domingo, 17 de outubro de 2010

Vivendo e Escrevendo

Ando muito mergulhada na escrita, tanto em leituras, como no meu livro.
Ansiosa, esperando as coisas acontecerem.
Hoje ouvi uma coisa muito bonita dita pelo artista gráfico, jornalista e cenógrafo, Elifas Andreato.
Ele falava que a obra não é feita somente nos momentos em que está sendo produzida. Ela é feita também nos momentos de lazer, nos momentos de ócio, durante toda a vida. Fiquei pensando como isso é verdadeiro.
Ela é feita antes, construída ao longo da nossa existência, com tudo o que trazemos em nós, em tudo o que vivemos ou passamos através da vida. Nossa bagagem é nossa obra. E, vice versa.
Enfim, cheguei à conclusão que os escritores e artistas, fazem de suas vidas uma obra constante, em movimento.
Enquanto se vive, a obra está sendo construída, pensada, mesmo que no inconsciente.
E a bagagem que trazemos em leituras, em cultura é o que faz um bom escritor. A escrita, principalmente, entre todas as artes, precisa de estofo. Estou falando da boa escrita, não do que se vê por aí.
Na lista dos best sellers, a maioria é porcaria, subliteratura. Há público para eles? Claro que há, visto que a maioria do público lê pouco, nunca leu os clássicos, não tem o hábito da literatura de qualidade.
Estou assistindo à uma banalização da escrita, em todos os sentidos.
Com o advento da internet, dos blogs, facebooks e que tais, todo mundo acha que é artista, escritor, poeta.
Por isso a dificuldade de se lançar um livro. Imagino a torrente de má literatura, de pretensos escritores que mal sabem conjugar um verbo, que as editoras de renome tem recebido aos borbotões.
Aí, ao ter que selecionar o joio do trigo, acabam nem lendo o trigo, achando que é joio também e os jogando na lixeira, não dando a chance de um bom autor ser lançado.
Preferem o caminho mais fácil, publicar os autores famosos ou conhecidos, cuja venda é líquida e certa.
Eu ainda mantenho a minha esperança. Até porque sem ela nem sei onde estaria agora, talvez enlouquecido ou desistido de tudo.
Sei que o trabalho é difícil, é árduo, mas tenho consciência da qualidade da minha escrita.
Se vou conseguir? Não sei, mas vou continuar tentando.
Sou trigo, e digo isso sem a menor arrogância, mas com toda a minha verdade, pois tenho absoluta certeza disso.

34 comentários:

Chica disse...

Claro que vais conseguir.Ele já existe dentro de ti, falta pouco!beijos,chica

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha tambem tenho certeza que você é uma grande escritora. Bjs amiga e continue na luta.

Anônimo disse...

Estás coberta de razão minha amiga ... em tudo o que dizes.
Quanto aos escritores, penso que de facto assim é, ou seja tudo dentro de nós é matéria de facto. Quantas vezes estamos com amigos, no cinema, teatro ou num simples café e ... surge uma ideia para o livro, surge a inspiração e a torneira abre enquanto a gente tenta procurar rápidamente onde escrever aquilo?
As EDITORAS ... bem essas são todas iguais, se és conhecida (mesmo rasca) tudo bem, se apareceste na televisão, tudo bem (mesmo que o livro seja sobre batatas), enfim ... é preciso ter sorte, ter conhecimentos e mesmo assim ... para entrar numa editora pequena. Mas não desanimes, vai à luta pois se conseguires (espero e torço) a vitória vai ser muuuuito mais saborosa.
Bjs. :D

Irene Moreira disse...

Glorinha
Aproveito o dommingo véspera de um feriado para fazer umas visitas aos meus amigos. Apesar de sumir não os esqueço e vou fazendo a minha listinha.

Lendo o seu post em parte concordo que existem nos blogs escritas de todas as formas e maneiras.

Existem jovens que desabafam, escrevem o que querem e os erros ortográficos são vistos a olho nú, mas melhor um jovem ocupar o seu tempo escrevendo o que tem vontade a estar andando fazendo outras coisas.
Respeito o que narras porqjue tens mais tempo na Blogosfera e deves conhecer muito masi do que eu.
Vejo muitos blogs que o escrever é um remédio, uma terapia, um reviver, um reencontro e estão ali escrevendo um conto, uma poesia seja o que for é uma forma de se expressar.

