sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Blogagem Coletiva - Inveja - Update


Amigos
Sejamos sinceros
Quem nunca esticou o olho pro alheio
Que atire a primeira pedra!
Que tire o galho de arruda detrás da orelha
Quem mesmo tendo muito
Não deseja um pouco mais.
Coloquemos a mão na consciência:
Quem nunca desejou ter
Aquela linda casa que o amigo tem?
Ou quem nunca quis embarcar
Naquela viagem sonhada
Que a amiga fez?
Sejamos sinceros
E que as espadas de São Jorge
Não nos deixem mentir:
Quem nunca pensou bem baixinho
Lá no fundinho da alma
Ter um marido assim?
Uma roupa assim?
Uma jóia assim?
Uma felicidade assim?
Um sorriso assim?
Uma pele assim?
Um corpo assim?
Quem,
Lá naquele lugar
Onde moram
Os desejos inconfessáveis
Os sentimentos escusos
Não desejou ter aquela mulher gostosa da capa da Playboy?
Ou ter tanto dinheiro no banco quanto aquele bilionário?
E ter aquele barco, quem nunca desejou?
E a casa na praia, quase na areia?
Ou um chalé nas montanhas, com direito a lareira?
Levar a vida de um sheik árabe?
Ser puta por um dia?
Igual a Catherine Deneuve no filme La Belle de Jour?
Ser mãe de filhos perfeitos, lindos, louros e de olhos azuis
Como os daquela amiga
Linda, loura e de olhos azuis?

Convenhamos, meus amigos
Inveja todo mundo tem
Uns mais
Outros menos
É humano
É normal
Anormal é se dizer santo
Ou dizer que nunca teve
Ou nunca sentiu
Acho pior
Quem nega
Diz que não tem
Mas vive preocupado
Com olho gordo
Olho grande
Mau olhado
Dos outros
Porque ele, o santo
Não sente essas coisas não!

Mentira!
Deslavada mentira!
Eu confesso:
Tenho inveja de quem escreve melhor que eu
Tenho inveja de quem não tem dívidas
Tenho inveja da Angelina Jolie
Tenho inveja de quem viaja pra Europa de 2 em 2 meses ( tá certo, ou mesmo 1 vez por ano...)
Tenho inveja de quem mora na Toscana
Tenho inveja sim!
E vejo inveja nos outros também.

É sadio, é louvável
Pois na inveja está implícito
Meu desejo de mudar
De ser melhor
De crescer
De procurar subir
De ambicionar
O que não é saudável
É a inveja
Que aprisiona
Que não tem, não pode ter
E também não quer que o outro tenha
Essa é a inveja perigosa
A que vira armadilha
A que faz da vida um inferno
E inferniza a dos outros também

Que atire a primeira pedra
Quem nunca sentiu inveja.
Eu sinto
E estou aqui
Confessando
Meus baixos instintos
Meus pecados mortais
Capitais
Inconstitucionais
Venais
E não adianta
Fingir
Mentir
Esconder
Nosso inconsciente sabe
E dele ninguém foge!
E vou contar uma coisa, meus amigos
Não há patuá
Defumador
Mandinga
Ou encruzilhada
Que nos defenda
De nós mesmos!

Pé de pato, mangalô, três vezes!


Update: A Beth do blog Mãe Gaia me pediu para avisar que está novamente sem conexão. Que se conseguir, volta hoje aos blogs. Se a conexão não voltar, só amanhã. Recado dado, Betita!

78 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Olá glorinha!
Tema cabeludo como falei no meu post. O que precisamos concordar é que existem vários tipos de inveja. Aquela inveja maléfica que destrói por onde passa e destrói mais ainda quem a projeta, é a inveja de verdade.
O resto são sentimentos que lhe impulsionam sim, mas eu não considero inveja.Temos a cobiça, a ganância,o bater a continência com o chapéu do outro,etc.
Enfim, estamos em acordo que todos passamos por isso...pelo menos uma vez na vida, com certeza!!!
Agora que seu post ficou forte e expressivo isso ficou...eu consegui visualizar seu rosto falando...
Muito bacana...sem falar nas imagens escolhidas a dedo!
Sucesso querida, nessa sua blogagem...está valendo a pena participar.
Um beijo gostoso.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Glorinha,

Linda Lista e belas ilustrações.

Inveja a mais da conta só faz mal e atrapalha e atrasa a vida, porque o nosso pensamento é poderoso e co-criador.

De tanto querer o que o outro tem, por exemplo: a casa com piscina, nunca a virá a ter. No entanto, s ena nossa inveja desejarmos apenas uma casa com piscina... aí a coisa muda, pois pode ser que apareça.

Quanto ao marido da Angelina, 'aquilo' já deve estar imune.

Eu não posso atirar nenhuma pedra. :)))

Beijos

Meru Sâmi disse...

Ufa,amiga, estou sem fôlego, e só posso dizer: é sim, amém e tenho dito!
Bravo!

Beijos...

Nilce disse...

UAU!!!

Sintonia total, hein, Glorinha?
Tenho inveja do teu jeito de escrever.rsrs Quando eu crescer, quero ser escritora que nem você. Como é que faz, “me” conta, “me” ensina?
E ainda faz poema com o tema. Rimou...rsrs
E tem gente que vive dizendo que não tem inveja, eu não consigo acreditar nisso.
Devemos sim, fazer dela nossa aliada para o nosso crescimento.

Bjs no coração!

Nilce

Açuti disse...

