terça-feira, 9 de março de 2010

Remetente: Mãe Natureza/ Destinatária: Glorinha

foto de Edison Gil Nunes

Quando tudo parece caótico, fora do lugar, sem sentido, me sento em frente ao computador, pois sei que nele estarão palavras amigas, incentivo, carinhos...
Na minha solitária manhã de terça feira, leio textos de amigas, olho pela janela do escritório, onde escrevo, e pequenos presentes vão surgindo...
Um bando de biquinhos de lacre, fazendo algazarra, pousam no matinho alto, comendo sementes...
Que alegria me trazem ao vê-los assim, soltos e alegres, voando em bandos, assustados ao menor ruído...sábios passarinhos que pressentem o perigo, mesmo sem que o vejam...

Olho de novo pela janela, e lá está ele, o meu passarinho azul, o gaturamo, cujo canto já reconheço e que só anda em par, com sua fêmea feinha, em nada parecida com ele, em seu majestoso colorido azulão e amarelo ouro...
Penso, quieta: chegou mais um presente para mim...o serviço de correios da Mãe Natureza não falha nunca...ela, como boa mãe que é, sabe quando estou precisando de demonstrações de carinho, e logo trata de me mandar recados em forma de beleza...

Saio ao meu jardim e a beleza de minha buganvílea, com suas flores fucsias, me lembram que é preciso olhar em volta, nunca esquecer que tudo é dádiva...as floradas, a frutificação, os pássaros e os micos que me visitam diariamente...
Quando me sinto triste ou quando o caos parece instalado à minha volta, chega a mensagem: "Olhe em volta...aproveite esse privilégio, veja quantos presentes tenho te dado todos os dias...Tudo é pequeno diante dessa beleza...nenhum problema é maior que a beleza que te ofereço diariamente.
Abra os olhos! Vê quantas cores? Compreendes o que te digo com uma simples pétala cor de rosa? Consegues ler nas entrelinhas desse voo livre dos passarinhos?
Abra esse telegrama repleto de vida, de simplicidade e de grandiosidade... Usufrua, sinta..."

Caminho até a sala e ao olhar os girassóis que minha amiga me deu de presente, numa explosão de amarelos, raios de sol iluminando a manhã, concluo que minha Mãe, a que sempre está comigo em todos os momentos, a que me manda recados, cartas, mensagens, nunca me deixará sozinha, nunca deixará que a tristeza se aproxime...sempre me estenderá a mão, no espetáculo diário com que me presenteia e me afaga, todos os dias de minha vida...

Girassóis que minha amiga Beth me deu...

O teclado substituiu a caneta...escrevo o que sinto numa máquina, não mais no papel...
Deixo aqui, em letras de forma, a gratidão por poder me expressar, por escrever pensamentos, por dizer o que quero, o que preciso...
Isso também é dádiva...é mais uma que recebo...
E assim, uma manhã que começou triste, se transforma numa oração...numa carta de resposta, num agradecimento silencioso a essa Mãe magnânima, que me pega no colo e me manda, através do vento, cartas de pura poesia...

8 comentários:

angela disse...

lindo! lindo! precisa ler isto hoje. bjs

Beth/Lilás disse...

Ai que lindo, amiga!
E quando dizes que é atéia, no fundo não és, pois quem ama a natureza, observa tudo à sua volta com carinho, ama o que convencionaram chamar de Deus, pois ele nada mais é do que a Natureza, tudo isso à nossa volta, dado para nosso privilégio é a força que nos impulsiona para a vida.
Vou carregar seu texto lindo para o meu Blog Movimento Natureza, tá.
Nem tô pedindo, só avisando. hehe
Você é linda, tem o coração bom e ama a natureza, não precisa mais nada.
beijinhos cariocas

(Quando puder ligue-me, ok)

Movimento Natureza disse...

Pronto!
Está aqui:

http://movimento-natureza.blogspot.com/

beijocas

Chica disse...

Simplesmente maravilhoso isso,Glorinha!

Adorei! beijos,tudo de bom,chica

Misturação - Ana Karla Tenório disse...

Que mãe maravilhosa/natureza.
Tens muita sensibilidade e admiro-a demais por isso, pois tantos tem até muito mais da natureza e no entanto são completamente cegos pra dar a devida importância para que "esta" mãe transforme nosso momento, nosso dia, nossa semana, mês, anos.
Parabéns Glorinha.

A cada passada que você dá em meu blog me enche de alegrias.
Xerossssssssss

Suzanna disse...

É sim Glória, que sentido haveria para a vida se fosse apenas um corredor, sem portas e janelas novas,para serem vasculhadas. Mas como sempre, tudo é muito fácil qdo apontamos para o próximo, fazer que é u ÓÓÓ.
Mas vamos q vamos
Bj
Su

Manuela Freitas disse...

Olá querida Glorinha,
Estás a ver, como a vida tem tanta beleza, quando o nosso pensamento é positivo!... Enquanto li o texto, até pensei «Glorinha, no país das maravilhas!»
Eu é que tenho andado um bocado em «plano inclinado», o frio dá mesmo cabo de mim!...
Uma sugestão de cinema para ti, vai ver o último de Meryl Streep, aqui passa com o título «Amar...é complicado», vais sorrir, vais pensar...vais ver mais uma escelente performance da Meryl.
Beijinhos do coração,
Manú

Glorinha L de Lion disse...

Angela, Beth, Movimento Natureza,Chica (pra onde escrevo pra vc Chica? Vc tem zilhões de blogs...),Xerosa, Suzanna, Manu...esses recadinhos chegam sempre quando estou precisando muuuuuito deles...ainda bem que sei ler as doces palavras que ela me manda...beijos.