quarta-feira, 21 de outubro de 2009

O Deus das Pequenas Coisas...

Uma lagarta, se abastecendo, para virar uma linda e enorme borboleta....
A mata em frente à minha casa, com nevoeiro...

Um ninho de passarinho abandonado...


Minha bromélia gigante e sua única e última flor...
Esse é o título de um livro: O Deus das Pequenas Coisas...mas adoro esse pensamento, de que há uma magia nas coisas mais simples da vida....como se houvesse um pequeno deus em coisas corriqueiras e banais, que eu gosto de olhar, como pequenos grandes milagres da mãe natureza...
Como a enorme lagarta verde, que devora meu fícus...gosto de olhar pra ela todos os dias, ver se fez seu casulo, se já vai se transformar em borboleta....
O ninho que algum passarinho fez nas casinhas que tenho na varanda, e, por algum motivo, abandonou, já pronto...
A névoa de um dia chuvoso, cobrindo parcialmente a mata, me fazendo pensar...até quando? Até quando essa mata ficará preservada das mãos do homem?
A bromélia gigante do meu jardim, que em sua magnaninimidade, me presenteia com sua única e última flor, antes de morrer...
Gosto de olhar a chuva caindo e sentir o cheiro de terra úmida...o som de uma voz de criança da casa ao lado...as folhas que nascem, verdes, brilhantes, no pé de camélia que adubei...
São tantos, inumeráveis os pequenos milagres da vida no dia a dia, que não me canso de comtemplá-los, como se sempre fosse a primeira vez...
Tem quem acredite em fadas, em duendes, em espíritos e em deuses...eu acredito na Vida, no poder que temos de modificá-la, de transformá-la, de fazer com que ela seja bela, leve...basta um olhar, um olhar para as coisas simples da vida, vendo que todas são únicas, em sua magnífica simplicidade...

PS: Dedico esse post à Mariana Alvarenga Amado, minha jovem amiga.





6 comentários:

Dan disse...

Oi Glorinha,


Lindos pensamento, lindas fotografias e que que lindo nevoeiro, deus está nas pequenas coisas...

Abraços

Açuti disse...

Nossa, que lindo....
Adorei a imagem da mata...fiquei relaxada em pensar no cheiro, maravilhoso, de terra molhada e de plantas verdinhas...nossa, esse perfume não tem preço!!!
super bjksssssssss

Bordados e Retalhos disse...

São essas coisas simples quen fazem toda a diferença. Que trazem o encanto no dia a dia e que fazem a vida valer a pena, apesar de tudo. Bjs

Silvana disse...

Oi glorinha!

que fotos lindas (apesar que a bobona aqui demorou um tempo pra achar a enorme lagarta...hahaha)

Adorei o que escreveu, pq é assim mesmo: temos, de algum modo, que insitir. Sempre haverá alguém que nos lê "de verdade". E não aqueles que fingem e dão um oi.

A sementinha é lançada. O resto é aguardar.

Vc nos dá muita paz qdo escreve. E isso não encontramos em qqr pessoa, somente nas especiais.

Adorei teu comentário no meu blog. Sempre gentil e afetuosa - e isso não podemos precificar.

Beijooooo e muita força. Nem pense em parar...

Cris disse...

que linda essas fotos meo amooor *_________*
nós moramos em lugares privilegiados né
que super TUDO!
e me explica essa bromélia no seu jardiiim que LINDAAA ;D

e seus pensamentos e pontos de vistas são cada vez mais lindo de se admirar viu :) sua lindaa

OUUN MEO AMOR, EU SUPER SOU NOIVA MESMO usasuhahusuhsa
morro de rir com vc viiiu :') aiaia mas td bem pode apresentar o filhão, adoro fazer amizadeeeeees *_*
Ah eu vu o blog da Thais com o look dela shuasuashs mais é uma gracinha ela viiu, eu super acho que ela deveriiia divulgar mais o blog dela, no meu próximo post vou indica-la para as leitores, ela é mto talentosa, adorei :D
é como já disse uma vez la no blog dela 'soh falta ela disponibilizar as roupas na net' pensou que arraso? ;)

é isso amoooor,

um chÊrinho ;*

Claudia Bins (Cacau) disse...

OI Glorinha,

Adorei as visitas! Com certeza viajaremos juntas pela blogosfera! Apareça sempre!
Eu também virei aqui para me abastecer a alma.

Beijo grande,

Claudia