Vejo que muitos escrevem livros que mandam editar por sua conta e aí sim encontranmos de tudo.

Quanto as Editoras é vero que estão interessadas em vender, no que tem um marketing, um conteúdo que interesse ao leitor. É o cifrão em jogo.

Acho que estás certa que uma obra é construida durante uma vida inteira e aí é que surgem os best Sellers.

Tiro como exemplo a J. K. Rowling da série Harry Porter. Uma mulher que nasceu dentro dos livros, que
adorava ler e amava seus escritores, Que seguiu uma vida dedicada a leitura, as letras e começou escrevendo editoriais até que surgiu o primeiro livro que foi um sucesso e daí para frente temos aí essa saga que é um sucesso de venda,que virouy filme, etc...

Então seu momento chegará tenho certeza e não importa a Editora , o blog que tem de tudo e quaisquer outros oportunistas e sim a Gloria D. Lion, escritora que dedicou sua vida a escrever, a ler e tem hoje uma vida de contos, poesias, crônicas que estão prontinhos para serem encapados e nos premiarem com seus livros.
Esse dia está chdegando e estarei aqui de pé de aplaudindo minha amiga.

Beijos no seu coração.

lolipop disse...

Olá!
Hoje ouvi falar de si no blogue da Beth...e quis passar por aqui. Na verdade não nos conhecemos o suficiente para sermos amigas...mas das poucas vezes que vim aqui espreitar, gostei.
Concordo plenamente com vc quando fala na banalização da escrita...eu diria que da música também e talvez da arte duma forma geral.
Sou uma leitora compulsiva, mas nunca compraria a maior parte dos livros que ocupam lugar de destaque nas livrarias daqui. Já li demasiados livros bons para me contentar com uma leitura da moda, páginas para ocupar tempo, ou uma capa para exibir na rua...
Os Japoneses, que são grandes leitores, têm um hábito que eu acho lindo: quando se compra um livro, na livraria dão-nos uma capinha de papel para tapar a original. No metro, ninguém sabe o que os outros lêem, como se houvesse um certo pudor em expor uma coisa íntima, as páginas com que viajamos, e que nos fazem viajar.
Beijos

Suziley disse...

Acreditar faz parte da natureza humana, com certeza, Glorinha e você vai conseguir se assim determinar e persistir!! Torço por ti!! Boa noite, uma ótima semana :)

urban.go disse...

Falhei o envio (acho eu) se este comentário for repetido p.f. elimina o que quiseres, tá?

Tens toda a razão e mais alguma amiga, no que dizes sobre os escritores e sobretudo sobre as EDITORAS.
Mas não desistas, se um dia conseguires (torço por tí!)a vitória será sem dúvida muuuuito mais saborosa.
Beijinho.

Cantinho She disse...

Queridonaaaaaa você vai conseguir sim... ;)

Obaaaaa a gente vai se ver de novo... hehe

Glorinha, deixa eu te contar uma coisinha... EU AMO AQUELA CADEIRINHA ALI AO LADO, sento ali constantemente para te ler, e sempre são leituras deliciosas, embora o blogger não me ajude sempre a comentar por aqui... ;)

Beijo, beijo Charmosa!
She

Cantinho She disse...

Glorinha... Vale ali na sua enquete escolher todas as opções???????

É que eu gosto de tudo que você escreve... ^^

Beijooooooo!

Naty e Carlos disse...

Diz uma lenda chinesa que amizades verdadeiras são como árvores de raízes profundas: nenhuma tempestade consegue arrancar."
DESEJO-TE UMA SEMANA ABENÇOADA
BJS COM CARINHO

Glorinha L de Lion disse...

Chica, minha amiga, obrigada, com a força que vcs me dão, com certeza eu vou sim! beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Minha doce Giovanna, obrigada por sua presença constante na minha vida. E aí, resolveu seu problema? hehe espero que sim. Beijão

Glorinha L de Lion disse...