Oiii minha amiga,

confesso tb:tenho inveja sim...
Sabe, ontem mesmo estava pensando; sinto inveja até mesmo de mim mesma, da época de solteira...liberdade, bons tempos!!!

bjksss invejosas (da boa da Jolie), tenha um excelente dia!!

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

eu tenho bastante inveja.
Vixe, morro de inveja qdo vejo um monte de coisa legal, gente bonita, histórias fantásticas, gente que faz maravilhas. O diferencial é que não sinto algo negativo, que quer derrubar quem faz ou tem ou é coisas que eu não posso ser, ter, fazer.

é o que vc falou. e se é uma força que existe dentro da gente, alguma razão há de ter, creio eu.

Muito lúcido seu texto, Glorinha. E como vc disse, contra nós mesmos, o nosso pior, como se defender? A inveja trabalha através de nós....

bjs

Chica disse...

Bem humorada tua participação!beijos,chica

ELA disse...

Kkkkkkkkkkkkkkkk!!

Ah, não Glorinha!!! O seu senso de humor é justamente invejável!

Eu ri aqui atéééé! Ô gente, que loura bem humorada! Vida longa pra vc, Glorinha! E mais: tô pra conhecer uma pessoa que combine tão bem as palavras quanto você. Seu texto está irresistível! Eu, que sou dada a umas boas gargalhadas, adorei!

Suas invejas são muito boazinhas, relax! Inveja de quem escreve melhor do que você? Coisas de escritora! Tem muita gente, querida, escrevendo muita coisa por aí... Correr atrás de publicar com a garra e a confiança que você tem é que é difícil. Então, vá publicar seu livro ou venda pela Internet que vou ser uma das primeiras (dizer que seria a primeira é arriscado porque vc tem amigos demais!) a comprar!

Sim, a inveja é humana, inata. É saudável assumi-la, analisá-la e contorná-la. Eu desejaria viver como as pessoas que levam a vida numa boa, com um sorriso no rosto e descomplicando as coisas... Como quem leva a vida com poesia todo o tempo. Suspeito que você faça isso. Deve ser por isso que vivo por aqui tentando "aprender".

Bjs,
Michelle

Sonia Beth disse...

Glorinha você arrazou!

E vou contar uma coisa, meus amigos
Não há patuá
Defumador
Mandinga
Ou encruzilhada
Que nos defenda
De nós mesmos!

Chave de ouro, amiga.

beijins

Misturação - Ana Karla disse...

Inveja é sempre inveja.
Como disse no meu, querer ter também não significa secar a fonte alheia.

Confessou mesmo hein!

Xeros

Leci Irene disse...

Bom dia, guria!!!!!!!!! Concordo em g~enero, número e grau! Não precisa ficar com inveja não, vc escreve maravilhosamente bem! E, o meu texto tem mais ou menos a mesma linha do teu.
beijos

Suzanna disse...

Olá Glorinha !
Você está se superando dia a dia, post a post!!!
Perfeito, "Não há patuá, %*##, benzedeira e eteceteraaaaaaa, que nos defenda de nós mesmos.
Muitas vezes e põe muitas nisso, só nós é que sabemos....
Voltrei para o post seguinte, seja qual for o sentimento...rsrsr

Beijos
Su

Renata disse...

Minha amiga...a inveja que já nasceu com a humanidade...e como homens que somos, já a temos no íntimo!

Mas nos protejamos dela...não da inveja alheia, mas da nossa própria, pra que esse "pecado" não se torne maior que o nosso próprio eu!

Bom dia!

Cris França disse...

kkkkkkk ai Glorinha so vc mesmo ,ri muito e o final foi foi sensacional, eu nem sei quanto tempo faz que não escuta isso...rs

"Pé de pato, mangalô, três vezes"kkkkkkkkkkkkkk


muito bom. bjs querida

Tati Pastorello disse...

Oi Glorinha, também confesso, está em mim. Eu fujo dela, e tento consertá-la, mas á senti, e ainda sinto mais vezes do que gostaria.
Meu texto é uma história de infância, real, de inveja recíproca!
Adorei a alma exposta. Adoro a maneira como escreve!
Beijos.

Socorro Melo disse...

Olá, Glorinha!

Admiro sua sinceridade, e concordo plenamente com você.Somos humanos, e é natural que sintamos todos os sentimentos e emoções, inclusive a inveja. Quando a nossa inveja fica só no desejo de conquistar certas coisas que outros já conquistaram, e vamos, com a nossa competência buscar nos realizar, tudo bem, até serve de impulso, como você frisou, mas, aquela inveja doentia, torpe, de se sentir mal com a felicidade alheia, essa é um verdadeiro veneno. E com certeza, nosso pior inimigo, somos nós mesmos, kkkkk
Mandou bem!

Grande abraço
Socorro Melo

Katia Bonfadini disse...

