quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Espelho, Espelho Meu...



Hoje meu assunto é EGO...
Ontem, assisti a um debate sobre esse tema...Já repararam que todo mundo que tem um ego enorme, acha que não tem?
Tenho, a cada dia, observado mais e mais os seres humanos...às vezes me sinto meio psicanalista...não sei se é característica do signo (virgem), mas sou extremamente analítica, confesso que também, extremamente crítica, e não gosto muito dessa faceta de minha personalidade, pois isso faz com que eu veja, com lentes de aumento, as características e os defeitos dos outros e, por consequência, os meus também...
Por conta disso, não tenho muita paciência com meus semelhantes...nem muita transigência com suas falhas...o que me torna, muitas vezes, uma pessoa insuportável a mim mesma...
Como eu dizia...o Ego...ah! o Ego...Tenho conhecido pessoas ótimas, maravilhosas, mas, quando chegamos mais perto, seu Ego é tão imenso, que o verbo só é conjugado na primeira pessoa e, com letra maiúscula...Eu isso, Eu aquilo, Eu fiz, Eu faço, Eu sou...
Ufa! Dá um cansaço...e o que é pior...o mundo é medido através desse Ego enoooooorme...quem não se encaixa nos seus "parâmetros", não presta, não serve, tem que mudar, deveria ser assim...afinal, pessoas desse jeito, vêem o mundo à sua sombra...e, "Narciso acha feio tudo o que não é espelho..."já dizia Caetano numa música...
Tenho encontrado na vida tanta gente assim! Claro, que todos nós, temos nossos momentos ególatras...momentos em que achamos que agimos bem, que fomos bacanas, e até que somos pessoas do bem...Mas, o tempo todo? Não aguento!
Todo mundo conhece alguém assim: manipulador dos sentimentos alheios, sempre em prol do bem maior: seu Ego.
Ou, aquele fulano que fala o tempo todo: "mas eu faço assim...você não acha que assim é melhor?"
Ou: "porque eu é que entendo dessas coisas, sicrano, coitado, não entende nada disso..."
E o manipulador que se faz de bonzinho e depois joga na cara tudo o que fez?
E o que posa de bom moço, se faz de vítima, e fica sempre sendo "o coitado", colocando a culpa no outro, por suas falhas?
Eu, tive uma "amiga" com quem trabalhei, que quando cometia um erro dizia: "nós erramos", me incluindo sempre no seus erros...quando fazíamos algo legal, juntas e alguém a elogiava, aí, o acerto era só dela, me excluía, claro...
Como diz Fernando Pessoa, meu amado poeta português, num dos poemas mais perfeitos pra definir ególatra, o Poema em Linha Reta:
"Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos tem sido campeões em tudo.
...Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe- todos eles príncipes- na vida..."
Já repararam que o ególatra é um mandão? Geralmente é um "sargento"...manda em tudo e em todos...controlador ao extremo, não aceita argumento que seja diferente do que diz ou pensa.
Conheci, conheço e convivo com muita gente assim...
Mas, ao mesmo tempo, são pessoas extremamente fracas...fracas no sentido de não dar "a cara à tapa"...não serem verdadeiras nos sentimentos. Geralmente, se escondem atrás de quem é "sincericida" por natureza...deixam os "bobos" na linha de frente, , pois eles, falam o que pensam, enquanto o egocêntrico, posa de gente boa...
Não sei qual dos lados é pior...e olhem que eu me encaixo, como vocês sabem, no sincericida, com o agravante de ver o ególatra com minha lupa de aumento....
Sou o que leva "porrada" a todo momento, ora dando a cara pra baterem, ora sendo o que leva a culpa pelos outros...Às vezes me dizem que sou sincera demais, que magoo as pessoas...ora dizem que sou intolerante, egoísta...
Só sei que nunca fui "príncipe na vida"...muito menos princesa...simplesmente uma mulher...mas com muito, muito a dizer. E, na maioria das vezes, digo o que incomoda...