Acho que foi o Urbano que me escreveu esse comentário. `Pois é, escritores que não tem pistolão ( gente conhecida) não consegue penetrar nesse mundo tão fechado e difícil das editoras grandes. O jeito é partir pra uma menor ou fazer o livro sozinho. Eu estou esperando, quem sabe dou sorte? Beijos amigo.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Irene, talvez não tenha me entendido. Eu não sou contra os blogs absolutamente. Acho inclusive que eles revelam grandes escritores e principalmente, grandes almas. Nem todo mundo tem que ser um escritor profissional, não foi isso o que quis dizer, apenas que por causa dos blogs, várias pessoas sem talento, acham que o tem. Mas isso, o tempo dirá. Que continuem todos a escrever, se é o que lhes dá prazer. Não tenho nada contra se fazer o que se tem vontade. beijos minha amiga, tb ando sumida.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lolipop, isso de esconder os livros é bem cultural não é? Os asiáticos são muito ciosos de sua vida particular não acha? Olha, eu amo tanto os livros que não os escondo nem esconderia. Os livros para mim são objeto de veneração e orgulho. A cada livro que compro ou ganho é como se tivesse comprado uma jóia. É isso, os livros para mim, são jóias e como tais elas devem ser exibidas. Mas, cada povo com seu jeito de ser não é? Respeito o jeito de ser do povo japonês.E, vc tem toda razão, as listas de best sellers são uma tristeza de tão ruins, raras excessões. Beijinhos.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Susiley, não é tão simples publicar como eu gostaria que fosse, mas tenho esperança sim. E vou conseguir! Estou confiante. bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Urbano, meu querido, já te respondi não é? bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Pois então, She, querida, sente-se nela sempre que puder e quiser. Ela está ali pra isso, pros amigos que chegam, tomarem café com bolo comigo. Eu vou mesmo. Vai ser bom não é, nos vermos novamente? beijos

Glorinha L de Lion disse...

Naty e Carlos, obrigada, pra vcs tb. beijos.

Bombom disse...

Concordo plenamente contigo, Glorinha. Tudo o que é Projecto, seja de vida, de trabalho, ou de obra de Arte, tem de ser primeiro "ruminado", acalentado, fermentado na nossa mente. Só depois de muito tempo é que estará pronto para brotar e tomar forma! É assim com tudo o que tem mérito! E dá muito trabalho, preocupação, incerteza, sofrimento...Depois vem o desgaste da espera, a quase desesperança...até que chega o Dia, claro e luminoso da confirmação do Sonho! Estamos todas esperando contigo, convictas de que já falta pouco! Entretanto continua a ocupar-te para não te preocupares! Um abraço da Bombom

Yoyo Pizy disse...

Estou certa que irá conseguir, amiga.
Infelizmente, como você mesma dise, o que se assiste em nosso país é uma banalização de tudo, inclusive da literatura, da escrita.
bjo no core e tenha uma semana muito produtiva.

Yoyo Pizy disse...

Ah! Voltei pra dizer que adorei o novo layout.Ficou lindo e leve.

Majju disse...

Olá minha flor!!!
Passando para desejar uma linda noite e uma semana especial e muito produtiva...
Beijos doces e perfumados.

Beth/Lilás disse...

Hello Maninha!
Nossa, conseguiu mudar, ficou lindão!
Pois é, tens razão no que dizes, tem muito livro por aí fazendo sucesso e não é essa coisa toda que alardeiam.
Um deles é o tal A Cabana que vendeu no mundo inteiro, tem gente que diz que adorou mas não sabe nem fazer uma comparação entre boa e má literatura, apenas consome aquilo que agrada por ser um conteúdo que têm simpatia, no caso desse por exemplo, a religião e a crença.
Por outro lado as pessoas amam livros de auto ajuda e que eu acho um pé no saco, detesto mesmo.
Um livro tem que ter, além de 'estofo' como você bem disse, algo que prenda, que você sinta vontade de não largar até terminá-lo.
Como eu conheço o conteúdo de seu próximo livro, não todo claro, mas bastante coisa, tenho certeza que será uma literatura que causará este interesse, além da pesquisa muito bem feita e histórica que você está inserindo nele.
Estamos todos na torcida de que você tenha muito sucesso, portanto, relax e espere, verá que a alegria do sucesso será tanta que valeu a pena toda essa espera.
um abraço apertado

Deia disse...