Ótimo texto, Glorinha!!!!!! Fiz o mesmo comentário no blog da Nana e vim reproduzi-lo aqui! Eu não entendo muito bem esse sentimento, te juro de pés juntos!!!!!! Digo isso porque, nas palavras da minha terapeuta: "inveja não é querer ter o que o outro tem, mas sim, não querer que ele tenha". Segundo ela, a definição clássica de inveja é essa. E isso me parece tão egoísta e detrutivo... Eu achava que já tinha sentido inveja uma vez na vida de uma menina linda, na época de colégio, que parecia a Brooke Shields e conquistava qualquer garoto, inclusive o menino por quem eu era apaixonada. Uma vez o peguei embasbacado olhando pra ela com aquele olhar apaixonado que mistura desejo e admiração ao mesmo tempo... ai, como eu sofri por dentro!!!!!! Eu era magricela, narigura, tímida e esquisitona na época e sabia que não dava pra me comparar àquela garota linda. Tive a impressão de que eu senti muita inveja naquele momento porque eu queria ser ELA!!!!!! Mas, se minha terapeuta estiver certa, não foi inveja o que senti, já que não queria que ela se desse mal, que ficasse feia ou desinteressante. Eu só queria ser como ela... Assunto complexo, né? É claro que eu já quis ter grana pra viajar pra Europa de dois em dois como vc, rsrsrsrs!!!!!! Mas essa parte destrutiva de querer que o o outro não tenha o que a gente deseja, sinceramente não lembro de ter sentido. Provavelmente você não tem inveja da Angelina Jolie, só admiração e vontade de ser como ela... quem não tem, né? A mulher é PERFEITA!!!!!!!!!!! Acho que é isso, o que a gente sente não é inveja, deve ter outro nome! Adorei vir aqui e dar minha opinião na blogagem coletiva! Grande beijo!

orvalho do ceu disse...

Olá, Glorinha
Hoje vou te revelar a minha inveja: "um chalé nas montanhas com uma linda lareira"...
Tenha ótimo dia!
Hoje temos muito o que refletir com a sua Blogagem...
Tenha serenidade e um bj amigo pra vc.

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

hahahahaha...ai ai Glorinha, amei o que escreveu rsrsrs, o final então, o máximo!!! rs. Nada como trabalharmos bem o nosso lado sombra não é mesmo? Transformarmos as energias não tão benéficas em estimulos e crescermos, cuidarmos da vida. Por isso cá estou eu, uma menina/mulher mágica ensinadno energia, patuás e rezas rsrsrs (sei que não acredita mas essa sou eu rs).
Um grande beijo querida.
Flores e Luz.

PS: to atrasada c/ as coisas aqui no blog pq fiquei dodói, mas logo ponho td em dia, inclusive essa história de votar no seu livro ok? Não vou deixar de te prestigiar não.rs.

Thaís leão disse...

Queria ter filhinho de olho azul e loirinho, é?
uhauahuahahu!
bjs!

Isadora disse...

Olá, o dia hoje começa quente. Cheio de ideias, teorias...adoro isso!
Quem não tem inveja que atire a primeira pedra, flor, seja lá o que for.
É um sentimento daqueles que carecterizamos como horríveis e é sim, por mais que saibamos que em alguns momentos a inveja acontece mesmo, não gostamos de senti-la, pois parece nos diminuir.
A inveja que quer que o outro deixe de ter para que um tenha, para mim é a pior forma de todas. Ou aquele que quer tudo o de melhor apenas para si e acha que os outros não tem o direito de ter também.
Um beijinho

Eliane disse...

Oi!!! tenho inveja de tuas palavras então fico aqui desejando que vc escreva muito só pra eu poder ler.
Muito obrigado por seu coment, no meu post sobre desejos fiquei sem net naqueles dias.( inveja de quem tem um bom sinal kkkkk) Seu texto disse tudo novamente. Um beijão e bom dia!!!

Gina disse...

Também acho que admiração é a palavra certa para esse impulso que nos move a conquistar.
Esse lado corrosivo, que destrói os relacionamentos, simplesmente não dá!
Sua opinião não se contradiz, portanto, com o ponto de vista que argumentei no post.
Bom dia, Glorinha!

Mari disse...

Olá Glorinha,

Muito prazer.
Cheguei até aqui pois temos amigas em comum.
Tema interessante e rico.
Inveja é d fato um veneno!
Beijos

Mari disse...

Olá Glorinha, prazer estar aqui.
Temos amigas em comum, assim cheguei até aqui!
O tema de hoje é realmente difícil, um sentimento feio que nda acrescenta a quem o sente.
Bom final de semana!
Beijos

Lu Souza Brito disse...

Ei Glorinha,

Você é mesmo unica. Que bom que nestas blogagens tem gente verdadeira, que se mostra, confessa, admite. Quem não tem inveja. Eu também a tenho, nao destrutiva, nao querendo torrar o que é do outro, mas com desejo, admiração e como você mesma diz, isso nos faz melhorar, lutar para alcançar.
Se as pessoas nas blogagens ficassem falando só o que é politicamente correto ou o que se é bonito de dizer, ler, mas sem falar dos seus PROPRIOS sentimentos, ficaria muito superficial a blogagem não é mesmo?

Adorei as ilustrações super combinadas com toda a escrita. Parabéns!

Deia disse...

Ah, Glorinha, mas assim não vale!! O que você chama de inveja é a vontade de superação e não "quero que o outro se dê mal, quem mandou ser assim/assado e eu não?" rsrs! Adorei o texto, leve, bem humorado e joga um holofote (lanterna é pouco) em cada um de nós. Vasculhem bem, você incita, será que NUNCA invejou mesmo?
Um grande beijo, sem inveja, prometo!
Deia

Glorinha L de Lion disse...

Ai Astrid nem te conto como estou me divertindo...ai chega dói minha barriga! Que qué isso minha gente? kkkkk...tem gente que acha que é perfeito e não tem sentimentos "menos nobres" só rindo né amiga? bjs

Oi Antônio gostei dessa tua comparação: desejar a casa com piscina do amigo é bem diferente de desejat ter tb uma casa com piscina...é isso! Mas precisamos reconhecer que ela existe em nós para combatê-la não achas? bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Meru, obrigada! bjs

Nice, foi mesmo total sintonia amiga!
Quem sou eu pra te ensinar algo? Escreveu um post ótimo, eu adorei. bjs.

