domingo, 24 de outubro de 2010

Enquanto Sonho...

Ando sonhando
Muito
Ando sonhando
Que escrevo
E escrevo
Enquanto sonho
Páginas inteiras
E se não anoto
Caderno ao lado
Lápis ao lado
No dia seguinte
Esqueço todo
O sonhado
Quem me sussurra
Essas páginas?
Eu mesma?
Meu inconsciente?
As coisas que vi?
Ouvi?
Vivi?
Viagens extra corpóreas?
Física quântica?
Mensagens do além?


Acordo
Cansada
Exausta
E quero mais
Onde estarão
As páginas
Que escrevo
Enquanto
Durmo?
Ficarão
Guardadas
Na minha memória?
Encapsuladas
Em ausências?
Fundidas
Aos meus pensamentos?

Viagens astrais?
Viagens no tempo?
Em busca de mim?
Quando durmo
Escrevo poemas
Livros
Estórias
Sinto pena
Ao acordar
Por mim
Sonharia
Em letras
Páginas
Escritas
Palavras
Mágicas
Lá ficaria
A escrevinhar
Pois nos sonhos
Nada é impossível
Lá venço
Inimigos
Invencíveis
Eu mesma
Fantasmas
Esperas
Por isso
Prefiro sonhar
E não acordar.

Dedico esse poema à minha amiga Astrid Anabelle do blog Navegante do Infinito que fez um belíssimo post sobre os sonhos.
À você, minha amiga, que me ajuda a manter um pé no chão e o outro, numa nuvem.

36 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Que delícia de poema!
..."Quando durmo
Escrevo poemas
Livros
Estórias
Sinto pena
Ao acordar
Por mim
Sonharia
Em letras
Páginas
Escritas
Palavras
Mágicas
Lá ficaria
A escrevinhar"...
E dedicado a mim...euzinha??!!!
Adorei Glorinha e me encantei com esta surpresa.
Como é gostoso receber um carinho desse!
Achei graça que disse que lhe ajudo a ficar com um pé no chão e outra na nuvem.
Fala a verdade...gostamos das nuvens!!!!
Um beijão super agradecido de quem gosta muito de você.
Astrid Annabelle

Glorinha L de Lion disse...

Isso mesmo, a você,Astrid! Há muito queria escrever sobre esses sonhos que ando tendo...alguns se transformaram em páginas do meu novo livro, outros se perdem na madrugada por que fico com preguiça de anotar...mas sonho a noite toda com meus escrevinhamentos. E hj, ao ler seu blog, li aquilo sobre os sonhos e resolvi: é hj! E vou dedicar à Astrid, pq com vc, a Maria Izabel, o Marcelo Dalla, o Antonio Rosa aprendo um outro lado, vejo uma outra visão, que embora, desacredite, acredito, pq me fazem sonhar com a possibilidade...e eu amo possibilidades e sonhos. Estou num momento muito profundo e de busca e vcs me ajudam a me confrontar com esse lado ateu e descrente de tudo. Por isso, amo vcs! Grande beijo.

Astrid Annabelle disse...

Sabe o que dá vontade de fazer agorinha...beijar suas bochechas e te abraçar daquele jeito apertado que só os verdadeiros amigos conhecem e reconhecem e falar ao pé da sua orelha: - muito obrigado!!!
Glorinha você me fez ficar feliz hoje!
Sinta-se amada.
Astrid Annabelle

Astrid Annabelle disse...

Glorinha,
agora é a sua vez de dar uma passadinha no Navegante....
Beijo gostoso para um final de domingo feliz!
Astrid Annabelle

marcelo dalla disse...

Querida!!!!
Vc é muito talentosa e um fofa. Muito querida. A Astrid merece mesmo todas as honras e homenagens, é uma Mestra!!!! Aprendemos muito com ela.

Olha: vc tá no caminho, viu? Tenho certeza que mil fichas estão caindo e vão cair... Esse nosso mental que duvida de tudo e pede provas... só mesmo a intuição e o coração pra superá-lo.

