segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Mãe Sofre...

Gente, não falei nada, mas estou subindo pelas paredes...passei um fim de semana de cão...tentei me distrair de todas as formas...mas não contei nada aqui pra não ficar falando de coisas desagradáveis...
Não sei se lembram que contei que meu filho foi acampar com amigos na Ilha Grande...pois é, naquela ilha onde aconteceu essa desgraceira toda no reveillon...ele foi pra outra praia na ilha, uma que se chama Aventureiro. E, está lá até hoje...ficamos sem ter notícias deles até sábado, quando um deles conseguiu ligar pro pai pra dizer que estava tudo bem e pediu que o pai ligasse pra todos os outros pais. Sei que está tudo bem com eles, que lá onde estão não tem morro pra desmoronar, que são jovens, querem abraçar o mundo e aproveitar tudo o que podem, mas estou agoniada...não tenho dormido bem, essa noite sonhei com meu filho a noite toda. Sei lá, estou aflita, louca pra ver ele de volta, abraçá-lo, beijá-lo...vocês, que são mães me entenderão que eu sei...
Aquela região de Angra dos Reis é belíssima, mas muito sujeita a desmoronamentos e a estrada está em meia pista....lá também chove muito...às vezes aqui no Rio está o maior solzão e lá, chovendo...
Estou muito triste pelas famílias que perderam filhos, irmãos, parentes naquela pousada que desabou e foi soterrada, nem tenho quase visto telejornais pra não ficar ainda mais agoniada ...Quanta tristeza...teve gente que perdeu a família inteira!
E meu filho lá perto...será possível que eles não pensem na gente?
Será que não estão sabendo da situação por lá? Sem celular pegando, pois lá não tem sinal, sem luz, sem qualquer comunicação...ô aflição...
Não vejo a hora de vê-lo entrando pela porta, são e salvo...meu marido fica brigando comigo pra eu deixar ele sossegado, que tem que aproveitar a vida...coisa de pai, de homem...Eu quero é que ele fique aqui, debaixo dos meus olhos, não posso mais prendê-lo debaixo das asas, mas que pelo menos esteja por perto...Ai, mãe sofre, como sofre...
Na próxima encarnação, se é que haverá, quero vir homem, viu? Não aguento mais ser mulher e sofrer tanto pelos filhos...

9 comentários:

manuel marques disse...

Na próxima encarnação, se é que haverá, quero vir homem...

ui.

O meu abraço solidário para toda essa gente.

Beijo.

Vivi disse...

Minha querida Amiga....
Imagino seu sofrimento!!!!!
Mas muito em breve vc o abraçará muito viu!!!!!
Imagino tosa sua angústia e sei o q são noites mal dormidas...mas ele está bem !!! É O QUE IMPORTA !!!!!
Sinta-se abraçadinha por mim q eu aqui estarei contigo viu!!!!!
bjs

SUELY PERES disse...

Calma amiga, o mais importante é que ele já fez contato e esta tudo bem sim, mais eu entendo sua aflição pq sou assim de me preocupar muito. Loguinho ele está de volta e pronto. Fique com Deus. beijinhos

G I L B E R T O disse...

Glorinha

Sinto por tua aflição, mas o fundamental é que ele está bem!

Nós homens temos o pensamento racional demais, ele ligou, tá bem, bola para frente, vamos nos preocupar com outra coisa.

mas, voces mulheres, são assim mesmo, fazer o que?

Voce é uma mãe extraordinária!

Abraços minha amiga!

Sejas feliz sempre, tu o mereces!

Amara e Rozani Pereira disse...

Oi Glorinha!
Que susto vc deve ter levado! Deus me livre!Eu ñ sou mãe e nunca vou ser, mas eu tenho um instinto maternal que até me irrita!
Eu acho que toda mulher tem...nem que seja um pouco.Eu imagino como vc deve ter ficado aflita, deseperada, agoniada!Meu Deus, que trágedia!Todo final de ano é isso.
Espero que seu coração de mãe se acalme.
Bjs, Rozani

Silvana disse...

Oi queridíssima!

Imagino o sufoco que sentiu né mesmo?

Eu me lembro que vc disse que os filhotres iriam pra Anra. Logo que ocorreu o acidente pensei nisso e vim aos seu blog, mas estava tudo "normal" e vc postando. Então eu me acalmei e pensi: se algo tivesse ocorrido ela não estaria escrevndo.

Ainda bem que nada aconteceu a eles.

Da próxima vez não os deixe ir pra Angra na época de chuvas fortes. Segure os rebentos em casa!!!...rs

Minha sobrinha viajou pela 1a. vez sozinha no Natal e Ano Novo. Foi pra Cabo Frio, distante eu sei. Mas mesmo assim ficamos com o coração na mão.... Imagino vc!

Beijoooo

Beth/Lilás disse...

Nosa Glorinha, não sabia que teu menino foi pra lá! Realmente é um lugar belo, quando jovem também fui pra lá duas vezes, mas sinceramente, não tenho vontade mais de retornar e pegar aqueles barcos que fazem a travessia. Acho tudo hoje em dia muito perigoso porque não se tem mais cuidados, preocupações com o ser humano como era no passado. Hoje, tudo é feito de qualquer modo, não tem vistoria, não tem fiscalização.
Aquele acidente na pousada bem debaixo de um morro de aluvião foi um absurdo! Como é que se aprova um projeto num local daqueles?

Bem, mas hoje já é terça e imagino que o filhote já tenha chegado e está tudo bem com ele.
Mãe é tudo igual, para eles somos umas chatas, choraminguentas, mas lá na frente verão como nosso amor é forte e os protegem.

Quanto ao cartãozinho lá no blog, fique à vontade pode levar sim, pertence à rede de qualquer jeito.

grande abraço carioca

Cucchiaio pieno disse...

Amiga, que situaçao dificil! Espero que a essa hora teu filho ja' esteja em casa e teu coraçao tranquilo.
Abraços fraternais
Léia

Marilac disse...

Oii Glorinha,
Graças a Deus seu filho está bem, imagino sua aflição até ter noticias dele.Eu quando li seu post, fiquei preocupada pois foi logo após ver as noticias na tv.
Espero que ele logo esteja ai com você.

Abraços,
Marilac