Oi Açuti querida, eu tb, confesso! bjs.

Oi Ale, e eu fiquei com inveja de como contou aquela estória da maria caras...sensacional amigo! invejinha....hehe bjs

Glorinha L de Lion disse...

É Chica, estou me divertindo demais, bjs.

Ai Michelle, quem me dera poder levar a vida com poesia o tempo todo...só finjo que levo, pois a realidade é dura demais com quem tem alma de poeta e quem se mostra e se expoe do jeito que faço...pode não acreditar mas minha vida está caótica de um lado e maravilhosa de outro. Difícil? Somos feitos de sombra e luz, por isso, admitamos nossos sentimentos espúrios, eles fazem parte de nossa alma humana. bjs.

Beth/Lilás disse...

Maninhaaaaa,
Cheguei agora, ou melhor, minha conexão chegou às 12:20hs, que ódio!!!
Eu, louca para ver o que o povo escreveu sobre este tema polêmico e sem internet, ninguém merece!
Bom, você é o que chamo de alter ego da gente, fala as verdades sem papas na língua, mostra-se por inteira, mais verdadeira que isso não tem.
Tô com inveja dessa tua verve para escrever e sem tabus, sem amarras, sem vergonha, diz o que eu gostaria de dizer e outras pessoas também.
Perfeito!
O comentário da Renata também está fantástico e vou repeti-lo para finalizar:
"Mas nos protejamos dela...não da inveja alheia, mas da nossa própria, pra que esse "pecado" não se torne maior que o nosso próprio eu!"

beijocas cariocas

Glorinha L de Lion disse...

Sonia Beth, mas não é isso mesmo? bjs.

Xerosa, confessei mesmo, e acho que a melhor saída é confessar, visto que todos nós temos isso guardado em nós...uns apenas esquecem ou não enxergam não é? Mas nada que uma boa terapia não resolva! bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Suzanna, obrigada, volta sim, pq ainda tem muito assunto pra se confessar...hehe bjs.

Boa Renatinha, gostei! bjs.

Nilce amiga, mil perdões, teu nome saiu sem L! É a pressa amiga, desculpe.

Cris, tb estou me divertindo muito como espectadora privilegiada das confissões ou omissões...hehe bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Tati, seremos nós e mais uma meia dúzia, marcianas? Acho que sim pelo que tenho visto...hehe bjs.

É Socorro, o que nos envenena é nossa própria cegueira.beijos.

Oi Kátia, bem vinda ao clube querida, das marcianas, claro...kkkkk Legal demais seu comentário.bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Ainda bem Rosélia, que estão chegando aos poucos as marcianas...humanos não sentem inveja...ui....mais uma pro meu time! Eba!kkkk bjs.

Monica linda, esse teu patuá protege a gente da gente mesmo? hehe bjs.

Não filha, acho que se vc fosse loura e de olho azul não seria tão bonita como é, assim desse jeito...aliás, como é que vc saiu daqui dessa barriga bonita desse jeito ein? Inveja....kkkkk beijos amor.

Angélica disse...

Não suportooo gente invejosa! Se, por exemplo, a pessoa quer viajar para a Europa, ela que vá trabalhar, juntar dinheiro! Mas, invejar quem consegue ir é o cúmulo!
Para mim, inveja é falta de competência!
Adorei passar por aqui. Esse assunto sempre causa polêmica. Hehe!
Só sei de uma coisa... quero os invejosos bem longe de mim!
Bjss, bom fim de semana!

Glorinha L de Lion disse...

Oi Isa tb adoro! Temas polêmicos são meu forte! me divirto demais, nem te conto...fico aqui do meu panóptico só urubuservando...hehehe que divertido ver como as pessoas se enganam a elas mesmas...aí não há patuá que dê jeito né? Bjs.

Eliane, será? Acho que tem um montão de gente que acha que eu não disse o que devia...toquei num ponto sensível e isso dóóóiiiiii...bjs.

Gina, pois é...isso aí. Bjs

Oi Mari, prazer! Não acho não. Veneno é negar-se o que se sente. bjs.


Opa, outra marciana! bem vinda à Marte darling Lu! kkkkk não tá divertido pra caramba esse post?
bjs.

É essa a intenção Deia. Vasculhem, procurem, olhem no espelho. Quem nunca invejou? essa é a grande reflexão. beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Angélica que bom que veio aqui, ótima chance pra se olhar no espelho. Nunca teve inveja não? Então meu bem, não olhou direito, sorry. beijinho.

Oi Betita, verdade, a Renata falou mais ou menos o que eu falei que dos nossos próprios sentimentos ninguém nos protege, só nós mesmos.Quanto a ser o alter ego...não sou não. Seria, se as pessoas admitissem seu lado sombrio, mas a maioria prefere não ver. E isso é que é divertido, olhar a raça humana em todas as suas nuances e negações...acho que eu dava uma boa terapeuta viu? Beijos maninha.

Wilma disse...

