quinta-feira, 18 de março de 2010

Não Sou Supermulher...

Antes de mais nada, quero agradecer a todas que me mandaram recados e emails me dando força e ânimo...mas, quero explicar uma coisa muito importante:
O blog para mim funciona como uma catarse. Uma maneira de colocar para fora minhas neuras, meus conflitos internos, minhas dores...
Ele é para mim, uma espécie de diário, uma maneira de desabafar tristezas e dificuldades, e claro, alegrias, bom humor e felicidade...
Ontem foi um dia extremamente sofrido para mim, e, para vocês terem uma ideia de como ando numa espécie de "inferno astral", meu marido, para completar, foi assaltado, mas, por sorte só levaram os dois celulares dele e uma carteira "do ladrão", como ele diz, sem nada dentro.
Ando numa fase complicada da vida, mas sei, que como tantas que já tive, vai passar...o problema é que quando a estamos vivendo, parece que se demoram séculos...
Meus problemas são até pequenos perto dos problemas enormes que tanta gente tem, sei disso, mas, também sei que não sou uma super mulher...sou frágil, sou humana...e sabemos o quanto dói quando é com a gente...
E, na minha humanidade, tenho momentos de desesperança, de desassossego, de sensação de vazio e inutilidade...
O que eu escrevi ontem, foi num momento desses... Não sou assim, o tempo todo, inclusive, houve uma época da minha vida, em que eu não era assim, nunca.
Mas, a vida vai passando, vamos envelhecendo, e nossa paciência e disposição para sofrer diminui muito, assim como nossa imunidade cai, à medida que envelhecemos vamos perdendo a imunidade para o sofrer, pois ele tem um efeito cumulativo...daí, um dia vem a explosão, seja em lágrimas, seja em palavras, seja nos dois...
Ontem, foi um dia assim...
Sou atéia, nem tenho como deixar de ser...como muita gente pensa que acontece...que num piscar de olhos, porque estou passando por momentos difíceis, vou crer em deus e nos anjos...
Não é assim que as coisas funcionam, nem é assim que vejo a fé...para se ter fé é preciso simplesmente...tê-la, acreditar em algo, ou em alguém, ou numa corrente religiosa...Eu não tenho fé, não consigo acreditar, por mais que sofra ou tenha problemas, sou um ser racional demais para ter religiosidade ou fé...como já disse, acredito na vida, no destino que nós fazemos, na natureza...Não adianta, cara amiga, que me sugeriu ouvir o padre Marcelo cantar...eu jamais ouviria o padre, muito menos compraria um cd dele e não existe a menor possibilidade de eu acreditar em deus por ouvir alguém cantar uma música, por mais bonita que seja, ou por alguém rezar...Ontem eu falei por metáforas...eu não quero um deus, eu quero soluções para os meus problemas...deus, foi uma força de expressão, até porque acho bonito quem crê, quem espera algo, quem se consola por ter fé...A fé dá as pessoas a esperança, o amparo, a bengala para continuar a caminhada...eu, não a tenho...
Entendo como um carinho o desejo que eu acredite e tenha "a revelação"...mas ela jamais acontecerá...porque eu já fui católica e deixei de ser, não só católica, mas qualquer outra coisa..e não foi por problemas, revolta, ou fatos horríveis que aconteceram comigo que me fizeram deixar de ser crente...e é isso o que as pessoas não entendem, até mesmo meus familiares...
Eu deixei de acreditar porque cheguei à conclusão, ao longo dos anos, de que não existe nada além dessa vida, nem deus, nem demônio, nem nada além do que vemos e tocamos...aliás, isso já é um assunto velho aqui no blog...toda hora tenho que falar nisso para alguém que ainda não me conhece...
O que eu também digo sempre é que nem por isso não sou uma pessoa ética, com amor ao meu próximo, amiga dos meus amigos, solidária, do bem...sou tudo isso, claro que com milhões de defeitos até mais que qualidades, mas uma pessoa do bem... que não acredita em deus...Simples e claro como água de rio...
Tampouco sou uma supermulher...sou tão humana, que há dias em que, como ontem, o mundo pesa zilhões de toneladas e minha vontade é sumir...
Mas, como disse minha amiga do coração, Giovanna, sempre há o amanhã...E ele sempre chega...às vezes com uma surpresa maravilhosa, outras vezes com más notícias, mas se existe amanhã, existe esperança...
Por hoje, só tenho a dizer: Muito obrigada amigas...sei que vocês estão aí, do outro lado, me mandando boas energias...
Enquanto isso, aguardo o sol nascer de novo, aqui, dentro de mim...

