sábado, 20 de março de 2010

O Outono Em Mim...

Foto Benjamim Vieira

Dizem que o outono chegou...uma data num calendário que alguém inventou...
Estação do ano que nem notamos...só os menos distraídos ou os mais românticos, ao olhar as folhas que secam em uma ou outra árvore das ruas...
Aqui, embaixo da linha do Equador, outro marco imaginário que o homem criou para explicar o que não tem explicação, estações do ano inexistem...umas entram pelas outras numa orgia de cores, calores, frios...
Só sei que agora, o calor se faz menos intenso, o céu é de um azul límpido e profundo e as manhãs trazem uma bruma suave, como que querendo envolver o mundo numa coberta de nuvens que se dissipam ao nascer do sol.
Não conheço essa explosão de amarelos...nunca vi árvores em todos os tons alaranjados, nem tampouco faz frio nessa época do ano...mas, nosso outono suave, sem definição, assim como o conhecemos nos trópicos, é um tempo de meditação, um tempo que parece correr mais devagar...sem o afogueamento do verão tórrido mas tampouco friorento como nosso invernozinho tropical...é um tempo que parece nos dizer: "calma, vá mais devagar...olhe cada folha que cai, veja como os ramos se tingem de amarelo, sinta o frescor dos meus dias...olhe bem o azul desse céu..."
Foto Bruno Abreu

Hoje, no calendário que alguém inventou, o outono chegou...e, assim como eu, que estou no outono da minha vida, percebi que esse é um tempo de suavidade..não há mais porque ter pressa de nada, não há por que se desesperar ou sofrer por nada...cada coisa tem seu tempo, assim como em cada estação, por mais sutis que sejam, há mudanças, sempre haverá uma folha caindo para que outra possa brotar...Feliz de mim que posso vê-la cair...Feliz de mim que talvez a veja brotar...Feliz de mim por viver meu outono, se nem sempre com sabedoria e aceitação, pelo menos, com a consciência de que tudo é transitório... A felicidade, a tristeza, o outono...e eu...
Feliz de mim por estar viva para saber, mesmo sem sentir, que mais um outono chegou e que depois virá o inverno e mais uma primavera, e assim será, até o fim dos tempos...mesmo quando eu não estiver mais aqui...
Mas, enquanto estou, deixo essas folhas caírem aqui, bem dentro de mim...
Pois o sentimento do outono, é mais que uma estação do ano, é o sentir que amadureci, mas não de todo...e que quanto mais madura, mas ainda com frescor, mais doce e suculenta será uma fruta ou uma mulher.


Uma homenagem à todas as minhas amigas, suculentas, doces e cheias de sabedoria que atravessam esse outono, no calendário e na vida.

24 comentários:

Chica disse...

Adoro o outono e seus coloridos diferentes e brilhantes. Por aqui,nos parques e serras podemos ver a mistura de cores. Lindo! um lindo outono pra ti e que ele seja bem feliz!beijos,chica

Beth/Lilás disse...

Lindo texto, carregado de poesia que vc domina tão bem.
Adorei!
Obrigada pelo oferecimento e devo dizer-lhe que já sinto esta brisa fresca tomando os dias e depois de um verão tórrido como o que tivemos, um dia fresco e suave é como um bálsamo para o corpo e a alma.
Que venha o Outono e seja cheio de esperanças!
beijinhos cariocas

Barbie Girl disse...

Oi Glorinha querida!

Feliz dia do blogueiro, obrigada por fazer parte desse meu mundo virtual!!

beijos

Minha Paixão Por Filmes disse...

Oi Glorinha!
Outono e primavera, pra mim são as melhores estações.A temperatura é maravilhosa! É lindo ver as folhas amareladas cair no chão.No Sul é muito bonito, parece que da pra ver melhor as folhas secas e árvores tb.
Vou pegar os selinhos de:Toda censura é burra e Este blog preza pela verdade.Vou colocar nos meus blogs.
Bjs,Rozani

Taddeu Vargas disse...

Uaaauuuuuuu! Texto maravilhoso! Se o outono digitasse e tivesse um blog ele iria te seguir e comentar esse texto exaltado!
Parabéns!
Um belo final de semana, na companhia de teu talento!
Abraço forte.

manuel marques disse...

Uma névoa de Outono o ar raro vela,
Cores de meia-cor pairam no céu.
O que indistintamente se revela,
Árvores, casas, montes, nada é meu.

Sim, vejo-o, e pela vista sou seu dono.
Sim, sinto-o eu pelo coração, o como.
Mas entre mim e ver há um grande sono.
De sentir é só a janela a que eu assomo.

Amanhã, se estiver um dia igual,
Mas se for outro, porque é amanhã,
Terei outra verdade, universal,
E será como esta [...]

Fernando Pessoa

Beijos.

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha, que lindo texto: maduro, suave e gostoso de ler. Que delícia essa brincadeira com as palavras e a estação do ano. Adorei. Bjs amiga

Ana Balbinot disse...

Oi Glorinha! Obrigada pela visita no meu blog e pelas doces palavras. Adorei seu blog também e já comecarei a seguir.
Beijos e bom fim de semana

Graça Pereira disse...