KKKKK, vou até comentar aqui...acho que pelo visto há controvérsia quanto a definição de Inveja. Posso garantir que não invejo: quem escreve melhor que eu e sim admiro, de quem não tem dívidas, posso dizer que não as tenho; de Angelina Jolie não saberia administrar uma vida que é dela, de manter aquele corpo, fazer as restrições que deve fazer; de viajar pra Europa, se fosse tãaaaaao desejado, iria ali a Portugal; KKK,morar na Toscana, prefiro Vancouver-Canadá. Brincadeiras a parte, acho que todos queremos ser felizes, está em Paz consigo, e saber que há tanta coisa maravilhosa nessa vida, e a cada um cabe escolher aquilo que vai encaixar na sua história, sua vida, seus desejos...nem sempre o que o outro tem, vai caber na sua vida. Essa de ficar desejando aquilo que o outro tem como sinônimo de ser melhor, mais feliz, mais completa...é uma ilusão.

Dani Etoile disse...

Oi Flor, infelizmente a inveja está intrínseca ao ser humano, cabe à nós sublimá-la e conduzi-la da melhor maneira.
Um beijo, amiga,
Dani

Glorinha L de Lion disse...

Oi Wilma, mas é claro que isso tudo é uma grande brincadeira, séria, mas brincadeira. O fato de desejar ter tb não significa querer "ser" o outro...aí é que vira patologia...e aí, tô fora. Só reconheço em mim e em todos os humanos, uma coisa que faz parte de nossa natureza. Negar isso, eu repito, é não se olhar por dentro. Prazer! Um abraço.

Dani, minha querida, disse tudo numa frase! Sábia menina! bjs.

Macá disse...

Gorinha
Estou com uma Inveja de você, por ter colocado pra gente, tudo isso que sentimos. E sentimos mesmo. Alguns chamam de inveja boa. Hum ???? Isso existe?
Eu já quis muito, estar no lugar de outras pessoas, falar como algumas falam, escrever como outras (tipo, igual a você), morar em uma casa tão bonita quanto a de algumas amigas, ter um carro igual de outros, viajar sem contar os centavos (podia ser até de econômica), enfim, já invejei sim.
Mas, é aquilo, eu quero, mas nem por isso desejo que eles não tenham ou não façam.
Pelo que estou vendo nos coments, isso não é inveja, então tudo bem.
Como sempre, mais uma vez, de novo, novamente você arrasou.
beijos

Mari disse...

Oi,Glorinha! Estava esperando a sua atualizaçao, mas esse sr Blog sempre me apronta uma...Acabei de ler sua postagem agora, estou contigo! Todos nos ja sentimos inveja. E o pior é aquele que jura que nao...

Beijos

Glorinha L de Lion disse...

Macá minha querida, um dos motivos que me fazem gostar tanto de vc é justamente por vc captar com tanta facilidade o que eu escrevo e quero dizer. Adoro quando consigo que meus amigos me entendam. Quando concordam então, aí vibro de alegria!Embora saiba que cada um tem seu jeito de ver a vida, às vezes me impaciento quando as pessoas parecem se trancar para o que estou tentando dizer ou alertar, ou tentando ajudá-las e fazer com que se olhem. Não pense que foi fácil chegar até aqui não! Muita reflexão e auto análise me fizeram ser quem sou hj. Gosto do lema da escola de samba Salgueiro aqui do Rio, da qual sou torcedora: Nem melhor, nem pior, apenas diferente. Aliás, como todo mundo, uns mais outros menos. beijos amiga, te adoro, sabia?

Glorinha L de Lion disse...

Pois é Mari, eu bem que tento ajudar, venho tentando fazer posts onde as pessoas reflitam, pensem, se olhem lá no fundo. Não estou querendo dizer com isso que muitas não façam. Não, pelo contrário, acho que a maioria faz e tenta fazer sim, mas ainda há os resistentes, os que negam o óbvio. Essa brincadeira que faço aqui no blog, nas blogagens coletivas tem o objetivo de levar à reflexão, muitas vezes brincando, mas sempre me expondo, até demais, talvez. Que bom que alguns me entendem. Fico feliz com isso. Beijos querida Mari.

Desconstruindo a Mãe disse...

Oi, fazia tempo que não te visitava e adorei a proposta dessa blogagem coletiva que encontrie hoje... Posso participar também?

Beijo,
Ingrid

Luma Rosa disse...

Glorinha, entendo perfeitamente essa "invejinha" e lógico que sinto!! Quem diz que não sente, está mentindo ou então, não é humano! Mas uma invejinha boa, de prestígio, de querer bem, de admiração!! Ah, acho que peguei pesado!! Depois vê! Beijus,

Lia disse...

Oi, Glorinha
Que fofo, vc divulgou meu sorteio tb..rs..eu nem te avisei que havia posto o seu no meu blog pq estou quase ficando louca com minha futura mudança, minha cabeça não está funcionando direito...obrigada e boa sorte! Bjs

manuel marques disse...

"Essa história de que o dinheiro não dá felicidade é um boato espalhado pelos ricos para que os pobres não tenham muita inveja deles ."

Beijinho.

Kelly disse...

Nem sempre achar que o que o outro tem é melhor do que o nosso é inveja, as vezes essa sensação nos faz lutar por buscar algo melhor, o problema é quando essa busca vira obsessão, ai sim a inveja se instala e acaba sendo muito perigoso. Ótima postagem e excelente ideia do tema, beijos

Rosamaria disse...

Glorinha, já comentei aqui uma ou duas vezes, mas te acompanho sempre pelo Reader. Sou tua fã e tenho inveja, sim, inveja branca, como diz uma amiga.
"O invejoso não tem raiva de quem ele critica. Ele tem raiva de si mesmo!", então as pessoas invejosas precisam cuidar de si mesmas.
Como faço para adquirir teu livro? Já fizeste o lançamento? Ando meio por fora, desculpa.
Bom findi e muito sucesso pra ti.
Bjim.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Ingrid, pode sim, me passa seu link, ok? bjs

Luma, vc é minha cavaleira da armadura de prata a me defender dos invejosos não confessos! Fiquei não só emocionada mas lisonjeada com seu post. Obrigada, de coração. bjs

Lia, vc tb foi muito fofa, adorei vc ter divulgado pra mim. Obrigada e boa mudança. bjs

Glorinha L de Lion disse...

