terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Jacopo Chimenti da Empoli - Será Meu Parente?

Natureza morta


Casamento de Maria de Médici com Henrique IV- Rei da França


Casamento de Caterina de Médici


Quem já me conhece desde o início do blog, sabe da minha obsessão em descobrir parentes, origens e antepassados na Itália. Sabe também de meu amor, pra não dizer paixão, pela Itália e por tudo o que tenha ligação com esse país.
Se eu contar, que não há um único dia em que eu não pense na Itália, principalmente em Roma, vocês dirão que é exagero, mas não, não é....aconteceu alguma coisa comigo quando pisei o solo da terra italiana pela primeira vez...eu digo sempre que a Itália jogou em mim, uma espécie de sortilégio, pois não posso ver fotos, filme ou falar com alguém sobre isso, que começo a chorar...É algo estranho, inexplicável mesmo...
Pois então, fuçando e pesquisando sobre meus antepassados, dos quais sei quase nada, pois todos os meus tios morreram, meus pais também e ninguém sabe onde estão os documentos de meu avô, descobri esse pintor: Jacopo Chimenti, da Empoli
Ele foi um pintor considerado maneirista tardio, da escola florentina. Fundiu elementos de arte bizantina com a cristã e a romana, distanciando-se da chamada "maniera greca" que dominava as artes na Itália da época.
Nasceu em 1551 em Florença e morreu em 1640. Seu pai era da cidade de Empoli, daí, ser mais conhecido, como Jacopo da Empoli, pois era comum carregar como sobrenome, a cidade natal do pai.
Eu devo, inclusive ter visto telas suas nos inúmeros museus que visitei, pois há quadros seus na Uffizi e em outros museus da Itália e do mundo.
Há estudos dizendo que ele trabalhou com Vasari, o arquiteto dos Médicis.
Queria tanto saber se foi meu parente, qual a origem do meu sobrenome, se é derivado mesmo dos Papas Clemente...enfim, depois de adulta é que resolvi pesquisar a árvore genealógica, mesmo sem ter informações sobre quase nada. E não é por vaidade não, esse negócio dos Papas, descobri por acaso...quero mesmo é saber de onde vim, se tenho parentes por lá, e essas coisas, pois depois que conheci a Itália, me sinto tão italiana!
Vou confessar uma coisa...parece até bobagem, mas quando estou triste ou com dificuldade pra dormir, é só fechar os olhos e recordar onde estive na Itália, que durmo logo, e, sonho muito....
Quem sabe, em tempos de net, blogosfera, eu ainda encontre meus parentes italianos?
I hope so...




16 comentários:

Cris França disse...

espero que sim minha amiga!

aproveito para dizer que deixei um selinho para ti que gosta de ler na minha pagina. bjs

Cris disse...

Amorrrrrrrrrrrrrrrrrr *_____________*
um 2010 lindp pra vc viiu, com grandes conquistas, muita paz e amor *_*
estou passando bem rapidinho aqui, não poderia deixar de te visitar :) um chÊrinho meo amor ♥

Suzanna disse...

Quem procura sempre acha sabia?
Intão sua "IRA" me inspirou um post.
Calce as "sandálias da humildade" ou a mais bonita , ou a mais rasteira e de um pulinho lá no meu bloguinho.
Bjus
inté
Su

manuel marques disse...

Mille violini suonati dal vento,
tutti i colori dell'arcobaleno,
vanno a fermare una pioggia d'argento
ma piove, piove sul nostro amor.

Ciao, ciao, bambina, un bacio ancora
e poi per sempre ti perderò.
Come una fiaba, l'amore passa,
c'era una volta, poi non c'è più.

Cos'è che trema sul tuo visino,
è pioggia o pianto, dimmi cos'è.
Vorrei trovare parole nuove
ma piove, piove sul nostro amor.

Ciao, bambina!
Ti voglio bene da morire!
Ciao! Ciao!

Ciao, ciao, bambina, non ti voltare,
non posso dirti rimani ancor.
Vorrei trovare parole nuove
ma piove, piove sul nostro amor.

Rsrsrssrs.

Abraço.

G I L B E R T O disse...