21 comentários:

Lu Souza Brito disse...

Olá Glória,

É a primeira vez que venho ao seu Blog.
Bom, pelo pouco que li, só posso te desejar boa sorte. E que estes momentos difíceis sejam breves.
Um abraço

Beth/Lilás disse...

Glorinha, só rindo contigo!
Olha, vou te mandar aquele que tenho lá guardado de tempos atrás que eu ouvia. Você vai adorar, menina! kkkkkkkkkkkk
Mas, pelo que já ouvi de vc hoje pelo telefone, as coisas estão melhorando e continue com pensamentos positivos, pois eles é que são o verdadeiro Deus em nós.
bjs cariocas

Yoyo Pizy disse...

Que o dia de hoje seja melhor que o de ontem!
Bjos

cantinho she disse...

Oi querida Glorinha e o sol irá nascer de novo pra você com toda certeza!
Eu amei o seu post desprovido de normas que a sociedade impõe, falar de religião é sempre um assunto complicado porque algumas pessoas acham que a crença delas tem que ser a única.
Sabe, eu sou espírita, mas acho que cada um tem que acreditar no que te fizer bem, e/ou não acreditar se tb isso te fizer bem, por que não?
Existe alguma lei que obrigue as pessoas a terem fé em alguém e/ou alguma coisa?
Não, não existe! E cada um sabe de si.
Eu, mesma sem te conhecer pessoalmente, gosto demais daqui e da forma como vc coloca as coisas, gosto tanto de vc que tô tb seguindo a sua filha, e pra mim não existe isso das pessoas serem classificadas de acordo com o que elas acreditam, por isso saber que vc é atéia não mudou em nada pra mim. Pois no que as pessoas acreditam é o que menos importa pra mim num ser humano, principalmente pq o HOMEM tem a péssima mania de estragar TODAS AS RELIGIÕES.
Então... cada um com o seu cada um e que sejamos todos felizes, respeitando sempre o próximo independente da religião que ele siga ou não siga.
E quanto ao seu momento, viva-o com intensidade, chore, se tiver que chorar, grite, se tiver que gritar, vivencie esse momento como vc achar que tem que vivenciar, sabe por quê? Porque só a gente sabe onde é que aperta o nosso sapato.
Beijoooooooooooooooooooo!

Vicentina disse...

Glorinha querida, sinto muito pelo seu marido, como já disse em outro blog, nós não temos sossego em lugar algum, sempre estamos correndo riscos e isto é muito triste.
Você tem razão em reclamar, apesar de sermos supermulheres tbm temos sentimentos.
Fique em paz.
Bjs

manuel marques disse...

Se esses ontens fossem devorar os nossos belos amanhãs?


Beijos.

Anônimo disse...