14 comentários:

Beth/Lilás disse...

Glorinha,
O mais legal é quando fazemos esta visualização para dentro de nós mesmos e isto vc o fez, sabe fazer direitinho, pois vê e fala dos seus próprios defeitos.
Também tenho encontrado pela vida, pessoas que só falam de si, que só contam suas mazelas ou firulas, mas têm pouco tempo ou saco para ouvir os outros. Fico tiririca com gente assim, pois gosto de falar, mas tenho capacidade e humildade para ouvir muito os outros.
E assim caminha a humanidade...
bjs cariocas

welze disse...

oi lindona por inteiro. é por essas e outras que não suporto programa de entrevista. Nunca vi nenhum entrevistado dizer em nenhuma entrevista que puxou o tapete de alguém, que mentiu ou roubou ou trapaceou, para alcançar secesso e glória. Nunca vi ninguém confessar suas fraquezas em público, se isso não fosse dar ibope, e reverter-lhe louros como o coitadinho, o penalizado pela vida. EGO é triste. Não podemos não nos amar, não nos dar valor, mas sair fazendo propaganda de como somos, é um pulinho para ser no mínimo O CHATO

Cucchiaio pieno disse...

Amiga, realmente o egolatra cansa! Defeitos todos temos, mas é indispensavel haver um "desconfiometro". O inverso, o coitadinho também da' desanimo, né?! Me encaixo nesses dois "defeitos", mas procuro corrigir-me, procurando nao pesar a vida de ninguém!

Bjos
Léia

Maria Lúcia disse...

Oi Glorinha!

Recebi o seu e-mail, e como gosto de um bom papo...rsrsrs. vou lhe responder assim que tiver tempo, tá? Não tem a ver com o passado, mas com nossas colocações atuais. Gostei da forma serena e verdadeira de suas colocações.

Sobre o seu post, lembrei-me de uma coisa que li há muito tempo e nunca mais esqueci, sobre o ser humano: "Sempre gosto de ouvir alguém falar de si próprio, pois só ouço coisas boas". Não é interessante?

Beijos.

Noiva em Fúria disse...

Adoro falar o que me dá na telha, mas bem sei que muuita, mas muita gente mesmo, não gosta de ouvir, acho que há momentos tenho um Egooooooooo.... pois adoro saber das coisas e falar com conhecimento de causa e isso incomoda por demais... mas vamos que vamos, na tal humildade que a gente chega muito mais longe.....

manuel marques disse...

E quem fala assim não é gaga...

Rsrsrsrsrsr.

Beijo.

Silvana disse...

Oi amada amiga!

Saudades de vc! Estava tão confusa essa semana que dei uma sumidinha básica.

Olha, o aumento no no. de ególatras se deve a educação que é dada nos dias de hoje. O filho é o centro das atenções e não pode ser contrariado em NADA!

Isso criou monstrinhos ególatras que se proliferaram mais rápidoque tiririca em plantação!

Trabalhei com pessaos bem mais jovens em SP, estagiários. Eram meus estagiários e me desafiavam diariamente, acredita? Mandá-los fazer algum serviço era como mandá-los para a forca...rs. A maioria era de filhos únicos ou de pais que os mimaram muito. Qqr coisinha no trabalho já ligavam para os pais...rs

É chato demais lidar com gente assim. Tive algumas pessoas que achava que eram amigas, mas eram sanguessugas pq só sabiam falar de si mesmas. Nunca tinham tempo para nos ouvir. Minha ficha demorou pra cair, mas caiu e me afastei desse povo.

Hj só ouço quem me ouve, só escrevo para quem me responde, me escreve, me estimula. Porque a gente cansa de gente assim....

