sexta-feira, 9 de abril de 2010

Uma Estória Real...



Vou contar uma estória real que aconteceu com um amigo de meu filho e seu pai há uns anos atrás...
Estou contando essa estória hoje porque eu mesma estou precisando relembrar dessa lição mais uma vez em minha vida.
Há mais ou menos 8 anos atrás, um vizinho nosso, arquiteto conhecido aqui na região, estava passando por dificuldades em sua vida, muitas dificuldades mesmo...
Um dia, ele vinha caminhando pela rua, voltando para casa, quando um outro vizinho ofereceu-lhe carona em seu carro. O arquiteto entrou, agradeceu e o outro lhe perguntou: E aí, Fulano, como vão as coisas?
E ele respondeu: Não podiam estar piores...
Naquele mesmo dia, à noite, seu filho caçula, o melhor amigo do meu filho, foi assassinado pelo segurança de um restaurante, estupidamente, com um tiro pelas costas...ele tinha 18 anos e morreu à caminho do hospital...
Todos nós, que convivemos com esse rapaz, que era um doce de menino e foi criado junto com meu filho, aprendemos a lição: Meu vizinho não sabia, mas as coisas poderiam ter ficado muito piores para ele...e realmente, ficaram.
Sempre que estou com um problema muito grande, quando estou me queixando muito do momento pelo qual estou passando, me lembro dessa estória.
Quando vou abrir a boca para falar que está tudo ruim, péssimo...me lembro dele e de como as coisas ficaram piores, terrivelmente piores depois...então, pensemos nisso a cada vez que nos sentirmos derrotados, desolados, incapazes de continuar...a vida pode sim, ser muito pior do que imaginamos....

Mas, sempre, todos os dias, mesmo atrás da nuvem mais escura, haverá um raio de sol!

17 comentários:

Beth/Lilás disse...

Ah, é mesmo, amiga!
Muito oportuno lembrar dessa história triste, pois às vezes reclamamos de coisas tão bobas e tem cada uma bem pior acontecendo por aí.
A todo momento a vida nos chama a refletir, a fazer considerações sobre
aquilo que pensamos ser o mais importante, o mais terrível e vemos que, na verdade, podemos carregar, podemos dar a volta por cima, podemos fazer alguma coisa, pois só não tem jeito mesmo é diante da morte.
um grande beijo carioca

cantinho she disse...

Nossa que loucura. Bela lição mesmo, Glorinha, mas é sempre assim, se olharmos a vida do vizinho iremos parar de reclamar, sempre tem alguém pior, infelizmente, e nesse caso é um pior que não tem como reverter, se modifica com o tempo, mas não se reverte...triste!
Valeu a dica da lição de vida!
Beijocas e mais beijocas e tenha um ótimo fds!

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

E' isso mesmo!!! Temos que enfrentar, sempre, as dificuldades e as adversidades e seguir em frente apesar de tudo. Essa historias sao boas para nos lembrarmos de que `as vezes nossos problemas nao sao problemas ....

Chica disse...

Lindo,Glorinha e eu tenho sempre em mente um quadrinho que minha irmã pintou e ela morreu aos 19 anos: "Rompe as nuvens e verás o Sol"... Assim, na maior escuridão, problemas que surgem, lembro dela e dessa frase. Ajuda! um beijo,tudo de bom,chica

orvalho do ceu disse...

Glorinha, querida
Vc está certíssima, também andei nestes dis muito desanimada, quem pode continuar vivendo igual com tudo o que se nos passou?
Nossos semelhantes são fortes em nós... ainda bem!
Mas, mesmo sendo afligidos,não seremos derrotados, como bem disse.
Receba meu abraço cheio de bons desejos do BEM tão somente.
Essa é a minha força espiritual pra vc, amiga, no dia de hoje.
Reparto o que já recebi de alguns queridos e do Alto...
Bjs

ju rigoni disse...

Belo post!

Nunca se sabe o que guarda o porvir... Melhor refletir sobre as dificuldades tomando-as como lição, e nunca acreditá-las únicas, exclusivas, ou insuperáveis...

Bjs e inté!

Lu Souza Brito disse...

Eu penso assim também Glorinha. As coisas sempre podem ser piores, nós que nao temos muita dimensão disso. Imagina este pai quando perdeu o filho, o que nao deve ter pensado???
É quando dizemos o famoso: "eu era feliz e não sabia".
Algumas pessoas me dizem que essa minha mania de sempre dizer que as coisas poderiam estar piores é uma maneira covarde de aceitar a tudo, de se conformar, se acomodar. Eu acho que não, mesmo porque nunca fui uma pessoa acomodada. O que penso é que temos que tirar as melhores lições em todas as situações e a poça dágua que você acha que é uma enchente pode se transformar realmente em uma...

Beijão! Ah, e já estou preparando meu post de segunda!!!

Magia na Cozinha disse...

Eu acredito nisso plenamente e é por isso que evito reclamar das coisas.
Bjs :)

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha querida, que história! Ajuda a refletir muitas coisas, inclusive a minimir os problemas e valorizar o que temos. Bja amiga e fique bem.

Eliana Pessoa disse...

COM CERTEZA A VIDA PODE SER MUITO PIOR DE VES EM QUANDO PORTANTO VAMOS PEDIR SEMPRE A DEUS MAIS ENTENDIMENTO PARA TUDO NESTA VIDA!!!
BJIM

Françoise disse...

Obrigada Glorinha, a história também foi pra mim!
Que venha o sol.....
Bjos,
Fran

Astrid Annabelle disse...

Olá Glorinha!
Bom lhe ver bem no meio de tanta desordem!
Você lembrou em boa hora...antes de se queixar, agradeça por tudo de bom que tem...
É mais saudável com toda a certeza!
Bjcas
Astrid Annabelle

Gina disse...

Pois é, lembra do arco-íris que lhe ofereci naquele post?
Bjs.

Açuti disse...

Oiii amiga linda...

nossa que triste...
Mas muito válida,obrigada por compartilhar!!

bjksss azuis

Pérola disse...

Texto maravilhoso amada.
Parabéns.
Beijokas

Maria Izabel Viégas disse...

Golrinha mainha amda,
no meio de tanta coisa triste, vc traz esta grande lição de vida. miga, és uma pessoa maravilhosa.
sabe, eu há já um tempo, digo que "estou" Pollyana, meus filhos olhavam pra mim e dizia: Mãe . vc Pollyana? Pois que sempre fui uma guerreira, tipo: isto não vai acontecer e pronto!
Mas... depois de ver tanta dor... sempre que algo acontece, meu pensamento é: podia ser pior!
E isto , já senti que abranda os corações de meus queridos. Mesmo que nós lutemos com garra, não nos deizando vencer pela adversidade... é bom pensar que sempre podia ser pior!
História real a sua, comovente e bem pernitente neste caos, Glorinha!
beijos no seu "espiritualizado" ser"

Socorro Melo disse...

Oi,Glorinha!

A história é bem triste, mas, o sofrimento é um grande mestre na nossa vida.Podemos aprender muito quando refletimos sobre a história de vida dos outros,é uma maneira mais fácil de aprender, pois, o aprendizado por experiência, é sempre mais amargo.
Grande abraço.
Socorro Melo