É mesmo Manuel, pura verdade...hehe bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Kelly, que bom que concorda e me entendeu. Bjs.

Oi Rosamaria, já te vi por aqui sim, que bom que veio.Me perdoe se ainda não fui lá no seu ou se fui pouco, nem sei, mas a vida anda corrida que só...quanto ao meu livro, ainda não. Só será publicado se eu ganhar a votação...mas se eu publicar te aviso tá? Bjs.

Glorinha L de Lion disse...

Obrigada Kelly, que bom que concorda e me entendeu. Bjs.

Oi Rosamaria, já te vi por aqui sim, que bom que veio.Me perdoe se ainda não fui lá no seu ou se fui pouco, nem sei, mas a vida anda corrida que só...quanto ao meu livro, ainda não. Só será publicado se eu ganhar a votação...mas se eu publicar te aviso tá? Bjs.

Lúcia Soares disse...

Quem nunca pensou bem baixinho
Lá no fundinho da alma
Ter um marido assim?
Uma roupa assim?
Uma jóia assim?
Uma felicidade assim?
Um sorriso assim?
Uma pele assim?
Um corpo assim?
(Não vejo como Inveja. Isso é admiração. Desejou algum mal a quem tinha isso aí? Então...Não é inveja!)

Não desejou ter aquela mulher gostosa da capa da Playboy?
Ou ter tanto dinheiro no banco quanto aquele bilionário?
E ter aquele barco, quem nunca desejou?
E a casa na praia, quase na areia?
Ou um chalé nas montanhas, com direito a lareira?
Levar a vida de um sheik árabe?
Ser puta por um dia?
Igual a Catherine Deneuve no filme La Belle de Jour?
Ser mãe de filhos perfeitos, lindos, louros e de olhos azuis
Como os daquela amiga
Linda, loura e de olhos azuis?
(Nunca, nunca, quis ter tanto dinheiro; casei-me com um lindo homem de olhos azuis, que veio a mim, não o "tirei" de ninguém, e tenho um filho lindo, loiro, de olhos azuis...rsrsr Não me "mate", Glorinha, mas tenho que continuar!)

Acho pior
Quem nega
Diz que não tem
Mas vive preocupado
Com olho gordo
Olho grande
Mau olhado
Dos outros
Porque ele, o santo
Não sente essas coisas não!

(Não acredito em olho grande, sempre digo que "Deus é mais"! Não acredito em benzedeira, mas respeito e até já levei filha numa, há anos. Acredito que "o que é meu, a mim virá", como disse.)

Eu confesso:
Tenho inveja de quem escreve melhor que eu
Tenho inveja de quem não tem dívidas
Tenho inveja da Angelina Jolie
Tenho inveja de quem viaja pra Europa de 2 em 2 meses ( tá certo, ou mesmo 1 vez por ano...)
Tenho inveja de quem mora na Toscana
Tenho inveja sim!
(Não dou a isso o nome de inveja. Continuo achando que é admiração, que é desejo legítimo - quem não quer viajar, quem não quer se bonito, quem não quer ser bem sucedido, etc.?)

Glorinha, entendi sua colocação, mas entendo inveja como querer para nós o que o outro tem e ainda lhe desejar mal. Sua lista de inveja me parece mais lista de desejos. É sadio querer ter o melhor mas devemos conquistar por mérito próprio.
Nossa, blogagem "afinada", heim?
Adorei!
Beijo!

Cantinho She - Sheila Mendonça disse...

Glorinha, ficou show o seu post até me diverti apesar do assunto ser sério... rsrs beijo, beijo!
She

Glorinha L de Lion disse...

Oi Lucia, estava sentindo sua falta! Eu considero tudo isso inveja sim. E não acho que se possa dividir a inveja em branca, preta, azul ou bege...inveja é inveja. E todo mundo sente. A inveja que deseja o mal do outro é a patológica, a que só alguns tem. Ninguém gosta de admitir que sente inveja pq nos foi incutido desde pequenos que inveja é um pecado, como a raiva e outros sentimentos considerados "feios". Eu não vejo assim não Lúcia. Sabe porque? Pq acho que somos feitos de tudo isso, junto e misturado,sentimentos bons e ruins e é para sentí-los sim. Mas quando um desses vira doença, aí sim é preciso cuidado. Desejar o mal do outro é ser mau, é ter índole má ou ser doente.
Quando falei nos olhos azuis, estava brincando...meus filhos são lindos e tem olhos castanhos...hehe
Quanto ao meu marido, "roubei" de uma amiga...brincadeirinha...qq dia eu conto isso direito. beijos.

HSLO disse...

Ta demais essa segunda foto...adorei.....kkkkkkkkk.
Eu já fiz um cena dessas...kkkk



abraços

de luz e paz

Hugo

Glorinha L de Lion disse...

Oi She, foi boa demais essa blogagem né? bjs.

Hugo como assim? Ficou olhando pro decote de uma moça ou ficou com olho comprido pra alguma coisa de outro homem? hehe Pra vc tb! bj

Bombom disse...