Oi Glorinha, sou Thalita. nunca deixei nenhum recado no seu blog, mas de vez em qnd leio. Vc me lembra em alguma coisa minha mãe - sei lá. minha família é toda aí de niterói, eu inclusive nasci aí, mas vim p/ manaus pequena. enfim, acho vc parecida com minha mãe...e já te admiro bastante. converso bastante com ela sobre espiritualidade, e temos uma crença em algo maior, em Deus, em Jesus Cristo, mas nem eu e nem ela conseguimos crer em religião nenhuma. Outro dia conversei com ela que eu vi um desenho adulto na TV a cabo e o cachorro da família é assemelhado a um ser humano...o dito cachorro resolveu revelar para a família e para a cidade que ele era ateu. todos repreenderam o cachorro, ele sofreu horrores, um humor bem negro o desenho. um belo dia ele cansou de ser maltratado por ser ateu e disse que tinha aceitado Jesus...e tudo voltou ao normal, ele voltou a ser bem tratado. Infelizmente estamos num mundo hipócrita, onde os que fogem aos padrões de qualquer coisa, são automaticamente deslocados para o limbo. Eu Gloria, não sabia que vc era ateia pois não acompanho teu blog a tanto tempo, mas te respeito pela pessoa que vc é. e tenho certeza que o q vc escreve aqui, já me fez conhecer um bocado vc por dentro (e que pessoa maravilhosa que vc é!)
então, seja lá pelo que vc passa, te desejo força para enfrentar

Paula Pacheco disse...

E ai Glorinha...saudades de você no meu cantinho...que inferno astral menina...espero que vc tenha se acalmado e que tudo se resolva, esses contratempos com seu marido você tira de letra, o tempo passará, ele tentara se cuidar mais, não fica assim amiga, levanta essa bola pra frente. Só não tenho fé, vc sabe em quem...em Deus ainda continuo acreditando e tenho que fazer isso, também passo por maus bocados e o primeiro que vem na cabeça é Deus.
Beijos
Paula

Maria Izabel Viégas disse...

Linda Glorinha L. de Lion

Só vou te dizer três palavrinhas, repetidas 3 vezes, logo = 9 palavrinhas:

EU TE AMO

EU TE AMO

EU TE AMO

Beijos neste coração mais fofo do mundo!

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Li devagarinho o teu post de hoje e para entender melhor o teu estado de espírito fui ler o anterior.
Quem tem fé e acredita em Deus, também tem dias assim e nem a bengala lhes vale de nada... passam horas no deserto e...esperam. Uns, com mais esperança e confiança, outros, com alguma dúvida e ainda outros, reclamando pela demora....
Os ateus ( e não estou a blasfemar) também acreditam e têm fé... O seu protesto (dos ateus) contra ao que lhes corre mal, contra alguem que não levanta um dedo para lhes poupar nenhum sofrimento...já é fé. Ninguém protesta com uma parede. Seria de doidos... Protesta-se contra uma força, chama-lhe o que quiseres.
" Eu não quero um Deus (deus) quero soluções" E quem dá as soluções?
Acho interessante como te zangas para fazeres crer a todo o mundo que não és crente como se esta palavra te pessasse..." simples e claro como a água do rio".Será?
Não acreditas em nada, nem em Deus ,diabo e anjos... só no que vês. Muito bem! Mas há uma palavra que a tua amiga de coração te disse, a Giovanna- "HÁ O AMANHÂ".
Então acreditas no Amanhã!! Vês como és crente!! A palavra "crente" está conotada (erradamente) apenas a quem acredita em Deus. E não é verdade!
Acreditas em ti ,que és uma pessoa de bem, acreditas na amizade e na esperança!!! Tanta coisa!!!
Somos humanos, isso quer dizer, imperfeitos, com muitas falhas...mas nem por isso, condenados à derrota! Não desanimes...é natural! Acredita, que muitas vezes cair, é o primeiro passo que se dá para a vitória.
Agora, vamos as duas tomar um café e comer uma fatia de bolo daquele que tu fazes tão bem feito...
Beijocas
Graça

ROSANA VENTURA disse...

Glorinha, vi este texto outro dia, e o achei bem apropriado para te enviar hoje...

" O processo de obra interna que acontece conosco todos os dias com as experiências vividas e que Deus deseja realizar em seus filhos é semelhante ao ato de descargar uma cebola.
Você tira uma camada e as lágrimas brotam. Tais camadas são retiradas através das dificuldades, das frustrações e dos confrontos sofridos.
Você está chorando e tentando se apegar a essas camadas?
Não faça isso!
Deus quer revelar quem é você verdadeiramente".




(Carla Lima)


Beijos, e fica em paz!

Açuti disse...

