quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Para Minha Amiga Manuela

Minha  amiga Manu, a Manuela do blog Light, que muitos conhecem bem, é mesmo uma pessoa maravilhosa.
Eu tenho um segredo, que por hora não pode ser revelado, que só minhas amigas portuguesas sabem.
Tenho contado com o apoio incondicional delas, especialmente da Manu e da Fátima, a Bombom, do blog  O Meu Estaminé.
Pois bem, a Manu enviou-me um livro lindo chamado: A Filha do Capitão, de José Rodrigues dos Santos, um escritor muito famoso em Portugal e, infelizmente, ainda não publicado aqui no Brasil.
E, mais ainda, como estava esgotado, a Manu mandou-me o dela, seu próprio livro, enquanto espera que a editora lhe envie seu volume encomendado.
Já comecei a ler, embora esteja lendo mais outros dois e, ao mesmo tempo, esteja escrevendo diariamente meu  romance, por no mínimo seis horas diárias.
Só tenho tempo para ler à noite, na cama, geralmente depois de meia noite, isso, quando consigo me deitar cedo.
Só durmo altas horas das madrugadas. Funciono melhor no silencio da noite, quando só ouço a respiração dos meus cães e os grilos cricrilando lá fora, na mata.
Quero agradecer publicamente à minha amada amiga Manu pela generosidade e desprendimento.
A cada dia que passa vejo o quanto meu blog e os amigos que tenho feito aqui são importantes na minha trajetória. Como escritora, como mulher e, principalmente, como ser humano.
Obrigada minha amiga, de coração, por seu carinho imensurável por mim.
Te amo, amada amiga! Espero um dia poder encontrar-te e nos abraçarmos pessoalmente e te dizer de todo o carinho que tenho por ti.
Beijos.

13 comentários:

Deia disse...

Oi Glorinha! Retorno após uma gostosa temporada fora, e não poderia ter voltado em dia melhor para lhe visitar: você fala de gratidão! Não há sentimento que eu mais aprecie, e você, sendo a pessoa que já demonstrou ser através de seus textos tão autobiográficos, é repleta desse sentimento.Um beijo à Manu e a você, por serem sempre tão gentis! Deia.

Manuela Freitas disse...

Olá querida Amiga,
Tinhamos combinado não fazer referência, de qualquer maneira agradeço as palavras que me dispensou. Tive todo o prazer em lhe enviar esse livro, quando escreveu que andava a pesquisar sobre a Primeira Guerra. Por trás da ficcção, o livro tem muita pesquisa histórica sobre a desastrosa intervenção dos portugueses na guerra. Desejo que gostes e minha querida quando quiseres algum livro de cá é só dizer.
Grata por tudo, muitos beijinhos,
Manú

Cris França disse...

A Manuela é só encantos.

Ela é força, é sabedoria, cultura, carinho, desprendimento

aprendi a amar a alma dela, antes mesmo de estreitarmos nossos laços.

bjs querida

Misturação - Ana Karla disse...

O desprendimento material é a grande evolução humana.

Glorinha a Manu é mesmo especial.

Bela forma de agradecer e homenageá-la.

Bom dia

Xeros

Leila Brasil disse...

Também sou das altas horas. Gosto de ver a amizade tendo um bom lugar na vida da gente. Um lugar para se correr, para se motivar , para se encontrar .Muito bom isso!
Legal o reconhecimento dentro do coração . Isso repercute muito ,como numa boa corrente.
Bom dia !

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Olha que bacana! é muita generosidade mesmo!
eu gosto do blog da Manu, acho ela mto inteligente e sensata.

E esse livro deve ser bom, pq a capa é linda!

Glorinha en el mundo!!! eh isso ai, que bacana!

bjs e boas leituras!

Macá disse...

bom dia Glorinha
Bonito gesto da Manú. Que bom fazermos essas amizades por aqui.
Fiquei feliz também por saber que está firme na escrita do livro.
6 horas por dia? Muito bom.
Estará pronto para o Natal? Olhe que seria um bom presente heim?
um beijo

manuel marques disse...

Glorinha. vou contar-te um segredo,a Manú é uma querida.

Beijinho.

Obs:não te esqueças de guardar este segredo a Sete chaves,rsrsrsrsrs.

Isadora disse...

Glorinha e Manu, as trocas que acontecem por aqui se contarmos para outros que não vivenciam essa atmosfera causará espanto e muitos não acreditarão.
Ainda bem que estou por aqui e posso acompanhar, ceder e receber todo o carinho que corre por aqui.
Um beijo

Lúcia Soares disse...

Glorinha, estou com a Deia: gratidão é o sentimento importantíssimo, que falta à maioria dos seres humanos e os mais jovens, com tudo lhes caindo nas mãos, como se pouco custasse, ainda a têm menos ainda. Acham tudo natural: fêz porque quis, e coisas desse tipo.
A Manu é uma graça de pessoa, gosto muito dela.
E até já "adivinho" esse segredinho entre você e os amigos portugueses, olha que sei! rsrsr (intuição. Se no dia que nos contar eu lhe disser que era isso mesmo que eu pensava,você vai acreditar? rsrsrsr Vamos dar tempo ao tempo.)
Beijo!

pensandoemfamilia disse...

Olá Glorinha

Gosto muito da Manu, visito o seu blog e vejo através desta atitude para com vc o grau de sua generosidade.
bjs

Gina disse...

Glorinha,
Gestos assim merecem toda gratidão mesmo.
O cd do meu filho finalmente saiu! Não deixe de participar do sorteio que estou fazendo no blog. Sabe como é mãe, não é? Coloquei um vídeo dele cantando e dá para conhecer outras músicas pelo site.
Bjs.

Beth/Lilás disse...

Também sou fãzoca da Manuela, grande mulher, uma portuguesa simpática e inteligente que temos aqui em nosso rol de amigas. Aliás, temos muitas outras amigas portuguesas bem queridas, vejo que realmente somos uma irmandade global.
beijos cariocas