Beijoooo

milena blogs disse...

oi Glorinha! nossa vc faou exatamente o que penso- e cmo conheço pessoas assim- ás vezes dou um chance à estas pessoas e conto algo - no meio do papo sou cortada e já ouço a velha frase - ah mas comigo aconteceu isto.. o que aconteceu comigo não importa - eles simplesmente não tem ouvem , só ouvem a si próprios, e realmente eles devem ser maravilhosos, nunca acontece nada de ridiculo que a gente ri, e e dou risada de mim mesma e ainda conto prá todo mndo - como se todos não fizessem isto! e eu simplesmente ao consigo viver com gente assim tb!
haja saco.
bjs

Dri Viaro disse...

Bom dia, chegou fim de semana!!

Por isso lhe desejo que vc fique com os seus, e aproveite totalmente estes 2 dias de folga.

bjssss

Lucia Cintra disse...

E como eu conheco gente assim!! Dessas quero um pouco de distancia! Meu pai me falou uma vez que nos somos como as pessoas nos veem... Deu pra ficar pensando, sabe? De vez em quando eh bom mesmo nos avaliar e tentar prestar atencao nessas coisas. bjos

Manuela Freitas disse...

OLá Glorinha,
Tu de facto traças bem toda essa questão da egolatria. Há pessoas que o centro do mundo está no seu umbigo, é insuportável!...Eu penso que esse tipo de pessoas acaba por ter um complexo de inferioridade, falta de estima por si própria e por isso precisam de se afirmar, de aglutinar atenções, de estar sempre a fazer publicidade do que fazem e do que têm. Não são normais, sofrem de qualquer patologia!... Devem ficar frustradas porque muita gente não tem paciência para as aturar.
Tenho visto o blogue da tua filha e as novidades... muito, muito giro!
Tu mudás-te de visual, agora pareces mais magra, mas muito bonita.
Por cá dias seguidos de chuva de manhã à noite, dão uma neura!...
Beijinhos cara linda,
Manuela

Gina disse...

Tivemos uma professora de psicologia, no curso de magistério (naquela época chamava-se "normal"), que nos alertou para evitarmos o "eu" isso, "eu" aquilo... Desde então, curiosamente, sempre uso colocar o eu por último, por ex., fulano e eu. Nas sentenças onde se narra alguma coisa sobre si mesmo, parece que diminui o peso do egocentrismo omitir o "eu" , deixando que o verbo se encarregue de dar sentido de 1a. pessoa ao texto.
São sutilezas, é verdade, mas quando se repete demais o "eu", evidencia-se muito a personalidade que está por trás de quem fala.
Nos conhecemos há pouco tempo, mas você me parece muito transparente. Seus pontos-de-vista merecem reflexão.
É difícil lidar com os extremos e pessoas muito mandonas só o são, porque há quem se submeta... Difícil conviver, não?
Agora sou eu que vou aproveitar a música do Vinicius, nosso filho, chamada Roque das Antigas, para ilustrar o assunto:
"...Narciso, dá um tempo, vê se larga esse espelho
E é esse o conselho que eu posso te dar..."
Bjs.

cantinho she disse...

Oi Glorinha!
Sensacional....amei o que e como vc escreveu! É, minha cara, não é mole mesmo não...enfim...
Bjooo

G I L B E R T O disse...

Glorinha

Também sou de virgem, portanto, muitos das suas caracteristicas, também são minhas.

gosto de gente com personalidade, que fala a verdade, que te olha nos olhos, que não se embebeda, que não come demais, que não seja ambiciosa, que não deixe o sabonete "sujo" com cabelos, que vista a camisa, que se entrega com paixão em tudo o que faz, que tenha a faca nos dentes, que critica ações e elogia pessoas, que gosta de escrever, que gosta de ler, que ama poesia, que gosta de namorar, que detesta bagunça, que tenha posição em tudo, enfim, gosto de gente com coragem!

Os egoistas não amam Reis e Rainhas, amam a coroa e, acima de tudo, amam eles próprios!

Beijos!

como sempre, minha amiga, texto maravilhoso!