Oiiii

passei pra te deixar bjs e abraços...


bjkssssssss sempre!!!

KINHA disse...

Olá

O blog Amiga da Moda, gostaria de sua opinião: Qual vestido você quer
ganhar? A DUTMY irá sortear um belo vestido às seguidoras, mas antes
gostaria de saber qual o vestido preferido.
Conto com vc amiga...

BEIJO

Cucchiaio pieno disse...

Amiga
Ser mulher maravilha nao ta' com nada!
Tenho certeza que tudo passara' e, no futuro, dara' boas risadas de tudo isto!

Estou torcendo muito pela tua felicidade
Bjos
Léia

Barbie Girl disse...

Bom dia!!

Amanhã é o nosso dia! Dia do Blogueiro, fiz um post especial para todas nós!
Porém amanhã não devo me comunicar com a blogosfera, por isso antecipo meus parabéns À todos que sempre faz um mundo virtual muito melhor!!
Beijos

welze disse...

olá minha amada. quem falou que você não é uma super mulher?. Que coisa mais boba de se dizer. Você é sim uma super mulher. O é para mim e para toda a torcida do Flamengo,São Paulo, Santos, e sei lá mais quem. Eu senti que você não estava bem outro dia e até lhe disse, mas você falou que era impressão minha. Mas acontece que tenho faro de mãe para quem amo. Eu sabia que estava à beira de algo ruim e perigoso. Aconteceu o que eu sentia que iria acontecer. Você está triste e eu daqui só posso lhe mandar meu abraço e meu colo virtual, que nessas horas, convenhamos é quase nada. Mas é isso que tenho por hora. Não falarei que isso passa, pois vc sabe que sim. Sei que dói. Sei que é difícil. Nem falarei que poderia ser pior. Disso vc tb sabe. Queria dividir com vc essa tristeza, pois como somos super mulheres, tiraríamos de letra. Não sei o que falar. Estou triste por vc. Me dê esse direito. Tenho esse direito, pois somos amigas. Amigos tem dever e direito de ficarem tristes quando seus amigos o estão, então tenho esse direito. Sinta meu abraço. Sou gorda e confortável. Quem sabe, assim abraçadas, vc se sinta um tiquinho melhor. Se sim, fiquemos abraçadas por muuuito tempo. Até tudo passar.

Silvia Masc disse...

Glorinha, não creio que precisamos justificar o nosso momento down, fique feliz por poder "descontruir-se" ocasionalmente.É tão visível que você é up..rs
beijinho

Gina disse...

Glorinha, voltei! Foi uma viagem de muitas emoções!
Para algumas pessoas, é nítida a conotação catártica do blog. O seu é um deles. Funciona também como um forum.
Depois de tantos dias fora, não conseguirir ler tudo que perdi, mas deixo aqui meu ombro para o que der e vier, ok?
Bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Meus deuses...hehehehe: Que posso desejar mais nessa vida se já tenho TUDO? Amigos e amigas assim, com tanto a dizer, com palavras lindas, com profundo conhecimento da alma humana (e minha, no caso...)Isso é pra se dar pinotes, se saltitar de alegria!
Coisa rara de se ver:solidariedade. Preocupação com o outro...Gente, ISSO NÃO TEM PREÇO!
Lu, obrigada pela visita!
Beth, Yoyo, She, Vice, Manuel, Paulinha...que amigas/os lindas/os e maravilhosas/os eu tenho!
Thalita, obrigada por suas palavras tão compreensivas.
Maria Izabel, eu tb te AMO!
Graça, mulher forte que usa as palavras como poucas, obrigada!
rosana, Açuti, Léia, Cíntia, Sílvia e Welze, meu doce de coco, minha irmãzona do coração...vc sabe, sempre!
Senti o abraço de todas/os, senti mesmo!
Beijão!

cantinho she disse...

Queridaaaaa, hoje é dia do artesão e tô passando para te deixar um beijo e desejar parabéns!
Beijo, beijo! ;)

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada She, vc é uma querida! Bjs.