Glorinha, para começar , já sabes que gosto muito de tudo o que escreves, porque escreves com o coração. Mas isso não me impede de concordar ou não, com as tuas opiniões que, ainda assim respeito muito.E quem sou eu para dizer que não estás certa? Só que na minha maneira de ver, acho que estás a confundir o Desejo (sentimento positivo que gera boas energias de mudança e de responsabilidade para atingir um fim a que nos propomos)com Inveja (sentimento negativo que gera más energias de revolta, de despeito e até de ódio para com quem tem mais do que nós).
Por isso não se pode falar em inveja boa e má!Como dizes na última metade do teu texto "inveja é o que aprisiona, o que vira armadilha e faz da vida (sua e dos outros) um inferno"...
Deixei resposta ao teu comentário lá no Meu Estaminé. Obrigada pela tua visita.
Gosto muito das belas fotos com que ilustras o teu pensamento! Quando eu for grande (he,he!) também hei-de aprender como se faz!!! E não tenho inveja nenhuma, he,he! Um abraço da Bombom

Desconstruindo a Mãe disse...

Bem, me empolguei tanto com o tema lembrando de histórias de família que acabei postando. Pra exorcizar, pra refletir, meio terapia mesmo. Não por cobiça nem por inveja.

Adoraria saber das próximas blogagens coletivas!

Bom fds! Um abraço com carinho!

Ingrid

Françoise disse...

Olá amiga Glorinha,

Saudades de você,

Vejo que perdi muita coisa por aqui, passei por alguns blogs e o tema - apimentado que só - deixou muita gente com a "pulga atrás das orelhas", rs.....

Digo a vc que também tenho inveja sim e luto para que sejam saudáveis, uma especie de desejos que me movem a seguir em frente e que admiram as conquistas alheias também, é preciso ser sábio para administrar este sentimento como tudo na vida não é?

Peço mil desculpas por não conseguir postar, preciso me organizar pois estarei viajando de novo no começo da próxima semana. Sexta feira conte comigo!

Abraços bem apertados!
Bom final de semana.

Rozani disse...

Oi Glorinha!
Eu estou sumida e vou continuar!
Estou meio de saco cheio de postar no blog.Seu blog tá lindo!O fundo tá maravilhoso!Bom, eu vim aqui para dizer que coloquei no meu blog o banner do seu livro.
A capa do livro tá maravilhosa.Vc merece muito ganhar.
Bjs, Rozani

Bordados e Retalhos disse...

Glorinha vc mexeu na ferida. Abalou a consciência da gente e nos fez refletir. Hoje não estava muito inspirada mas disse, em outras palavras, que a inveja está de alguma formadentro de nós.Nossos valores e educação é que não permitem que ela nos apossem de nós e a gente saia por aí tomando o que é dos outros e jogando uruca no viznho ao lado que comprou um carro melhor que o meu. Bjs querida

diariodumapsi disse...

Bem lá fundo nós sabemos Glorinha, ninguém está imune a ela, a grande dama da discórdia: a inveja.
Isso me faz lembrar a minha amiga Nilce, que diz: façamos da inveja um excelente motivador de conquistas!
Bom final de semana.
Gd beijo

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

http://anovacela.blogspot.com/2010/08/inveja.html

Olha uma nova participação, de um bom amigo.
Este amigo escreve muito bem e com muita densidade.

Que bacana que novos amigos se juntaram a nós, não é?

Ansioso pelo tema da semana que vem, eu vou caprichar!

Bjs e bom fim de semana Glorinha!

Glorinha L de Lion disse...

bombom minha amiga querida. Respeito demais minhas amigas e o que elas pensam, Acho que cada um vê um mesmo sentimento de um jeito diferente ou porque foi criada para vê-lo assim ou por causa das religiões ou por qq outro motivo, mas minha amiga, chamar inveja de desejo é uma forma de minimizar através da palavra o sentido que esse sentimento tem. Para mim desejar o que o outro tem é inveja e não desejo. Desejo está em outro patamar, é outra espécie de seentimento. Penso assim amiga e respeito o teu pensar. beijos.

Glorinha L de Lion disse...

Ingrid, saí e só cheguei agora, me perdoe. Vou incluir seu link às postagens e vou visitar teu blog, ok? Na próxima sexta já fará parte da blogagem. bjs.

Françoise, sem problemas amiga! Viajar é um ótimo motivo para não estar aqui com a gente. Estou morrendo de inveja de vc! hehe...brincadeirinha...tô não...aproveita, curte, namora muuuuito o maridão. Beijo enorme pra vc!

Oi Rozani, obrigada por ter votado no meu livro. Eu vi seu coment lá, obrigada mesmo. bjs

Oi Giovanna, é isso amiga. Nossos valores, religião, educação e até índole é que nos seguram de como vc disse "jogar uruca nos outros". Com certeza, vc entendeu o que eu escrevi, mulher inteligemte e sábia, que sabe o que se passa no mais íntimo de todos nós. beijo grande.

Glorinha L de Lion disse...

Oi Gilmara, acho que eu disse isso tb, só que em outras palavras. bj

Oi Ale, vou pegar o link do nosso novo amigo. Vou ler o que ele escreveu. Amigos são sempre bem vindos. Inteligentes e que escrevem bem, melhor ainda. Muito bom que a blogagem esteja atraindo mais gente pra brincar e refletir com a gente. Beijo grande!

Desconstruindo a Mãe disse...

OI, guria!

Não acredito que mãe emita vibes negativas para o próprio filho, muito pelo contrário!!!