Oi Glorinha! Trigo sim, e de primeira linha! Não vejo a hora de ter um livro seu em minhas mãos! Será um orgulho a todos os que lhe acompanham aqui na blogosfera!! Quanto a estarmos em constante movimento, sensível e bem observado. Ainda bem que é assim, sempre em evolução! Um beijo, Deia.

Glorinha L de Lion disse...

Amiga Bombom, que lindo o que escrevestes! É isso mesmo, a arte demanda tempo, dedicação, pesquisa, empenho.
E, principalmente, alma. Mas não pode ser só isso, tem que ter "recheio", não é? Obrigada pelo lindo comentário e incentivo.
Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Yoyo, obrigada, vcs meus amigos me dão uma força incrível. Que bom que gostou do novo layout. Beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Majju querida, também pra vc, uma ótima semana! Bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Betita, obrigada amiga. Vc é uma das poucas que sabem do que se trata não é? E sabe o esforço e trabalho que tem demandado, mas está valendo a pena. E vai valer muito, tenho esperança que sim. Ah, amigos! O que seria de mim sem eles? Obrigada pelo seu incentivo, sempre. beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Deia, e não é? Ainda bem, pois quem para perde o trem da vida. E ele está sempre num constante vai e vem, não para nunca! Obrigada por me incentivar sempre com palavras tão bonitas. Beijos.

Isadora disse...

Glorinha é muito triste vermos que a arte de uma forma geral, em nosso País é tão destratada.
Tantos talentos que sucumbem, por pura falta de oportunidade.
Talvez esteja aí uma oportunidade de negócio que seja abrir as portas para tantso talentos, que, hoje, não tem nem possibilidade de mostrar seu trabalho, sua arte.
Tenho certeza de que as notícias boas virão...
Um beijinho

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu não tinha visto esse post, Glorinha!
vixe, eu entendo tudo o que vc disse. é bacana escrever, eu gosto. Publico minhas coisas no blog. Mas sou pé no chão, escrevo do meu jeitão e me divirto, adoro. Sem sonhar que vou sair do blog famoso, dando autógrafo nem virar celebridade.

E é o que vc falou mesmo, tanta gente escreve tão mal... mas já estão com os "planos do meu livro x, y, z". E são tantos que deve ser complicado para um olheiro achar o bom escritor. E...se o olheiro tiver um espírito dos velhos censores, que nem nos tempos da Ditadura, que eram perfeitos ignorantes? Vão ler o ouro e vão pensar que é latão, tem esse problema tb.

Seu caminho não é fácil, pq sua literatura não é vendida. Se fosse auto-ajuda, romance mijo com açúcar, teorias conspiratórias malucas, ah, já estava na quinta edição. mas vc quer arte, alma, qualidade!
é mais difícil mas não é impossível, não desista!

(só um comentário do comentário rs. gostei da visão tão linda que a Margarida teve sobre as capas de livro no Japão, que na verdade são pra proteger a privacidade. Mas na verdade as capas são dadas para o livro não estragar mesmo, do mesmo jeito q a gente encapa cadernos rs)

bjs

Glorinha L de Lion disse...

Oi Isa, acho que ninguém quer perder dinheiro e o mercado editorial no Brasil, com pouca gente lendo, prefere não arriscar. Vc sabia que as livrarias não compram os livros? Eles ficam lá em consignação. É um risco danado...então, quem sofre somos nós, os escritores. Fazer o que? Esse é o nosso país. bjs

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Alê, esse sonho é que é difícil. Precisa ter pistolão, ser apresentado por um grande escritor, ou jornalista famoso, enfim, talento só, não adianta no nosso país, a não ser que a criatura tenha muita sorte de cair nas mãos certas, na hora certa. Acho que isso não é pra mim, amigo. Não nasci com o furingo pra lua, infelizmente. Mas, vou tentando... beijos.