sábado, 9 de janeiro de 2010

Ponto G !?

Há cerca de 250.000 anos atrás, o homo sapiens surgia. Mas pouca coisa mudou quando se fala de sexo...
Porque será que até hoje, a sexualidade feminina ainda é motivo para tantas discussões, polêmicas, afirmações, negativas?
O tal Ponto G, cantado em prosa e verso, sonhado por algumas, negado por outras, entra novamente em discussão.
Existe? Não existe?
Descobertas científicas, na última semana, foram categóricas: Não existe Ponto G.

Porque o sexo e a sexualidade da mulher, provocam, em pleno século XXI, ainda tanto medo?
Isso mesmo, medo...
Os homens porque, na sua maioria, nada entendem de sexualidade feminina, grande parte deles, até hoje, ainda vive na fase oral, ainda acha que tamanho é documento ou gosta de inventar que "dá no couro" aos 60 anos, como se tivesse 20...
A mulher, por anos, décadas, séculos de opressão, até hoje, mal conhece do que é capaz, mal conhece o próprio prazer, o próprio sexo, sua anatomia...

Por nosso sexo ser introvertido, quase secreto, misterioso por não ser aparente, talvez, isso tenha tornado as coisas ainda mais fáceis para que a opressão se fizesse com toda a força sobre nós.
Nosso sexo mete medo por não ser visto. Nossa cultura judaico-cristã, incutiu nas mulheres que se deve sentar "com modos", sempre tapar nosso sexo, nunca descruzar as pernas sem cuidado, etc, etc...Desde meninas, nosso sexo é tratado como um tesouro a ser preservado, cuidado, escondido...
Vai daí, que tantas mulheres, ainda hoje tenham problemas com orgasmos, masturbação, sexo casual, etc...
Já aos homens, tudo era e é permitido...seu sexo é visível...até através da roupa, pode-se ver seu contorno...homem pode sentar de pernas abertas, pode se coçar em público...o sexo do homem não precisa ficar resguardado e escondido de todos e dele mesmo...desde pequeno é estimulado sexualmente, aceita-se a masturbação masculina com muito mais naturalidade, desde sempre...
Não quero teorizar sobre sexo, até porque não sou especialista no assunto...o que sei são vivências minhas, pois, apesar de uma mãe castradora e puritana, sempre tive uma vida sexual saudável, sem neuras e conflitos, desde a adolescência...Minha cabeça poderia ter dado um nó, mas não deu...por isso, acho que não sou tão doida assim...
Voltando ao Ponto G...Acho que a sexualidade feminina ainda espanta, ainda atemoriza...é uma pena...quanta gente vive a vida toda sem experimentar, sem provar, até sem saber o que é um orgasmo...E, o corpo feminino É um Ponto G...nossas zonas erógenas podem começar no dedo do pé...depende de quem faz e como faz a carícia.
Somos um Ponto G no corpo inteiro...esse negócio de ficar procurando e querendo saber a localização dele, é ridícula...
Mulheres, ouçam a voz de uma pessoa, já madura, mas que adora sexo!
Sexo está na cabeça...se explorem, deixem-se explorar por seus parceiros (aliás, acho que a maioria das mulheres, que não sabem ter prazer, é porque seus companheiros são ruins de cama...), conheçam seu corpo, se permitam...
Desejo é bom, sexo é uma maravilhosa, transcendente, experiência a dois ou a um também...
Não deixem a vida passar esperando que alguém lhes diga ou mostre o caminho do seu prazer...descubra você. Diga aonde quer ser tocada, onde gosta mais ou menos.
Se não consegue, vá aos poucos, devagar...Se ama seu namorado, marido, amante e ele a ama também, garanto que vão conseguir...mas se permita...e esqueça o Ponto G, o Ponto Y ou o H...Lembre que só existe um ponto na mulher...o ponto C I de Corpo Inteiro...Ponto G, só de Glorinha! Esse ponto aqui, onde nos encontramos sempre, para falar de tudo!
Bom fim de semana!


14 comentários:

SUELY PERES disse...

Glorinha, eu concordo plenamente com voce a respeito desse ponto G tão discutido, e se toda mulher parar e pensar vai chegar a essa mesma conclusão. Graças a Deus sou bem resolvida nessa área rsrsr, eu sempre diss que meu ponto G esta na cabeça kkkk.Querida qto ao brigadeiro e trufas , depois coloque sua receita de tufas para nós, eu vou adorar. beijinhos e bom fim de semana

Cris França disse...

Glorinha,

o tema é super complexo e tabu, medo, vergonha, falta de informação, e os desvios tranformam a questão em um vasto debate com N vertentes.
Te convido a conhecer o Psicolo Jose Angelo Gairsa, neste post que fiz no passado, justamente porque eu sentia e ainda sinto, que a maioria das pessoas,não gosta de falar de sexo ou sente receio de comentar, poemas ardentes e eroticos.
eis o link: http://cantodecontarcontos.blogspot.com/2009/06/vamos-falar-de-sexo.html
Eu de minha parte, devo agradecer muito a minha mãe, ainda não conheci nenhuma mulher , que contou pra mãe, antes de para qq outra pessoa sua primeira experiência sexual.
Ela sempre foi muito clara e me ensinou bem, e falou comigo sobre sexo pela primeira vez quando eu tinha 7 anos, e isso creio fez toda a diferença para mim.
Sexo a gente não nasce sabendo, precisa aprender, assim como as outras coisas da vida, e a ter prazer também, mas quando os pais se omitem, a gente vai aprender na rua, e muitas vezes... tudo errado.

bom, não vou me estender mais...rs

Volto mais vezes no teu ponto G, que me dá prazer em ler.

beijos

manuel marques disse...

