segunda-feira, 22 de março de 2010

O Último Dan Brown

Esse final de semana terminei de ler o último livro de Dan Brown, O Símbolo Perdido e confesso que não gostei muito...não chega nem aos pés de O Código da Vinci, para mim o melhor deles todos.
Acho que a fórmula do escritor está gasta...e, ao contrário do Código e de Anjos e Demônios, dos quais não se consegue desgrudar, esse não me prendeu como pensei...achei o livro longo, com informações repetitivas e a conclusão, pífia...
Mas, o que me pegou pelo pé, e me deixou ardendo de curiosidade foi o monumental Smithsonian Museum do qual já tinha ouvido vagamente falar.
Curiosamente, semana passada estava de bobeira aqui em casa e vi Uma Noite no Museu 2, uma porcaria que não serve nem para distrair, mas que é todo filmado nos Museus Smithsonianos. Coincidência demais, pois o livro também é passado lá.
O complexo, formado por 19 museus, centros de pesquisa, Zoo, 3 andares subterrâneos e mais outros ao nível da rua, é o maior museu do mundo e possui 142 milhões de artefatos e exemplares do mundo inteiro.
Eu não imaginava que a cidade de Washington reunisse tantas curiosidades e tantos centros de pesquisa.
É claro que o livro tem informações, no mínimo curiosas, sobre a ciência noética, que procura provar a existência da "alma", sobre o fluido "respirável", sobre a maçonaria etc, etc...
Trata-se de um livro sem pretensões literárias, na mesma linha dos outros de Dan Brown, mas bem inferior...mas tem seus méritos, por pelo menos, despertar em quem o lê, a vontade de pesquisar sobre os assuntos que o livro trata.
Quem quiser saber mais sobre os museus aqui vai o link:
www.si.edu/guides/portuguese.htm


12 comentários:

Manuela Freitas disse...

Olá amiga Glorinha,
Vou já responder, porque depois com tantos fãs que tens, não tenho resposta!...
Para já não me chame de intelectual, até fico com «gorgulho»!...Se isso é ser intelectual, intelectuais somos!...rsrs
Dan Brown: não obrigada, ie até li o Código da Vinci e grudei naquilo, mas também tem muita aldrabice!...Foi uma mina para o boy... fez umas investigações, mais umas especulações e ganhou milhões!...Rimou querida, isto ainda são absorvências do dia da poesia!...
Quanto ao museu, deve ser fabuloso e eu sou doida por museus, mas esse filme não vi!...
Beijinhos querida e gostosa amiga,
Manú

Junia Ansaloni disse...

Concordo plenamente, nao è como os dois primeiros,eu acabei lendo porque claro achei que fosse tao bom como os dois anteriores...Adorei sua pesquisa sobre o museu...Bjim

Silvana Nunes .'. disse...

Boa tarde.
Eu ainda não li este livro. Aqui em casa todos já leram, eu vou jogando para o final da fila, sempre coloco outros na frente. Confesso que esse tipo de literatura não me interessa muito.
Passando para dar uma espiada nas novidades e dar os parabéns pelo dia de ontem.
Desculpe a minha ausência esta semana, mas estou sem internet, tendo que recorrer a uma lanhouse, coisa não gosto muito de recorrer a estes lugares, mas... fazer o quê. Para quem mora dentro do mato como eu, é a única opção no momento, assim mesmo muito lenta.
Não sei por quanto tempo vou ficar sem conexão, o 3G apresentou um problema e estou aguardando uma solução (sentada porque em pé vai cansar ), mas espero que não me abandone.
Quando eu não contar para vocês uma história todos os dias é porque estou com problemas . Adoro essa relação, pode crer.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... aproveita para desejar um bom final de semana.
Saudações Florestais !
em http://www.silnunesprof.blogspot.com

manuel marques disse...

Grato pela dica minha boa amiga.

Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Ah Manuela, assim tu é que me deixas "gorgulhosa"! Eu, cheia de fãs? O que tenho são amigos/as que gostam do que escrevo....E,desde quando deixei de te responder, cara amiga?
Acho que vou escrever um livro cheio de códigos,"aldrabices" como dizes...e quem sabe ganho os zilhões e zilhões de dólares que o boy ganhou???? Já pensastes? Ia correndo aí para o Porto me encontrar contigo para tomarmos muito café com bolo juntas e darmos boas risadas....Faz figa, pra que eu tenha uma boa ideia pra escrever um livro assim...
Beijos, amada!

Glorinha L de Lion disse...

Junia, concordou comigo...O Código é imbatível...fiquei grudada nele até as 4 hs da manhã...enquanto não terminei não tive sossego...esse é até ruinzinho, mas distrai...
Bjs

Silvana, que chato ficar sem net...eu fico louca quando fico sem sinal...mas tb te desejo uma boa semana, cara amiga!

Manuel, beijo pra ti, querido.

Isadora disse...

Glorinha, li também O Símbolo Perdido e concordo com você que não chega aos pés do Código ou Anjos. Embora o estilo já prá lá de gasto, li numa boa.
Beijos

Se aceitas uma recomendação...depois dá uma olhada na sinopse do livro O Bobo da rainha - Philippa Gregory.
Beijos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Isadora, já anotei a dica, adoro dicas sobre livros, se tiver mais alguma, pode me mandar, tá?
Bjs

cantinho she disse...

Oie minha querida, sabe que minha mãe ganhou esse livro e tb não gostou muito? Ela achou esse chato, bem, eu gosto muito dele, mas ainda não li não, depois te conto o que achei...rs
Beijoooooo

Beth/Lilás disse...

Web-mana,
Eu ainda não li este a que te referes, somente o Código da Vinci, mas até mesmo o Código não me arrebatou, gostei mais do miolo do livro do que propriamente o desfecho, sei lá, esperava mais!
Quanto aos Museus de Washington fui em dois no ano passado porque não dava para ir em tantos que tem por lá espalhados e, em abril, meus dedinhos já congelavam mesmo toda agasalhada. hehe

cole este endereço e confira:

http://supremamaegaia.blogspot.com/2009/04/aqui-em-dc.html

bjs cariocas

Cucchiaio pieno disse...

Amiga
Nao li nenhum livro do Dan Brown!

Me interessei muito pelas informaçoes sobre o museu, poi em agosto ireos a Washington visitar uma amiga e quero aproveitar tudo que puder!
Bjos, te ligo mais tarde
Léia

Silvia Masc disse...

Confesso que também não me senti envolvida, o mesmo com o Código, creio que os comentários foram tantos na época do lançamento que ficou aquém da minha expectativa.
Não sei a versão que vc leu, mas percebi, que a tradução deixou muito a desejar.
Estou lendo um da autora Sharon Begley que o Dalai Lama escreveu o prólogo o título é Treine a Mente e mude o cérebro, (neurociência) estou impressionada com as possibilidades do nosso cérebro, e adorando a leitura.

beijinho