Glorinha

Não te condeno por um misero momento teu amor pela Italia, pois eu também o tenho e nem a conheço e, olha que tenho verdadeiro sangue português correndo nas veias.

quero conhecer Portugal e quero conhecer Italia e tudo de romance que tem nela. Gosto das coisas italianas, seus prazeres, sua cultura, sua lingua, seu jeito estabanado de ser, seu cinema, tudo enfim...


somos parecidos até nisso, minha amiga!

quanto ao elogio que me fizestes de eu ter alma feminina, não fiquei triste, pelo contrário, imensamente feliz! A alma feminina é poética e amo a poesia...

Para muitos, isto pode parecer um discurso meio homo, mas, falo com pessoas inteligentes e sensiveis e elas me entenderão... principalmente, tu o entenderás.

GRato pelo elogio e por tuas visitas sempre tão luminosas e cheias de vida!

Estejas bem, minha querida!

Lucia Cintra disse...

Oi Glorinha, vim agradecer pelo comentario no meu blog e te conhecer melhor. Adorei seu cantinho e tenho uma coisa em comum contigo: Tb sou obsecada em saber tudo sobre meus ancestrais!

Meu avo paterno era assim tb e inclusive escreveu um livro (so pra familia mesmo) sobre a origem do nosso nome e todos os nossos ancestrais desde entao! Tenho uma copia aqui comigo e eh meu tesouro!!! Ele fez muita pesquisa e viajou mundo afora pra obter as informacoes e foi uma pena ele ter falecido quando eu tinha somente uns 7 anos de idade... Como teriamos coisas pra conversar a respeito!!!

Enfim, prazer em conhece-la e ja vou adiciona-la la no meu cantinho. bjos, Lu

Vivi disse...

Não acredito que tb te acontece isso... a gente espera tanto ... tanto...um telefonema e qdo toca não escuta!"!"!....
mas!!!!
menos mal como dizem...
que bom ele ter deixado recado !!!!
que bom !!!!
que bom !!!!
muito em breve estará aí contigo!!!
a propósito, seu post...
chi cerca ...trova !!!!
no, io non sono una italiana rsrsrs
cresci no meio de alguns adoráveis italianos e meu carinho por eles é inexplicável tb rsrsrs
soy hija de un hijo de España...rsrsrs ulálá hein amiga!!!
Sei q vc acalmou mesmo com o recadinho na secretária... fico aqui torcendo pra sua espera acabar loguinho viu!!!!
bjs

Beth/Lilás disse...

Caríssima amiga,
Pois saiba que também tenho origem itálica e talvez por isso tenhamos esta afinidade tão repentina.
Mas, se quiseres saber mais sobre teu sobrenome e onde ele está mais concentrado, existe um site incrível que uma outra amiga blogueira que mora na Itália indicou há meses. Chama-se gens e é só clicar aqui:

http://gens.labo.net/

Para saber onde se encontra a maioria de seus antepassados, vá a este site, na direita você encontra um espaço para digitar o seu “Cognome” (sobrenome), depois de digitar clique na flechinha vermelha, abrira uma outra pagina com um mapa da Itália, onde você encontrara marcado nas diversas regiões onde estão a maioria com o sobrenome pesquisado.
No mapa você pode ter maiores informações, basta clicar sobre a região de maior concentração e ver em “zoom” mais informações.

Vai nessa amiga, eu fui e encontrei um monte de Quintieris, mas pra dizer a verdade já não tenho mais interesse em conhecer esta parentada, sinto que devem ser da pesada e barulhentos demais e já tô muito velha para isto. hehehe

beijos cariocas

*** Cris *** disse...

Sabe tenho um sonho, andar de bicicleta nas ruas de Paris, embora nunca tenha ido lá sinto que há uma certa magia entre eu e esse lugar, mas vai explicar essas coisas que sentimos,né?
Bjs!

Silvana disse...

Oi Queridona!

Eita, que tb tenho sangue italiano...hehehe

A mãe do meu pai, vovó Marieta, era da Sicília, mas o sobrenome era Siquieri...rs

Mas nunca tive curiosidade em conhecer ninguém de lá, de tanto que minha nona dizia como eram grosseiros, estúpidos, miseráveis....hahaha. Ela só malhava os conterrâneos!!