Grande bjo no seu BIG coração!!!

Assis Freitas disse...

quem ou o quê nos move nos sonhos?

vim apreciar o teu pouso e um cafezinho


abraço

Glorinha L de Lion disse...

Astrid, já fui lá e agora vc me fez meu domingo feliz! Ando precisada de carinho, beijos nas bochechas e palavras ao pé do ouvido. Amigos são tudo de bom! Beijos amiga.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Marcelo querido, obrigada! O que eu disse lá na Astrid é a mais pura verdade. Não acho que eu vá mudar meu modo de ver as coisas, mas confrontar minha visão, olhar outros jeitos de encarar a vida, o mundo, já me fazem ser melhor. Eu não creio, mas adoro saber que existe quem crê...dá pra entender? Não sei se me faço entender quando digo essas coisas...é que acho meu pé muito no chão e em contra partida tenho uma cabeça nas nuvens. Um lado terra e um lado céu. Vcs que lidam o tempo todo com o céu, me atraem demais com seu jeito lindo de encarar o universo. Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Assis, bem vindo! A mim, acho que o que me move é minha caneta, herança de meu pai, que escreve até quando durmo...beijos.

Cantinho She disse...

Uau! Que lindo! Adorei! E que imagem sensacional!
Beijo, beijo minha querida!

Kelly disse...

Que lindo!!!! Adorei sua poesia , beijos

Vicentina disse...

Querida, como sempre escrevendo coisas lindas, bela homenagem à sua amiga, pelo que vi aí em cima ela ficou muito feliz.
Bjs

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada amiga She, beijos

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Kelly, bom domingo! Bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Minha doce Vice, obrigada por gostar tanto do que escrevo. beijos, boa semana!

Denise Lopes disse...

Lindo o seu texto...como sempre...viajamos junto com você através de suas palavras...Escrever enquanto dorme, sonhar que cria idéias e palavras tem fortes explicações...mas não sei se vc aceitaria, mas como a proposta que te envolve é positiva e não só enriquece sua vida como a nossa, não precisamos questionar...apenas curtir...beijos

Glorinha L de Lion disse...

Oi Denise, pois é, sou descrente, mas vivo com meu travesseiro nas nuvens...obrigada pelos elogios, beijos.

Beth/Lilás disse...

Eita poetinha boa!
E nas suas insônias, nascem versos tão lindos.
A amiga Astrid merece mesmo, nos transporta para mundos encantados com lindas imagens.
beijusssssssss

Paula Marina disse...

adorei o poema,
musicalidade perfeita

bjus

António Rosa disse...

Glorinha

Lindo poema para uma pessoa linda. Quando o amor atravessa espaços, está tudo bem.

Gostei muito.

Parabéns.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Poema lindo. Realmente é um pé no chão, outro que se levanta e flutua... e assim sonhamos.
Gosto muito da Astrid, minha mãe adorava o programa dela de rádio, olha q barato. E só vim saber DEPOIS que era ela a Astrid do rádio.

todo mundo pensa tão diferente, mas todos iguais no carinho, no sentimento. isso não é uma lição para o mundo? aceitar a diferença de opinião, igualando no sentimento de afeto. evolução de alma.

bom dia!

António Rosa disse...

Glorinha

Tenho andado bem ocupado pois o meu site «Escola de Astrologia Nova-Lis» que ficou offline durante uns dias e tive que procurar outro servidor.

Linda homenagem à querida Astrid.

Gosto muito de si e, sinceramente, esta conversa de ser ou não crente, nos dias de hoje já nem faz sentido. Cada um de nós, neste planeta é como é e temos que nos aceitar uns aos outros. Só isso. O resto é espiritualidade lindinha, que não leva a lado nenhum.

Muitos beijos.

António

Maria Izabel Viégas disse...

