culinaria, artesanato etc...não precisa ser restrito...e dessa maneira vc fica conhecendo mais blogueiras...o que acha???
E quero ver a senhora reerguida e mandar bala nos seus posts...que eu adoro...vc pensa que eu gosto so de culinaria? Que nada, adoro outros assuntos por ai também...tenha uma ótima semana amiga,
bjs
Paula

Ulysses disse...

Gostei de seu blog e de suas idéias...
O que mais me chamou atenção foi o fato de me identificar com os seus comentários...Às vezes me sinto um alienígena perante o mundo em que vivo... esse mundo superficial em que vivemos, a ausência de valores espirituais, o materialismo exacerbado, me fazem pensar qual seria o propósito de estarmos aqui...
Sinto-me triste de estar no meio de várias pessoas e só enxergar a aridez... Talvez seja cético demais ou crítico demais...
Foi um prazer conhecer seus pensamentos e não pare de escrever... só assim vc poderá encontrar pessoas que tenham a mesma vibração que você...