Justamente por isso fui atrás de tentar saber o que significa o tal do quebrante, porque não acredito mesmo que quem ame uma pessoa possa prejudicá-la.

Acredito, sim, em pessoas com uma vibração ruim, um olhar invejoso sobre a vida dos outros e que possa até atingir alguém.

E é por isso que achei interessante abordar a idéia de que a inveja é um sentimento que só ganha força e nos atinge quando damos espaço pra isso.

Talvez não tenha me expressado da melhor forma, mas é verdade que quando as pessoas estão mais vulneráveis recorrem à superstição. Como uma bengala, se apóiam nisso e acho que não resolve.

O que resolve, nisso eu creio, é pensar e agir em torno do BEM. Ter fé é mais forte do que ter amuletos.

Abraços!
Ingrid

Beth/Lilás disse...

Glorinha minha querida,
Esta blogagem foi ótima, bombou realmente e fez a gente pensar sobre este tema que no fundo é um tremendo tabu nas cabeças das pessoas.
Eu também acho que inveja não tem nada a ver com desejo, aquele tipo de desejo porque viu o que o outro tinha e quer também, o cabelo da outra que é mais bonito e liso, a casa mais bonita e grande, as viagens, etc e tal.
Não se pode constituir desejo quando olhamos o que o outro possui e queremos também, isso é inveja.
Desejo é quando imaginamos algo, quando sonhamos ter ou fazer aquilo que transformamos em nossas mentes e não o que é dos outros.
Tô aqui metendo o bedelho de novo enquanto vou pra R.dos Lagos no note do marido, aproveitando a boa conexão.
Deixo um beijinho e o desejo de um ótimo final de semana.

Marliborges disse...

Olá Glorinha!
Estou ultra atrasada nos comentários. É que fiquei sem internet, caiu um raio e "torrou" meu modem. Uma m...! Tive que ir no meu filho usar a internet dele para fazer a postagem. E chuva que Deus mandava! Mas agora, voltei à ativa e estou passando, lendo e comentando nos blogs.

Adorei o post. O texto maravilhoso, leve, solto, bem humorado e recheado de "inveja". As imagens ótimas. Parabéns. O Brad Pitt, sem comentários, rsrs, ele era muito lindinho mesmo. Bjsssss

Glorinha L de Lion disse...

Bem Ingrid, eu como não creo en brujas, mas que las hay las hay...pé de pato mangalô três vezes...brincadeira, não acredito em amuletos, nem em nada disso...somos energia e basta não estar no mesmo dial da pessoa invejosa e pronto. Simples assim...bjs.

Pois é Betita, pensamos igual...desejo é desejo, inveja é inveja...ficou com inveja da minha paella, que eu sei...hehe e eu com inveja de vc aí nesse marzão lindo...beijos, bom fim de semana!

Óia a Marli aí gente...atrasilda que só...mas ainda em tempo e por um bom motivo...torraram teu modem? Deve ter sido inveja dos teus escritos...hehe beijão!

Manuela Freitas disse...

OLá querida Glorinha,
Grande polémica, sobre a inveja!?...
Que posso eu dizer agora, que me atrasei a apanhar o combóio?
Que a inveja é inerente ao homem, que a inveja nos pode fazer crescer, também! Para mim no entanto, como todas as emoções e sentimentos, há graduações, uns dão-se mais aos mesmos, outros dão-se menos! Há pessoas que por inveja são capazes de fazer de tudo até às últimas consequências e isso se transforma numa doença, precisavam de ir ao psicólogo!
Se sentimos inveja por alguém, também nos apercebemos quem sente inveja por nós, a minha mãe costumava dizer: «tem cuidado, com os males de inveja, não fales demais»! É que às vezes nós é que suscitamos a inveja dos outros, dizendo o que temos, o que fazemos cheias de entusiasmo...enfim por aí!...
Inveja é algo bastante complexo!?...
Muitos beijinhos amada amiga,
Manú

Glorinha L de Lion disse...

Minha amada Manu, pois é...essa postagem deu o que falar. Acho que foi uma das mais polêmicas que já fiz. É um tema muito complexo sim, mas afinal o que não é complexo nos humanos? Todos os nossos sentimentos e emoções percorrem meandros tão íntimos, tantas estórias pessoais e lugares onde ninguém entra que falar de emoção é falar de complexidade. Te espero na próxima: Auto- estima...vamos ver o que vai sair desse povo todo...ui fico ansiosa...beijos minha amiga, bom domingo!

www.comtextosdavida.com disse...

Inveja, sentimento maravilhoso. In-prefixo que significa não/ veja- ver . Não ver aquilo que podemos também ter,ser ou fazer. Só sentimos inveja daquilo que lá no fundo somos capazes de ter ,fazer ou ser. Ninguém tem inveja do que não pode. Pense bem!Existe dentro de nós um potencial que reprimimos e o outro nos mostra, mas não queremos ver.
bjs Lais

LILIANE disse...

Glorinha,
Prazer imenso conhecer teu blog.
O tema sobre a inveja é muito interessante.
Admitir que tenho inveja talvez seja apenas um pedacinho que tenho de caminhar para me conhecer de verdade.
Penso como você, no que diz respeito a admitirmos a inveja.
Nossa cultura e formação não admite pessoas sinceras e transparentes, então, sentimos, agimos, reagimos e vamos "tocando o bonde" até a hora que ele bater.
Parabéns por tudo, pela postagem, pelos amigos que conquistou, por ser quem é.
Isso deve causar uma inveja lascada em muita gente, rsrs
Um dia lindo pra você.
Grande abraço