Minha amadinha, linda homenagem a nossa navegante Astrid. Porque ela é navegante e conhece os quatro quadrantes do universo, do infinito, as idas e voltas que ela faz nos trazem sempre jóias de espiriualidade. Astrid merece TUDO!
E agora, querida, vi no seu paerfil algo que me fez sorrir:
Profissão: ESCRITORA!!
e poeta, viu?
Assumiu este seu lado que é tão espiritual quanto tudo que postamos. Vc penetra não só em sonhos, tem a capacidade de ouvir as vozes das fadas, dos anjos.
Quantos religiosos apenas pronunciam palavras vãs que como preces nem sobem aos céus.
Vc não amiga, volita entreos dois mundos... só que não viu. ;)) ainda!
Ficamos nós felizes pr ser um grupo que se ama.
Beijos no seu coração generoso e poeta.
Amo VC! Amo vcs DUAS!

Lúcia Soares disse...

Glorinha, um tempinho sem vir aqui (não por vontade) e acho tudo lindo, nesse lilás esmaecido.
O poema é lindo e profundo.
Queria ter esse dom de poder transformar em arte meus pensamentos.
Conhecer você, através da Beth e depois da blogagem colorida e por aí chegar até a Astrid foi um bálsamo pra mim.
Vocês nos dão possibilidades.
Beijo!

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada amiga Betita, vc é suspeita viu? hehe pois gosta demais de mim...obrigada pelo incentivo, sempre. bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Paula Marina, obrigada, bem vinda ao blog! Bjs

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Antonio, realmente o amor não tem fronteiras. bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Alê, e eu que não sabia que nossa amiga tinha sido radialista? Isso pra mim é novidade...hehe que bom que gostou, bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Olá amigo Antonio, para alguns, com espírito elevado não faz mais sentido, mas para outros ainda faz e muito. vc acredita que algumas pessoas se afastaram de mim porque sou atéia? Nem todos são compreensivos ou espiritualizados, mesmo quando se dizem assim. Coisas da vida. Vou vivendo do meu jeito e de acordo com meus princípios. Acho que isso basta, não é? Grande beijo e obrigada por seus elogios a mim.

Glorinha L de Lion disse...

Maria Izabel, minha amiga querida! Quando vem aqui, sempre me presenteia com suas palavras cheias de amor e incentivo, amizade e compreensão.
Volito entre os dois mundos....que lindo isso! Não sei se é assim, mas que o vento me sopra palavras muitas vezes, isso sopra...hehe Beijos minha querida.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Lúcia, variei um pouco, deixei o Café sem café dessa vez...hehe, que bom que gostou. Obrigada por suas palavras e amizade. Eu aprendo muito tb, com todos vcs. Beijo grande.

Poupée Amélie™ disse...

Lindo! Uma viagem!
BjO*

Eu Sou Jaya Ananda disse...

huhuhuuhuh...
namastê mil vezes..

que lindo todos esses escritos...

heya heya...
jaya jajya ahoww.
salve glorinha do cafe com bolo...
salve Astrid querida..
salve antonio
salve Marcelo..
huhuhuhuh
rsrs risos e cambalhotas..
muitas flores....e pirulitosss
paz luz e amorrrrrrrrrrrrr nos corações... no eterno agora.
io jaya..

Socorro Melo disse...

Um belo poema, e uma bela homenagem.


Beijos
Socorro Melo

Astrid Annabelle disse...

Glorinha querida!
Preciso agradecer a todos que por aqui deixaram uma palavra de carinho para mim.
Sou do ar,das nuvens...sim, soltei a voz através de vários microfones especiais...
Foram outros tempos...
Beijo um por um na alma e a sua em especial.
Até quinta...
Astrid Annabelle

LILIANE disse...

Glorinha....
Que saudade de tu menina.
Cê acredita que eu estava sentindo tua falta e não sabia por que.
Aí a esperta aqui descobriu, não tava vindo aqui.
Ai ai ai.
Lindo, lindo e mais lindo ainda este seu poema.
Acontece muito comigo isso. Só que com música.
Sonho que estou compondo uma música chuchulinda, e aí acordo e BUÁ cadê a "bençoada"?
Ficou no sonho. às vezes eu deito pra tentar dormir de novo e já era.
Amei a roupinha do blog.
beijokinha