A falta de boas lembranças dela me conduziu a essa inapetência por descobri-los. Que sejam felizes por lá.

Depois fui conhecer a Itália e me decepcionei. Não com a história e construções, mas com o povo. Não gostei nem um pouco deles, que se acham a última bolacha do pacote...

Mas espero que vc consiga montar sua árvore genealógica!

Qto ao Capote, confesso que tb não gosto muito dele, afinal o que ele fez com os rapazes não foi da maior dignidade, certo? Mas reconheço que ele criou um dos personagens mais marcantes da literatura mundial: Perry Smith. Além disso uma nova dinâmica na literatura surgiu com esse livro. Seu livro é um escândalo de moderno e atual mesmo depois de 45 anos, além de desvendar o pensamento rançoso americano, que nós conhecemos, mas sequer temos dimensão do tamanho. A leitura vale muito a epna, pois filmes não traduzem a magnitude do ocorrido, ainda mais das tintas de Capote, que era de fato genial.

Obrigada pelo carinho de sempre!

Beijoooo

Cucchiaio pieno disse...

Amiga, me mande (por e-mail) teu nome completo e dos teus antepassados que tentarei descobrir alguma coisa pra voce. Nao custa nada tentar! Pois fiquei comovida com teu sentimento.
Tenho certeza que teu marido tem uma bela explicaçao para isso, devido seus conhecimentos espirituais os quais tambèm acredito.
Bjos e boa sorte
Léia

Paula Pacheco disse...

Glorinha, acho que todos tem um sonho de conhecer seus antepassados ou então o país natal. Eu tenho sangue potugues de Moçambique, e chinês de origem, então queria muito um dia conhecer estes paises...sonho meu...
Ah vc viu o Mercado de Peixes de Itajai? Que bom que gostou, já visitei o de Niteroi umas duas vezes quando o maridex foi a trabalho, as pessoas me chamavam de louca hahhahah mas não me importo eu gosto, o de Niteroi é o Mercado São Pedro? Não lembro direito, amei conhecê-lo...a diferença de Itajai, é que o do RJ é maior e cheio de lagostas gigantes (coisa que não vi em Itajai)e os preços absurdamentes barato...vcs do RJ deveriam se fartar de crustaceos...frito, assado, a vapor...pena que na epoca eu não tinha blog e por isso não tenho fotos...Glorinha se puder vá em frente, tire as fotos de lá ...sabe que eu tinha pensado igual Welse, pedir para vc tirar fotos de lá...e vc posta se quiser.
bjs enormes queridona e ótimo dia.
Paula

welze disse...

e você acha que é por acaso que lhe chamo de minha deusa, de poderosa? Você tem sangue azul, menina!. Podes crer. Vou lhe pedir um autógrafo e uma foto antes que fique muito famosa. Adoro você com sangue azul, ou amarelo, ou mesmo o comum vermelho. Por inteiro. assim fácil. Quanto à MFP, quando comprei a dois anos atrás, paguei $400,00, era novidade, mas agora é mais barato, e tem mais marcas. A minha é Britânia. É ótima. Adoro.

Cris França disse...

Linda voltei pelo minha Merlin que li somente agora...rs amei! bjs no seu genoroso coração europeu...rs

Manuela Freitas disse...

Olá Glorinha,
Eu também amo Itália, tive estudos de Arte e toda a Itália é arte, basta ter sido lá o berço do Renascimento!...
Com certeza há aí uma costelinha italiana «amore mio»!
Se vieres a Portugal, vem ao Porto, tenho em minha casa uma couchsurfers para ti.
Beijinhos
Manuela

Amara e Rozani Pereira disse...

Eu tb amo a Itália!Com eu quero conhecer a Itália e França.Meu sonho de consumo é conhecer a Europa, e principalmente França e Itália.Eu tb tenho descendentes italianos da família da minha mãe.Já procurei na internet, mas nem o nome da famíla eu encontrei.Assim fica difícil de conseguir alguma coisa.É uma pena.
Bjs,Rozani