Vim saber como estás...melhor, mas não ainda como eu gosto.
Ri-me com a história do Chicão (desgraçado) a sua vida não está fácil...
Depois, passei para o Outono que tu relatas tão bem...nos países tropicais não se nota muito bem esta transição de estações, isto é, não é tão marcada...Quando vivia em Moçambique o meu guarda roupa era quase o mesmo de Janeiro a Dezembro. Uns casaquitos de malha por cima dos vestidos de Maio até meados de Agosto, no princípio do dia e nas noites cheias de cacimbo. Durante o dia, o calor apertava de novo. Só tive noção do esquartejamento do tempo , aqui em Portugal, com os 4 gavetões do mesmo, bem marcados e fiquei e fico ainda com a noção que vivo menos, com 4 despedidas que eu faço ao longo do ano...
Quanto ao Outono da vida...que bom minha querida... e havemos de chegar ao Inverno e sermos ainda mulheres gostosas e felizes. Há fruta e flores de todas as épocas, saborosas e lindas...porque não havemos de ser também uma fruta da época??? Já passa da 1h da manhã e eu estou a gostar deste "papinho" contigo...
Amanhã vou fazer um caril à moda da minha terra...queres vir almoçar comigo? Adoro porque a minha casa fica cheia dos odores do Oriente e as lembranças chegam em catadupas...é, também se recorda através do cheiro!
Fica bem e tem uma noite tranquila.
Beijocas
Graça

Vivi disse...

Oi Querida!!!!!!!!!!!
Que lindooooooooooo seu texto e ainda no final uma homenagem às amigas!!!!
adorei!!!!
Glorinha...vc precisa escrever um livro!!!!!!
Ótimo domingo pra vc!!!! e aos seus tb!!!
com carinho
bjs

KINHA disse...

Olá amiga

A Kinha do blog AMIGAda MODA,quer sua participação na nova promoção. Em parceria com a empresa de moda DUTMY e a J&J Comunicações está sorteando um belo vestido da marca. Venha conferir no blog e faça sua inscrição. Avise suas amigas e seguidoras. Bom Domingo...

Beijo

Glorinha L de Lion disse...

Chica e Beth, é o outono chegou...hoje, está chovendo e abafado, um típico calor de verão...nosso calendário tem personalidade própria...não segue regras...fazer o que? Leques, ventiladores e ar condicionados ainda ficarão funcionando por um bom tempo....
Bjs e um ótimo domingo...

Glorinha L de Lion disse...

Cíntia, feliz dia pra vc tb, embora atrasado ainda vale, né? Bom domingo! Beijinhos.

Rozani, pode levar os selos que quiser, quanto mais divulgação melhor!
Bjs.

Taddeu, obrigada, até que eu gostaria de ser seguida pelo outono...teria sempre um arzinho fresco e um céu azul por onde eu fosse....ótimo domingo pra vc!

Manuel, assim vc me faz chorar...domingo de manhã e um poema de Pessoa...que presente maravilhoso para atravessar a semana com poesia na alma!
Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Giovanna querida, obrigada por ter gostado...mas vc ainda está bem longe do outono, mas nem por isso é menos doce...beijos!

Ana, a recíproca é verdadeira! Seu blog é ótimo e agora vamos tomar muito café com bolo juntas, né?
Bjinhos.

Glorinha L de Lion disse...

Graça, ah minha querida Graça...com um convite desses sabes que me tentas? Acho que vou pegar um voo até aí pra almoçar esse caril contigo!
Deu- me água na boca!
Também adoro esses "papinhos" contigo...te sinto como uma velha amiga, cheia de sabedoria e bons conselhos...velha amiga e não amiga velha, ein?
Te desejo um lindo domingo primaveril...pois aqui já chove e faz calor hoje...quem sabe esse caril ficará para quando eu for à tua terrinha um dia desses?
Beijos querida!

Glorinha L de Lion disse...

Vivi, que bom que gostou de minha homenagem e de meu texto...mas vc é suspeita, pois é uma das minhas amigas com A....fico grata a vc por tanto carinho...grande beijo e feliz domingo!

Silvia Masc disse...

Que coisa bonita!:)Interessante a analogia do nosso amadurecimento com a entrada da estação... gostei.

Lá no Longevidade, tem uma comemoraçãozinha pelo dia do blogueiro que foi ontem...

beijinho

Gina disse...

Belo texto, Glorinha!
Agora, às vezes dá uma sensação esquisita estar nesse outono. Parece que a ficha ainda não caiu... Fico sempre torcendo que volte logo o verão, pra ficar à vontade, colocar as pernas de fora e esquecer que já passei do 5.0...
Bjs.

Manuela Freitas disse...

Mon amour,
O Outono trás consigo uma certa melancolia, uma brisa mais fresca, a folha que vai caindo...mas não te deixes contaminar por nostalgias...observa a paisagem que é muito bela e sem deuses,encontra dentro de ti a paz interior...
Beijinhos no coração,
Manú

Lucia Cintra disse...

O Outono daqui eh e sempre foi minha estacao preferida. As cores ficam lindissimas e todo ano eu nao canso de tirar milhoes de fotos e me deslumbrar com o colorido! bjos

Lia disse...

Oi, Glorinha
Muito lindo seu post, dá quase para sentir "fisicamente" o outono chegando... adoro essa estação; espero um dia morar em algum lugar como esse das fotos. Bjs

angela disse...

minha querida "writer", outono é minha estação favorita. adoro as cores,a temperatura, os prazeres desta estação,bem aqui na serra a temperatura fica mais amena, a folhas caem, as cores mudam... me senti homenageada pelo seu texto.bjs

cantinho she disse...

Que lindooooooooooooooooooooooo!
Amei o texto e as fotos tb!
Bjoooooo

Cucchiaio pieno disse...

Pois aqui amiga, dizem que iniciamos a primavera, mas a chuva e frio continuam impiedosos!

Fico feliz em saber que a chegada do outono te fez perceber que nao deve haver pressa ou sofrimento por e para nada. E' assim que se fala amiga!
Feliz de ti!
Bjos
Léia