A mulher alimenta-se de carícias, como a abelha das flores .

(Ponto C I de Corpo Inteiro...)Amei.

Beijo.

jmariakennedy disse...

WOW!! isso é q é explicação Glorinha. Acertou na mosca. É isso aí mesmo... a falta de informação faz do sexo um tabu e mtas vezes um desconfôrto só c/ os homens reclamando de um lado e as mulheres reclamando de outro. Vc foi super esclarecedora. Bjsss... judy

Elaine disse...

Glorinha,
Muito obrigada por acompanhar meu blog!
Seja mesmo muito benvinda!
Lindo seu blog, e linda sua filha na postagem abaixo! Parabéns!
Beijos e bom fim de semana.

G I L B E R T O disse...

Glorinha

Maravilha de texto!

Concordo contigo em tudo!

Sexo depende muito da completa cumplicidade entre os amantes, comunicar-se é essencial.

Por coincidência incrivel, postei algo em nel mezzo del cammim que casa (de forma lírica) com teu texto, parece até que foi combinado, mas não o foi... Estamos em perfeita sintonia, minha amiga!

Devemos derrubar todos os tabus, preconceitos e mitos em relação ao sexo, sobretudo a mulher!

Estejas bem, Glorinha!

Beth/Lilás disse...

Muito bem esclarecido Glorinha e adorei o único ponto G que existe que é este aqui, aliás bem verdadeiro.
Sempre achei uma tolice esse negócio que inventaram de ponto G, tudo pra vender revista e livro, né mesmo.
É o que vc disse mesmo, o ponto G ou X, Y, acontece quando a gente se permite ser livre e desencanada para sentir a vida através do sexo.

Gostei do tema e abrodagem.

bjs cariocas
(Ah, tô nos meus 5.6 turbinados!)

cantinho she disse...

Glorinha, querida! Formidável o seu texto, muito bom mesmo! Ponto G só o de Glorinha esse aqui....dei uma gargalhada gostosa qdo li isso.
Até que enfim encontro alguém que fale abertamente sobre o assunto Ponto G....menina eu acho um saco essa discussão, exatamente por achar que somos um campo minado de possibilidades de prazer que vai do dedo mindinho do pé até o último "fio de cabelo".
Parabéns pelo texto, pela ideia do post e pela liberdade de expressão!
Beijoooooooooooooooooo

Clarinha disse...

A-D-O-R-E-I!!!!!!!!!!!!!!!
Vc mandou M-U-I-T-O bem ,amiga!!!
Parabéns!!!!!!
Beijinhos

Fatima disse...

Como eu sou professora, sabe Glorinha, eu gosto de começar sempre pela letra A e vamos com calma e como eu tenho muita paciência, se o aluno tiver dificuldades começo tudo de novo.Rsrsrsr
Ótimo texto!
bjs.

Dri Viaro disse...

Comece a semana feliz, agradecendo a Deus por ter aberto os olhos no dia de hoje!!
boa semana

bjss

Manuela Freitas disse...

OLá Glorinha,
Texto muito bem elaborado e muito realista. A libertação sexual da mulher ocorreu praticamente nos anos 60 do século XX, essa é uma questão importante, a mulher viveu muito tempo sobre o jugo dos preconceitos e ainda há muito disso!...
Para abreviar minha querida, eu considero que há o abedecário todo no corpo da mulher quando está apaixonada e é correspondida e esse ponto G até pode criar angústias! O melhor é começar pelo A...até ao Z, rapidinhas se dá bem para os homens, para as mulheres nem tanto!...
Nada especialista nesta matéria, mas gosto de sexo, claro!...
Beijinhos,
Manuela

Paula Pacheco disse...

Olá amiga, passei para dizer um olá e otimo dia, menina...esse ponto G realmente é uma loucura...acho que é isso mesmo, esta no corpo inteiro e cada um deve saber onde lhe da mais prazer, e que fotinha linda hein...combinou com o assunto,
bjão
Paula

welze disse...

não posso falar muito disso, pois acho que sou até muito depravada. Deliciosamente depravada. Tenho uma vida com meu parceiro, saudável em todos os sentidos. Dizem que sexo não é tudo num relacionamento, mas se ele não vai bem, a coisa tende a degringolar. Quem pensa diferente que me perdoe, mas para mim, e para meu bonitão(ainda bem), é muito importante, muuuuuuito mesmo. que delícia. O meu ponto é W, de Welze por inteira. Sei que não curte muito, mas tem selinho pra vc no gostosuras. é um montão de sol para vc estar sempre com seus dias luminosos.